• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Cinco Livros Favoritos com fcm

Melian

Período composto por insubordinação.
A vida de Jesus. A vida de São Lucas. A vida de São Paulo, a cidade, não o santo. A vida e a morte de Quincas Berro d'água de Brás Cubas. A vida de quem cuspiu carvão para se sustentar. A vida política, ou melhor, o impacto dos modos de fazer política na vida das pessoas. Vida que se fez pública com a chegada da morte. Vida que, ao ser rememorada, enquanto o cadáver de Brás entrava em decomposição, exibiu um retrato fidedigno da construção da personalidade narcísica e vaidosa de uma burguesia que, na ânsia de ser nobre, delira. Vida de quem cuida de homens, mulheres e almas, enfim. Vida de quem não se preocupa em cuidar de ninguém, a não ser do próprio bolso. Este que, por sua vez, faz o trabalho na hora de comprar votos e condenar vidas. Todo esse imbricamento político narrado de uma maneira que faz com que sintamos o "cheiro de terra", para usar as palavras de Rachel de Queiroz sobre Vila dos Confins. fcm é um homem de poucas palavras, mas os livros que ele escolheu para figurar nesta lista dizem o que, muitas vezes, ninguém sabe como dizer.​
1. Memórias Póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)

1627939277831.png
Esse livro fui obrigado a ler para o vestibular e apaixonei pela ironia Machadiana...​

2. A Capital da Solidão (Roberto Pompeu de Toledo)

1627939426224.png
Quando mudei para São Paulo, deparei-me com este livro, que narra a formação da maior metrópole brasileira. Achei-o excelente. Ela faz parte da trilogia A Capital da Vertigem (2015) e foi o último a ser lançado.​

3. Germinal (Émile Zola)

1627939744981.png
Livro obrigatório. Retrata a miséria e a degradação dos trabalhadores das mineradoras na Europa. Menção honrosa, mesmo tema: As vinhas da Ira, de John Steinbeck; e Os Miseráveis, de Victor Hugo.

4. Vila dos Confins (Mário Palmério)

1627940044484.png

Quem é do interior, e já participou de algum pleito eleitoral, sabe da realidade e se sente parte deste livro. E quem é do interior de MG, ainda mais!​

5. Médico de Homem e de Almas (Taylor Caldwell)

1627940261598.png
Trata-se da vida, romanceada, de Lucano (São Lucas). É interessante observar como ele rodou o mundo para nos contar um pouco sobre a vida de Jesus.​
 

Meneldur

We are infinite.
Usuário Premium
Eu só li Brás Cubas (e esse ano só, que vergonha). O Médico de Homens e de Almas eu não li, li O Grande Amigo de Deus, da Caldwell também, sobre São Paulo, mas faz bem tempo.
 

Mercúcio

Usuário
Lista muito interessante, @fcm . Muito mesmo!! :clap:

Da lista oficial, eu só li o Memórias Póstumas de Brás Cubas, e dentre as suas menções honrosas, li Os Miseráveis, que é o número 1 da minha própria lista. :g:

Sobre os outros livros:

- A Capital da Solidão eu só conheço por referências indiretas. Nunca tive curiosidade de ler, mas imagino mesmo que deve ser um livro muito interessante.
- Germinal, do Émile Zola, eu já vi várias referências positivas. Mas ainda não fui atrás de saber nem do que trata o livro e sou completamente ignorante sobre o autor. :think:
- Vila dos Confins, do Mário Palmério, é um livro que eu vi ser diversas vezes citado pelo Reinaldo Azevedo, n'O É da Coisa (pois é... os tempos mudaram e hoje eu acompanho o programa de rádio do sujeito). Da sua lista, é possivelmente o que eu tenho mais vontade de ler, talvez disputando pau a pau com As Vinhas da Ira...
- Médico de Homens e de Almas... cara, eu tenho esse livro na minha estante. Foi presente dos meus sogros há alguns anos. Mas ainda não me animei a ler.
 

Finarfin

Usuário
Daí só conheço o Brás Cubas, que, apesar de não ser o Quincas Berro d'Água, é muito bom também.
Já faz tanto tempo que li, deveria relê-o, acho que vou aproveitar muito mais agora do que na época de escola.
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Esse do Zola era previsível :hihihi:

Eu tenho todos esses livros na minha estante (menos o segundo, sobre SP, porque néam, quem liga?) mas só li mesmo o Brás Cubas, uns vinte anos atrás. O do Zola ganhei uns anos atrás de presente (acho que do Morfs rs), num dos nossos amigos-secretos, na edição da Martin Claret. :dente:
 
  • Curtir
Reactions: fcm

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
fcm e seu "extremo poder de síntese" como diria o grande apresentador Wanderley Nogueira.

Da lista Só conheço o do Machadão e o do Zola. Até hoje ainda não vi a adaptação pra filme que fizeram de "Germinal".
 

Loveless

J'ai une âme solitaire
Usuário Premium
Também só li o Brás Cubas.

Gosto muito da escrita do Roberto Pompeu de Toledo, e tenho certeza que esse livro dele deve ser delicioso, como tudo o que ele escreve. Talvez o conteúdo não me interesse tanto — certamente os paulistanos, sejam de nascença ou de coração, se interessarão muito mais — mas a escrita certamente deve ser ótima.
 

fcm

Guerreiro Solitário
Meu texto de apresentação ficou maior do que todos os "textos" explicativos do fcm somados. :rofl:
btw que texto lindo.. parabéns!!

Realmente ao criar minha lista não me atentei ao fato de todos os livras falarem de vidas... sejam elas sofridas como Germinal, burguesa como Memórias Postumas, puras como a de Jesus etc...

Infelizmente vi aqui que pouca gente leu os livros que escolhi, o que posso dizer pra vocês é que leiam por favor. Todos eles talvez não pois o do Roberto Pompeu de Toledo é muito especifico. Os demais são verdadeiras aulas.
 

fcm

Guerreiro Solitário
Esse do Zola era previsível :hihihi:
why? Achei que a @Erendis fosse aparece aqui pois coloquei ele e não As Vinhas da Ira.
Aliás, esses 2 livros mais Os Miseráveis são excelentes. O problema do Vitor Hugo é que ele é o inverso do fcm e adorava escrever... só pra apresentar um personagem secundário em Os Miseráveis eram umas 50 páginas contando a vida do cara. Steinbeck gastava um capítulo para descrever terra. Enfim escrevo pouco e deixo os bons escrevendo muito (alô @Melian bela intro :clap: )
 

fcm

Guerreiro Solitário
Convença-me :humpf:

No GIF
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Why? Porque você já falou bem desse livro diversas vezes, o que no seu caso é indício forte de ser um favorito rs.
 
Última edição:

Mercúcio

Usuário
why? Achei que a @Erendis fosse aparece aqui pois coloquei ele e não As Vinhas da Ira.
Aliás, esses 2 livros mais Os Miseráveis são excelentes. O problema do Vitor Hugo é que ele é o inverso do fcm e adorava escrever... só pra apresentar um personagem secundário em Os Miseráveis eram umas 50 páginas contando a vida do cara. Steinbeck gastava um capítulo para descrever terra. Enfim escrevo pouco e deixo os bons escrevendo muito (alô @Melian bela intro :clap: )

O Hugo estava exilado em Guernesey/Jersey. Precisava ocupar o tempo, coitado... rsrs
 

Melian

Período composto por insubordinação.
Juro que queria vir aqui falar um cadinho sobre o meu livro preferido da vida; o responsável por eu ter feito Letras (e o resto cês já sabem). Acontece que eu já falei tanto sobre o meu amor por Memórias póstumas de Brás Cubas, que vocês não aguentam mais ler o que eu falo sobre o livro. :timido:

btw que texto lindo.. parabéns!!
Obrigada, migo. 🤗
(alô @Melian bela intro :clap: )
Mais alguém percebeu a ambiguidade que tem aqui? 🤭 Não vou explicar a ambiguidade, não. :oops:

Tá, falando sério: valeu, migo. Detalhe: criei o tópico às 3h33min da madrugada. Eu deixaria para criar quando voltasse da primeira escola em que trabalho, mas, como a insônia não me deixou dormir, acabei levantando e criando o tópico duma vez.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$250,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo