1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Na floresta do bicho-preguiça (Anouck Boisrobert, Louis Rigaud e Sophie Strady)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 30 Mai 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    Há pouco através de
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (de Sophie Van der Linden) reparei em duas constantes sobre os livros infantis: a primeira é o preconceito de que é bobagem, puro entretenimento e que nada tem a ver com arte. A outra é como faltam traduções de (bons) livros ilustrados aqui no Brasil, que venham justamente contrariar a primeira ideia que se faz desses. Especialmente os franceses, que parecem estar sabendo explorar muito bem a perfeita combinação entre texto e ilustração que essas obras pedem.

    E agora a Cosac Naify lança Na floresta do bicho-preguiça, primeiro livro pop-up da editora. Obra dos franceses Anouck Boisrobert e Louis Rigaud, com texto de Sophie Strady, esse livro ilustrado chega justamente para mostrar ao público como é possível mesclar linguagem e imagem de forma rica, encantadora e - ok, o mais importante para as crianças - divertida.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar