1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Earthlings (Terráqueos)

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por jean, 14 Ago 2006.

  1. jean

    jean Shhhzup!

    Narrado pelo aclamado ator Joaquin Phoenix e com trilha sonora de Moby, EARTHLINGS é um documentário sobre a completa dependência econômica humana em relação aos animais nascidos e criados para serem animais de estimação, fornecerem comida, vestimentas, entretenimento e cobaias de pesquisa científica.
    Usando câmeras escondidas, foram registradas cenas nunca antes vistas em outros documentários do tipo.
    EARTHLINGS mostra as práticas cruéis que acontecem diariamente nas dependências das maiores indústrias de produtos animais do mundo; indústrias estas, que baseiam seus lucros inteiramente no sofrimento desnecessário de bilhões de animais.

    Earthlings é, de longe, o mais sensível documentário produzido sobre a correlação entre natureza, animais e interesses econômios humanos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)




    É longo, mas vale a pena ver e repensar seus conceitos sobre aquilo que o documentário propõe.
     
  2. Fëanor

    Fëanor Fnord Usuário Premium

    Faz um certo tempo que eu já vi esse vídeo, que de tão bom teve a capacidade de me deixar mais puto do que eu sou com a humanidade.

    Tem cenas muito fortes nesse vídeo que me deixaram com uma baita vontade de chorar mesmo.

    E realmente, vale a pena assistir o vídeo.
     

Compartilhar