1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Casamentos do final de SdA - RdR

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Elriowiel Aranel, 1 Fev 2015.

  1. Elriowiel Aranel

    Elriowiel Aranel Usuário

    Reli recentemente SdA e me voltou um incômodo que eu já tinha desde a 1ª vez que li a obra toda: por que Tolkien nunca descreve uma cerimônia de casamento de seu universo?

    No final d'O Retorno do Rei há 3 casamentos e era de se esperar que ao mesmo um deles fosse descrito, já que do funeral de Théoden há uma looooooooooooonga descrição.

    Do casamento de Arwen e Aragorn, só se diz que Aragorn pediu à todos os integrantes da Comitiva que esperassem até um certo dia especial, muito importante para ele, chegasse. Então tem a descrição da chegada da comitiva de elfos vindo de Lórien e Valfenda... mas depois disso, só diz que Arwen e Aragorn se casaram "no dia do meio do ano" (vide calendário do Condado).

    Do casamento de Éowyn e Faramir, só vemos o noivado, feito de uma maneira até meio desajeitada no banquete posterior ao funeral de Théoden. Achei meio inapropriado, mas por outro lado não haveria nenhuma outra oportunidade de reunir aquela gallerë toda, por assim diz... pois todos se dispersaram depois e muitos elfos foram embora de vez.

    Do casamento de Rosa e Sam, só diz que ela praticamente o pediu em casamento, hehehhe... e depois eles se casaram e foram morar em Bolsão.

    Mas nenhum dos casamento é REALMENTE DESCRITO! Talvez porque o livro já estava muito extenso? Mas não acho que uma página ou duas a mais faria diferença...

    Enfim, realmente senti falta disso. O final, antes do Expurgo do Condado, em muitos pontos me pareceu "corrido", inclusive essa questão dos casamentos.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    Talvez porque casamentos remetem a uma cerimônia religiosa e Tolkien preferia não entrar em detalhes sobre esse tipo de coisa?

    Assim, quem realizaria o casamento?
    Gandalf? Um rei? :think:

    Talvez ele (Tolkien) preferisse deixar isso subentendido: "casaram-se perante um juiz" do condado, do reino etc. =/
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Pessoalmente percebo um padrão nos livros.

    No Silmarillion, quando chega a hora de Tolkien descrever os momentos felizes dos elfos em Aman ele apenas diz que a felicidade era muito grande e não entra em detalhes sendo econômico comentando que "tempos felizes" são assim mesmo (muitas coisas maravilhosas foram feitas na época sem apontar o quê, etc...) e então não ficamos sabendo de muito do que houve entre as famílias élficas importantes, e permanece objetivo (com certo distanciamento emocional) o quanto pode. Acredito até que ele só não foi mais objetivo no começo de SdA porque realmente precisava descrever os preparativos da festa de Bilbo, do contrário talvez o aniversário do hobbit só seria também uma notinha de rodapé. XD
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Talvez Tolkien preferisse não falar muito de coisas tristes. :assobio:
     
  5. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Não saberia dizer de antemão como eram os casamentos nas culturas humanas da Terceira Era da Terra-Média. Porém, conjecturando, O Senhor dos Anéis se passa em um mundo anterior ao cristão, um mundo de paganismo virtuoso.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , que a princípio nada tem a ver com o assunto, é a explicação de um padre sobre casamentos, e ele diz que, não só com os não-católicos, mas com os católicos até o séc. XVI, o mero reconhecimento por parte dos nubentes de sua própria união já constitui sacramento. Não seria necessário nenhuma cerimônia com autoridade especial - o próprio padre dá um exemplo de um anúncio público seguido de uma festa. Então talvez não houvesse casamentos formais entre os homens da Terra-Média, eles meramente anunciavam a data do casamento, e fariam uma reunião, uma festa ou algo do tipo nesse dia, considerando-se casados a partir daí.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    A cerimônia do casamento não é uma exigência, é uma forma que os antigos encontraram pra mostrar pro grupo que aqueles dois estavam juntos, era uma forma de evitar que o homem ou a mulher (principalmente a mulher) fossem cortejados. Era uma forma também de mostrar pro grupo que os filhos que nascessem eram daquele homem, nunca havia certeza da paternidade, melhor se resguardar Então imagino que havia sim uma cerimônia, principalmente quando era alguém importante.
     
  7. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Eu sempre achei que Tolkien não sabia lidar muito bem como lidar com o amor de casais em suas obras. E o único casal que tem a sua vida íntima mais esmiuçada, Aldarion e Erendis, tem um relacionamento que acaba se contaminando pela amargura devido ao fato de que Aldarion não consegue (ou não se esforça para) conciliar as seus deveres de Grande Rei dos Numenoreanos com a vida de casado e os dois acabam contaminados pela amargura.

    Mesmo as grandes uniões entre os Eldar e Edain, apesar de haver grande amor entre os casais, pareciam mais servir a um propósito, como se houvesse um certo plano determinado, de trazer nobreza e tornar mais "pura", por assim dizer, a raça dos homens que viria a herdar a TM.

    As grandes exceções e os romances mais bonitos, na minha opinião, são o de Faramir e Eowin, que encontram a cura para suas tristezas um no outro, e o de Sam e Rosinha, o casal mais cute de toda a Terra Média.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Talvez ele simplesmente achasse que casamentos eram chatos de escrever
     

Compartilhar