1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Texto do Mainardi sobre racismo

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Silenzio, 25 Mar 2004.

  1. Silenzio

    Silenzio Visitante

    Após ler o tópico com o texto do Jabor pensei em abrir um tópico para este outro grande jornalista, sei que ele é bem odiado por umas pessoas aqui, mas enfim. Tenho todos textos dele e escolhi este que é um dos meus preferidos e acho que ninguém discordará deste.


    Fora, Zumbi!

    Como Macunaíma, nascemos pretos e fomos embranquecendo à medida que nos afastávamos de nossa terra de origem. É o que ensina Genes, Povos e Línguas, do geneticista italiano Luigi Luca Cavalli-Sforza. Ele analisou mais exames de DNA do que o Ratinho. E, ao contrário do Ratinho, não usou o resultado dos exames para vender mais xampus contra piolho, e sim para traçar um mapa da evolução humana. Seus estudos demonstram que nossos conceitos de raça são uma empulhação. Não existe preto, branco nem amarelo. Ou dividimos a humanidade em mais de 1.000 etnias e línguas, ou acabamos com a classificação por raças, admitindo que somos todos parentes. Os primeiros homens surgiram na África. Tínhamos a pele preta porque ela servia de proteção contra o sol equatorial. Os cabelos eram encarapinhados para reter o suor e resfriar a cabeça. Quando começamos a nos espalhar pelo mundo, 100.000 anos atrás, nossas características físicas foram se adaptando às novas condições climáticas. Quem se mudou para a Europa ficou com a pele branca para captar melhor os raios ultravioleta e suprir a carência de vitamina D. As narinas se estreitaram para aquecer o ar antes da chegada aos pulmões. Os que migraram para o Oriente ganharam dobras adiposas em volta dos olhos para se proteger dos gélidos ventos siberianos. Debochamos muito de Michael Jackson, mas nossos antepassados sofreram as mesmas transformações que ele. Um sueco é um sudanês subnutrido. Um mongol é um pigmeu com frio.

    O presidente Lula nomeou uma ministra para combater a discriminação racial. Ela é negra. Teria sido melhor se fosse branca, para mostrar que a discriminação racial não é nociva apenas para os negros, mas para a sociedade inteira, inclusive para os brancos. A ministra defende a política de cotas adotada nos Estados Unidos. É a lógica do gueto. Eu tentaria inverter a questão, extinguindo não só a discriminação racial, mas o próprio conceito de raça. Não é tão difícil assim. Quando eu era pequeno, a escola ensinava que nossos índios pertenciam à raça vermelha. Certo dia, mudou-se de idéia e passou-se a ensinar que, na verdade, a raça vermelha não existia, porque os índios eram amarelos que tinham atravessado o Estreito de Bering 32.000 anos atrás. Seguindo o mesmo raciocínio, a raça amarela também não existe, tendo sido formada por africanos que migraram para a Ásia 100.000 anos atrás. E a raça branca, constituída por asiáticos que se mudaram para a Europa 43.000 anos atrás, é outra ficção genética. Hoje em dia ninguém mais fala em raça vermelha. Seria igualmente correto que ninguém mais falasse em raça negra, branca ou amarela. O melhor jeito para acabar com o racismo no Brasil é eliminar o critério de raça. O movimento negro sempre lutou para que os negros se orgulhassem da própria cor. Eu aboliria essa idéia. Aboliria o Dia Nacional da Consciência Negra, a política de cotas, as ações afirmativas. Aboliria também o mito da miscigenação racial brasileira.

    Quando se considera toda a história da humanidade, os alemães são tão miscigenados quanto nós. Raça é uma noção arcaica. Não tem base científica. A luta contra o racismo não se dá glorificando a figura de Zumbi nos livros escolares, mas ensinando que os brancos são negros e os negros são brancos.
     
  2. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    A questão de raça já deu até briga na minha antiga escola. De um lado EU dizendo q o conceito de raça não existe (amparado por modernos livros de biologia) e q somos todos iguais e do outro lado um povo estranho q cismava em qualificar todo mundo em etnias. Este mesmo povo estranho dizia q o PT era a solução e q o sistema de cotas funcionaria... :roll:

    Belo texto do Mainardi, sempre cheio de ironias e sempre genial...

    Essa eu não sabia, e vivia me perguntando o pq desse tipo de cabelo... 8O :mrgreen:
     
  3. kilson Viegas

    kilson Viegas Usuário

    Esse texto reflete o pensamento de qualquer pessoa q tenha um pouco de bom senso
    Isso mostra como as cotas para as faculdades são ridiculas, os negros já estão lá faz tempo...
     
  4. Felipe Took

    Felipe Took Usuário

    Não gosto de me envolver nesse tipo de discussão não. Mas não pude resistir. Assino embaixo do texto. É uma burrice a meu ver pessoas ficarem usando camisas exaltando a raça negra , ou se falando negro com orgulho. A meu ver ficar com essa de "com orgulho" é meio complicado. Já pensou se alguem sai na rua com uma camisa "Branco com orgulho"? Vai ser taxado de racista na hora. Para mim a grande questão é essa: Somos todos iguais e ponto. Não tem que ficar discutindo qual raça é melhor ou pior , simplesmente porque pensar em raças já é errado. O que torna uma pessoa branca ou preta é simplesmente a diferente taxa de melanina na pele.
    E essa questão de cotas é simplesmente disfarçar o problema do preconceito. Do que adianta colocar mais negros na universidade? Isso vai acabar com o preconceito? Para mim na verdade vai aumentar , visto que do modo que o governo fala , parece que os negros não tem capacidade de passar sem essa ajuda , o que é uma estupidez. Vamos acabar criando uma divisão dentro da universidade , onde os negros vão ser vistos como fruto das cotas.
    E se a politica racial americana desse resultado não teriamos a divisão de bairros brancos e negros que temos hoje.
     
  5. Racismo é um tema amplo , mas nem por isso deixa de ser importante , não sei se conhecem o Yanni , ele é um musico compositor , em suas musicas ele utiliza influencias europeias ( as famosas orquestras eruditas ) oriental ( o som de flautas chinesas e japonesas ) elementos de corais africanos. Uma mistura horrivel vão pensar. Mas deu certo , e ficou com um som agradavel , bem suave porque capta a beleza musical de cada estilo proprio.
    Enfim , o cd dele chama-se "One World , one People" e com varias variaveis desta frase ( grgo , alemão , espanhol , ingles , etc ...) .
    Ele é um dos caras extrangeiros menos preconceituosos que já vi em toda minha vida , sinceramente falando. :wink:
     
  6. 655321

    655321 Usuário

    Ótimo texto! :clap: O Mainardi escreve muito bem, adoro ele! Ele é muito engraçado no manhatan connection.
    Também concordo com a abolição do termo raças.
     
  7. Eu acho que cada um é o que é, indepentemente da sua cor. Cotas, dias de orgulho e coisas do genero so servem para passar um atestado de burrice e de fraqueza a essa ditas minorias.
     
  8. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Sensacional esse texto. Muito bom mesmo. Eu acho o cúmulo do paradoxo alguém lutar contra o preconceito se auto-segregando. Se a igualdade é genética, também deve ser igualdade civil, jurídica, e de nomenclatura.
     
  9. Nob

    Nob Usuário

    Em Brasília, a UnB (Universidade de Brasília) adotará o sistema de cotas para negros. A respeito disso, aconteceu uma pesquisa na Internet perguntando quem é a favor desse sistema. De 877 pessoas, 105 disseram que são a favor, e 772 disseram que são contra. Daí, um funcionário da UnB (que não me lembro a função, nem o nome) disse que "a internet é dominada pela classe mais rica, que por sua vez é dominada pelos brancos". :roll:

    Sinceramente, não acredito que as cotas vão diminuir o racismo. Está claro que vai apenas aumentá-lo. E essas vagas serão, em maioria, ocupadas pela classe mais rica, que pode obter um ensino mais completo.
     
  10. Muito bom esse texto!! :clap: :clap:
    Eu também acho muito contraditorio essa historia de cotas.. além de injusto. Então se vamos fazer cotas, teriamos que fazer cotas para brancos, amarelos, vermelhos, e todas as "raças" que existem, não percebem que isso gera mais preconceito e raiva..Já pensou: você se mata de estudar, perde 1 ano da sua vida se preparando para o vestibular e quando vê a lista você ficou de fora por causa de uma cota??? Onde está a lei que te garante ser igual a todos sem distinção de raça, sexo e afins?? Não é por nada, mas muitas vz o próprio negro acaba sendo mais racista e preconceituoso do que os brancos.. por que 100 por cento negro é visto como liberdade de expressão, conquista do orgulho da raça e 100 por cento branco como nazismo??
    E por que não fazermos o dia da consciencia branca, já que esta data representa nossas vitórias contra os opressores, ou será que nunca passamos por isso???
    Não sou contra o dia de Zumbi, afinal ele é um personagem histórico e não vejo o porque não homenagiarmos... mas porque relacionar isso a consciencia negra?? Então antes disso os negros não tinham consciência??
    Enfim.. com esse tipo de pensamento jamais chegaremos a algum lugar... :roll:
     
  11. Vinci

    Vinci Usuário

    Aí que tá o ponto: não precisa do dia da consciência branca. Nem da consciência amarela, vermelha ou preta. Não existem pessoas amarelas, brancas, pretas ou vermelhas: existem PESSOAS. :wink:
     
  12. Harweltië

    Harweltië On cold wings she's coming...

    Muito bom esse texto!!! O Mainardi falou tudo, e com humor e ironia... :clap: :clap: :clap:


    É isso aí! :wink:
     
  13. 655321

    655321 Usuário

    Peraí! O dia da consciência negra é uma homenagem ao passado histórico dos negros, ou seja; seus antepassados que foram escravos. Não é um dia de "100% negro"(pelo menos essa é a intenção). Não há necessidade de um dia da consciência branca, porque os brancos não foram escravos, e nem sofreram na mesma proporção que os negros.
    Agora sobre as cotas; é ridículo. É uma política segregatória, e mais racista ainda. Não adianta querer consertar um problema de 500 anos com um lei, como se fosse mágica. Além do mais, coas são segregação, e isso só gera mais racismo. Sou contra todos os tipos de cotas.
     
  14. Harweltië

    Harweltië On cold wings she's coming...

    Ahn? Quem te disse isso? Nunca repita essa afirmação na frente do seu professor de História! :roll:

    Os brancos foram escravos, SIM!!! O que você acha que os Romanos faziam com a população dos locais que eles invadiam para expandir seus territórios? ESCRAVOS! Ou os povos Bábaros com as cidades européias por eles invadidas? ESCRAVOS!
    Europeus são brancos, portanto, esses são exemplos de escravos brancos! :wink:
     
  15. Silenzio

    Silenzio Visitante

    COmo já disseram, o dia da consciência negra é apenas mais uma forma de segregar as raças. Acho que não deveria existir também.

    Que bom que todo mundo concordou com o texto.
    E sobre o autor, o que vocês acham dele?
     
  16. 655321

    655321 Usuário

    Eu quis dizer todos brancos. Esses foram só alguns povos brancos escravizados, não foram todos os brancos, igual foi com os negros.
     
  17. kilson Viegas

    kilson Viegas Usuário

    Nem todos os negros foram escravizados, na africa a tribos q nunca foram escravizadas.
    Engraçado sou descendente tanto de negros como de indios e brancos, não sou rico e sou contra o sistema de cotas toda generalização é burra .

    Minha própria aparencia fisica pode dizer q não existe raças apesar de ser descendente dessas "raças" minha aparência é branca.

    Será q eu teria menos merecimento q alguem de pele escura, para entrar numa faculdade pública ?
     
  18. Eu tb sou contra o sistema de cota , mas não acho que fizeram isso para discriminar os negros , eu acredito que isso foi um erro de uma lei mal colocada. Um erro que de fato não deveria ocorrer... mas... :roll:
     
  19. Minduim

    Minduim Suburban Kid w/ Biblical Name

    O Diogo Mainardi é um dos poucos colunistas que eu leio freqüentemente, eu eu nunca li uma coluna dele melhor que essa. Atualmente, há muita hipocrisia para com a questão racial.

    E o sistema de cotas pode até mesmo ferir a Constituição, afinal, todos são iguais perante a Lei, ninguém pode ter favoritismo em qualquer coisa só porque é negro.
     
  20. Vinci

    Vinci Usuário

    Acho que o Dia Da Consciência Negra podia ser um feriado com propósitos diferentes. Dia de Zumbi dos Palmares ou coisa assim.
     

Compartilhar