1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Pais e filhos

Tópico em 'Nostalgia' iniciado por Elanor Ladeira, 26 Mar 2008.

  1. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Olha sou encanada com furar orelha e dar nome de Cleudinilton... Por exemplo, se meus pais me furassem a orelha quando bebê, eu ficaria tão brava quanto se eles tivessem me nomeado Josuéte.

    Agora, quando uma pessoa menor de 18 anos quer fazer coisas permanentes ou semi-permanentes...

    Outro dia Mayoros viu uma guria linda na flor dos seus 16 aninhos. Nas costas dela, tatuado em letras garrafais para quem quisesse ler: PERTENCE A RICARDO.

    Bem, tenho certeza (como Angelina Jolie tinha) que o Ricardo é o "amor da vida dela" como foi Billy Bob (rumores: além daquela no braço, conta-se que ela escreveu em locais inacessiveis por fotógrafos... se for verdade, espero que ela tenha tomado anestesia)

    Se adulto faz coisa desse gênero da qual se arrepende daí a dois anos, imagina um adolescente? :roll: (Johnny Deep pelo menos fez uma tatuagem num lugar de fácil acesso e pequena... foi fácil modificar o Wynona forever, para wino forever - vinho para sempre)

    Doer é o de menos. Aquela tatuagem ENORME que vai de ombro até ombro da menina vai custar caro bagaraio quando a mocinha descobrir que ama na verdade o Fernando.

    (e claro, a mocinha não vai querer que Fernando leia aquilo, né? Imagina todo dia ler o nome do ex-namorado nas costas da sua guria. Ou imaginem se o seu namorado tem tatuado o nome da ex-namorada bem no peito para e te lembrar da "lambisgóia" :twisted:)

    Tipo, senhora Jolie TEM dinheiro sobrando para apagar a tatuagem infeliz...

    Mas imagine seus filhos fazendo algo...arrependendo-se e mandando a conta da cirurgia laser para desfazer para você.

    Posso dizer que eu não ia descer o sarrafo, mas que consideraria mesada uma coisa supérflua para meu filho (tipo, se sobrou dinheiro para fazer burrice... :roll:), e obrigaria ele a me devolver o dinheiro quando começasse a trabalhar, senão mando tatuar de novo o nome do ex-qualquer coisa.
     
  2. Dirhil

    Dirhil Olha, Schroeder...

    Eu pago pra meu filho fazer tatuagens não besta como nome do amor da vida..... mas se ele se arrepender é problema dele.
     
  3. anjo sem asas

    anjo sem asas Usuário

    EU SOU NOVINHA E TENHO UMA FILHONA DE 3 ANINHOS ...
    SABE MEU PAI NÃO GOSTAVA QUE EU CHAMASSE OS AMINGUINHOS DA RUA PARA BRINCAR ...NORMALMETE EU FICAVA EM FRENTE DE CASA E O POVO TODO BRINCANDO DE AMARELINHA NO OUTRO LADO DA RUA ...

    MINHA FILHA CHAMA AS VEZES PELOS AMIGUINHOS ..MAIS INCRIVÉL ..AS VEZES EU ME PEGO BRIGANDO COM ELA DO MESMO JEITO QUE MEU PAI BRIGAVA COMIGO ...

    SEI LÁ ..TA NO SANGUE ...mais eu amo muito a minha princesa.
     
  4. Pequena Elfa

    Pequena Elfa Usuário


    É normal isso de acabar fazendo oque não gostávamos que nossos pais fizessem com a gente.
    Hoje somos mais maduros e os compreendemos melhor.
    Eu detestava que minha mãe não me deixava sair com ninguém ou dormir na casa de alguém (e olha que era da família), ou ir em passeios escolares. Hoje faço a mesma coisa com meu filho (embora ele tenha apenas 5 aninhos). Morro de medo dele se perder nesses passeios escolares, mas já deixei ele dormir na casa dos avós, só que dá um vazio tão grande, um aperto no coração.:osigh:
     
  5. anjo sem asas

    anjo sem asas Usuário

    o medo de perde-los é muito grande .. mas Deus os proteje quando não estamos vendo eles ...na escolinha ..no passeio ...mais é claro que nem por isso vamos facilitar né ...rsd
     
  6. Eriadan

    Eriadan Usuário Usuário Premium

    É preciso amaaaaaaaaaaaaaaaar as pessoas como se não houvesse amaaanhãããã...

    [/flood]


    Bom, tem algumas coisas que meu pai não me deixou fazer que eu ainda me pergunto se ele fez certo ou não. Tipo, com 15 anos eu tava de mochila nas costas pra ir pra Itaparica. Ia de ferry mermo, me deu na telha, sei lá. Proibido. Com 16, eu tava certo já de ir pra um acampamento do MST conhecer a ideologia deles, tinha marcado com alguns amigos. Barrado. Enfim, sei que essa e outras coisas eu com certeza ainda vou fazer, mas até certa idade é necessário mesmo que se respeite; mesmo que eu fique dividido, pensando se com meus filhos eu não suportar a preocupação e deixá-los se virar em tudo: nada me irrita mais do que mimo. A gente ama nossos pais, mas isso nem se compara com o quanto eles nos amam e se preocupam (sei disso só de teoria, lógico hehe).
     
  7. Elmarien

    Elmarien Mighty Mane Thorin

    O maior problema está nos pais que não reconhecem a maturidade dos filhos...

    Principalmente nos caçulas. Depois reclama se o caçula é "mais revolucionário" que o mais velho.
     
  8. Pequena Elfa

    Pequena Elfa Usuário


    Você também é caçula?
    Foi bem difícil ser caçula na minha adolecência, ainda mais sendo mulher e tendo só irmãos homens. Mas deles eu nem posso reclamar, pois eram eles que me apoiavam e ajudavam nas horas difíceis.
     
  9. Kurt

    Kurt El Doctor

    Eu tive uma criação incrível, modéstia à parte. Mesmo sendo criado apenas pela minha mãe, tive toda a proteção, todo o incentivo e toda a liberdade que poderia ter. O grande lance é não tentar trilhar o caminho pela pessoa, isso não vale apenas para os filhos, mas para qualquer tipo de relacionamento interpessoal, o segredo é apenas apontar o caminho, ou seja, deixar que o livre-arbítrio aconteça. Lembro-me até hoje das palavras que minha mãe sempre me falava: "Meu filho, a sua consciência é o seu guia". Em alguns, momentos fui privado de alguns prazeres e sensações que acho que não teria problemas tê-los, porém vejo que hoje não faria qualquer tipo de adição/diferença na minha vida. Tenho sonho de ser pai(não tão cedo, obviamente) e se possível passar os mesmos ensinamentos para os meus filhos.
     
  10. anjo sem asas

    anjo sem asas Usuário

    ixi eu sou a caçula, unica menina e tenho 5 irmãos ..imagine ..nem precisa dizer o resto né ...
     
  11. eowathiel

    eowathiel dançando lambada com um

    Bem, o meu pai quando eu era mais nova trabalhava muito... Poucas vezes brincava comigo... mas mesmo assim tenho uma grande admiração por ele... todos os momentos que passavamos juntos eram optimos! Lembro-me de jogar futebol com ele aos Domingos à tarde... As partidas de cartas... lindo! Coisas simples mas com muito significado! O meu pai não é muito de gastar dinheiro com coisas desnecessárias, por isso não me deu muitos brinquedos... só o necessário! Muitas das vezes ficava triste por ver as minhas coleguinhas cheias de brinquedos novos e eu não.. mas agora vejo que ele fez a opção certa porque não me habituou a grandes luxos! Só mesmo o necessário... Se algum dia tiver de educar uma criança vou seguir os passos dele. E da minha mãe também! Os miminhos... os carinhos... Hum adoro eles!!!
     
  12. Raphael S

    Raphael S Desperto

    Bom, o que posso dizer... Fui criado e fiquei assim... Tirem suas conclusões e aprendam a cuidar bem dos seus filhos.

    By Raphael S
     
  13. Pequena Elfa

    Pequena Elfa Usuário


    Caramba!!! Graças a Deus eu tenho só dois irmãos e me dou muito bem com eles. Nunca pegaram no meu pé e nem tive problema com ciúmes.Graças!!!
     
  14. F. M. Kalyma

    F. M. Kalyma Felicidade é andar de chinelo!

    . eu o educarei da mesmíssima forma que fui educado. eu não mudaria nada no estilo de educação que tive. ao mesmo tempo livre mas guiado por palavras de reflexão de minha mãe sobre o que era bom e errado pra mim. eu preciso tirar o chapéu pra minha magnífica mãezinha! ela foi, é, e continuará sendo meu esteriótipo de heróina!
     
  15. anjo sem asas

    anjo sem asas Usuário

    sabe minha .. filha tem um cachorrinhu ..as vezes quando estou limpando a casa .. meu marido ta fazendo alguma outra coisa .. de repende quando eu percebo ela esta falando om o cachorro como eu falo quando eu brigo com ela .. tipo .. não faça assim que se não eu vou deixar vc de castigo..puxa tutifruti(nome do cachorro)eu ja disse que num gosto quando vc faz assim .. agora tenta imaginar uma criança de 3 quase 4 anos falando isso .. e vc vendo que ela ta imitando vc .. do mesmo jeitinho as vezes até mesmo com o chinelo na mão ou mão na cintura ...é um barato
     
  16. cpm22

    cpm22 Visitante

    meus pais sempre foram os ''protetores''' eu cresci com um ensinamento rigoroso ,por meu pai ser advogado ele sempre teve a mente poluida em alguns aspectos mas acho que os pais (isto e no geral ) se preocupam muito com os filhos por medo ,pq neste mundooo de hoje a coisa ta feia .e creio que quanto eu tiver meus filhos tbm serei a mae protetora ,cuidadosa ,e medrosa ,pois quem ama cuida .
     
  17. Christal

    Christal O mistério é a graça da vida

    Elanor Ladeira,
    não sei quando você abriu este tópico, talvez já esteja com o bebê no colo lendo este post. Tenho três menininhos. Tive o terceiro com 24 anos. Posso dizer que, de tudo o que faz valer à pena ser mulher, a maternidade é o melhor.

    E talvéz seja bom, pra você se animar, saber que meu corpo voltou ao que era antes, estou com 52 quilos para 1.62 de altura. Tudo em ordem, em seu devido lugar (graças a Deus!).

    Parabéns pelo dia das mães! Felicidades! E um recadinho para o nenê: seja benvindo, amorzinho, você vai sofrer um pouco, mas acabará se acostumando, viver é muito bom, você vai gostar. Mil beijinhos. :kiss:
     
    Última edição: 5 Mai 2009
  18. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Eu uso direto essa frase, rsrsrsrsrs. Outra que eu uso demais é "Quer fazer? Faz. Mas arca VOCÊ com as conseguencias."

    Meu filho tem 15 anos. Hoje eu deixo muito mais coisa para ele decidir que há 5 anos atrás, e muito menos do que daqui a 5 anos. Mas há coisas que eu realmente proíbo, e aí não é não. São coisas do tipo: Não, você não vai ficar até tarde na net(ou lendo ou jogando) em dia de aula (sim, eu criei um nerd, rsrsrsrs). Nota baixa? É porque tá sem tempo de estudar. TV e computador suspensos até melhorar. Mas as obrigações em casa continuam. Ele fica puto, como eu ficava com meus pais. Não tou nem aí. Na verdade tem dia que eu acho é graça. :cool:

    Observando os relacionamentos de algumas conhecidas minhas com filhos nessa idade, eu vejo que eu e minha cria construimos um relacionamento muito bom. Tem atrito? Graça a deus que sim. Se não tivesse era porque era uma grande mentira. E ele me dá pouco problema. Ou pelo menos ainda não me deu dor de cabeça nas áreas que eu teria realmente dificuldade de lidar.

    Quanto a tatoos eu acho que a coisa é relativa. Se o filho adolescente é impulsivo, se tá fazendo porque amigo ou namorado pilhou e não é uma coisa dele mesmo, ou se é uma tatoo horrosa dizendo que pertence a fulano ou algo que, mais tarde, pode atrapalhar até a arrumar um emprego é melhor frear mesmo.

    Se é uma coisa mais tranquila eu acho que, no geral, dá pra liberar. Mas avisava beeeeem: fez? aguenta.

    Edit: O rumo da prosa mudou totalmente. :lol: :lol: :lol: :lol:
    Eu fui reler o tópico, e vi que era do nostálgico, tá parecendo até conversa do comunidade.
     
    Última edição: 5 Mai 2009
  19. Éomer

    Éomer Usuário

    Nossa, hoje eu catei um livro antigo pra ler e dei com uma carta que o meu pai me escreveu no dia em que eu fui morar sozinho pela primeira vez. Eu me lembro que ele me entregou a carta e disse que era pra ler no ônibus. Foi uma das coisas mais bonitas que eu já li sobre o que eu poderia encontrar no meu caminho e a visão dele sobre várias coisas como amizade, caráter, mulheres, orgulho e tudo que ele considerava importante. E o que tá escrito ali me serve até hoje. E lendo tudo isso me deu uma saudade tão grande. E como o tema desse tópico eram as coisas que os pais fizeram conosco e que nós faremos com nossos filhos eu digo que essa é uma das coisas que eu pretendo fazer, se tiver a oportunidade.
     
  20. Nessa Ancalímon

    Nessa Ancalímon Fora com um...

    Eu tenho um garotão de praticamente três anos... [Meu anjo lindo]
    E eu o crio da mesma forma que fui criada, melhorando em alguns aspectos e deixando a desejar em outros...
    Tenho todo o apoio da minha Mamy, que eh realmente a segunda mãe do Eduardo...

    Sempre tive muita liberdade, bem diferente dos meus dois irmão, e olha q sou a filha do meio.
    Minha mãe me explicou outro dia que comigo era assim porque sempre fui a mais responsável, não fazia tdo que dava na cabeça soh pq era moda, é por isso sempre que eu qeria algo, ja nem pedia soh avisava e explicava onde, com quem, e oq era, e sempre conseguia.
    Muito raramente recebia um não, mas quando recebia tinha o porque deste "não". E ela sempre estava certa, como se fosse um sexto sentido...
    Até hje, qndo ela me diz algo, com um certo tom, ja conhecido entre nós duas, se não escuto acabo pagando o preço, normalmente ela esta certa e eu errada...
    Com o meu garoto sou desta mesma forma, digo, explico, explico ate que ele entenda, tenho um garoto muito bom e inteligente, com ele não funciona na base de ameaças e gritos, somente com conversa, olho no olho...
    E desde de já tem a liberdade dele, ele possa fora de casa, sem mim, desde que tem um ano, e qndo ele esta com saudades da tia, da avó ou outra pessoa que ele é apegado, ele me pede para ver a pessoa, e ele as vê, passa o fds fora...

    Então pra qem ainda não tem filhos, tenha-os, pois é maior benção que qqer ser pode ter... é simplesmente maravilhoso... :yep:
     

Compartilhar