• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Os Erros de Sauron

Teria o "Tentente de Melkor" errado gravemente ou sua derrota foi uma consequencia (:lol:agora sem trema gente) de fatores externos à sua vontade???

fanfic_retornosombra_sauron.jpg
Olá pessoal, resolvi abrir este tópico para, juntos, compartilharmos opiniões e reflexões sobre os vários erros que Sauron possa ter cometido (ou até fatos externos à sua vontade) que levaram a sua derrocada na Guerra do Anel.

O primeiro e mais óbvio foi (como o próprio Tolkien disse em uma das suas cartas) que Sauron, nem em seus piores pesadelos, imaginou que seus inimigos pudessem tentar destruir o Um Anel, antes, eles o usariam e seriam tragados pela escuridão.

De fato um erro grave para sua queda.

Se alguém tiver mais uma opinião sobre erros de Sauron, sejam táticos, de atitude, etc. postem suas aqui.

Abraços a todos.
 
De fato. Mas também muitos fatores externos colaboraram, por exemplo: Sauron não poderia prever, nem evitar que o exército de Dimhold lutassem em Pellenor, tanto que, ao meu ver, se não fosse o Exército de Dimhold, Sauron jamais teria perdido a batalha por Minas Tirith, pois ele enviou o maior (ou um dos maiores) exércitos já vistos na Terra-Média de uma só vez, ultrapassando 600.000 combatentes (só do lado de Mordor).
 
É complicado se segurar quando se tem uma quantidade muito grande de poder em suas mãos e tem a oportunidade de ampliá-los ainda mais. Penso que isso não serve só para Sauron ou Morgoth, mas para tudo e todos. É preciso se segurar de vez em quando para tentar garantir o amanhã, mesmo que tenha que sacrificar uma parcela de poder ou esperar um pouco mais para ter mais garantia sobre o que vai fazer, o que Sauron nem pensou em fazer.

Acho que um dos maiores erros dele foi se tornar extremamente dependente do Um. Ele poderia ter colocado uma 'dose' menor de sua vontade e poderes no Um. Isso diminuiria seu efeito de potencializar seus "poderes", mas em contrapartida aumentaria suas chances de recuperá-lo caso viesse a perdê-lo (como, de fato, perdeu).
 
Post original de JPHanke:
Acho que um dos maiores erros dele foi se tornar extremamente dependente do Um. Ele poderia ter colocado uma 'dose' menor de sua vontade e poderes no Um. Isso diminuiria seu efeito de potencializar seus "poderes", mas em contrapartida aumentaria suas chances de recuperá-lo caso viesse a perdê-lo (como, de fato, perdeu).

Mais ai o Um não controlaria os outros anéis, que é a real função do UM anél, não deixalo mais forte. Alías, Sauron só foi derrotado porque o Bem vence o Mal, fato.

Eagle_Warrior, não sabia que eram 600.000, achei que fossem 100 ou 50 mil.
 
Última edição:
Mais ai o Um não controlaria os outros anéis, que é a real função do UM anél, não deixalo mais forte. Alías, Sauron só foi derrotado porque o Bem vence o Mal, fato.

Hum...:think:
Esqueci-me completamente deste detalhe, sobre o propósito real do Um.
Mas o Um não potencializava as habilidades de Sauron não?? Estava tão certo disso...
 
Post original de JPHanke: Hum...
Esqueci-me completamente deste detalhe, sobre o propósito real do Um.
Mas o Um não potencializava as habilidades de Sauron não?? Estava tão certo disso...
Não me lembro de nada que cite algo parecido, se tiver me mostre por favor.
 
Última edição:
De fato. Mas também muitos fatores externos colaboraram, por exemplo: Sauron não poderia prever, nem evitar que o exército de Dimhold lutassem em Pellenor, tanto que, ao meu ver, se não fosse o Exército de Dimhold, Sauron jamais teria perdido a batalha por Minas Tirith, pois ele enviou o maior (ou um dos maiores) exércitos já vistos na Terra-Média de uma só vez, ultrapassando 600.000 combatentes (só do lado de Mordor).

Nossa 8-O 600.000 8-O

Como você conseguiu achar esse valor de 600.000?

Eu imaginava que era uns 100.000 em Pelennor, não mais que isso; e olha que 100.000 já seria muito.



Agora, com relação aos erros de Sauron diretos e indiretos, acho que ele vacilou em deixar a Montanha da Perdição sem nenhuma segurança. Foi um erro infantil do grande Sauron. Esse foi o seu maior erro :yep:
 
Eu sempre imaginei o número de guerreiros de Mordor em Pelennor como sendo entre 300 mil e 400 mil. Porém, este artigo na wikipédia, que vários usuários neste fórum já consideraram fiável, trata de um valor semelhante, mas considera-o um número para as forças TOTAIS de Sauron!

Eu concordo com o artigo, depois de o analisar! Os exércitos do "Bem" rondavam os 20 mil homens, como conseguiriam eles vencer 600 mil??? Aliás, acredito mesmo que, tal como o artigo refere, o número de guerreiros de Mordor em Pelennor devia rondar os 150 mil... E concordemos, mas ainda assim é um número enorme para os "bons" conseguirem derrotar! ;)

;D
 
Última edição:
Sauron foi derrotado porquê tinha que ser derrotado, caso contrário a principal mensagem do livro deixaria de existir.

No FAQ dos Anéis, uma compilação de dados que o Deriel fez, temos uma boa explicação quanto ao "poder" que o Um concedia e outras coisas mais. Quem quiser conferirclique aqui.
 
De fato. Mas também muitos fatores externos colaboraram, por exemplo: Sauron não poderia prever, nem evitar que o exército de Dimhold lutassem em Pellenor, tanto que, ao meu ver, se não fosse o Exército de Dimhold, Sauron jamais teria perdido a batalha por Minas Tirith, pois ele enviou o maior (ou um dos maiores) exércitos já vistos na Terra-Média de uma só vez, ultrapassando 600.000 combatentes (só do lado de Mordor).
Tendo ou não tendo vencido a Batalha dos Campos de Pelennor, Sauron ainda poderia ter esmagado as forças do Oeste se o Anel não tivesse sido destruído. Pelo que eu me lembro, quando Aragorn liderou os remanescentes dos exércitos de Gondor e Rohan para o Morannon, eles estavam em séria desvantagem em relação às forças do Senhor do Escuro.
 
Sauron foi derrotado porquê tinha que ser derrotado, caso contrário a principal mensagem do livro deixaria de existir.

Concordo plenamente. Mas quanto a questão analisando-a de acordo com os fatos, creio que indicaria como um importante ponto a questão da auto-suficiencia e orgulho exagerado dos muito poderosos. Acho que isso o levou a preciptações tolas, e é claro a qustão de, como disseram, não dar a importancia devida aos seus inimigos, subestima-los.
 
Segue o post que eu fiz para o tópico a ambição de Sauron, que expressa perfeitamente minha opinião relacionada ao assunto.
Sua pior cagada foi relativa a Gollum, neste caso. Como está dito nos Contos Inacabados, seu erro foi ter libertado a criaturinha, e não tê-la matado. Sauron o libertou na esperança que Gollum o conduzisse até o Condado, e, portanto, até o Anel. Contudo, não contava com que ele fosse capturado por Aragorn, nem que ele iludisse seus servos que o resgataram dos elfos da floresta e entrasse em Moria. Se o Maia tivesse tido mais plenos conhecimentos sobre quem o enfrentava (Gandalf e Elrond), ele teria deduzido que a única esperança dos povos do Oeste seria de destruir o Anel. Ou seja, teria percebido que o Anel viria a Mordor assim que ele se revelasse como o Um. Portanto, Gollum não seria mais de uso em seus planos, pois Sauron sabia que, apesar de completamente obsecado pelo Anel, Gollum tinha uma força de vontade tremenda, e via Sauron não como um senhor, como acontecia aos Nazgûl, mas sim como um rival odiado. Então, o Senhor do Escuro mataria Sméagol, ou o trancaria em Barad-dûr, e no final teríamos Frodo, aparvalhado tentando se esgueirar em Mordor pelo Morannon :P Ou, no mínimo, um Frodo tentando clamar o Anel para si diante das Fendas da Perdição, e os Nazgûl restantes teriam chego lá num instante para tomar o brinquedinho do hobbit e levá-lo a seu mestre.







De fato. Mas também muitos fatores externos colaboraram, por exemplo: Sauron não poderia prever, nem evitar que o exército de Dimhold lutassem em Pellenor, tanto que, ao meu ver, se não fosse o Exército de Dimhold, Sauron jamais teria perdido a batalha por Minas Tirith, pois ele enviou o maior (ou um dos maiores) exércitos já vistos na Terra-Média de uma só vez, ultrapassando 600.000 combatentes (só do lado de Mordor).
600.000 combatentes? Aonde você achou esses números?! Nem mesmo três exércitos dos mortos seriam suficiente para lidar com 600.000 homens! Eles nem caberiam em Mordor! Como já foi dito, os exércitos do Oeste deveriam compor uns 20.000, depois da chegada de Théoden. Se 600.000 (um número TRINTA VEZES MAIOR) soldados tivessem sitiado Minas Tirith, seis mil cavaleiros de Rohan não teriam tido chance alguma. Eles encontrariam hordas de inimigos quando pusessem os pés no Anórien, inimigos suficientes para cercá-los e trucidá-los sem sequer comprometer as forças empenhadas no cerco à cidade. Um exército de 20 mil não duraria cinco minutos contra uma hoste deste tamanho! Se Sauron sequer dispusesse de uma horda assim, não teria ficado receoso de começar uma guerra aberta contra as forças do Oeste. Não teria ponderado longamente antes de atacar Osgiliath. Teria sim começado a guerra muito antes, destruído as forças de Gondor antes mesmo que Saruman mandasse suas forças para derrotar os rohirrim na primeira Batalha dos Vaus do Isen.

Tolkien não dá muitos números para as batalhas que ele narra. Mas 600.000 é um número absurdo. A força que o príncipe Imrahil enviou para o auxílio a Minas Tirith era composta por cerca de dois mil homens. Théoden liderou seis mil. Eu acho que deveriam haver uns dez mil do que restou do exército de Gondor (talvez menos). Isso nos dá cerca de 18.000 homens antes da chegada de Aragorn. Cada guerreiro teria de matar pelo menos vinte soldados inimigos para haver uma chance. E isso se os inimigos ficassem parados, olhando, já que um soldado orc típico poderia matar um ou dois homens, digamos, antes de ser ele próprio morto. Isso sem contar o Rei dos Bruxos, os orcs experientes em guerra, os trolls, as pedras das máquinas de cerco inimigas... (já que eles não iam ficar parados, olhando).
 
Já coloquei o link do artigo no meu post.

Concordo com o que o Danilo postou. Os 600 mil "caberiam" sim em Mordor, mas era um número irreal se tomarmos em conta todas as hesitações de Sauron! Se ele tivesse em seu poder tal número, os outros povos não teriam hipóteses! ;)

;D
 
Nem mesmo três exércitos dos mortos seriam suficiente para lidar com 600.000 homens! Eles nem caberiam em Mordor!


600.000 caberiam sim em Mordor. Me lembro de ter visto um artigo mostrando que Mordor era do tamanho da Suécia :think:. Caberiam até milhões e milhões de pessoas se fosse possível...

Agora, com as demais explicações suas eu concordo, se fossem 600.000 os rohirrim chegariam com muitas baixas entes de colocarem os pés em Pelennor ou até mesmo nem chegariam lá. :D
 
Eu nem falo em questão de caber, porque se formos a considerar que Mordor tem uma área de 448000 km2, e imaginemos que cada ser ocupava em média 1m2, dá para imaginar a quantidade de seres que "caberia" em Mordor.

O problema de ter 600000 seres ou criaturas a viver em Mordor seria a alimentação, principalmente. As terras em redor de Nurn eram habitáveis e aráveis, mas não conseguiriam alimentar os 600000 e muito menos conseguiria sustentar milhões! Mordor era, na sua maioria, uma terra desolada, muito quente e com pouca vegetação. Obviamente, animais também não deviam ser algo comum. A caça exterior seria uma escolha, mas seria impossível caçar animais suficientes para alimentar tais números. Só consigo imaginar que os Olifantes ganhariam uma nova utilidade! (:lol:).

Se considerarmos que cerca de 80 000 das forças de Mordor eram Easterlings que talvez conseguissem arranjar a sua própria alimentação através de mantimentos das terras natais, ainda restam quase 300 000 criaturas para serem alimentadas!

O espaço, não seria problema, mas problemas como a alimentação seriam.

;D
 
Não me lembro de nada que cite algo parecido, se tiver me mostre por favor.

No FAQ dos Anéis, uma compilação de dados que o Deriel fez, temos uma boa explicação quanto ao "poder" que o Um concedia e outras coisas mais. Quem quiser conferir clique aqui.

Falcão, no FAQ dos Anéis tem a informação de que o Um potencializa sim os poderes de Sauron:

E11. Na Terceira Era, tendo perdido o Anel, porque Sauron não estava mais fraco do que antes de o criar?

Não havia problema para Sauron desde o que o Anel continuasse a existir; apenas se ele fosse destruído Sauron seria fatalmente enfraquecido. [Carta #200]

“Enquanto ele o usava, seu poder na terra era na verdade ampliado. Mas mesmo que ele não o usasse, o poder existia e estava ‘em contato’ com ele: ele não ficava ‘diminuído’”. [Carta #131]


Se não estivesse usando o Anel Sauron não poderia acionar seus poderes; e era por isso que ele o queria de volta. Mas seu próprio poder, que ele permitiu que passasse ao Anel, continuava disponível a ele desde que ninguém o requisitasse como seu e fosse poderoso o suficiente para mantê-lo.

Nesta mesma questão do FAQ ainda tem uma tabela com os poderes de Sauron em várias situações, vale conferir depois!! :joinha:
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.404,79
Termina em:
Back
Topo