• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Clara

Perplecta
Usuário Premium
PF antecipou a Flávio Bolsonaro que Queiroz seria alvo de operação, diz suplente do senador
Mais: os policiais teriam segurado a operação, então sigilosa, para que ela não ocorresse no meio do segundo turno, prejudicando assim a candidatura de Bolsonaro.

O empresário Paulo Marinho, 68, foi um dos mais importantes e próximos apoiadores de Jair Bolsonaro na campanha presidencial de 2018. Ele não apenas cedeu sua casa no Rio de Janeiro para a estrutura de campanha do então deputado federal, que ainda hoje chama de “capitão”, como foi candidato a suplente na chapa do filho dele, Flávio Bolsonaro, que concorria ao Senado. Os dois foram eleitos.

Em dezembro daquele ano, com Jair Bolsonaro já vitorioso e prestes a assumir o comando do país, Flávio procurou Paulo Marinho. Estava “absolutamente transtornado”, segundo o empresário. Buscava a indicação de um advogado criminal.

O escândalo de Fabrício Queiroz, funcionário de Flávio no seu gabinete de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio, não saía das manchetes. Havia acusações de “rachadinhas” e de desvio de dinheiro público. O senador recém-eleito temia as consequências para o futuro governo do pai —e precisava se defender.

As revelações que Marinho diz ter ouvido do filho do presidente nesse encontro são bombásticas: segundo ele, Flávio disse que soube com antecedência que a Operação Furna da Onça, que atingiu
Queiroz, seria deflagrada.


Foi avisado da existência dela entre o primeiro e o segundo turnos das eleições, por um delegado da Polícia Federal que era simpatizante da candidatura de Jair Bolsonaro.

Mais: os policiais teriam segurado a operação, então sigilosa, para que ela não ocorresse no meio do segundo turno, prejudicando assim a candidatura de Bolsonaro.

O delegado-informante teria aconselhado ainda Flávio a demitir Fabrício Queiroz e a filha dele, que trabalhava no gabinete de deputado federal de Jair Bolsonaro em Brasília.

Os dois, de fato, foram exonerados naquele período —mais precisamente, no dia 15 de outubro de 2018.

Queiroz estava sumido em dezembro. Mas, segundo Marinho, o senador Flávio Bolsonaro mantinha interlocução indireta com ele por meio de um advogado de seu gabinete.

Nesta entrevista, Marinho, que é pré-candidato a prefeito do Rio de Janeiro pelo PSDB, começa falando da cidade que pretende governar, dos planos para a campanha presidencial de João Doria em 2022 —e por fim detalha os encontros com Flávio Bolsonaro.

Segundo ele, as conversas podem “explicar” o interesse de Bolsonaro em controlar a Superintendência da Polícia Federal no Rio, causa primeira dos atritos que culminaram na saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Acho que um processo de impeachment até pode ser aberto, mas acontecer a sua conclusão que resulte na perda do mandato ainda esse ano, acho que será muito difícil.
 

Clara

Perplecta
Usuário Premium
Homem bate com tripé e quebra dedo de cinegrafista em Barbacena
Repórter de afiliada da TV Globo foi atacado por homem que tentava impedir que ele filmasse uma escola de cadetes, em reportagem sobre militares com Covid-19

O repórter cinematográfico Robson Panzera, da equipe da TV Integração, afiliada da Rede Globo em Barbacena (MG), foi agredido verbal e fisicamente no fim da manhã esta quarta-feira enquanto fazia imagens da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), na cidade.

A repórter Thais Fulin, colega de Robson, filmou a agressão, feita por um homem identificado e já detido, Leonardo Rivelli.

Rivelli está na delegacia da cidade.

"O agressor passou de carro xingando e filmando o cinegrafista. Até estamos acostumados com os xingamentos, infelizmente. Mas em seguida ele desceu do carro e começou a briga. Ele bateu com o tripé no dedo do cinegrafista, chutou a câmera no chão, e foi embora, antes da chegada da polícia. Depois, passou de carro novamente pelo local e o indicamos para os policiais. Ele foi detido e tentou justificar as agressões, dizendo: 'Agredi mesmo", afirmou a repórter à coluna.

Quando Panzera estava fazendo imagens da escola para uma reportagem, o agressor se aproximou e começou a ofender a equipe de jornalistas. Ele tentou pegar a câmera de Panzera para impedi-lo de filmar, e o cinegrafista tentou impedi-lo, protegendo o equipamento.

Rivelli começou a bater em Panzera, tentando tomar o equipamento. As imagens de Fullin mostram Panzera tentando se desvencilhar e apanhando com socos. Em um determinado momento, o agressor pega o tripé de Panzera e desfere golpes contra ele.

A polícia foi chamada e prendeu em flagrante o agressor.

Panzera teve a mão fraturada e foi encaminhado ao Hospital Regional de Barbacena para receber atendimento médico.
 

Haran Alkarin

Usuário
Entrevista de Paulo Guedes, fazendo um balanço do ano de 2019 e perspectivas para o ano seguinte, em especial no que diz respeito à reforma tributária e à reforma no pacto federativo.

#RodrigoConstantino: Polêmicas à parte, resultados justificam nota boa do governo

Economia é o maior acerto de Bolsonaro e seu trunfo para 2022, diz analista
O índice de aprovação do Bolsonaro não somente aumentou, como os índices de rejeição caíram, um cenário muito bom, principalmente levando em consideração o histórico de reeleição do país.
Eu também acho que o Bolsonaro se reelege a menos que sofra impedimento ou não consiga partido a tempo (vai que né...).
Não vejo nenhum nome forte lhe fazendo concorrência, e não creio que essas coisas como incêndio na Amazônia, vazamento de óleo, retenção de chocolatinhos do Weintraub venham a ter peso no debate de 2022... (Claro, outras merdas podem ainda acontecer.) O grande bafafá do Intercept deu em nada, e Moro saiu com a imagem ainda melhor. É o político hoje com maior índice de confiança. Se se lançar vice do Bolso, como foi aventado há uns meses, acho que levam "fácil".
A esquerda é imbecil e antipovo. Gasta mais tempo falando de defender Jesus bicha do que pensando numa merda de oposição decente. Bolsonaro se reelege mesmo sendo esse saco de bosta que ele é, por falta de competência alheia.
Sdds janeiro. Não que estivesse nas mil maravilhas, mas comparando com o que está hoje, fica claro que o governo sofreu uma mudança de fase, especialmente com a pandemia e com as demissões de Mandetta e Moro. Antes muitos apostavam na reeleição, e agora o clima é pessimista e parece irreversível. Infelizmente aconteceu no segundo ano de mandato, se fosse no terceiro ou no quarto, os males seriam menores, não teríamos um governo impopular por 2, 3 anos, e as reformas teriam ido em frente...

Mas como em todo mal há algum ponto positivo, talvez esse timing tenha servido para enterrar o bolsonarismo personalista (bolsolavismo, evidente a partir de 2019), de forma que este será um fenômeno breve e que não dominará a direita, diferentemente do lulismo que domina a esquerda até hoje.... Se a pandemia viesse mais tarde, talvez Bolsonaro começasse a ruir só num segundo mandato, aí seriam 8 anos de Bolsonaro, quiçá 12... E aí já viu, o petismo pareceria um mal menor e distante no tempo, e a experiência bolsonarista seria um elemento dominante da direita brasileira...
 
Última edição:

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Sdds janeiro. Não que estivesse nas mil maravilhas, mas comparando com o que está hoje, fica claro que o governo sofreu uma mudança de fase, especialmente com a pandemia e com as demissões de Mandetta e Moro. Antes muitos apostavam na reeleição, e agora o clima é pessimista e parece irreversível. Infelizmente aconteceu no segundo ano de mandato, se fosse no terceiro ou no quarto, os males seriam menores, não teríamos um governo impopular por 2, 3 anos, e as reformas teriam ido em frente... Mas como em todo mal há algum ponto positivo, talvez esse timing tenha servido para enterrar o bolsonarismo personalista (bolsolavismo, evidente a partir de 2019), de forma que este será um fenômeno breve e que não dominará a direita, diferentemente do lulismo que domina a esquerda até hoje.... Se a pandemia viesse mais tarde, talvez Bolsonaro começasse a ruir só num segundo mandato, aí seriam 8 anos de Bolsonaro, quiçá 12... E aí já viu, o petismo pareceria um mal menor e distante no tempo, e a experiência bolsonarista seria um elemento dominante da direita brasileira...
Sinceramente eu não acreditava em reeleição (embora admito em outros tópicos antigos sem nenhum problema que subestimei a própria eleição do Bolsonaro), exceto se esse governo tivesse um desempenho bem acima da média ou muito excepcional no campo econômico, contando que as reformas (previdência, tributária, etc) acontecessem dentro de uma conjuntura favorável também.

O problema, que a princípio jamais deveria ser, é justamente o posicionamento escroto dele diante de uma pandemia, algo que afeta todos os setores. Aí jogou na lata do lixo a única e enorme oportunidade da vida de mostrar que poderia ser um estadista de verdade pra entrar pra história e não um adolescente babaca travestido na figura de um presidente.
 

Béla van Tesma

Blood-sucker

Indily

Balrog de Pantufas Fofas
Usuário Premium
Pelos comentários que tenho lido, o vídeo é mais favorável que desfavorável a Bolsonaro.
O vídeo só da pano pra quem é bolsonarista.
Ouvir todos os absurdos falados e ver isso saindo das bocas chega a ser chocante e assustador pra quem tem um mínimo de bom senso e tinha um pingo de esperanças de que fossem apenas lunáticos. Mas não, é nítido que o mau caratismo realmente impera e que eles realmente acreditam nos absurdos que estão falando. Fora esse pavor todo, não é nada que quem discorde do governo já não sabia de antemão.

Eles reafirmam tudo o que sabíamos e acabam reafirmando o que quem ainda o segue doente mente queria.

"A base do presidente vai amar esse vídeo. É o bolsonarismo em estado puro: burro, autoritário, simplista, arrogante. O gado vai mugir de alegria e ganhar energia.... Os trechos que passaram na GNews, até agora, são puro ouro pra quem elegeu esse asqueroso... Palavrão em nível altíssimo, falta de postura, armamentismo, ataque à imprensa etc. É uma peça de propaganda que certamente será usada. Se as partes cortadas não falarem coisa que importa, Moro fez um favor ao bolsonarismo, e o Brasil segue dividido entre quem nem precisava do vídeo pois já sabia do que eles eram capazes e aquele pra quem não vai adiantar o vídeo pois continuam tapados.
Inacreditável que a sociedade brasileira tenha escolhido esse monstro. Tinha outros candidatos que também representavam o tal sentimento anti petista. Não precisavam votar nisso... Sem contar que não estão preocupadas c a pandemia e o povo morrendo, mas de que forma vão tirar proveito da pandemia o acelerar e favorecer a si próprios e quem os financia!"
 

Haran Alkarin

Usuário
Também li que o vídeo não prejudica a imagem de Bolsonaro, isso de gente que já estava defendendo o impeachment. Posso ter deixado passar algo... mas o grosso do vídeo é o Bolsonaro, com o jeitão que todo mundo já conhece, defendendo os valores que o levaram à vitória nas eleições... o que é uma surpresa né, em geral se espera que em reuniões privadas e vazadas, o comportamento seja mais comprometedor...

Por outro lado, tava achando que a gravação era de uma reunião mais privada, mas tem uns 40 participantes, aí é claro que nada tão comprometedor ou privado vai transparecer... Exceto a fala sobre a PF, mas isso já tinha sido transcrito, não há novidade do vídeo e nada absolutamente comprometedor, feito às escondidas - até porque Bolsonaro não confessaria crime perante 40 pessoas.

O que ele falou sobre a PF não é nada que um advogado com boa retórica não possa defender facilmente - e tentando me precaver de mal dizeres, que são cada vez mais comuns: não duvido que o Bolsonaro tenha interesses escusos envolvendo sua família, e se eu fosse obrigado a apostar, apostaria que sim... mas esses interesses não transparecem no vídeo.

Eu tenho as ... as inteligências das Forças Armadas que não tenho informações. ABIN tem os seus problemas, tenho algumas informações. Só não tenho mais porque tá faltando, realmente, temos problemas, pô! Aparelhamento etc. Mas a gente num pode viver sem informação. Sem info ... co ... quem é que nunca ficou atrás do ... da ... da ... da ... da ... da ... da ... da porta ouvindo o que seu filho ou sua filha tá ... tá comentando. Tem que ver pra depois que e ... depois que ela engravida, não adianta falar com ela mais. Tem que ver antes ... depois que o moleque encheu os cornos de ... de droga, já não adianta mais falar com ele, já era. E informação é assim. Eu tava vendo, estudando em fim de semana aqui como é que o serviço chinês, \secreto, trabalha nos Estados Unidos. uai a preocupação nossa aqui? - . E simples o negócio. [trecho cortado a pedido de Celso]. "A, não deve publicamente" . Devo falar como? Tá todo mundo vendo o ue tá acontecendo. [trecho cortado a pedido de Celso]. Tudo bem. Tá? [trecho cortado a pedido de Celso]. Você tira do [trecho cortado a pedido de Celso] porra, da [trecho cortado a pedido de Celso] tu não tira. É uma realidade. Não adianta esconder mais, tapar o sol com a peneira, né? Tem, não é ... em vá ... em alguns ministérios tem gente deles plantado aqui dentro, né? Então não queremos brigar com [trecho cortado a pedido de Celso] zero briga com a [trecho cortado a pedido de Celso]. Precisamos deles pra vender? Sim. Eles precisam também de nós. Porque se não precisassem não estariam comprando a soja da gente não. Precisam. E é um negócio, pô. E devemos aliar com quem tem umas ... alguma afinidade conosco. Pra gente poder faz ... fazer valer a nossa vontade naquele momento. Não adianta se esconder aqui, depois tem um problema, daí liga pro tio, "O tio". Vou falar "Pô cara, você me ignorou até hoje!". Você só não me chamou de imperialista, igual a esquerdalha e o FHC falavam no passado, no resto ... agora não dá mais. Então essa é a preocupação que temos que ter. A questão estratégica, que não estamos tendo. E me desculpe, o serviço de informações nosso, todos, é uma ... são uma vergonha, uma vergonha! Que eu não sou informado! E não dá pra trabalhar assim. Fica difícil. Por isso, vou interferir! E ponto final, pô! Não é ameaça, não é uma ... urna extrapolação da minha parte. É uma verdade. Como eu falei, né? Dei os ministérios pros senhores. O poder de veto. Mudou agora. Tem que mudar, pô. E eu quero, é realmente, é governar o Brasil. Não, é o problema de todos aqui, como disse o Marinho, né? É o mesmo barquinho, é o mesmo barco. Se alguém cavar o fu ... cavar no porão aqui, vai, vai todo mundo pro saco aqui, vai todo mundo morrer afogado. Então ess ... isso que a gente precisa, é pensar além do que tem que fazer internan1ente aqui. Quando explodiu o INMETRO, conversei com o Paulo Guedes. Uma, desculpe o linguajar, uma putaria! Putaria o INMETRO! Trocar tacógrafo, trocar taxímetro, botar chip na bomba de combustível, putaria! Igualzinho a tomada de três pinos. Tá muito bem agora lá. A imprensa enfiou a porrada. "A, botou um coronel" . Coronel é formado pelo IME. Num ia botar um coronel sem u ... sem uma formação, tá?

(...)

E nós sabemos, tá certo? Que nós temos um compromisso com a verdade. Eu jamais mentiria se não tivesse realmente um exame negativo. Jamais eu ia mentir a negativa deu positivo, ou vice-versa. Jamais. A verdade acima de tudo. Então é um apelo que cu faço a todos, que se preocupem com política, pra não ser ! surpreendido. Eu não vou esperar o barco começar a afundar pra tirar água. Estou tirando água, e vou continuar tirando água de todos os ministérios no tocante a isso. A pessoa tem que entender. Se não quer entender, paciência, pô! E eu tenho o poder e vou interferir em todos os ministérios, sem exceção. Nos bancos eu falo com o Paulo Guedes, se tiver que interferir. Nunca tive problema com ele, zero problema com Paulo Guedes. Agora os demais, vou! Eu não posso ser surpreendido com notícias. Pô, eu tenho a PF que não me dá informações.

Sistemas de infomações: o meu funciona.O meu particular funciona. Os ofi... que tem oficialmente, desinforma. E voltando ao ... ao tema: prefiro não ter informação do que ser desinformado por sistema de informações que eu tenho. Então, pessoal, muitos vão poder sair do Brasil, mas não quero sair e ver a minha a irmã de Eldorado, outra de Cajati, o coitado do meu irmão capitão do Exército de ... de ... de ... lá de Miracatu se foder, porra! Como é perseguido o tempo todo. Aí a bosta da Folha de São Paulo, diz que meu irmão foi expulso dum açougue em Registro, que tava comprando carne sem máscara. Comprovou no papel, tava em São Paulo esse dia. O dono do ... do restaurante do ... do pa ... de ... do açougue falou que ele não tava lá. E fica por isso mesmo. Eu sei que é problema dele, né? Mas é a putaria o tempo todo pra me atingir, mexendo com a minha família. Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro, oficialmente, e não consegui! E isso acabou. Eu não vou esperar foder a minha família toda, de sacanagem, ou amigos meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence a estrutura nossa. Vai trocar! Se não puder trocar, troca o chefe dele! Não pode trocar o chefe dele? Troca o ministro! E ponto final! Não estamos aqui pra brincadeira.

Podem existir equívocos do Bolsonaro em querer obter informações da PF, informar o presidente talvez não seja sua competência, mas não parece haver, na fala, interesse em abafar caso de corrupção, conforme era esperado que fosse revelado no vídeo... Inclusive Bolsonaro menciona que tem um sistema de informações particular, quer dizer, o foco, na fala, é ser informado.... Até porque, de novo, havia 40 pessoas na reunião, o foco dificilmente seria algo mais ilícito...

Se for só isso que o Sergio Moro tinha na manga, decepção com o ex-juiz enquanto estrategista...

Outro ponto que me saltou aos olhos é o prestígio que o Paulo Guedes tem ali, a figura de um Paulo Guedes desgastado não transparece no vídeo.
 
Última edição:

Clara

Perplecta
Usuário Premium
O imbecil pode não confessar influência na pf, mas ele e a corja confessaram pelo menos uns 10 crimes muito mais graves pra o Brasil e os brasileiros do que a influência na pf.
Destaque para a perversidade do salles, do guedes, do weintraub e da damares.
Jesus, que gente hedionda. Que governo podre. São quase 6 da manhã e eu não consigo dormir pensando em quanto estados lascados.
Lembrando que todos ali sabiam que a reunião estava sendo gravada, então é de se duvidar que eles não soubessem que essa merda ia vazar.
E mais, diante da confissão desses crimes e das frases escrotas que parecem ter sido faladas por frequentadores de um boteco de 5ª, quero nem imaginar o que foi dito nos trechos censurados pelo Celso de Mello sobre a China.

E pra quem não tem estômago pra assistir quase uma hora ouvindo um bando de marginal discutindo de forma escrotissima qual a maneira mais cruel de destruir um país e o povo que o elegeu, aqui vai um resumo.
A cara do teich...

 
Última edição:

Clara

Perplecta
Usuário Premium
Ameaça golpista de Heleno ao STF tenta tirar foco do vídeo
Augusto Heleno revelou nesta sexta-feira a vocação autoritária de suas funções no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência. Diante de uma falsa notícia de que o STF havia enviado à Procuradoria-Geral da República um pedido de apreensão do celular do presidente da República – o que Celso de Mello fez foi seguir o regimento Jurídico e dar voz à PGR sobre pedidos protocolados no tribunal, sem resolução de mérito -, Heleno divulgou um “comunicado à Nação”.

“O pedido de apreensão do celular do presidente da República é inconcebível e, até certo ponto, inacreditável”, diz o general.

A nota é indispensável. Poderia ter parado por aí ou nem existido, afinal, não há “pedido de apreensão”. Mas o general avançou. “Caso se efetivasse, seria uma afronta à autoridade máxima do Executivo, uma interferência inadmissível de outro poder na privacidade do presidente da República e na segurança institucional do país”, disse Heleno.

Até esse ponto, o choro desnecessário de sempre do general. Mas aí veio o último parágrafo da nota. Já vestido com o pijama de batalha, Heleno nomeou-se no cargo de ameaçador geral da União para escrever o seguinte:

“O GSI alerta as autoridades constituídas que tal atitude é uma evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.

A nota do general é mais uma dessas firulas golpistas alimentadas pelo palácio. Vem poucas horas antes de o STF divulgar o vídeo que deixará Bolsonaro e seu governo nu em imagem e som. Daí a necessidade de se criar mais uma crise.
Também acho que é firula de general estúpido.
Acredito mais no Steven Levitsky e vendo como o imbecil da faixa tá seguindo direitinho o roteiro.


 

Amon_Gwareth

Paragon
Pessoalmente não vi nada muito grave no vídeo. Não há protocolo de decoro para esse tipo de reunião, ninguém citou qualquer intenção de forma caracterizada.... Vamos aguardar alguma análise jurídica mais detalhada. A única coisa que vi foi uma cambada de incompetentes na gestão de um corpo que eles não são capacitados para gerir.

Era Paulo Guedes bancando de guru pq leu uns livros (e como ali só tem, em maioria, iletrado, aquilo parece grande coisa), Weintraub falando umas coisas completamente desconexas, Ernesto Araújo além da realidade com a mesma base de informações de um conspirador medíocre da década de 80, Damares sendo Damares, e por aí vai... sem novidades. Eu tenho o péssimo hábito de superestimar as pessoas, achava que nas reuniões internas as pautas não eram tão boçais assim. Engano meu...

O processo de impeachment sempre foi puramente político. Não há necessidade de um crime elaborado, grave, é questão de maioria no povo, congresso, senado. A própria Dilma sofreu impeachment por um motivo frágil.

Aparentemente estão tentando repetir a estratégia usada contra a Dilma e se apegar a qualquer que seja o motivo para iniciar o processo. Mas nesse caso, politicamente, o cenário é diferente: o Bozo ainda tem expressivo apoio da população, e agora tem algum apoio também do congresso.
 

Ana Lovejoy

Administrador
eu não vou minimizar todo o conteúdo do vídeo da reunião porque a fala do salles foi bem grave. ainda mais considerando que é alguém que tem a péssima administração da crise das queimadas na amazônia e o vazamento de petróleo no nordeste no currículo. mais ou menos assim: ele nem deveria mais estar lá. mas está. e quer aproveitar o "momento de tranquilidade no aspecto da imprensa pq só se fala de COVID" para "ir passando a boiada. Mudando o regramentos e simplificando normas".

eu falo muito isso e insisto: tem coisas que para uma má administração não tem retorno. crise política, crise econômica, isso dá para trabalhar. mas crise ambiental, não. a perda de biomas não se reverte.

***

sobre o biroliro: https://noticias.uol.com.br/colunas...ra-bolsonaro-que-o-da-reuniao-ministerial.htm
 

Giuseppe

Eternamente humano.
Parece que pro Guedes é desperdício de dinheiro ajudar empresas pequenas, elas que quebrem, o governo é pra ajudar só as grandes. E o engraçado é que ajudar grandes empresas pode, mas ajudar pobre não pode porque aí é "comunismo". Engraçado. Não engraçado do tipo "haha" mas engraçado do tipo triste.

Só no Brasil mesmo pra todo mundo achar normal o conteúdo do vídeo. Mas também, o fato das pessoas acharem comportamentos absurdos algo "normal" foi justamente o que colocou esses miseráveis no poder. Incrível como conseguiram reunir tanto filho da puta num governo só.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.125,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo