1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Mîm: traidor ou vítima?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Fafa, 18 Dez 2002.

  1. Fafa

    Fafa Visitante

    Mîm, o anão, que foi obrigado a abrigar proscritos em sua casa, os mesmos que assassinaram seu filho, e depois após ter que entregar Turin e seu bando aos orcs, para salvar sua vida, foi considerado traidor. Ora(segundo ele), seu povo havia morado no lugar onde foi criada Nargothrond, tiveram que abandonar sua moradia... Então após a queda de Nargothrond, naquele lugar foi habitar, e ainda assim, Hurin(como ele sabia da "traição"?) o acusou de traidor de seu filho, e o assassinou.

    Não digo que Mîm era um personagem dos mais nobres, mas uma grande vítima. O que vocês acham do assunto?
     
  2. Knolex

    Knolex Well-Known Member In Memoriam

    MIM era um medroso. Traidor? Não acho..

    Muita gente fala que ele traiu Turin... fala sério! o bando do cara matou um filho dele e obrigaram ele a aceitar eles na casa dele... Só por isso ele já teria motivos pra querer ferrar os proscritos.. mas aceitou.. aí chegaram os orcs e pegaram ele.. Ele iria morrer pra proteger os assassinos do filho dele e usurpadore sdo lar ?? Ou entregaria eles?

    Eu acho que é muito fácil criticar ele.. mas eu não acho ele traidor...
     
  3. The Dark Elf

    The Dark Elf Usuário

    Ele soh keria vingança...
    queria tmb salvar a propria pele...
    Anão safado...
    quando vc le o livro, vc sente raiva (eu, ao menos)

    mas ele fez o q qualquer criatura indefesa faria
     
  4. Fafa

    Fafa Visitante

    Vingança muito justa... E é crime salvar sua própria pele?
    Eu não senti nem um pouco de raiva, e sim pena. Por ele que não tinha nada com isso, foi envolvido na sina de Turin. Quem sabe não fosse a flechada de um dos proscristos do bando de Turin, existiria na Terra Média, nas épocas posteriores, uma raça desses anões-pequenos!
    :wink:
     
  5. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    pow gosto muito desse personagem muito bem feito cada um sente uma coisa em relação á ele.
    O problema é que não lembra disso...
     
  6. Olwë

    Olwë Usuário

    O Mîm era torpe, não dá pra negar.
    Mas foi vítima e um grande infeliz.
    Pra começar, os anões pequenos sofreram horrores até chegarem à extinção. A última família existente na TM era aquele grupinho de anõezinhos miseráveis que os Proscritos destruiram meio sem querer.
    Eu fiquei muito tocado quando li a parte em que Mîm arranca as barbas em desespero, ao lado do corpo do filho. Coitado...
    Os anões pequenos não eram uma das sete "famílias" dos anões. Eles eram, por assim dizer, refugo. Não tinham pátria, não tinham perspectivas, não tinham nada. Mîm era um retrato da miséria e os seus atos, por mais torpes que tenham sido, não se comparam ao que foi feito com o seu povo...
     
  7. Myamoto Musashi

    Myamoto Musashi Usuário

    Tambem senti pena do anão Mîm, expulso de sua casa, seu filho morto, sua casa escondida e ainda morto depois.

    Acho que ele não era culpado pois se não contasse, seria morto, e não tinha como resistir, alem de que não gostava tanto assim do bando que invadiu sua casa, alem de reter ele e não deixar ele curar o seu filho.

    Aliás, o que aconteceu com o seu outro filho? (não o que morreu)
     
  8. -=|Nemesis|=-

    -=|Nemesis|=- Usuário

    Eu até entendo o Mîm, o cara sofreu pra carmaba...é justo ele proteger a própria vida em troca dos assasinos do seu próprio filho. Pra começar ele nunca quis que os Proscritos ficassem na casa dele....
     
  9. Máscara Negra

    Máscara Negra Usuário

    Mîm só tava em cima do muro. Tava salvando sua vida e de sua família, não é herói nem traidor. Queria apenas sobreviver no meio de uma batalha que ele não tinha nada a ver, mas que era em sua própria casa. Foi apenas azar dele, de Túrin e de todos os outros. Assim é o destino...
     
  10. Eu como a maioria tb senti pena de mim, qause chorei na parte q ele arracaa as barbas desesperado pela morte de seu filho (td bem, eu sei q esagerei) eu acho q se eu fosse o Mîm eu me aproveitaria pra mata os proscritos quando eles tivenssem dormindu, pq penssa, pq abrigar e se fiel a um bando de homens q mataram seu proprio filho?? pra mim isso não é certo :x
     
  11. Gildor

    Gildor Usuário

    É, não tem muito o que falar desse personagem. Traidor ou vítima? Sim, ambos. Ele traiu Túrin justamente por ser uma vítima dele. Não tem como questionar os atos dele, já que foi tão traumático o episódio da perda do seu filho.

    Por outro lado, não tem como se questionar a reação do Húrin (quando o matou). A vida é mesmo complicada, e na Terra Média também. :|
     
  12. Guilbor

    Guilbor Old Man

    Mim em minha humilde opnião foi um medroso que acabou tornando-se vitima do acaso.
    Do acaso de ter encontrado Turin e seus proscritos e medroso por aceitar eles em sua casa correndo o risco de quebrarem a promessa feita em troca da sua vida.
    E mais madroso por ter feito o mesmo acordo com orcs.
    E vitima por causa que sua raça naõ fazia parte das sete casas e por isso não eram bem vistos por sua propia raça, vitiam por ter sido expulso de Nargothrond e relegado ao exilio.
    Poe isso ele é muito mais uma vitima do que um traidor.
     
  13. Thico

    Thico The Passenger

    Acho que ele era um traidor sim, no inicio eu achava que ele estava em cima do muro tbm, mas depois que ele armou pro Turin ele virou traidor de vez, o anão que eu mais odeio. E teve o que mereceu! :twisted:
     
  14. Fox

    Fox Visitante

    Não acho que seja simples assim.

    O Turin e seus proscritos trataram Mîm com pouquíssimo respeito.
    Por mais que a escolha de Turin estivesse dentro dos interesses do bando e fosse estratégicamente lógico, não há como negar o sofrimento infligido ao anão-pequeno.

    O que o Gildor disse foi muito válivo. Se há uma coisa que o Tolkien sabia fazer, era retratar os conflitos de personalidade e de eventos, no melancólico mundo de Arda.

    Nesse caso, ambos estavam certos e errados. Cada ponto de vista enxerga apenas uma faceta dessa situação complexa.
     
  15. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    É, como já foi dito, há os dois lados da moeda.

    Mîm pode ter traído Túrin e seu bando, mas eles trataram Mîm muito mal, começando pelo fato de terem matado seu filho. Não são poucas as tentativas de vingança na história da Terra-média. Vejam Maeglin, por exemplo. Túrin não era um verdadeiro exemplo de nobreza, também, diga-se de passagem.

    Assim como inúmeros personagens, Mîm foi vítima das armações de Morgoth Bauglir, e enredou-se num grande mal, quando estabeleceu um relacionamento de falsa amizade com Túrin. Além de ter de tolerar o assassínio de seu filho e as provocações do bando, foi obrigado a receber os assassinos do filho em sua própria casa. Aqueles dias devem ter sido um tormento a Mîm.

    Nota: Húrin sabia da traição de Mîm pq Melkor sabia também. Lembrem-se da maldição do Senhor Escuro sobre Húrin: "(...) e com meus olhos verás e meus ouvidos escutarás (era algo assim, num lembro mto bem :tsc: )"
     
  16. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Bem, tudo o que vocês aqui lembraram sobre o Mim, é verdade, mas tem uma coisa que ninguém lembrou: que ele foi de um cinismo de dar vontade de estraçalhar ele quando voltou para Nargothrond depois que Túrin, Glaurung, e tout le monde estava morto e os tesouros de lá sem ninguém para tomar conta. Por que *ele* não foi se entender com Glaurung pra ter de volta o que ele achava que era dele (a caverna; porque com o tesouro ele não tinha nada a ver)?
     
  17. Máscara Negra

    Máscara Negra Usuário

    Ehr...falando sério...eu não me meteria com um dragão nem por todo o dinheiro do mundo! Acho que o anão tenha tido um mínimo de bom senso para, pelo menos isso, ele não fazer...
    E não podemos confundir traição com sobrevivência.
     
  18. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Mas ele também não precisava ir para Nargothrond depois que todos ali tinham morrido. Ele poderia ter ficado lá em Amon Rûdh, que era a casa dele. Quando ele foi para Nargothrond, não foi por uma questão de sobrevivência; foi para se apoderar de uma morada que ele, ou o povo dele, tinha deixado (as cavernas de Felagund estavam vazias quando ele (o Felagund, quero dizer) chegou lá) e de um tesouro sobre o qual ele não tinha o menor direito.
     
  19. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Mîm era um grande aproveitador. Comprou a vida dele, vendeu a vida do bando de Túrin. Nargothrond foi destruída ele foi pra lá se banhar nas riquezas dos outros.
     
  20. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Eu até entendo a posição do Mîm no incidente com Túrin. Ali eu concordo que dá pena dele, pois ele parece ser apenas um pobre-coitado, um fraco, só querendo sair vivo de um apuro atrás do outro. Mas no final, quando ele se muda para Nargothrond, acho que é diferente; ele foi sacana, o diálogo dele com Húrin foi de um cinismo total.
     

Compartilhar