1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias Noruega desiste de sediar Olimpíada após COI exigir álcool, rei e sorrisos

Tópico em 'Esportes' iniciado por Fúria da cidade, 6 Out 2014.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Considerada favorita à disputa de sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, Oslo, na Noruega, retirou a candidatura na última quinta-feira alegando altos custos do evento e falta de apoio popular. Não foram apenas esses fatores que contaram na decisão dos Partidos Progressista e Conservador, no entanto. De acordo com o jornal local VG, uma lista de exigências consideradas bizarras feita pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) também contribuiu.

    Entre os pedidos mais absurdos está o de que membros da entidade sejam recebidos com sorrisos quando chegarem aos hotéis credenciados. Além disso, os bares dos mesmos hotéis deveriam funcionar até mais tarde do que o comum, a recepção nos quartos deveria conter frutas e bolos, e os frigobars teriam de estar abastecidos com produtos da Coca Cola.

    Até a realeza foi incluída na lista do COI: um encontro deveria ser marcado entre a cúpula da entidade e o Rei Haroldo V antes do início da Olimpíada, no qual as bebidas deveriam ser pagas pelo Comitê Olímpico Norueguês ou pela própria Casa Real. A exigência de bebidas alcólicas aparece também nas cerimônias de abertura e encerramento, com bar completo à disposição, e o pedido de cerveja e vinho no restante dos dias de competição.

    O COI pediu, ainda, faixas exclusivas para evitar trânsito para atletas, delegados, árbitros e imprensa, medida já colocada em prática com sucesso nos Jogos Olímpicos de Londres. De acordo com a publicação, os pedidos foram confirmados por fontes do governo. O COI, por sua vez, afirmou que a carta de exigências foi amplamente mal-interpretada e que alguns itens apareciam como sugestão, parte de protocolo já usado em outras edições do evento.

    Com a recusa, apenas duas cidades permanecem disputando a Olimpíada de Inverno de 2022: Almaty, no Cazaquistão, e Pequim, na China. Se Oslo vencesse a briga para ser sede, garantiria a segunda edição do evento na Noruega, já que Lillehammer recebeu os Jogos em 1994.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    ---------------------------------------------

    Só tenho que dar :clap: aos norugueses!
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. fcm

    fcm Visitante

    realmente mandaram bem. E puta frescura desse pessoal do COI hein?
     
  3. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Agora vocês imaginem quantas dessas frescuras não devem ter sido impostas pela FIFA e aceitas pelo Brasil para sediar a copa.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Como se diz vão se fuder todo mundo em norueguês?

    Estão certos.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Como esse evento é a Olimpíada de Inverno que geralmente ocorre muito mais em país de primeiro mundo seria bacana se outros fizessem o mesmo, mas dos EUA se vier a se candidatar não espero isso.
     
  6. fcm

    fcm Visitante

    A última olimpíada foi na Rússia em uma cidade chamada Sochi se não me engano e parece que a roubalheira comeu solta por lá.
     

Compartilhar