1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Língua dos Valar!

Tópico em 'Idiomas Tolkienianos' iniciado por TorUgo, 31 Out 2008.

  1. TorUgo

    TorUgo a.k.a. Tortoruguito...

    Colegas valinoreanos, esclareçam-me por favor! Os Valar falavam entre si (imagino eu!) em que língua, antes da chegada dos elfos?
     
  2. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Valarin

    "Os Valar criaram seu próprio idioma, indubitavelmente a mais antiga de todas as línguas de Arda. Eles não precisavam de uma linguagem falada; eles eram espíritos angelicais e podiam facilmente se comunicar telepaticamente. Mas como o Ainulindalë conta, "os Valar assumiram formas e matizes" quando entraram em Eä no início do Tempo. Eles se tornaram auto-encarnados. "A criação de uma lambe [língua] é a principal característica de um Encarnado", Pengolodh, o sábio de Gondolin, observou. "Os Valar, tendo se vestido desta maneira, inevitavelmente criariam uma lambe para si próprios durante sua longa permanência em Arda" (WJ: 397). Não havia dúvida de que este foi, de fato, o caso, pois havia referências ao idioma dos Valar na antiga tradição dos Noldor.

    Quando os Eldar chegaram a Valinor, os Valar e os Maiar rapidamente adoptaram o Quenya e até o usavam algumas vezes entre si. Ainda assim, o Valarin de forma alguma foi substituído pelo Quenya, e ele ainda podia ser ouvido quando os Valar estavam tendo seus grandes debates. "As línguas e vozes dos Valar são grandes e austeras", Rúmil de Tirion escreveu, "e ainda assim também rápidas e subtis em movimento, criando sons que consideramos difíceis de reproduzir; e suas palavras são principalmente longas e rápidas, como o brilho de espadas, como o farfalhar de folhas em uma ventania ou a queda de pedras nas montanhas". Pengolodh é menos lírico, e também menos cortês: "Claramente, o efeito do Valarin sobre o élfico não foi agradável". (WJ: 398) O Valarin empregava muitos sons que eram estranhos aos idiomas Eldarin.

    Apesar disso, o Quenya tomou emprestado algumas palavras do Valarin, embora com frequência elas tivessem que ser muito modificadas para se adequarem à restritiva fonologia do alto-élfico. Do Silmarillion nos lembramos de Ezellohar, o Monte Verde, e Máhanaxar, o Círculo da Lei. Essas são palavras estrangeiras em Quenya, adoptadas e adaptadas das palavras Valarin Ezellôchâr e Mâchananaškad. Os nomes dos Valar Manwë, Aulë, Tulkas, Oromë e Ulmo foram tomados das palavras Valarin Mânawenûz, A3ûlêz, Tulukastâz, Arômêz e Ulubôz (ou Ullubôz). Assim também é o nome do Maia Ossë (Ošošai, Oššai). Os nomes Eönwë e possivelmente Nessa também parecem ser adoptados do Valarin, embora as formas originais dos nomes não estejam registadas.

    Às vezes uma palavra em Quenya derivada do Valarin não significa exactamente o mesmo que a palavra original. A palavra em Quenya axan "lei, regra, mandamento" é derivada do verbo Valarin akašân, supostamente significando "Ele diz" - "ele" sendo nada menos que o próprio Eru. Os Vanyar, que estavam em contacto mais próximo com os Valar do que os Noldor, também adoptaram muitas palavras de sua língua, como ulban "azul" (a forma original Valarin não é dada). Mas os próprios Valar encorajavam os Elfos a traduzirem palavras Valarin em sua própria língua bela em vez de adoptarem e adaptarem as formas Valarin originais. E assim ele frequentemente faziam: os nomes Eru "o Um = Deus", Varda "a Sublime", Melkor "Aquele que se levanta em Poder" e vários outros são cem por cento élficos, mas são também traduções de nomes Valarin. Veja WJ: 402-403 para uma lista completa de tais nomes e palavras traduzidos.

    Por caminhos misteriosos, o Valarin também influenciou outras línguas além do Quenya. É interessante notar que a palavra Valarin iniðil "lírio, ou outra flor grande" aparece no Adûnaico (númenoreano) como inzil "flor" (como em Inziladûn "Flor do Oeste", CI: 477). Como uma palavra Valarin surgiu no Adûnaico? Via Elfos, possivelmente mesmo Vanyar, visitando Númenor? Via Khuzdul, se Aulë colocou essa palavra na língua que ele desenvolveu para os Anões? Pouco se duvida de que a fala dos ancestrais dos Edain tenha sido fortemente influenciada pela língua dos Anões. Não há registro de qualquer Vala visitando os Númenoreanos e falando com eles directamente, e mesmo se um tivesse feito isso, ele certamente usaria um idioma que eles pudessem compreender, e não Valarin.

    Anthony Appleyard mostrou que uma palavra na língua negra de Sauron, nazg "anel", parece ser emprestada do Valarin naškad (ou anaškad? A palavra é isolada a partir de Mâchananaškad
    "Círculo da Lei", de modo que não podemos ter certeza de sua forma exacta). Como um Maia, Sauron conheceria Valarin.

    O Valarin puro alguma vez foi ouvido fora do Reino Abençoado? Melian a Maia o conheceria, mas ela obviamente não teve muitas oportunidades para falá-lo durante sua longa encarnação como rainha de Doriath. Muito mais tarde, na Terceira Era, os Istari conheceriam Valarin; pode-se especular que eles o falariam entre si. Quando Pippin pegou o Palantír com Gandalf adormecido, está registrado que o mago "se moveu em seu sono, e murmurou algumas palavras: elas pareciam ser de uma língua estranha" (SdA2/III cap. 11). Isto poderia ser Valarin, com o Maia Olórin retomando sua língua materna quando adormecido? (Mas de um ponto de vista "externo", não é sequer certo que Tolkien tenha elaborado qualquer língua Valarin distinta à época em que o SdA foi escrito; veja abaixo.)
    "
     
  3. TorUgo

    TorUgo a.k.a. Tortoruguito...

    muito obrigado nómin, realmente, enquanto lia o texto, lembrei-me que já tinha lido sobre o valarin...
    mas qual é a fonte deste texto? não encontrei!
     
  4. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

    Vem do Ardalambion, um dos sites do Valinor

    Queres o Link, ou sabes ir lá ter?
     
  5. TorUgo

    TorUgo a.k.a. Tortoruguito...

    sei, brigado mais uma vez...
     
  6. Tywin Lannister

    Tywin Lannister Já fui Nómin e Baldwin

Compartilhar