1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Problemas com a "segurança"

Tópico em 'RPG' iniciado por Sir Mordrain, 7 Out 2007.

  1. Sir Mordrain

    Sir Mordrain (Sããr Mórrdæïn)

    Foi o seguinte:

    Estávamos ontem reunidos na praça de alimentação do shopping, preparando as fichas de D&D, falando das magias, quem ia ser o que, comentando os prós e contras de acrescentar pontos aqui e ali, etc.

    Já estávamos quase prontos, quando chega um dos vigias, acompanhado por um segurança:

    Vigia:
    -Com licença, vocês não podem ficar aqui.

    Player1:
    -Como assim? Isso não é uma área pública?

    Vigia:
    -É, mas não pode jogar isso aqui.

    Player2:
    -"Isso" o que?

    Vigia:
    -Esse jogo aí.

    Player1:
    -E que jogo é esse?

    Vigia:
    -Não sei, mas não pode, vocês tem que sair.

    Eu:
    -Esse jogo não é ilegal, nem proibido por nenhuma lei.

    Vigia:
    -Mas o regulamento interno...

    Eu:
    -Então deixe-me ver o regulamento, me mostre onde diz que é proibido.

    Vigia:
    -Ah, mas é que agora a administração já está fechada, e...

    Player2:
    -E como você sabe que este jogo é proibido no Regulamento interno se você nem sabe que jogo é esse?

    Vigia:
    -...

    Segurança:
    -Se vocês não sairem, vou ter que retirar vocês à força.

    Player3:
    -Se me encostar, chamo a polícia.

    Vigia:
    -Tá, mas então, por favor, só liberem essa mesa aqui, podem jogar no andar de cima, que não atrapalha a praça de alimentação.


    Já aconteceu com mais alguém por aqui?
     
  2. Deriel

    Deriel Administrador

    Vamos dar um desconto pro segurança. Por mais errado que eles estivesse... aliás, dá uma descrição rápida da aparência geral do teu grupo e do tom de voz que vocês estavam usando durante a preparação do jogo. Além do que, praça de alimentação é alimentação mesmo =]

    Antes de tacar mais pedras, vamos ver mais detalhes
     
  3. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Cara, tenho dois pontos de vista:

    Primeiro: Foi totalmente frescurite do vigia, não sabia que jogo era pra chegar tirando

    Segundo: Era uma praça de aliemntação, dependendo do dia e hora, uma mesa ocupada é dificil de achar, e como o Deriel disse, é alimentação =/.



    Sexta eu tive um pequeno problema, mas o segurança foi gente boa

    Eu tava beijando a Melime, só que ela tipo encostou em um vaso, ai o cara chegou:

    "Por favor, poderia não encostar no vaso ?"

    Ai só desencostamos e pronto, mas ja vi amigo meu beijando no Shops, apenas beijando nem tava no amasso o segurança ja chegava falando merda. Os caras abusam do poder as vezes
     
  4. Elminster

    Elminster Usuário

    Comigo aconteceu no colégio, numa sala daquelas de estudo onde tem uma mesa, mas eu acho que os errados eram nós. :lol:

    Porém pelas circunstâncias eu acho possível que eles permitam já que não causa nenhum dano, ainda mais quando não se têm muitos lugares aqui para se jogar fora de casa.
     
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    Shopping é um lugar público e privado, que tem as próprias regras. Se algumas pessoas se sentirem incomodadas com você, mesmo que sem muita razão, elas vão reclamar e o segurança vai dar razão. Shopping não é um lugar público... é privado aberto ao público.
     
  6. Sir Mordrain

    Sir Mordrain (Sããr Mórrdæïn)

    Ok, mais detalhes:

    Hora e Local:
    Eram por volta de 23:00, não havia NINGUÉM na praça de alimentação, só havia uma pizzaria aberta (e a pizzaria tem um salão interno).

    Descriçao do grupo:
    Éramos Seis (trocadilho idiota), quatro homens e duas garotas, todos vestidos como civis comuns, e não estavamos fazendo nenhuma voz ou gesticulação diferente, mesmo porque ainda estávamos preparando as fichas.
     
  7. Deriel

    Deriel Administrador

    Ah, RPGista tem que morrê mesmo. É tudo ateu fdp.

    :g:

    (entenda-se: não tenho mais nada a dizer e o segurança não é defensável)
     
  8. Sir Mordrain

    Sir Mordrain (Sããr Mórrdæïn)

    Hoje voltarei ao shopping, vou ler o Regulamento Interno.
     
  9. gelloneth

    gelloneth Usuário

    haha

    Nunca aconteceu nada comigo...:think:....acho que nunca violei os regulamentos internos e olha que já rodei uns par de shopping.:lol:
     
  10. Sarcasmo

    Sarcasmo Funfamento

    Já fui proíbido de jogar num colégio catolico, mas lá era proíbido qualquer atividade a tarde q não fosse relacionada diretamente ao colégio. Então eles tinham razões pq nos estavamos fora do horário, mas tirando isso nunca tive problema...
     
  11. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    Tá, ele exagerou, mas podia ser pior. Imagina se vocês estivessem jogando Vampiro. Às 23:00 no shopping, discutindo animadamente: "Por que você não aprende diableri oculta?" "O que é isso?" "Diableri é quando você suga a alma do cara, você ganha muitos poderes por algum tempo."
     
  12. Sir Mordrain

    Sir Mordrain (Sããr Mórrdæïn)

    :lol:

    Isso me lembra de outra vez, que uma garota estava querendo jogar "só pra ver como que é", mas ela achava mesmo que era "coisa do capeta".

    Então, fomos explicando na maior cara de pau:
    É, você tem que rolar os dados para obter os valores de força, destreza, (etc e tal), mas se estiver baixo demais, você pode acender essa vela (mostra uma vela vermelha) e ler em voz alta essa prece (mostra um papel com um texto qualquer em latim), e ganha bônus dependendo da resposta que aparecer nesse pires (mostra um pires com liquido vermelho).

    Obviamente ela nunca mais falou com a gente.
    Mas isso a gente tinha 14 anos, e era meio sem noção...


    Voltando ao assunto do shopping, hoje é domingo, e administração não abre.:disgusti:
     
  13. Oromë

    Oromë Purge 'em all

    Pois é, teve umas vezes que tentamos jogar vampiro no colégio, que por sinal era católico. Tava tendo uma semana do não sei o que e fomos liberados da aula, daí ficamos migrando de ginásios pra salas vazias, toda vez sendo expulsos. Na última fomos advertidos de que se não parassemos iríamos para a Direção, daí desistimos.

    Outra vez foi num período mais de final de ano. Julgamos que não estava tendo nada de interessante nas aulas e começamos a jogar na sala mesmo, no meio da aula. Como fomos cuidadosos não tivemos problemas, e deu pra ir tranquilo até o fim do ano.
     
  14. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Uma vez nosso grupo estava num cemitério, realizando o sacrifício de uma guria de madrugada. Quando a gente terminou de desenhar o pentagrama, apareceu o guardinha do cemitério, falando que não eram permitidos sacrifícios ali, que era contra o regulamento do cemitério e tal.

    A gente argumentou que o cemitério era público, e que muito provavelmente não havia nada no tal regulamento abordando o assunto. Um colega nosso inclusive adicionou, se dirigindo ao guardinha:

    "Aê maluco, tá ligado que se tu encrencá com a gente, nóis vamo fazê o ritual do lado de fora, e vamo mandá o demônio invocado tirá teu escalpo, morô?"

    Depois disso ele baixou a bola, e ficou quietinho assistindo o ritual.


    :g:


    Na verdade a gente nunca teve esse tipo de problema, já que só jogamos em residências.
     
  15. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    A gente já jogou no colégio e não teve problemas, mas não sei se foi porque ninguém viu a gente (quer dizer, niguém que fosse encrecar: diretores, professores chatos, etc), já que há uma regra contra "jogos de azar no colégio e nas imediações" e RPG usa dados...
    Em geral nós jogávamos era no restaurante da faculdade de engenharia (onde ninguém nunca achou ruim) ou então pela internet.
     
  16. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Cara RPG em lugar público é pra dar em merda mesmo. Ninguém é obrigado a saber que merda de jogo é essa, e a impressão que da é que trata-se de algum culto de doidos adoradores do diabo. Isso espanta a maioria das pessoas, o que não é nada bom para um shopping, por exemplo. Não que eu defenda o pré...conceito, o julgar sem saber, mas isso é a realidade pensar de forma diferente é achar que esta na terra do nunca.

    Se for um live, muito melhor fazer em um espaço isolado tipo characa ou casa de alguém. Se não, esse será o resultado em 99% dos casos.
     
  17. Elda King

    Elda King Senhor do passado e do futuro

    É a mesma coisa que tentar ensaiar uma peça de teatro em um lugar onde todos vejam... Você pode ser mal interpretado, ou até acharem ruim com você. Mas, tendo bom senso (não gritando, fazendo bagunça, gestos exagerados, etc) quase ninguém vai achar ruim. É quase a mesma chance de reclamarem por estar parados por muito tempo no mesmo lugar, ou conversando, ou jogando baralho.
     
  18. Sir Mordrain

    Sir Mordrain (Sããr Mórrdæïn)

    Ressucitando tópico.

    Agora, estando no Rio, estamos jogando numa praça mesmo.
    Ainda não tivemos problemas, mas quase sempre tem alguém que para pra ver espantado.
    Uahaha!
     

Compartilhar