1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Astrônomos descobrem planeta mais escuro já encontrado

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 12 Ago 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    TrES-2b reflete menos de 1% da luz que incide sobre ele.
    Exoplaneta tem temperaturas de cerca de 1000ºC.


    Astrônomos norte-americanos publicaram nesta quinta-feira a descoberta do planeta mais escuro já conhecido. O TrES-2b é um planeta gasoso que gira em torno da estrela GSC 03549-02811, a 750 anos-luz da Terra. Seu tamanho é semelhante ao de Júpiter, maior planeta do Sistema Solar. O achado foi feito com dados da sonda Kepler, telescópio da Nasa que estuda planetas distantes.

    TrES-2b reflete menos de 1% da luz que incide sobre ele. Isso faz dele mais escuro que qualquer planeta ou lua do Sistema Solar, e também mais preto que o carvão.
    afirmou David Kipping, do Centro Harvard-Smithsoniano de Astrofísica, autor do artigo que apresentou os resultados da pesquisa, publicado pela revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

    O exoplaneta orbita sua estrela a uma distância de cerca de 5 milhões de quilômetros – como base de comparação, o Sol fica a cerca de 150 milhões de quilômetros da Terra. Isso faz com que a temperatura atinja a marca de 1000ºC, o que influencia a formação da atmosfera. Em vez de nuvens de amônia, ela contém elementos que absorvem luz, como sódio e potássio vaporizados e óxido de titânio.

    Ainda assim, a intensidade da escuridão intriga os cientistas.
    reconheceu David Spiegel, da Universidade de Princeton.
    acrescentou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Ilustração mostra como seria o planeta TrES-2b (Foto: David A. Aguilar (CfA) / Divulgação)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  2. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Com certeza fora do sistema solar deve haver elementos químicos pra nós desconhecidos que podem dar essa coloração diferente aos planetas.
     
  3. Oakenshield

    Oakenshield Usuário

    Essa notícia me lembrou de imediato uma cena do filme 2010: O Ano Em Que Faremos Contato (seqüência de 2001: Uma Odisséia no Espaço), em que o planeta Júpiter fica completamente negro, com milhões e milhões de monolitos negros flutuando abaixo da sua atmosfera e se multiplicando, até o planeta atingir uma massa crítica e explodir, se transformando em um novo Sol! *-*
    As características deste planeta alimentam a minha imaginação hehe ^^
     
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Creio que não, mas se houver eles são mais pesados que os que há aqui, e se são mais pesados, eles são instáveis e decaem para elementos mais leves (similar aos que existem aqui) então não deve ser isso, pode ser substâncias diferentes compostas pelos mesmos elementos que existem aqui. A tabela periódica não permite muitos elementos.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Eu sou da opinião que a nossa tabela periódica não se limita apenas ao que temos atualmente, baseado em tudo que foi encontrado em nosso planeta (e nos vizinhos graças as sondas espaciais que os visitaram).

    Da mesma forma que acredito que não exista vida somente aqui, também devem existir outros compostos e elementos ainda não conhecidos e estudados o suficiente em outras galáxias.
     
  6. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Certeza. A tabela periódica no começo não continha todos esses elementos de hoje. Sem contar que a Terra não foi totalmente explorada.
     
  7. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    São várias possibilidades para se obter uma cor.

    Outro fator que pode influir e que ocorre em planetas rochosos é que a cor do planeta varia muito em função da combinação entre as camadas e componentes da matéria que é exposta à luz. Na terra o azul é o resultado da interação da atmosfera com as áreas que refletem sua luz no solo sólido.

    Tipo como no photoshop, também pode ocorrer de um planeta gasoso ter uma atmosfera simples ou composta circundando (misturada ou pura) em que gases pesados vão para o fundo e se comprimem (a profundidade das camadas de gás) e no qual a combinação de camadas ou de uma mistura de gases nas camadas mais externas pode absorver a luz.

    Sobre substâncias desconhecidas, de vez em quando eles descobrem sinais de substâncias e materiais não existentes na Terra em planetas exteriores e também em nuvens no meio do espaço porque a combinação possível de átomos em novos materiais e compostos é enorme e seus estudos foram iniciados a relativamente pouco tempo.
     
  8. Thailendil

    Thailendil Usuário

    aliais tudo na ciência é considerado teoria muitas coisas tidas como verdades com o tempo se vê que não é bem assim logo novos elementos químicos são possíveis embora improváveis
     
  9. Gin

    Gin Usuário

    A possibilidade de existirem outros elementos quimicos existe embora seja um pouco difícil de acontecer. O problema (e eu imagino que o Morfindel estava pensando nisso) é que para um elemento ser reconhecido como tal e fazer parte da tabela periódica ele deve atender a uma série de requisitos. Esses requisitos não são facilmente preenchidos por elementos com massa molecular elevada porque eles decaem muito rapidamente.

    Como o tempo de duração do elemento é pequeno, não é possível determinar, por consequência, muitas das propriedades do elemento químico (que um elemento químico deve essencialmente ter). Dessa forma, o "ítem" descoberto acaba por não receber o título de elemento químico (é o caso dos famosos Uuq, Uuh...)

    O que certamente existe em outros planetas, são minerais diferentes. Elementos químicos diferentes dos conhecidos é um pouco mais difícil de acontecer (embora possa ocorrer sob condições que desconhecemos).
     
    Última edição: 18 Ago 2011
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mais ou menos isso, como essa imagem é de um planeta que já tem alguns bilhões de anos de estrada, mesmo o urânio, teria decaído, então creio que não são elementos "novos", amaioria dos elementos mais pesados que o Urânio decaem muito rapidamente, como Ichimaru resaltou, já o Urânio tem meia-vida de 5 bi anos, ou seja se esse planeta tivesse só Urânio (e a idade da Terra), metade da massa dele teria virado algo mais leve, e em algum momento viraria chumbo, e com elementos mais pesados que o Urânio (92 u) isso tende a ser mais rápido. Então creio que sejam minerais diferentes.
     
  11. Ivo Basay®

    Ivo Basay® Banned

    Mesmo sendo bem escurão, achei muito bonito o visual desse planeta.
     
    • LOL LOL x 1

Compartilhar