1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"Máscara"

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por Calib, 12 Fev 2011.

  1. Calib

    Calib Visitante

    MÁSCARA



    Vanessa, ainda há tempo; ora abandona
    a inane vida amarga de mentiras
    na qual imersa vives; não prefiras
    essa, a teu vulto pulcro, vil persona.

    Sempre há de vir um dia quando à tona
    será, por cada amante que infringiras,
    aberta a mascarilha com que os miras,
    findado o faz-de-conta que ilusiona.

    E então verás, em esse dia apenas,
    ruindo essa quimera finalmente,
    razão para a beleza que condenas

    ao mundo expor-se toda; e de repente,
    revendo o rosto e as formas tão amenas,
    irás da vida ver quanto era ausente.


    06.04.2008

    (Em geral, porque eu não uso iniciais maiúsculas em todo verso, ninguém percebe que se trata de um soneto acróstico - e este era o exercício de versificação que me propus. O nome que se lê é o nome completo da moça.)
     
  2. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    H.
    O
    mundo
    é um
    moinho
     
  3. Tayana

    Tayana Usuário

    A máscara
    que cobre
    tal rosto
    fica
    imerso
    a
    lágrimas.
     
  4. Calib

    Calib Visitante

    Qual é a de vocês? XD
     
  5. Pickles

    Pickles Usuário

    vibe psicodramatica auehae
     
  6. Pickles

    Pickles Usuário

    e sim, ta mto bom isso ai ;P
     
  7. pode demorar o tempo que for,
    mas a face da verdade sempre emerge.
     
  8. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Poemas metrificados sempre mais interessantes...

    Gostei dessa estrofe:
    essa, a teu vulto pulcro, vil persona.

    A sequência T-Vl-Pl-Vl-P ajudou bastante na sonoridade... Além de "vulto pulcro", que é quase um eco :sim:


    Mas aqui:
    E então verás, em esse dia apenas,
    E en/tão/ ve/rás/ em/ es/se/ di/a a/PE/nas

    O "em" e o "esse" não deveriam sofrer sinérese?
    (o ritmo iâmbico desse verso ficou bacana também)
     
  9. Calib

    Calib Visitante

    "Dever", Mavericco, não deveria. É o comum, mas bem vês que não entraria na métrica. :rofl: Além do mais, encontras bastantes exemplos disso aí em Fernando Pessoa, para citar um.

    Agradecido pelos comentários.
     

Compartilhar