1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Proposta...

Tópico em 'RPG' iniciado por Lunacy, 10 Abr 2003.

  1. Lunacy

    Lunacy Usuário

    O que faria, se fosse oferecido a proposta da vida eterna, se um vampiro lhe oferecesse seu legado, o presente das trevas... maldição...
    Ou se isso fosse simplesmente imposto a vc, considerando como base as regras impostas pela camarila, o mundo de vampiro transformado em verdade...

    O que me diz?¿ Aceitaria tal proposta, iria considerar sorte ou azar, se nos sonhos tudo pode ser verdade, iamgine que esse seria tal... e então...

    Engraçado esse tipo de coisa, apesar de muitos jogadores serem viciados, quando c pensa em isso se tornar realidade, muitos dos jogadores optaram por não aceitar a tal vida eterna, realmente são pontos a serem analizados, tantos prós e contras, muitos pensaram na solidão, nos amigos, familiares, amores, outros colocaram, o status, o desejo de ter o que muitos não poderiam, a vingança...

    Existem tantos pontos interessantes nisso, alguns chegaram a colocar que abraçariam as pessoas que amassem, mas e depois? Uma vida eterna, intediante?

    Ah, gostaria que respondessema esse tópico, acho muito legal saber até onde um jogador pode ir, e se imaginar numa situação, seja ela real ou não... apenas imaginem, dramatizem, tentem viver o que vc gostaria realmente que se personagem vivesse, imaginar as ações para eles e por eles, o instinto da morte, conviver entre pessoas "não tradicionais", não mais fazer parte do mundo dos mortais, ter o prazer de ver guerras, assitir as evoluções humanas e cientificas, pensar no seu intimo, perceber o quanto vale a pena viver, o quanto vale a pena jogar e tentar viver uma vida...

    E nesse mesmo tópico levanto uam discução, o que vcs acham de pessoas que levam esse "jogos" a serio?¿ ... infelizmente ja presenciei coisas desastrozas, e já amigos se perderem por causa de um jogo, mortes, ira, raiva.... até onde as pessoas sabem distinguir um jogo, e a realidade? até onde as pessoas podem tentar jogar os seus medos em cima de um tabuleiro?¿

    Muito triste isso, vamo mudar de assunto....

    Bom, queria realmente saber o que vcs pensam... beijinhos t+ :lily:
     
  2. Fiedrik

    Fiedrik Usuário

    não sei mas acho que eu aceitaria a vida eterna
    concordo que é deprimente ver como tem pessoas que não sabem diferenciar um
    jogo da realidade
     
  3. Barbárvore.

    Barbárvore. Beatlemaniac

    putz eh uma questao bem dificil.... acho q eu aceitaria, queria viver longas eras pra ver a evolução das cosias e talz... claro q iria querer isso depois dos 40 e poucos ehheheh se me oferecessem agora num sei, acho q sim... e levaria comigo as pessoas q eu amo e que provavelmente iriam querer, outras eu ia poupá-los do sofrimento
     
  4. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Eu pessoalmente nunca vi alguem que levasse a serio qualquer jogo de RPG nesse nivel, nem perto disso. Alguem que faz isso perdeu a noção da realidade a muito tempo, e por outros motivos, o RPG pode ter sido apenas um estopim como pode ser um filme, um livro, uma discução, uma novela, uma casca de banana....etc.
    Sobre a proposta da vida 'eterna', eu nao aceitaria simplesmente pq tudo o que me motiva a viver nao se tornaria 'eterno' tambem.
     
  5. Lunacy

    Lunacy Usuário

    realmente o rpg não é o fato de alguém cometer qualquer loukura, mas tem gente que c vê jogando e sei la, quer viver o personagem..... nossa ja vi muito disso acontecer meu...

    beijonhosss :lily:
     
  6. Lestat

    Lestat Usuário

    Sou VICIADO em vampire e sonho com esse dia a anos!!!!Quero virar um TREMERE!!! :twisted: :roll: 8O
    Me empo :eek: lguei....
     
  7. Pavanelli

    Pavanelli Usuário

    Eu aceitaria, Primeiro porque eu não quero morrer cedo, e segundo porque vivendo diuante séculos ou milênios chegaria uma hora em que eu aceitaria a morte tranquilamente, pois já teria visto tudo que eu poderia querer ver e viver nesse mundo.
     
  8. eu gostaria de viver assim, eternamente, não gosto de fazer mal a alguem, então se algum dia isso ocorrer ja tenho meu plano, abro uma clinica de doação de sangue, pronto estoque de sangue sem ter que morder alguem, eu gostaria de ver novas eras ver o que e onde o homem vai chegar simplesmente acho que nasci numa epoca atrazada e gostaria de esperar pra ver uma nova era um novo mundo.




    bom levar o rpg a serio eu levo aos estremos mas so na mesa fora dela vivo quem eu sou meu outro eu dentro do mundo rpgistico fica la no mundo rpgisto 3e eu so o visito algumas veses e depois volta para o meu mundo, que é o mesmo mundo da maioria dos seres humanos.
     
  9. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Eu não aceitaria de jeito nenhum! Ver todas as pessoas que conheço envelhecendo, definhando, morrendo e eu lá, igual ao que eu era anos, décadas, séculos atrás.

    E sobre os que levam o RPG a extremos: o RPG pode ser mto perigoso pra quem de repente enfrenta uma situação para a qual não estava preparado. Eu mesmo entrei em depressão um tempo, depois de ter visto minha mãe definhando e sendo devorada por um câncer em uma sessão de Wraith e não poder fazer nada.
     
  10. Lunacy

    Lunacy Usuário

    realmente tanto o rpg como outras "saidas" ... levam vc a crer em muitas coisas, é automatico das pessoas quererem recorrer a coisas para tentar eskecer outras, ou achar um solução, e principalmente o rpg, vc tem a possobilidade de sair de um mundo e entrar em um seu....
    ainda sim adoro rpg.... sempre tem uns doidonho na mesa q mistura as coisas né.... bom.... beijos a vcs :kiss: :lily:
     
  11. Barbárvore.

    Barbárvore. Beatlemaniac

    por issoq acho q nao se deve botar mt sentimentalismo (triste) nas aventuras :P
     
  12. Green Arrow

    Green Arrow Usuário

    Eru Ilúvatar já disse: os homens tem a dadiva da morte, dadiva que um dia até os Valar vão querer e invejar.

    Pra quê largar esta dadiva!
     
  13. HQ-Man

    HQ-Man Usuário

    eu não aceitaria viver pra sempre, se tivesse escolha. Tudo tem um ciclo natural, começar e terminar, e entre um e outro, fazer o máximo pra tornar sua vida interessante, ou então ela vai se tornar maçante como algumas HQs da Marvel.... :lol:

    Mas se me fosse imposto e eu não tivesse escolha, provavelmente ia achar o máximo no começo mas a medida que as pessoas que eu conheço fossem morrendo, acho que ia acabar amargo ou louco....

    em tempo: eu adoro Highlander. Principalmente a clássica frase "Sempre sobram dois" :wink:
     
  14. Vrykolakas

    Vrykolakas Usuário

    Viajando na Maionese....

    Se o cara é Ocidental, de forma mais ou menos intensa, será de uma cultura materialista (O extremo disto seria o "American Way of Life". O que significa que com o tempo, a suposta dádiva, seria uma maldição. Todas as coisas as quais ele se apegou, bens pessoais, materiais, relacionamentos, iriam durar menos do que ele. Com o tempo ele iria virar um Maradona, nada mais teria graça e como vampiro, a cocaina não faria efeito, a vida eterna seria muito mais difícil de suportar. O fato de não poder contar para ninguém (o ocidental adora uma ostentação) também seria uma prisão e os poucos amigos com quem compartilhar a eternidade iriam gerar conflitos pessoais intensos. Haveriam dois caminhos. A depressão até a morte ou uma perda das amarras sociais que iriam tornar o cara um eterno buscador de limites, até que logo encontraria o seu fim, de um jeito ou de outro. Difícil prever quanto tempo o cara duraria. Talvez umas duas ou 3 gerações humanas, aí teria de começar tudo de novo em termos de relacionamentos pessoais. A mesma coisa em termo de conquistas materiais.

    Já um oriental, típico, riria da oferta, afinal ele já tem a vida eterna, o que estaria se oferecendo seria uma vida eterna imperfeita, antes do tempo e a um custo muito alto. Ele deixaria de poder aperfeiçoar o espírito, em um primeiro momento deixando para trás as pessoas que lhe são importantes e depois sendo deixado para trás, pois ficou parado no mesmo estágio, não mais acumulando e apenas estagnando. Tal conceito é tão pouco atraente que enquanto o tema do vampiro faz sucesso há séculos por aqui, pro lado de lá apresenta pouquissimo Ibope. Tirando os Kapas, Chiang-Shih, Langsuyars, pontianaks e a lenda de Otoyo, as demais lendas de vampiro são quase sem expressão.

    Creio que a grande excessão seria Kali. Um seguidor de Khali aceitaria sem pensar duas vezes, mas logo ele seria caçado.

    Creio que seria interessante se utilizarmos o Eneagrama para pensarmos em qual personalidade se encaixaria melhor na vida eterna pelo vampirismo. O Tipo 1 nõa encontraria grande dificuldade de adaptação e justamente devido às regras rígidas e controle tinha grande chance de ascenção ao segundo escalão da sociedade vampírica. Um tipo dois não durava nada. Assim que os que lhe fossem chegados morressem, ia pro saco. Tipo 3 teria um comportamento igual ao do Letsat. Gosta de aparecer. Tipo 4 se matava só em pensar no futuro. Tipo 5 viveria muito, mas isolado do resto. Se tornaria poderoso com o passar do tempo, mas alheio ao resto. Quando não houvesse mais nada para aprender ou descobrir entrava em depressão e ia. Tipo 6 ia ter medo de tentar. Tipo 7, o vampirão gente boa? Bon Vivant? Enchia o saco em uns 300 ou 400 anos. Tipo 8....bem, os que não fossem cruelmente caçados iam prosperar e se tornar príncipes. Talvez fosse o único tipo que se desse bem como vampiro, se sobrevivesse aos primeiros 100 anos. E o tipo 9? Não saberia o que fazer com a vida eterna.
     
  15. Tabris

    Tabris Porta Chama do Ponente

    Eu não aceitaria de modo algum. Essa frase d iluvatar resume muito bem como seria a vida eterna Além disso, pouco a pouco ser esquecido, perder tudo de bom que tem, ter q matar para sobreviver, definhar mais e mais para a besta ou seguir uma passagem quase impossivel para a Golconda. Não aceitaria a proposta d modo algum. Mas c fosse obrigado acho q me mataria. Não aquentaria me tornar um vampiro.
     
  16. Círdan.

    Círdan. bastard

    Eu aceitaria por um motivo que é exatamente o inverso do seu.
    Tudo que te motiva num é eterno.

    E o que motiva num é eterno propriamente dito..está dentro de mim..é um sede de saber...eu só desejo saber..tudo.

    Acho que vivendo eternamente eu consegueria aprender uma boa gama de coisas né? :roll:

    E sobre levar o RPG ao extremo...na boa , tem sempre uns malucos que num sabem diferenciar o jogo da realidade..e pra esses tem aquele aviso no começo dos livros do Vampire :lol:
     
  17. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Nao sinto essa necessidade por conhecimento. Eu apenas quero viver bem pelo tempo em que estiver aqui, e viver bem pra mim eh viver junto aqueles que gosto. Sem essas pessoas tudo perde o sentido, eh como se todos os segredos do mundo nao me interessassem mais, nao importa o quanto facinantes eles sejam.
     
  18. Vrykolakas

    Vrykolakas Usuário


    Então vc é do tipo 5. Iria durar enquanto tivesse coisa para aprender, se isolando cada vez mais e quando nada mais tivesse para aprender, estaria só. A queda seria bem do alto e bem rápida. Mas duraria bastante.
     
  19. Varnion

    Varnion Usuário

    essa de levar o jog0o muto a serio naum eh dificil, jah vi muitas pessoas se irritarem por pouca coisa... em mesa de jogo (ateh criando inimizade entre jogadores) e em jogos online... Fui GM de Quests em um shard de UO e vi muito disso, quase fomos processados uma vez :eek: mas convencemos a pessoas que era apenas um jogo e que não valia a pena se estressar por isso
     
  20. Lestat

    Lestat Usuário

    Mas um fator q não é muito pensado...é q a solidão ja se faz presente pra alguns de nós...e nos expressamos em poemas melancolicos e as vezes afundamos no desespero e depressão...se pra alguns de nós chega ser tão ruim assim...imagina uma eternidade afundada em solidão...vc seria apenas uma carcaça ambulante q apenas existe, ja q seu coração estaria corroido pela areia do tempo...
     

Compartilhar