1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Falência dos clubes menores tradicionais brasileiros

Tópico em 'Esportes' iniciado por Fúria da cidade, 19 Jan 2012.

  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    No Brasil enquanto os grandes clubes com dívidas estratosféricas ainda se sustentam, vários pequenos já entraram ou estão em sério processo de extinção.

    Um grande exemplo é o Operário do MS que é o 40° colocado no ranking da CBF já foi semifinalista do campeonato brasileiro de 77 e feito ainda outras boas campanhas em outros anos está definitivamente morrendo conforme essa
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Mais recentemente o Guarani de Campinas que chegou a 100 anos de existência não teve nada pra comemorar e a diretoria aprovou a venda do estádio Brinco de Ouro pra pagar as dívidas, ou seja será um time sem estádio.

    O Remo do Pará outro bastante tradicional está com muitas dificuldades financeiras também.

    É triste ver os pequenos tradicionais se afundando, pois ao se enfraquecerem isso mais cedo ou mais tarde afeta os grandes também.
     
  2. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    E tira os estaduais deles que a morte será 10 vezes mais rápida.
     
  3. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Temos muitos exemplos, podemos citar o Bangú, time centenário, tradicional e que nunca conseguiu figurar até mesmo como força regional. Depois do vice do brasileiro de 86 nunca mais foi o mesmo.

    E a CBF não faz nada pra ajudar esses times, será triste se um dia todos esses pequenos tradicionais deixarem de existir.
     

Compartilhar