1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Suicício de um gamer e a distorção da mídia

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Eö Calmcacil, 22 Jan 2006.

  1. Eö Calmcacil

    Eö Calmcacil Tirem as crianças da sala!

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E, claro, não poderia faltar o
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .
     
  2. Mytih

    Mytih Usuário

    É comum distorcerem, quando acontece algo de errado com um gamer, ou um rpgsita.... ainda nao intendo do pq dessa perseguição...... :(
     
  3. Omykron

    Omykron far above

    simplesmente para vender mais.

    o que acontece é que um gamer, ou alguem que se entretem com coisas "fantasiosas", ou mesmo que dedicam parte do conhecimento nessa area com outros, são marginalizados por aqueles que simplesmente acham isso um babaquice (normalmente os "cools" da escola, que vivem de imagem).

    sem contar que é uma das várias formas de propagação de panico.
     
  4. DW

    DW Usuário

    Suicício??
     
  5. Lessandri

    Lessandri A última rainha de Luni

    Meu Deus hoje em dia buscam fazer dinheiro até com a morte dos outros... :disgusti:
     
  6. Eö Calmcacil

    Eö Calmcacil Tirem as crianças da sala!

    É a famigerada transmissão de culpa. Antes era a violência na TV, agora são jogos eletrônicos e RPGs, amanhã será outra coisa qualquer.
     
  7. Mytih

    Mytih Usuário

    simplesmente... akilo q nao intendem perseguem... é a inquisição dos tempos modernos....
     
  8. Dark Light

    Dark Light Eu mato quem for um

    Ué, mas já faziam antes de você nascer.. antes de seu pais nascerem.. :dente: e vão continuar fazendo depois que você morrer..

    E viva o deus mercado :joy:
     
    Última edição: 7 Fev 2006
  9. Falassion

    Falassion Usuário

    Me desculpem a ignorância, mas quem é esse Jack Thompson?
     
  10. Eö Calmcacil

    Eö Calmcacil Tirem as crianças da sala!

    Um babaca americano que liga tudo de ruim aos videogames. E quando eu digo tudo, eu quero dizer tudo. Desde a II Guerra Mundial até aquela criancinha faminta na África. É incrível e, ao mesmo tempo, enojante ver a falta de coerência na argumentação dele, é quase uma religião...
     
  11. Omykron

    Omykron far above

    existem religiões coerentes.
    elas apenas decidiram que não valia a pena continuar existindo :mrgreen::obiggraz:
     
  12. Statues Argonath

    Statues Argonath Fractus Exitus Rapitus

    Nossa o cara devia estar se sentindo muito mal :disgusti:, eu antes, jogava muitos jogos online, e participava de fórums e talz, porém depois que minha notas começaram a baixar eu parei com isso :tsc:... Jogar computador é bom :think: porém com responsabilidade, é mais ou menos igual a bebida :cerva: se você joga demais (ou bebi demais) você vai acabar ficando viciádo (ou alcolatra) ou se você joga todos os dias um pouco, você só vai ficar bebado :lol:.
     
  13. Omykron

    Omykron far above

    não foi nada feliz a comparação alcoolismo com jogos.
    se vc ao menos se esforça a entender o que o teu professor explica em sala, provavelmente vc não vai ter muitas dificuldades.
     
  14. Falassion

    Falassion Usuário

    Não digo que os jogos diminuiram minha nota, mas sim que me isolaram um pouco.
    Abandonei um MMORPG há quase 3 meses, e desde então tenho aproveitado bem melhor meu tempo: lendo, jogando ainda (não MMORPGs, pois EU acredito que, dos jogos, eles sejam os mais viciantes), conversando, saindo, viajando.
    Enfim, o que importa e o que é necessário e achar o ponto de equilíbrio. O difícil é, depois de achar o ponto equilíbrio, pô-lo (Como o verbo "pôr" é esquisito...o_O) em prática.
     

Compartilhar