1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Caçador de Andróides (Philip K. Dick)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Anica, 10 Jun 2009.

  1. Anica

    Anica Usuário

    O título original desse livro de Philip K. Dick é "Do Android Dream of Electric Sheep?", mas aqui no Brasil, pelo menos na edição mais atual, saiu como "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ", que é igual ao subtítulo tupiniquim da adaptação cinematográfica.

    O livro tem MUITAS diferenças com relação ao filme, mas eu não acho que isso torna o filme ruim, continuo achando um dos meus favoritos da década de 80, btw. Mas no fundo foi uma pena que eu tenha lido já com uma ideia estabelecida após assistir ao filme, porque eu li tentando descobrir se Deckard era ou não um andróide para então descobrir que...

    ... não importa e que não dá para responder nem que sim e nem que não com absoluta certeza.

    Sobre isso eu escrevi um pouco mais lá no Hellfire, mas só leia se você já assistiu ao filme ou já leu o livro -> http://www.anica.com.br/2009/06/07/deckard-sera-que-ele-e/

    De qualquer modo, mais uma obra genial do Philip K. Dick.
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ainda é minha favorita, mas o que ele faz com a narrativa de Sheep também é sensacional.
     
  2. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Gente, eu acho que vou parar de entrar nesse site pq senão vou morrer sem conseguir ler metade dos livros que quero ler!XD Eu conheci tantos livros bons aqui que já entraram p/ a minha lista de livros p/ ler e outros que antes eu nem sonharia em pegar estou lendo, exemplo: O Amor nos Tempos do Cólera - eu tenho esse livro a anos e até pensei em doar mas agora vou ler de tanto que ouço falar aqui! Agora esse Caçador de Andróides me pareceu interessante, vou procurá-lo.
     
  3. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    O elemento que mais me fascinou na obra foi o mercerismo e como ele complementa a questão da Empatia, o tema central do livro.

    E eu achei o o livro bem melhor que o filme, pra falar a verdade. O longa só me impressionou pela Direção de Arte; em termos de roteiro, prefiro o texto de Dick.
     
  4. Zuleica

    Zuleica Usuário

    "Mercerismo" — você fala de Wilbur Mercer de
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ?
    Edição: 14:43hs
    Achei sua resposta.
    Interessante como se percebe essa "Contaminação Vibratória" e não é só na religião. Empatia é algo ótimo, mas também faz parecer perfeito o que não é.
     
  5. Zuleica

    Zuleica Usuário

     
  6. Reverendo

    Reverendo Usuário

    Não gostei do livro.
    Sério. Não gostei mesmo.
    E a culpa, é que assisti o filme antes, e o filme é bom demais.
    Fui dominado pelo filme, pela música e pelo desenho de Syd Mead.
     
  7. Em minha opinião, o tema central do livro não é a religião Mercernerista e nem a caça dos andróides propriamente dita, mas sim a preocupação do status pós-apocalípticas das pessoas em se ter um animal. Mas a maioria dos disponíveis são animais falsos e se paga uma fortuna para se ter um verdadeiro. Fato observado também em outro livro de Dick, como o "Homem do Castelo Alto" em que as pessoas pagam altos valores por antiguidades americanas antes da guerra por status, mas a maioria no mercado são imitações (falsas).
     

Compartilhar