1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Vc se lembra?

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Adriana Chagas, 25 Jul 2011.

  1. Adriana Chagas

    Adriana Chagas Usuário

    Você se lembra?
    De quando chegava com uma flor sorrindo me desejando um “bom dia”?
    De quando me pegava pra dançar e me deixava ser uma menina em suas mãos?Das cartas que escrevíamos cheias de carinho, e quando líamos, nossa boca entreaberta soltava um leve suspiro cheio de paixão?
    Lembra dos sorvetes... O prazer de tomá-los era seguido por caras e bocas generosas e felizes?
    Lembra das pipocas e filmes no sofá? Eita tempo aconchegante!
    Lembra dos dedilhados que você fazia em mim? Sentia-me uma harpa linda e harmoniosa!
    Lembra de quando ficávamos com sono e entrelaçava seus dedos nos meus?
    E, quando você passava mal, porque comeu um lanche ruim? Eu morria de dor por você ali tão abatido
    Lembra do tanto que nos comiamos juntos? Poxa! A gente dava certo prejuízo por ai!
    Ah! Quando chegava as férias e a gente se separava por poucos dias..como a saudade doía.
    Nas férias só queria te levar comigo... Como desejava tirar férias com você
    E, quando voltava das férias..coisa boa, era uma festa nosso encontro. Minha boca era como a de um palhaço... Só ficava sorrindo!
    Lembra do seu olhar altivo e seguro? Eu me lembro bem...
    Lembro também que você era mandão e não me deixava faltar às aulas de natação... Tudo bem... Você sabia como mandar em mim com aquele seu olhar.
    Você se lembra do melhor presente que você me deu?
    Você se lembra da caneca que me deu? Pois então, ela ainda existe e se faz presente nos invernos com uma boa bebida quente pra aconchegar.
    Ah! Como você conseguia... Eu te dava umas camisas coloridas que te deixavam lindo! Pelo menos eu não tinha olhos pra mais nenhuma camisa... O conteúdo da camisa?
    Lembra dos deliciosos doces que a gente comia juntos? Aquele especial... Da sua Vozinha, era do tamanho certinho da minha boca.
    E a blusa listrada que tomei de você? Espero que não tenha me odiado por isto... ele foi me aqueceu por vários invernos.

    Cinemas!!! Pizzas!!! Poxa era uma farra ver filmes com você.

    E seu apelido? Lembra? Sabe porque te dei?
    Lembra de um email cheio de beijos que você me mandou certa vez? Eu amava aquele email cheio de boconas beijoqueiras!
    Lembra de uma coisa no carro que ficava brilhando e você demorou pra perceber que era as lantejoulas da minha blusa... Foi ate engraçado!
    Lembro de brincar com seus dedos, mãos e pés!
    Lembro que você não queria estudar algoritmos e eu claro “sabedora” de tudo ia te ajudar.
    Lembra o monte de apelidos você me deu?
    Poxa... São tantas coisa boas de se lembrar que ficaria por horas relembrando os muitos detalhes de uma história de amizade, confiança, respeito e amor.
    Não precisamos negar que nestas lembranças existiu uma fase complicada e difícil, com lagrimas e silencio. Fase difícil que vencemos obstáculos e seguimos com nossas vidas, alguns dias bons, outros maus. Contudo, o que me confortava era saber que a base destas lembranças não foram regadas por erros e pecados...
    Mas que tiveram em sua grande parte e essencial, momentos de pura ternura, pureza, respeito e amor ágape.
    Não sei ao certo como tudo começou... Só sei que foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida.
    Assim, mesmo que a distancia, o tempo, a idade não nos permita mais cruzar nossos olhares... Existe em mim a lembrança de tantas coisas boas que você me deu que só posso desejar que seja a pessoa mais feliz deste mundo.
    Que não perca seu dom de ser terno, de dedilhar de amar, de sorrir de brincar, de ser você puro e simples “.” único em sua essência e ser.
    Lembrou o presente que mais gostei? [/size]
    Confesso que tudo que vinha de você era bom...mutio bom!
    Todavia, o que mais gostei foi quando de maneira desajeitada e desafinada, um jovem e lindo rapaz, me surpreendeu ao aprender alguns acordes de violão, e mesmo com voz de taguara rachada, corajosamente cantou uma linda canção no meu aniversario pra me presentear.
    Quantas vezes me lembrei deste valoroso e inestimável presente... Você conseguiu deixar inserido em mim algo que ultrapassou o tempo.
    Foi um presente de inestimável valor.

    Lembranças quem nunca as teve para alimentar um soneto ou uma prosa?
    Lembranças que aguçam a emoção e afloram em nos amantes um suspiro de paixão.
    E que venham as lembranças que me aquecam o coração...
     

Compartilhar