1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Festival Internacional de Documentários - É Tudo Verdade 2011

Tópico em 'Cinema' iniciado por Clara, 20 Mar 2011.

  1. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Para os cinéfilos de São Paulo e Rio de Janeiro, começa no dia 31 de março o Festival de documentários nacionais e internacionais "É Tudo Verdade" edição de 2011.
    Entrada grátis. :sim:

    Confira a programação e as salas dos cinemas participantes
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , no site oficial.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Achei bacana as retrospectivas nacional e internacional

    RETROSPECTIVA INTERNACIONAL
    MARINA GOLDOVSKAYA

    Nove documentários da cineasta russa Marina Goldovskaya que acompanhou de perto a queda do regime comunista e o fim da União Soviética:
    Um Camponês de Archangelsky (URSS, 60min). 1986
    A história de Nikolai Semenovich Sivkov, primeiro a opor-se ao sistema
    de coletivação rural imposto por Josef Stálin.

    O Regime Solovki (Rússia, 93min). 1987
    O primeiro filme sobre os “gulags”, denunciando a história do campo de
    trabalhos forçados de Solovki (que existiu entre 1923 e 1939).

    Um Gosto de Liberdade (EUA, 46min). 1991
    A era de esperança da Perestroika dos anos 1990 é examinada através
    dos personagens Sasha Politkovsky, jornalista de TV, sua mulher Anna
    Politkovskaya, e seus filhos.

    O Espelho Estilhaçado (França/Rússia, 58min). 1992
    As grandes mudanças que sacudiram a antiga URSS são analisadas por
    um olhar profundamente pessoal da diretora.

    A Casa da Rua Arbat (França/Rússia, 59min). 1993
    Uma síntese da história russa no século XX surge das memórias de
    residentes e de material de arquivo sobre uma casa que passou de
    moradia da aristocracia a alojamento coletivo depois da Revolução de
    1917.

    A Sorte de Nascer na Rússia (França/Rússia, 58min). 1994
    Um insight humano nos acontecimentos na Federação Russa em 1993,
    quando conflitos étnicos e separatistas lançaram incerteza sobre seu
    futuro.

    O Príncipe está de Volta (França/Alemanha, 59min). 2000

    Crônica do sonho e da luta do príncipe Eugene Meshersky para restaurar
    o castelo e a glória de sua família, nos arredores de Moscou.

    Anatoly Rybakov, a História Russa (EUA/Rússia, 52min). 2006
    O autor de “As crianças do Arbat.”, que foi perseguido pelo stalinismo,
    rememora sua vida e a história de seu país.

    O Gosto Amargo da Liberdade (EUA, 108min). 2011
    A cineasta recupera a figura da combativa jornalista Anna Politkovskaya,
    sua ex-aluna na universidade de Moscou, e que foi assassinada em
    2006, aos 48 anos.


    RETROSPECTIVA BRASILEIRA – “POESIA É VERDADE”

    Documentários sobre alguns dos principais poetas brasileiros, de Castro Alves a Paulo Leminsky, passando por Vinicius de Moraes, João Cabral de Melo Neto, Sousândrade, Augusto de Campos e Waly Salomão.

    Fiquei curiosa em assistir o curta feito por Fernando Sabino e David Neves sobre Drummond:

    Assaltaram a Gramática, de Ana Maria Magalhães (RJ, 13min). 1984
    Antecipando a linguagem do videoclipe, traça-se o perfil dos poetas
    Paulo Leminsky, Chacal, Francisco Alvim e Waly Salomão, com
    participações de outros artistas.

    Caramujo-Flor, de Joel Pizzini (SP, 21min). 1988
    Através de uma colagem de fragmentos visuais e sonoros, produz-se
    uma imersão na poesia múltipla do poeta matogrossense Manoel de
    Barros.

    Castro Alves (1847-1871), de Humberto Mauro (RJ, 22min). 1948
    Vida e obra do poeta baiano, que desempenhou importante papel para a
    abolição da escravatura.

    Do Sertão ao Beco da Lapa – E o Mundo de Oswald, de Rudá de
    Andrade (RJ, 20min). 1972.

    Rudá de Andrade reconstitui os anos paulistanos de formação de seu
    pai, Oswald de Andrade (1890-1954), a partir de imagens, textos e
    poemas do escritor modernista.

    Hi-Fi, de Ivan Cardoso (RJ, 8min). 1999
    O movimento concretista é revisitado por um de seus maiores nomes,
    Augusto de Campos.

    Lavra-dor, de Paulo Rufino e Ana Carolina (SP, 10min). 1968
    Trechos do poema “Lavrador”, de Mário Chamie, intercalam uma
    narrativa poética sobre o sindicalismo rural no estado de São Paulo após
    o golpe militar de 1964.

    O Canto e a Fúria, de Zelito Viana (RJ, 55min). 1994
    O autor do celebrado “Poema Sujo” (1975) comenta sua vida, seu
    engajamento político e lê alguns de seus trabalhos favoritos.

    O Fazendeiro do Ar, de Fernando Sabino e David Neves (RJ, 10min).
    1974

    Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) se apresenta de corpo
    inteiro, por ele mesmo.

    O Guesa, de Sérgio Santeiro (RJ, 20min). 1969
    Examina a figura do poeta romântico maranhense Sousândrade (1833-
    1902).

    O Poeta do Castelo, de Joaquim Pedro de Andrade (RJ, 11min). 1959
    Na rotina simples e solitária de Manuel Bandeira, exprime-se a essência
    de sua poesia.

    Pan-Cinema Permanente, de Carlos Nader (SP, 83min). 2007

    Retrato sem retoques do poeta e compositor baiano Waly Salomão,
    grande vencedor da competição brasileira do É Tudo Verdade 2007.

    Poesia é Uma ou Duas Linhas e Por Trás Uma Imensa Paisagem, de
    João Moreira Salles (Brasil/França, 9min). 1990

    Uma homenagem à poeta Ana Cristina César, através da evocação de
    trechos de seus poemas e dos autores que admirava.

    Recife/Sevilha, João Cabral de Melo Neto, de Bebeto Abrantes (RJ,
    56min). 2003

    Viagem poética pelas duas cidades de referência do poeta
    pernambucano João Cabral de Melo Neto.

    Uma Outra Cidade, de Ugo Giorgetti (SP, 56min). 2000
    Roberto Piva, Cláudio Willer, Jorge Mautner, Rodrigo de Haro e Antônio
    Fernando de Franceschi compartilham suas visões da São Paulo dos
    anos 50 e 60.

    Vinicius, de Miguel Faria Jr. (RJ, 122min). 2005
    As muitas faces do poeta e compositor Vinicius de Moraes são reveladas
    por entrevistas e diversas imagens de arquivo.
     

Compartilhar