1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Singularity 7

Tópico em 'Quadrinhos' iniciado por Ronzi, 10 Mai 2009.

  1. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Na minha humildíssima opinião, hoje a IDW é uma das melhores editoras de quadrinho dos EUA. Fazia muito tempo (muito tempo mesmo, desde o lançamento do selo Vertigo) que não via uma produção de tantomaterial de qualidade no que se refere aos "quadrinhos adultos" (odeio esse termo), principalmente no que toca o gênero de terror. Lá está uma das melhores séries sobre vampiros da atualidade : 30 Dias de Noite, sem contar que é a casa de Clive Barker e do fantabuloso Ben Templesmith (esse nome fica para outro post).

    Acabou de chegar aqui em casa a série Singularity 7, do genialmaravilhosofantasticotudibao Ben Templesmith, uma ficção cîentífica de horror, onde após a queda de um meteoro, chegam à terra seres microscópicos chamados de Nanites e fundem-se com o cérebro do primeiro homem que encontram, Bobby Hennigan, que aqui passa a ser a Singularity (Singularidade). De alguma forma, Bobby percebe que seu corpo mudou e cria consciência de seu poder. Assim, vai à sede da ONU e nuncia que pode mudar o mundo, despoluir o ar, limpar a água, etc. Então o faz.

    Pouco tempo depois ele se retira da vida social e passa a viver isolado em uma imensa torre que constrói e, aparentemente sem razão alguma, certo dia transforma todo a atmosfera da terra em veneno matando mais da metade da população da terra. Os Nanites passam a devorar todo e qualquer humano que sobreviver, o que faz os sobreviventes alojarem-se no subterrâneo, em "subcities". Bobby tornou-se um Deus cruel e passa a caçar os humanos com criaturas desenvlvidas por ele. Quando a coisa parece que foi totalmente para o buraco, surgem 7 indivíduos que não são afetados pelos Nanites e que resolvem partir para a briga.

    Bem, vou parar por aqui para não estragar a história, mas garanto que vale muito a pena adquirir apesar da cara de "jáviissoantestio" que possa aparentar.
     
  2. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Não curti muito essa HQ.
    Achei que tem horas que fica sem sentido e algumas cenas tem um "porque" questionável .
    É fato que o Ben Templesmith é o "cara", mas senti que nesse projeto ele não deixou a veia criativa fluir por inteiro. A impressão que me dá é estar lendo algo se uma consciência por trás, fica a HQ pela HQ e não por uma história legal.

    OBS: o mesmo acontece em Wornwood.
     
  3. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Que cenas, Breno?
     
  4. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Página 9 revista nº1 - depois da seqüência do soldado sendo morto tem a torre do Bobby que está mal desenhada, mal coloca no contexto e as cores péssimas.

    Volto com mais exemplos...
     
  5. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Cara, eu não acho que seja mal desenhada, muito pelo contrário, é bem o estilo do Templesmith e quanto ao contexto, também não vejo que há de errado, pois a imagem da torre reverte à imagem da cidade destruída e transformada em fábrica, com várias "chaminés" lançando as Nanitas na atmosfera.
     
  6. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Bom... eu achei uma cena sem porque. Havia N outros enquadramentos que poderia ter sido feito. Um exemplo seria as cidades sendo dizimadas logo de cara. E eu curto a arte do Ben, mas as vezes ele desenha mal até para o estilo próprio. Em wornwood isso acontece direto, por isso que até comentei antes.
    Não achei uma HQ ruim, apenas não gostei, porque é aquela parada: acabei de lê e não me marcou em momento nenhum.
     
  7. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Breno, isso que vc disse sobre os enquadramentos não faz muito srentido, pois seguindo sua lógica, existem milhares de formas de contar qualquer história.
     
  8. Breno C.

    Breno C. Usuário

    O que eu entendo pelos enquadramentos é o que ouvi uma vez de um desenhista. Ele disse que cada enquadramento tem um "porque" e o seguinte pode ou não estar inserindo no sentido do anterior. Se o desenhista conseguir alternar os sentidos sem prejudicar o entendimento, então aquela foi uma boa página (bem desenhada), mas se ficam lacunas cada vez que ele pula para um novo quadro, então existe algo de errado. Claro que fica implícita a capacidade de raciocínio do leitor, mas esse não é o caso do Singularity 7.
     
  9. Ronzi

    Ronzi Oh, Crap!

    Como eu disse acima Breno, não vejo onde o sentido sai prejudicado, já que o desenho se refere diretamente à legenda.
     

Compartilhar