• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[L] poemas toscos mas com sentimento

Vinci

Usuário
A sala redonda
Escultura hedionda
Com cara de dragão

Dragão tem cara
Não tem coroa
Mas se prestar atenção,
Cara ou coroa?

Outro dia eu te conto,
Porque já cansei,
Não tenho mais contos,
Que nem eu sei.

Mas se não tem contos
Caí no conto do vigário
Mesmo estando na rede
Vou ser lançado contra a parede

Parede e espuma,
Queda macia
De onde vem esta,
Esta mesmo,
A bacia?????
 

Finwen

Usuário


Sem rebelião
cade o FD8???
conversa conversa e chegaram a uma conclusão
nada de ferias dia 8
não aguento mais a lossthrain me dando golpes ninjas
não aguento mais pxar o saco dos professores

aaaaiiii que tosco chato afff



PS:: VINCI AMEI O SEU!!!
 
Thy disse:
Como dói, como dói
a vida que decai
a luz que cega
o prego que prega
na alma que cai

como dói, como dói
o amor perdido
os anos vividos
os planos desperdiçados
num horizonte embaçado

como dói, como dói
o nó na garganta
as lembranças do tempo
que brincávamos como criança
no mais feliz do templos

como dói, como dói
ser o que não é
mas querer ser o que poderia ter sido
mermo tendo antes
querido ser o que é agora


como dói
Rooooxxxxxx nem devia estar aki!! Adorei!^^Nem é tosco nem nada. :D

Aê Finwen c ta caprichando!^^ Os toscos tão rox!
C quer férias no dia 8? Poxa eu vou ter aula até o fim de novembro... :osigh:
E tbm gostei do poema do verde hehehehehehehe!^^
 

Finwen

Usuário


o desejo foi realizado
depois de 13 anos tudo acabado
lágrimas e adeus
sera que as amizades acabaram
fico pensando como será eu e a lossthrain
seremos as unicas que não darão na amizade um fim?
estranho foi como uma vida
eramos irmãos ....
ainda não consigo enteder que tenha acabado
bua bua bua bua bua ainda não chorei
pq não acredito que tenha acabado
olho as cenas gravadas
olho p/ filmadora sem utilidade
nunca mais verei as minhas pessoas amadas?

émelhor parar senão vou chorar mesmo........
 

Sister Jack

Usuário
[Folco Gamgee][Os Outros Cágados Nervosos-Poesias do Vácuo]






Fenício e suas irmãs
Eles deixaram a estrada ao nascer
Subiram os morros da embaixada
Assistiram ao por do ser
Fenício sabe o que fazer
Ele contou para sua irmã:
"Se vc não sabe onde guardar
Enfia ele no meio do seu ân.us."





O rato corria sozinho
Mal alimentado e perdido
Nas ruas da fria cidade
Onde o frio é a verdade
Qual é o destino do rato
Ao encontrar um lenhador
O lenhador pegou o rato
E o abarrotou no meio do seu c.u.




A vida perdida.
Perdida no tempo e espaço
O que acontece com a vida?
Depois que eu me desfaço
Eu queria ter uma vida
Queria ter um laço
Quero um objeto de desejo
Como todos devem ter
Quem não quiser seu objeto
Pode socar ele no meio do teu cara.lho.





Tudo que chora, cresce
Tudo que ri, chora
O que o homem fala é verdade
Sem amores, sem histórias
O leigo que não acredita
Nas verdades de José
Pode pegá-las com gosto
e bombardea-las no meio da sua bun.da.





Jovens sabem
Da verdade
Do desespero
E da saudade
Onde está
O seu emprego
O seu desejo
A sua maldade
O que eu faço
com esse prego
A não ser
Arrombá-lo no meio do seu traseiro.




 

Orion

Jonas
Cara!! Eu me emocionei com esse macaco! Ele tem toda uma aura e poder sobrenaturais!! Quanto aos "poemas", eu prefiro o macaco hehehe
 

V

Saloon Keeper
Folco Gamgee disse:
Se vc conseguir me arrumar mais alguns sinônimos de enfiar e bunda, eu vou continuar sim.
Bom, isso responde a minha pergunta. Esse tópico será mergeado com o de "poesias toscas feitas com sentimento". :mrgreen:
 

Finwen

Usuário
Folco kakakaka linda tua poesia !!

Na solidão da madrugada
apenas eu acordada
os duendis me atacam
eu matei uma barata
hoje amanhã naum sei
quando acordar o corpo lá vai estar
um esporro vou levar
pois taquei alcool demais e queimou a porta tb
mais se vc olhar a porta no escuro
ela parece agora uma madeira de entulho
mais eu a matei
corri gritei chorei
mais depois de um litro de alcool
eu a queimei

e de endi
 

Amiguinha Wood

Usuário
Acho q ñ é importante se o q escrevemos é tosco ou não ,eu pelo menos ñ curto muito meus poemas ,poesias ,contos ,redaçôes ,etc.....mas meus poemas e poesias tem sentimento ,é normal acharmos o q escrevemos toscos mas pod perceber q os outros ñ acham ,como diz meus primos;´´Toskdão........´´


Sei ou não sei



Tudo que sei é que nada sei
Quando acho que sei
olho e vejo que nada sei
Nada sei ,mas tento saber
Sei que é difícil explicar muitas coisas
Mas um gesto pode fazer todos entenderem
do que uma explicação
Sinto leveza no meu espírito
porque não me julgo tanto
procurando o saber
como antes ,como é bom me olhar no espelho e pensar;
que sou humana ,posso errar ,
não sou mais pessimista ,não sofro com meus erros
sou otimista ,aprendo com os erros
isso eu afirmo que sei porque sei o que sinto
nada melhor do que isentir e depois refletir.....
 

Alucard

Um completamente aleatório
Revivendo uma pérola antes mesmo de minha admissão com usuário! :pula:

Colocando um poeminha que satisfaça o título:




Mais ou Menos

A gente pode morar em uma casa mais ou menos,
Numa rua mais ou menos,
Numa cidade mais ou menos,
E até ter um governo mais ou menos.

A gente pode dormir numa cama mais ou menos,
Comer um feijao mais ou menos,
Ter um transporte mais ou menos,
A gente pode olhar em volta e sentir
que tudo está mais ou menos.
Tudo bem.

O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum,
É amar mais ou menos,
É sonhar mais ou menos,
É ser amigo mais ou menos,
É namorar mais ou menos,
É ter fé mais ou menos,
E acreditar que não podemos mudar o "mais ou menos".
Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.

Chico Xavier
 
Aqui vai um poema que depois de ter escrito (uns dias depois) axei bem "tosco" e doidão. Desde já peço desculpas pelos erros de ortografia. Num tó afim de corrigir....:roll:

Atrito

Olhe nos meus olhos
Veja minha alma
Veja o que sou
Não o que pareço


Olhe nos meus olhos
(Tente manter a calma)
Sou apenas o que sou
Está é minha alma
[/LEFT]
Você diz:
"-Sim, há coisas maiores que a vida...
E aquelas que a mente não entede"
Mas nesse mundo moderno, nessa vida
Apenas se compra e vende
Eu digo:
Tudo perece nesse chão
Há coisas que valem mais que uma mansão
(Além do que o tempo não leva)
Tudo é em vão!


Descuções!
("acima de tudo, estou certo")
Desculpas
("eu estava muito perto")
Atritos
("ambas as partes erradas")
Conflitos
("dois sentidos numa estrada")

Eu digo:​
Nossas vidas
Nossos dias
São gotas de água no mar
Não movem ondas
Não acrecentam
Estão alí por estar

Apenas sinta minha mão
Apenas deixe-me le beijar
Ouça a batida de meu coração
Assista meu corpo sangrar

Descance nas ondas do oceano do tempo
Deixe as areias passar calmamente
Deixe fluir as imagens (calmo e lento)
Deixe as correntezas limparem sua mente

Somos todos galhos
Compondo a árvore da vida
Não podemos a manter viva
Não podemos a cortar

Deixamos se levados
Pelos rios da vida
Mantendo a mente viva
O resto... (um dia vai passar)


Nosso amor não é um oceano
Nós não somos o centro do universo
Circunstância, quando digo que te amo
Mais uma linha pra compor meu verso

Mas deixemos tudo aqui
Deixemos a vida nos provar
Aproveitando o fardo de existir
O resto... (um dia vai passar)​
 
Última edição:
Antes de ler o tópico eu já tinha feito essa poesia tosca:

Poema não-meloso

Sempre fiz poesias com rima,
mas nenhuma delas de amor feliz.
Por isso resolvi fazer esse poema torto
Que não tem rima, nem regularidade, nem romantismo, nem frescura

Umas esrofes com quatro versos
e versos com uma só
Palavra.

Não é prosa, pois é em versos. Não é
poesia, pois não
tem
Rima.

Só segue as leis da
gramática. Dessas regras eu não abro mão.
Ponto, vírgula e travessão, são as regras da pontuação.
Droga! Rimei. Vou parar por aqui, porque,
além de besta, essa poesia(ou não) é sem assunto.
De poesia só uma rima que rimou.

Fim!

E fiz outra depois que li o tópico:

Negação

O lóbulo no poste em chamas.
O côco cai na cabeça...
Do mundo.
Seu poema faz sorrir. Gosto de imprevistos.
 
Tava comendo batata palha e fiz esse poeminha, pois gosto muito desse divertido aperitivo.

Batata Palha

Batata palha não é palha,
Palha é quem acha palha a batata palha.
Sem batata palha é batata:
O cachorro quente fica palha,
O sanduba fica palha.
Só não fica palha a batata,
Pois palha ela já é.

Inusitado!
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.470,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo