1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Sam foi interesseiro?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Não Registrado, 31 Ago 2010.

  1. Não Registrado

    Não Registrado Visitante

    Sabemos que Sam, como uma punição por bisbilhotar a conversa de Gandalf com Frodo sobre o Um Anel,foi nomeado companheiro de Frodo em sua empreitada até Valfenda/Rivendell. ( Sendo um acaso ou não )
    Também sabemos que o grande desejo dele era conhecer os elfos, portanto que quando ele foi nomeado por Gandalf para ser companheiro de Frodo, ele se entusiasmou pelo fato de conhecer os elfos.
    Já em Valfenda/Rivendell, Sam escuta escondido o Conselho de Elrond, onde recusa-se a deixar Frodo ir sem ele até Mordor.( isso seria porque o sonho dele era realmente conhecer os elfos )
    Inicialmente, Sam só foi um bom companheiro, caracterizado pelo interesse em Elfos e talentoso na declamação e composição de poemas. Posteriormente ele se mostra muito corajoso, não deixando de cumprir suas responsabilidades como companheiro, protetor e amigo, seria isso uma verdade ou não?? ( citação de [ame]http://pt.wikipedia.org/wiki/Samwise_Gamgee[/ame] )
     
  2. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    Não acho que ele tenha sido de modo algum um interesseiro. Ele já tinha realizado seu sonho: conhecer os elfos. Ele sabia que seria uma viagem perigosa. Será que se arriscaria só pra ver uma coisa que ele já tinha visto, um sonho já realizado? Acho que não. Sam deu mostras da sua absoluta amizade e lealdade por Frodo. Estava longe de ser um interesseiro.
     
  3. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Ele era fiel ao Frodo. Nunca nem passou pela minha cabeça em ser interesseiro.
     
  4. cpm22

    cpm22 Visitante

    Eu também penso que não, mas ao ler este artigo na página citada, resolvi debater este polêmico comentário. Creio que no começo sim, Sam tenha tido algum interesse, mas após ver que realmente a coisa era mais sério do que se pensava, ele se dedicou totalmente para proteger Frodo e honrar a sua palavra, pois ele havia prometido proteger Frodo e ser seu companheiro.
     
  5. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Não consigo ver ele como interesseiro... quero dizer, se seu interesse era apenas nos elfos, ele poderia ter voltado de Valfenda ao Condado quando o Conselho acabou.
    Mas ao invés disso seguiu lealmente ao lado das frescuras fraquezas de Frodo ajudando ele a superá-las o tempo todo. Aliás, sem Sam, Frodo não teria chegado nem na metade do caminho pq toda vez ele enfiava o maldito anel no dedo justo quando não podia.

    Interesse em que? Glórias? Há de se lembrar que não foram reconhecidos como heróis no Condado quando chegaram, não ganharam muito ouro nem nada disso. Sam teve sua familia com a mulher que ele amava (mentira ele queria o Frodo) e ganhou a lealdade e a gratidão das pessoas grandes.

    Se for esse o interesse, ai sim, ta valendo ^.~
     
  6. No começo, quando Sam entra de fato na estória [ouvindo a conversa entre Gandalf e Frodo], ele aceita ir com Frodo pra onde quer que ele vá por medo de Gandalf. Nesse primeiro momento, Sam é 'forçado' a obedecer, mas sua angústia diminui quando fica sabendo que irá ver os elfos!

    A partir desse ponto, Sam passa por cima do 'medo de Gandalf' e da alegria em ver os elfos, e mostra o que sentia de mais bonito por Frodo: mostra-se seu leal amigo e companheiro, ajudando-o EM TUDO.

    Acredito que em nenhum momento Sam mostra-se interesseiro, afinal, o que Sam realmente ganhou com tudo?!
     
  7. cpm22

    cpm22 Visitante

    Ele ganhou a permissão para as terras imortais, não estou justificando que ele tinha interesse deste ( pois na época, ele nen imagina isso )
     
    Última edição por um moderador: 31 Ago 2010
  8. zorba

    zorba VAI CORINTHIANS!


    exatamente... Sam não ganhou nada, apenas conhecimento e renome... e ele nunca imaginava que ganharia tanto assim... afinal o renome e a ida para o Oeste são um grande presente, mas ele nunca imaginou isso, portanto, não, ele não é um interesseiro...
     
  9. Dorak

    Dorak -Morgoth! Não me chame de

    Acho que interesseiro ele nunca foi, e é até difícil comentar essa questão. Difícil porque é algo que não está no caráter do Sam. Durante todo o livro Tolkien mostra que ele não é interesseiro, nem nunca foi, muito pelo contrário, sempre foi leal aos amigos e principalmente a Frodo.
    O máximo que podemos dizer do início do livro, é que ele foi curioso, e acabou que deu no que deu.


    Na verdade ele também ganhou um livro bem bacana no final. :mrgreen:
     
  10. marcella

    marcella Usuário

    Não, ele quis ir junto com seu mestre Frodo, para ajudál-o e também realizar seu desejo de ver elfos
     
  11. Finwë

    Finwë Alto Oficial de Erebor

    Há uma passagem, que eu acho uma das melhores passagens do Senhor dos Aneis, que deixa bem clara as reais intenções de Sam:

    A sua resistência é exatamente oposta a de Gollum que se via (e acreditava) como O Grande e O Gollum.
     
    Última edição: 31 Ago 2010
    • Gostei! Gostei! x 2
  12. Não, claro que não, Sam amava seu mestre antes e depois do anel aparecer, tendo salvado a vida de Frodo inúmeras vezes, sem sequer nenhuma perpectiva de sobrevivência.
     
  13. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    O único interesse que Sam manifestava era em seguir Frodo, onde quer que ele fosse. É curiosa essa exarcebação de Sam que, ao contrário de seu mestre é movido mais pelo coração do que pela razão. E, convenhamos, para seguir alguém até a morte certa, é preciso um grande senso de companheirismo e lealdade fora do comum.

    É uma pena que Tolkien não tenha trabalhado mais sobre o passado de Sam e Frodo para revelar como fora forjada essa amizade de mithril entre os dois hobbits.
     
  14. Elrond

    Elrond "OFF" it will last two months

    Ele era curioso, como foi Frodo, Bilbo, Merry e Pipin. Toda curiosidade leva um interesse em conhecimento, informação e aumento dos horizontes. É assim que vejo esses hobbits.

    Curiosidade e interesse sim, interesseiro nunca.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Sem mais. Considero-o como uma das mais bonitas personalidades de todas as obras do Professor.

    :fuckoff:
     
  16. cpm22

    cpm22 Visitante

    E também foi eleito 7 vezes seguida, prefeito do condado. É após a morte de sua amada esposa, ele nunca mais foi visto.
     
  17. marktl82

    marktl82 Usuário

    Ele era interesseiro sim, só que pelo amor (ui) a Frodo. Sem seu amigo e mestre, jamais teria feito tudo que fez. Nem mesmo Gandalf poderia ter obrigado o mesmo. Vale lembrar que o "castigo" foi bem vantajoso para todos.
     
  18. Dorak

    Dorak -Morgoth! Não me chame de

    Apesar do seu gesto, saiba que estás em meu coração. :abraco:
     
    Última edição: 1 Set 2010
  19. Fharallwad

    Fharallwad Usuário

    A principal qualidade do saw era exatamente sua fidelidade, como alguem assim pode ser interessero.


    valeu
     
  20. Yullia_

    Yullia_ Miss Gabriela Vanessa

    Creio que em momento algum Sam foi interesseiro, mesmo no início de sua jornada, que foi movido pela curiosidade, não o vejo como interesseiro. Pois sua curiosidade era conhecer os elfos e só. Nada mais isso lhe traria.

    Logo após a chegada a Valfenda, nada mais o motivaria a seguir para a morte certa, nem curiosidade, nem interesse.
    Mas ele foi, seguiu Frodo até o fim, com seu amor e lealdade indestrutíveis, resistindo às tentações do Um.

    E no fim, o que ganhou com tudo isso?
    Um livro legal, a ida para o Oeste e renome.

    Mas ele não planejou isso, são coisas que vieram ao seu mérito, não à sua (não) ganância.
     

Compartilhar