1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

A Sabedoria dos Elfos

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Eärwen Eärtári Æ, 6 Fev 2004.

  1. Gente...uma coisa não sai de minha cabeça, vejam se vcs concordam...:
    Tolkien sempre diz muito sobre a sabedoria dos elfos, que estes era muito sabios, coisa e tal...
    Eu amo os elfos, muito por causa da sua sabedoria, mas pensemos...:
    Muitos homens, em sua curta existencia, alcançam tamanha sabedoria que esta é comparada à sabedoria dos elfos, não?E os elfos, são assim sabios, porque vivem muito, e normalmente os elfos que são citados no SdA não tem menos do que 200 anos(no minimo) ...então, vcs concordam, que nisso, os elfos não têm muita vantagem sobre os homens?Eles vivem muito mais,e obviamente, alcançam uma experiencia de vida maior do que a dos edain... :think:

    ps.:isso não me faz deixar de amar os eldar...


    :cheers: IM EDAIN! :dance:
     
  2. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Mas esses homens cuja sabedoria pode rivalizar com a dos eldar eram culturalmente influenciados e ensinados pelos Eldar. Os elfos têm a vida do mundo para aprender, e por isso que aprendem, pela experiência; os homens, como têm um curto período de tempo sobre a Terra, tentam aprender o máximo do máximo; por ambição. Os homens correm atrás disso, e os elfos, não necessariamente. Os homens são ensinados, os elfos aprendem sozinhos e ensinam; e não em poucas vezes, os homens eram seus alunos.
     
  3. Nandorë

    Nandorë Usuário

    A sabedoria dos elfos vem, em grande parte, do contato deles com os Valar. Isso os homens não tiveram. Esses homens sábios aprenderam com os elfos, mas não creio que possam rivalizar em sabedoria com algum elfo que viveu em contato com os Valar.
     
  4. É..concordo com vcs..os elfos realmente têm a sabedoria por dom tbm...
    E pensando bem...são poucos os homens que se destacam tanto que tem a sabedoria comparada a dos elfos...
    Não tem jeito...nos somos pequenos msm!!!
     
  5. Eldarwen

    Eldarwen Usuário

    Nós quem? Eu sou uma noldo e com orgulho! :lol: :lol:

    Os eldar tiveram contato com os Valar e muito aprenderam com eles. Também inventaram coisas por si proprios. Devemos lembrar que os elfos tem uma maior capacidade mental se é assim que posso dizer, aprendem com facilidade. Na verdade no geral suas capacidades são sempre mais desenvolvidas que as dos homens. E os eldar devem viver com Arda, muito tempo para aprender, e até mesmo os sindar que não tiveram contato com os Valar podem alcançar essa sabedoria pois tem bastante tempo de vida e experiencia. Vejam Legolas por exemplo, ele é um elfo jovem com certeza comparando a Galadriel, Elrond, Celeborn, Glorfindel... ele não é supremamente sábio, pois muitas vezes ele age como uma verdadeira criança imatura, mas ele tem os traços de sabedoria de uma idade que para os elfos seria jovem e para os mortais bem velha. Ele tem pelo menos 500 anos acho. E os elfos, por serem imortais e term vida longa, sabem que a imortalidade não é o maior dos dons, pelo menoas aqueles que já viveram e viram muito.
     
  6. Húrin Thalion

    Húrin Thalion Usuário

    Sabedoria e conhecimento são dois conceitos próximos, mas sutilmente distintos.

    A raça élfica detém um conhecimento que em muito supera o de qualquer casa dos homens. Eles conviveram com a luz suprema, aprenderam o ofício dos deuses, e têm todo o tempo do mundo para se dedicarem à natureza ao seu redor.

    A sabedoria, ao meu ver, diz respeito ao indivíduo, e não a raça a que pertence. Um sábio não necessariamente é um grande conhecedor técnico de vários assuntos, mas sim alguém que enxerga com clareza as consequências dos seus atos ou alguém que tem a capacidade de guiar seus semelhantes em meio a uma crise, ou algo assim. Pensando por aí, dá pra citar exemplos de homens mais sábios que elfos, como Tuor ou Elendil.
     
  7. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Os homens poderiam ser sábios, mas os poucos que rivalizaram em sabedoria com eldar não eram homens comuns. E normalmente não só foram instruidos de algum modo pelos eldar ou mesmo por ainur, e passaram por alguma experiência tão única que isso per si já lhes garantia um espaço único no panteão dos grandes filhos de Ilúvatar.

    Mesmo assim, comparar os mais imaturos dos eldar com os mais maduros dos edain não é um parâmetro justo. E sabedoria nem sempre é sinônimo de bom senso.
     
  8. Proview

    Proview Go

    Eu concordo com o Húrin...
    Sabedoria p/ mim é ato de pensar antes de agir e definir bem o q fazer para q as coisas não deem errado... Um elfo tem vantegens por sofrer mais experiências (devido a imortalidade), logo alcanço maior sabedoria, porém existiram muitos homens sábios tbm... Claro q estes foram instruídos por elfos ou até mesmo por um Maia ou Vala, mas os elfos tbm...
    Os elfos não são sábios pq isso é inerente a raça, mas pq outros os ensinaram, os guiaram e sua própria vida tbm o ensinou...
    Homens como Tuor, Elendil, possivelmente alguns reis de Numenor (antes do medo da morte crescer entre eles) e até Aragorn são tão ou até mais sábios q alguns elfos...
     
  9. Húrin Thalion

    Húrin Thalion Usuário

    O que eu acho injusto nessa discussão é justificar a sabedoria notável de alguns edain como uma consequência direta do seu aprendizado com algum ser "superior".

    De certa forma, isso também se aplica aos elfos. Uma parte muito significativa da chamada "sabedoria inerente" à raça élfica provém do seu aprendizado com os valar e maiar, adquirido durante as longas eras em que moraram em Aman antes do roubo das Grandes Jóias.

    A questão é que a essas duas raças não foram dadas as mesmas oportunidades, o que desqualifica qualquer comparação. Os elfos tiveram a sua disposição um canal direto com o próprio Ilúvatar (se os ainur são mesmo fragmentos da Sua mente), do qual usufruiram por centenas e centenas de anos. Os edain, por sua vez, tinham poucas dezenas de anos para absorverem conhecimento de uma fonte no mínimo menos acurada: os próprios eldar. Pra falar a verdade, é surpreendente que raros mas célebres edain tenham se destacado nessa área, tendo em vista que a maioria desses casos ocorreu em períodos muito conturbados. Certamente aprender numa Valinor iluminada era mais aprazível que numa Beleriand tomada por criaturas negras.
     
  10. Húrin Thalion

    Húrin Thalion Usuário

    É justamente isso que eu tô tentando dizer: a sabedoria dis respeito ao indivíduo, não a uma raça. Essas generalizações são em grande parte equivocadas, pra não dizer preconceituosas.

    Pra mim, o bom senso é parte essencial da sabedoria, apesar de que ela talvez envolva outras qualidades. Quer dizer, eu penso que o bom senso talvez não seja sinônimo de sabedoria, mas sim parte integrante.
     
  11. Agora sim....vc falou o que eu pensava amigo!!!
    Talvez eu não tenha me expressado bem no inicio...eu acho que nem tenho muito a acrescentar...celebre pensamento... :D !!!
    Era isso o que eu tentava dizer desde o inicio!!!!
    Hannon le...
     
  12. Derfel Cadarn

    Derfel Cadarn Usuário

    Bom, de fato, os "professores" de cada raça tiveram importância, mas ñ acredito q isso tenha sido fundamental. Havia elfos q nunca haviam convivido com um Vala, e q msm assim eram sábios. Ou Galadriel, q ñ era uma elfa qualquer, se casaria com Celeborn, o Sinda, se este fosse muito inferior a ela? (adotando-se a versão em q ele era um elfo cinzento, e ñ um teleri) Ou Melian, a Maia, se apaixonaria por um Thingol sem qualidades q a merecessem?
    Entretanto, msm essa vantagem inicial devido a origem do conhecimento, tende a se equilibrar com o passar do tempo, ou ñ era Númenor uma nação com invejável desenvolvimento, cujo poder e esplendor gerou real simpatia dos elfos, q os presentearam com as palantír, e a árvore branca, e tb subjugou todos os inimigos?
    Bom, eu penso na questão da seguinte maneira, e me corrijam se eu estiver errado (faz um tempo q li o Silmarillion). Nos homens, a Chama q queima dentro deles os impelem a aproveitar avidamente seu tempo limitado. Absorvem, então, conhecimentos mais rapidamente, e são menos pacientes, e imprudentes, podendo, por isso mesmo, talvez enxergar com mais clareza certos fatos.
    Já os elfos ñ tem pressa, pois são imortais, ainda q seu ritmo seja mais rápido q o dos ents, por exemplo. Eles podem dar-se ao luxo de desfrutar mais das coisas q seus irmãos mortais. Ao meu ver, essa é a maneira mais "saudável" de se aprender, mas isso talvez ñ faça tanta diferença para uma vida mortal, até msm pq aqui talvez entremos na questão de sabedoria diferente de conhecimento.
    Entretanto, acho q a sabedoria tb depende de um pouco de conhecimento, além de certo "tino". Acho q os elfos possuíam ambas as coisas, e aos humanos talvez uma das duas faltassem. Isso talvez explique o reduzido número de humanos q se destacaram.
     

Compartilhar