1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Existe preconceito contra autores brasileiros?

Tópico em 'Autores Nacionais' iniciado por Pandatur, 3 Nov 2002.

  1. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Estava conversando pelo início da noite com o autor de "A recompensa dos guerreiros" (aquele excelente livro de fantasia medieval do qual já falei milhares de vezes) , Fábio Rezende.
    Perguntei a ele se andava visitando o Forum Valinor e ele me disse estar sem tempo e na verdade ter feito o cadastro mas entrado apenas para ver as respostas das pessoas quanto à entrevista que fiz com ele, onde ele fala sobre sua obra, Tolkien, e mais algumas coisas.
    Bem... poucas pessoas leram a entrevista e até onde sei apenas uma manifestou-se com um post.Mais nada.reconheço que o título não era muito informativo (Entrevista com o escritor Fábio Rezende), mas isso foi devido à falta de espaço dedicada aos títulos dos tópicos.
    A questão é que falei com Fábio que parece haver um certo preconceito por parte dos leitores com relação a autores brasieliros de fantasia, e quem sabe, até dos editores.O motivo principal deste tópico é discutir esta questão:Existe preconceito por parte do público e dos editores com relação à escritores brasileiros de fantasia e ficção científica?
    Aproveito o espaço também para "republicar" a entrevista minha com o Fábio Rezende (sei que bastava pôr o link, mas prefiro colocar a entrevista aqui por motivos estratégicos...hehe).

    Enfim caro Fábio...eis minha entrevista a ti (a primeira parte...a segunda vai em seguida).
    Ah!!Desculpe se não sou um bom entrevistador...

    1-Bom, pra começar, dados básicos: nome, data e local de nascimento, residência atual, formação escolar e ocupação

    FABIO ASSUNÇÃO LOMBARDI REZENDE, NASCIDO EM SÃO PAULO, CAPITAL DIA 1º DE SETEMBRO, 1976. ESTOU MORANDO EM SÃO PAULO, SOU FORMADO EM BIOLOGIA PELA UNICAMP, EMBORA NÃO EXERÇA A PROFISSÃO. ESTOU ATUALMENTE ESTUDANDO LETRAS NA USP (ENTRE UMA GREVE E OUTRA), TRABALHO COMO TRADUTOR E PROFESSOR DE INGLÊS E, QUANDO SOBRA UM TEMPINHO, EU ESCREVO, É CLARO.

    2-Faça você mesmo uma sinopse de "A recompensa dos guerreiros" para os que ainda não leram o livro.

    O LIVRO NARRA DUAS ESTÓRIAS PARALELAS, ACOMPANHANDO AS AVENTURAS DE DOIS IRMÃOS GÊMEOS, MAXAN E MILLAR, GEURREIROS EM UM MUNDO SEMELHANTE AO IMAGINADO POR TOLKIEN. ENQUANTO MAXAN EMBARCA EM UMA MISSÃO SOLITÁRIA PARA RESGATAR SUA AMADA DAS GARRAS DO ABUTRE, UM NECROMANTE DE MAIS DE TREZENTOS ANOS DE IDADE E ONDE, PELO CAMINHO, ELE CONFRONTA E COMUNGA COM PODEROSAS CRIATURAS MÁGICAS, UMAS MÁS, OUTRAS BOAS, DENTRE AS QUAIS DESTACA-SE BOB UNDERROOT, UM "DUENDE" FANFARRÃO E FESTEIRO, MAS MUITO PODEROSO, SEU IRMÃO, MILLAR, ENVOLVE-SE EM UMA TRAMA MAIS HUMANA (MENOS FANTÁSTICA), ONDE ELE PRECISA PROTEGER SUA FAMÍLIA EM UMA CIDADE SITIADA PELA GUERRA, EMBORA ELE MESMO PREFERISSE VIVER UMA VIDA SOSSEGADA DE CAMPONÊS. NO ENTANTO, FORÇAS MÍSITCAS, REPRESENTADA ENTRE OUTROS PELO MISTERIOSO MAGO MASCARADO, TERMINUS, PARECEM NÃO QUERER DAR A ELEL TAL OPÇÃO. O QUE ACONTECERÁ? TCHAN, TCHAN, TCHAN, TCHAAAANNNN...



    3-Quando surgiu a idéia de escrever um livro?"A recompensa..." foi a idéia inicial ou só veio "bater" na mente mais tarde?

    A IDÉIA VEIO AOS POUCOS. A PRIMEIRA IMAGEM DO LIVRO A SURGIR, QUASE ESPONTANEAMENTE, FOI A DE BOB UNDERROOT, O SIMPÁTICO DUENDE, OU GÊNIO, OU SEJA LÁ O QUE FOR, QUE ACOMPANHA MAXAN. DEPOIS VEIO-ME A IDÉIA DE PEGAR O MESMO PERSONAGEM E CONTAR DUAS ESTÓRIAS COMPLETAMENTE DIFERENTES COM ELE. EXAMINANDO COMO ELE SE DISTANCIA DO ORIGINAL CADA VEZ MAIS. PARA ACOMODAR TAL CONCEITO EM UMA NARRATIVA LINEAR, EU TRANSFORMEI O PERSONAGEM EM DOIS IRMÃOS GÊMEOS E, AO LONGO DO LIVRO, OBSERVEI ENQUANTO DUAS PESSOAS QUE ERAM IDÊNTICAS FORAM SE DIFERENCIANDO CADA VEZ MAIS. O ÚLTIMO PERSONAGEM A SURGIR FOI TERMINUS, QUE TAMBÉM TEM SUA IMPORTÂNCIA SIMBÓLICA, MAS VOCÊ VAI TER QUE LER PARA DESCOBRIR.

    4-E quanto tempo o livro levou para ser escrito?Quais as maiores dificuldades em se escrever um livro?

    UM ANO E MEIO, MAIS OU MENOS, TRABALHANDO DEFORMA IRREGULAR (ESSA É A PERGUNTA MAIS COMUM QUE ME FAZEM). ESCREVER O LIVRO, EM SI, NÃO É DIFÍCIL, DESDE QUE SURJA A INSPIRAÇÃO E QUE HAJA FORÇA DE VONTADE PARA BOTAR NO PAPEL, POIS DEMORA (A MENTE É MUITO MAIS RÁPIDA QUE AS MÃOS. NADA QUE SE COMPARE, É CLARO, ÀS DÉCADAS QUE TOLKIEN LEVOU ESCREVENDO O SENHOR DOS ANÉIS). O PROBLEMA MESMO, É PUBLICAR A COISA NO FINAL.

    5-Quanto à editora, foi difícil encontrar uma que quisesse publicar a obra?Quando "A recompensa..." foi publicado?Ficou tudo como esperado ou ocorreram "probleminhas"?

    EU TIVE SORTE, POIS CONHECIA UMA MULHER QUE JÁ ESTAVA PUBLICANDO UM LIVRO PELA RECORD (OH, DÚVIDA CRUEL, DA PRISCILLA ARIDA, RECOMENDO...) E ELA ME INDICOU A EDITORA LÁ DENTRO DA RECORD, O QUE FEZ COM QUE MEU LIVRO FOSSE PARA O TOPO DA PILHA DE ORIGINAIS QUE SÃO CONSTANTEMENTE MANDADOS PARA LÁ. AÍ OS LEITORES PROFISSIONAIS (CARA, O EMPREGO DOS MEUS SONHOS) ADORARAM E DAÍ FOI FÁCIL. EU TIVE POUCOS PROBLEMAS COM A PUBLICAÇÃO, NÃO GOSTEI MUITO DA CAPA, PRINCIPALMENTE DA FRASE QUE COLOCARAM SOB O TÍTULO (ESTÁ NO LIVRO, MAS FOI RETIRADA DE CONTEXTO) E, ALÉM DISSO, DEVIDO A UM ENGANO, ESQUEÇERAM DE INCLUIR UMA PÁGINA COM A DEDICATÓRIA, QUE HOMENAGEAVA MEUS PAIS E A PRISCILLA ARIDA, PELO APOIO QUE ME DERAM. MAS O TEXTO, QUE É O MAIS IMPORTANTE, FOI PRESERVADO E RESPEITADO AO MÁXIMO, O QUE EU ACHEI ÓTIMO.)

    6-Quais seriam então as maiores dificuldades enfrentadas para se ter um livro de fantasia pronto nas mãos?Com o sucesso que obras desse estilo vêm fazendo atualmente no Brasil, essa situação fica mais fácil?

    O MAIS DÍFICL É TER A INSPIRAÇÃO, DEPOIS ACHAR QUEM PUBLIQUE, DEPOIS FAZER A DIVULGAÇÃO (AINDA HÁ MUITO PRECONCEITO COM ESSE TIPO DE LITERATURA, TIDA COMO "PARA CRIANÇAS"). ESPERO SINCERAMENTE QUE, COM O SUCESSO DOS FILMES DO SENHOR DOS ANÉIS, O MERCADO CRESÇA PELO MENOS UM POUCO E AGUARDO ANSIOSAMENTE PARA LER OBRAS DE OUTROS AUTORES DE FANTASIA BRASILEIROS. VAMOS MANTER OS DEDOS CRUZADOS

    7-Dê um conselho para quem pretende escrever um livro.

    VAI FUNDO



    Eu de novo para a segunda parte da nossa entrevista...

    1-Você já me respondeu isso mas pode me dizer de novo que obras de Tolkien já leu?E obras relacionadas a Tolkien, escritas por outros autores(críticas, biografias...)?

    DE TOLKIEN EU LEIO TUDO QUE CONSIGO ENCONTRAR. O PRIMEIRO QUE LI FOI O HOBBIT (LI 2 VEZES), DEPOIS A TRILOGIA (LI 3, SENDO QUE A ÚLTIMA VEZ EM INGLÊS - E AQUI QUERO COLOCAR UMA CRÍTICA À TRADUÇÃO DA MARTINS FONTES. EMBORA ELA SEJA PRATICAMENTE PERFEITA, ESPECIALMENTE NA TRADUÇÃO DOS NOMES, ELA COMETE O ERRO DE ELIMINAR O TERMO "GOBLIN", DEIXANDO APENAS "ORC". EMBORA AMBOS OS NOMES REFIRAM-SE À MESMA RAÇA, O TERMO GOBLIN ERA RESERVADO PARA OS ORCS MENORES E MAIS FRACOS, EM OPOSIÇÃO AOS "URUKS", MAIORES E MAIS FORTES), EM SEGUIDA LI O SILMARILLION, QUE ACHEI GENIAL PRINCIPALMENTE DEVIDO À SUA SEMELHANÇA ÀS NARRATIVAS ÉPICAS ANTIGAS, EM OPOSIÇÃO AOS ROMANCES MODERNOS) E O CONTOS INCABADOS TAMBÉM. TAMBÉM TENHO AS AVENTURAS DE TOM BOMBADIL E QUERO ENCONTRAR O ROVERANDOM, QUE NÃO LI AINDA. QUANTO ÀS CRÍTICAS E BIOGRAFIAS, CONFESSO QUE NÃO LI NADA

    2-Lendo "A recompensa dos guerreiros", pude perceber algumas influências mais diretas das obras de J.R.R.T, como os cavaleiros negros do Abutre, Bob Underhoot, o jeito de falar do diabrete que cuida de Miranda (desculpe não lembrar o nome dele...estou sem meu livro no momento).Essas citações são corretas?Quais outras influências de Tolkien e outros autores ocorrem na obra?

    O NOME DO DIABRETE É CLAUZIRR. EU TENHO MUITAS INFLUÊNCIAS, TOLKIEN É SEM DÚVIDA A MAIS ÓBVIA, O QUE É INEVITÁVEL, E NAÕ TENHO A MENOR VERGONHA DE ADMITIR QUE, SEM O SENHOR DOS ANÉIS, A RECOMPENSA DOS GUERREIROS NÃO EXISTIRIA. MAS TAMBÉM FUI INFLUENCIADO POR MARION ZIMMER BRADLEY, MIKA WALTARI E OUTROS.

    3-Como um fã declarado de Tolkien, como você mesmo disse, qual livro dele é seu preferido?Existe um "piorzinho"?E personagem?Qual o que você mais gosta e o que mais detesta?

    NÃO, NÃO EXISTE UM PIORZINHO. TOLKIEN É UM GÊNIO, ESPECIALMENTE POR QUE ELE ERA MUITO CUIDADOSO COM O QUE ESCREVIA, SEMPRE REESCREVENDO TUDO VÁRIAS VEZES ANTES DE PUBLICAR, COISA QUE EU, POR EXEMPLO, NÃO FAÇO. SEM INTENÇAO DE PUXAR O SACO, NÃO HÁ NENHUM PERSONAGEM QUE EU NÃO GOSTE. MEU PERSONAGEM FAVORITO, SEM DÚVIDA, É GOLLUM/SMÉAGOL, POIS É O ÚNICO QUE É IMPREVISÍVEL, ATÉ O ÚLTIMO INSTANTE NÃO SABEMOS DE QUE LADO FICARÁ. EU TAMBÉM ME IDENTIFIQUEI MUITO COM FARAMIR DA PRIMEIRA VEZ QUE EU LI, NEM SEI DIREITO POR QUÊ.

    4-Os 10 melhores livros que já leu e 5(ou mais) maiores escritores.

    1- O PERFUME, DE PATRICK SÜSKIND (ABSOLUTAMENTE GENIAL, PROCUREM! O AUTOR SÓ NÃO ESTÁ NA MINHA LISTA DE AUTORES FAVORITOS PORQUE ESSE É O ÚNICO LIVRO DELE QUE JÁ LI))
    2- O HOBBIT/ O SENHOR DOS ANÉIS, QUE PARA MIM, FORMA UMA GRANDE E ÚNICA OBRA (TIRANDO A DIFERENÇA NO TOM, MUITO MAIS LEVE EM O HOBBIT)
    3-BRUMAS DE AVALON, DE MARION ZIMMER BRADLEY (UMA ÓTIMA PEDIDA PARA OS CARINHAS QUE ESTÃO TENTANDO ENTENDER O QUE DIABOS AS MULHERES PENSAM)
    4- O EGÍPCIO, DE MIKA WALTARI (ÓTIMA PEDIDA PARA AS MULHERES QUE QUEREM SABER QUAL É, AFINAL DE CONTAS, O PROBLEMA DOS HOMENS)
    5- AS FONTES DO PARAÍSO, DE ARTHUR CLARKE (UMA FICÇÃO CIENTÍFICA SEM VIOLÊNCIA E COM AS MAIS IMPRESSIONANTES IDÉIAS DE ENGENHARIA QUE JÁ VI, ALÉM DE UMA ESTRUTURA NARRATIVA MUITO BEM PLANEJADA)
    6- WATCHMEN, DE ALAN MOORE, QUE É UMA REVISTA EM QUADRINHOS, NÃO UM LIVRO, MAS MERECE ESTAR NESTA LISTA, SEM DÚVIDA
    7- JURASSIK PARK, DE MICHAEL CRICHTON (EU LI ANTES DE SABER DO FILME E É UM ÓTIMO LIVRO, COM MUITO SUSPENSE, DAQUELES QUE NÃO DÁ PARA PARAR DE LER -TEM MAIS DE 400 PÁGINAS E EU LÍ EM MENOS DE DOIS DIAS)
    8- A ARTE DE SONHAR / O PRESENTE DA ÁGUIA/ O SEGUNDO CÍRCULO DE PODER E ETC., DE CARLOS CASTAÑEDA. O MAIS ASSUTADOR DESSES LIVROS É QUE ELES NÃO SÃO FICÇÃO, MAS AS EXPERIÊNCIAS REAIS DE UM ANTROPÓLOGO ENTRE BRUXOS DA AMÉRICA CENTRAL. SE QUISEREM QUESTIONAR TODO O MUNDO EM QUE VIVEMOS E PASSAR ALGUMAS NOITES ACORDADO POR MEDO DE IR DORMIR, ESSA É SUA PEDIDA...
    9- ENGRAÇADINHA, DE NÉLSON RODRIGUES. O AUTOR MAIS CAPAZ DE DEMONSTRAR A PEQUENEZ E MESQUINHARIA DO SER HUMANO QUE EU JÁ LI
    10- DOM CASMURRO, DE MACHADO DE ASSIS. A GENIALIDADE DESSE LIVRO ESTÁ EM SUA AMBIGÜIDADE. AFINAL, O PERSONAGEM NARRADOR É O MENOS NARRADOR MENOS CONFIÁVEL QUE EU JÁ VI. SERÁ QUE CAPITU O TRAIU MESMO, OU SERÁ QUE ELE ERA UM LOUCO PARANÓICO, COMO SABER?

    OS MEUS AUTORES FAVORITOS, ALÉM DE TOLKIEN, CLARO, SÃO WILLIAM
    SHAKESPEARE (O CARA É GÊNIO, INSUPERÃVEL, SÓ NÃO ESTÁ NA LISTA ANTERIOR POR QUE ESCREVIA PEÇAS, E NÃO LIVROS, MAS RECOMENDO A TODOS QUE ASSISTAM SUAS PEÇAS COM MUITA ATENÇÃO. SE QUISEREM, ASSISTAM AOS FILMES NELES INSPIRADOS, ESPECIALMENTE UM DOCUMENTÁRIO PRODUZIDO E DIRIGIDO POR AL PACINO CHAMADO RICARDO III (LOOKING FOR RICHARD, NO ORIGINAL), PARA ENTENDEREM POR QUE GOSTO TANTO DESSE CARA); ISAAC ASIMOV, QUE NÃO TEM UM LIVRO ESPECÍFICO QUE EU ADORE, MAS SEUS CONTOS, PRINCIPALMENTE OS MAIS ANTIGOS, SÃO MARAVILHOSOS. LEIAM UM CHAMADO "O CAIR DA NOITE" (NIGHTFALL), SE PUDEREM. PARA MUITOS, INCLUSIVE EU, É O MELHOR CONTO DE FICÇÃO CIENTÍFICA JÁ ESCRITO; ALAN MOORE. QUALQUER UM QUE TENHA LIDO WATCHMEN, V DE VINGANÇA, MONSTRO DO PÂNTANO-AMERICAN GOTHIC, A PIADA MORTAL E, MAIS RECENTEMENTE, DO INFERNO, SABE DO QUE ESTOU FALANDO; RUBEM FONSECA. A GRANDE ARTE E AGOSTO SÃO SIMPLESMENTE ANIMAIS. E, PARA CONCLUIR; GRANT MORRISON, QUE, COMO ALAN MOORE, É UM INGLÊS MALUCO ENVOLVIDO EM MAGIA DO CAOS QUE ESCREVE QUADRINHOS. É ELE O AUTOR DAS MELHORES FASES DO HOMEM-ANIMAL, LIGA DA JUSTIÇA E, AGORA, NEW X-MEN, ENTRE OUTROS

    5-Um ídolo (na literatura, claro).

    PAULO COELHO. SEM BRINCADEIRA! SE EU FIZESSE A GRANA QUE ELE FAZ SÓ COM QUE EU ESCREVO, SERIA UM HOMEM FELIZ (SEM CONTAR ESSE LANCE DE SER IMORTAL...) E OS LIVROS DELE NÃO SÃO TÃO RUINS QUANTO OS CRÍTICOS QUEREM FAZER VOCÊ CRER. NÃO SÃO NENHUM SENHOR DOS ANÉIS, MAS SÃO LEGAIS.

    6-Assistiu o filme do SDA, creio eu.O que achou?

    ACHEI ÓTIMO!!! ESTOU ESPERANDO A VERSÃO AMPLIADA EM DVD, COM MEIA HORA A MAIS, INCLUSIVE COM O QUE FICOU FALTANDO NA VERSÃO DO CINEMA, QUE É A PAIXÃO DE GIMLI POR GALADRIEL, PARA QUE FIQUE PERFEITO. MAL POSSO ESPERAR PELOS PRÓXIMOS...

    7-Com relação à literatura brasileira, qual a sua opinião?

    OS BRASILEIROS PRECISAM LER MAIS, SÓ ISSO. NOSSA LITERATURA, INCLUSIVE FICÇÃO/FANTASIA JÁ É MUITO BOA, SÓ FALTA PÚBLICO...

    8-Projetos para o futuro...há algo já "no forno"?É possível crer em uma continuação de "A recompensa..."?

    VÁRIAS COISAS. ESTOU ATUALMENTE ESCREVENDO UMA FICÇÃO CIENTÍFICA, PARA VARIAR, ESTOU ESCREVENDO CONTOS DE OUTRO PERSONAGEM DE FANTASIA, NÃO RELACIONADO AO MUNDO DE A RECOMPENSA, MAS MUITO LEGAL, ALGUNS CONTOS ALEATÓRIOS, MAS SEMPRE COM UM TOQUE DE FANTÁSTICO, ENTRE OUTRAS COISAS. O QUE NÃO ME FALTA SÃO IDÉIAS,E SIM, TEMPO PARA BOTAR TODAS NO PAPEL. É MUITO POSSÍVEL CRER EM UMA CONTINUAÇÃO DE A RECOMPENSA DOS GUERREIROS. INCLUSIVE, PENSEI EM UMA TRILOGIA, PARA NÃO PERDER O HÁBITO DE EMULAR O MESTRE TOLKIEN, HEHE, MAS ISSO AINDA VAI DEMORAR UM POCO, POIS HÁ OUTROS PROJETOS NA FRENTE, ALÉM DAQUELE PROBLEMINHA DE TER QUE TRABALHAR PARA VIVER

    É isso aí....
     
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Pandatur, sendo bem honesta... eu não conhecia o autor, por isso não comentei nada da outra vez...

    Acho que a questão não é exatamente preconceito contra autores brasileiros de fantasia, mas uma fraca divulgação. Explico: a imprensa costuma dar espaço, obviamente, para os autores consagrados da literatura brasileira, como o João Ubaldo Ribeiro que vira e mexe tá lançando coisa nova. Aí, já temos um problema. Para ir mais além, tem a questão da divulgação feita pelas próprias editoras. Tem um cara muito bom aqui de Curitiba, o Rodrigo Bertozzi, que quando foi lançar o livro dele teve que fazer praticamente toda a divulgação por conta própria (no sentido de ele marcar a tarde de autógrafos, ele conversar com o pessoal da rádio daqui para divulgar a tarde de autógrafos, e por aí vai)!

    Só para finalizar, deixando bem claro aqui: eu sei que editora não pode ficar torrando dinheiro em divulgações, por isso se concentra "nos grandes" (os Ubaldos da vida...). Só estou dizendo que embora não seja a intenção, é um dos fatores que contribuem para que poucas pessoas tomem conhecimento de tantos escritores bons que estão por aí...
     
  3. Pandatur

    Pandatur Usuário

    É...realmente tem fundamento o que vc disse...me desculpa se exagerei um pouco....
    Mas de qualquer forma, o gênero fantasia ainda é visto com olhos tortos por muita gente...tá certo que o sucesso de SDA por aqui ajudou a diminuir isso mas...sei lá...é meio complexo falar sobre isso.
     
  4. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Não precisa pedir desculpas, eu entendi o que vc estava querendo dizer :wink:

    Vc falou do problema do reconhecimento do gênero fantasia aqui no Brasil... veja só, se o SdA já precisou de tanto bafafá para começar a ser vendido (livro estrangeiro, reconhecidíssimo), que dirá quanta coisa alguém daqui não tem que fazer para chamar a atenção para seu trabalho, né?

    Mas está sendo bem legal esse seu trabalho de divulgação dos autores! É bom porque é uma forma de conhecermos gente nova na literatura brasileira sem depender das resenhas da Veja ( :? ).
     
  5. O Sujo de Sangue

    O Sujo de Sangue Usuário

    É Ana, complementanto os malefícios que tráz a falta de incentivo a novos autores da literatura nacional, vai tb a o impacto que isso causa nessa casta. Muitos desistem antes de começar, por já saber o quão dura é a vida de escritor no Brasil.
     
  6. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Dou os parabéns ao Fábio Rezende pelo livro mesmo antes de le-lo. Afinal soh pelo que vi sobre ele deve ser muito interessante e do meu genero preferido(tb comecei um livro), comprarei o mais breve possivel. :D
     
  7. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Olha Kadu, não é puxa-saquismo não, mas o livro do Fábio é muuito legal mesmo...vale a pena ( e o cara é muito gente boa também).

    Obrigado à Ana também...pelo reconhecimento do meu "trabalho"...na verdade o que eu quero mesmo é que todos possam tomar conhecimento de boas obras que estão no mercado, e que os autores delas possam continuar escrevendo essas "delícias"...e pra isso ocorrer é preciso vender né?
     
  8. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Ah! Só mais uma coisinha...o Fábio me disse que acabou de traduzir um livro sobre bruxas, vampiros e afins, e que deve ser lançado em breve...só esqueci de perguntar a editora...ele disse que não é fantasia...é tipo informativo, sei lá...uma coisa assim... e que é bem legalzinho...bom...é esperar pra ver.
     
  9. Pandatur

    Pandatur Usuário

    São 01:41 e acabei de fazer o tópico com a entrevista da Michelle Klautau (autora de Crepúsculo da fé".A entrevista está 10....ela fala sobre a obra dela, RPG e TOLkien também....inclusive a Devir vai lançar um RPG sobre o livro dela...legal né?Bem...o resto vocês lêem lá....espero que gostem e que não reparem muito se algumas perguntas lembram a entrevista com o Fábio...tchau tchau...preciso dormir...aula de bioquímica às 07:00... :(.....tô ferrado!!!!
     
  10. Vinci

    Vinci Usuário

    Preconceito nada, povo!
    André Vianco rulez! :mrgreen:
     
  11. Pandatur

    Pandatur Usuário

    Realmente, André Vianco també é muito bom...
     
  12. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Que livro(s) ele escreveu?
     
  13. Pandatur

    Pandatur Usuário

    O André escreveu "Os Sete" (até fiz um tópico sobre esse livro, que é bem legal...fala sobre vampiros).
    Escreveu também "Sétimo", que é continuação de "Os Sete"....comprei mas não li ainda.
    Os outros livros dele, os quais nada conheço são "O Senhor da Chuva" e "Sementes no Gelo"....tudo na linha suspense/terror....o cara é dos bons...

    Não se esqueçam da entrevista com a Michelle ein!!!
     
  14. Vinci

    Vinci Usuário

    Depois de André Vianco e Machadão no coração, fica difícil bater o Brasil em literatura... Em literatura poética então... Pô, o Brasil detona pacas! Drummond, Leminski, Pessoa, Lispector! Tem os cronistas também...
     
  15. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Falta de divulgação, como a Ana diz, é um problema, mas não *todo* o problema. Eu tinha lido a entrevista com o Fábio Rezende e li a outra tb, com a Michelle Klautau, e sou outra que nunca tinha ouvido falar neles. Vou tentar responder à pergunta "por que não se compra mais livros de fantasia", com base na minha experiência recente como leitora desse tipo de livros. Eu não vou colocar a questão do preconceito contra a nacionalidade do autor, porque acho que esse não é o motivo.

    A resposta, para mim, é que o leitor quer, e precisa, ter mais informação sobre de que tipo o livro em questão é. Vou tentar explicar. Eu, por exemplo, não posso comprar todos os livros de que eu ouço falar, e não importa o que digam as propagandas ou meus amigos, eu só vou comprar se me convencer de que aquilo é bom, ou pelo menos que é algo de que eu possa gostar, que tenha a ver comigo. Isso não quer dizer que eu compre apenas livros de autores consagrados, ou indo atrás dos reviews da Veja, não é isso. Eu já fui assim, e perdi algumas coisas muito legais na minha época por causa disso. Mas eu não sou uma pessoa que compre livros sem saber alguma coisa antes a respeito deles. Quando eu comprei o meu primeiro volume de Tolkien eu sabia exatamente o que eu ia encontrar. Pode parecer exagerado, mas acho que a maioria das pessoas têm um pouco desse sentimento. Não talvez dentro de um sebo, mas acho que sim dentro de uma livraria.

    Seja como for, esse tipo de entrevista que o Pandatur faz sempre ajuda. É um bom ponto de partida para alguém que tenha o hábito de prestar atenção em informações sobre livros.
     
  16. liteeliniel

    liteeliniel Usuário

    Eu realmente acho que preconceito não existe não.

    O que pode haver é falta de informação, interesse, oportunidade e expecialmente de experiencia.
    Muitos escritores brasileiros são muito bons, mas bom de mais! E muitas pessoas que não tem tal cultura, podem tentar ler seus livros, mas no final não entender. Eu acho que para muitos falta uma iniciativa e sabedoria na arte de ler.
     
  17. Deriel

    Deriel Administrador

    Bom, EU tenho preconceito quanto a autores brasileiros (embora eu também não goste dos franceses) sim. A grande maioria dos bons autores brasileiros ficam numa de literatura regionalista que me embrulha o estômago, parece que não possuem condições de escrever sobre temais universais (como o Machadão) e se enfurmam num regionalismo doentio. Acho isso um saco.

    E alguns autores de certos nichos ainda incipientes no Brasil, como fantasia e ficção científica, também não escrevem nada, com raríssimas excessões. Eu ainda acho que uma das razões do falecimento da antiga e saudosa Isaac Asimov Magazine foi a queda de qualidade resultante com a inserção sem critério de autores nacionais tentando reduzir os custos.

    Mas uma coisa admito, escritores nacionais sabem fazer como ninguém literatura de humor.
     
  18. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Poxa que legal!^^
    Sempre é bom a gente ver o que pensam a final os escritores desconhecidos. Eu mesma me considaro uma delas, embora eu não tenha publicado nada até agora, mas estou começando a escrever meu romance e estou publicando no CdE. Nossa, se publicar é tããããããão difícil, então que farei eu com meu livrinhu?? Droga viu...quero tanto publicar meu romance... :cry:
     
  19. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Peræ. Aí já entra em outro campo. A não ser, óbvio, que ao ver um livro novo de um autor novo você deixe de ler porque ele é brasileiro... Não nego que eu tenho minhas ressalvas com os que eu já conheço e não gostei, mas não deixo de conhecer coisa nova porque odeio os livros do Jorge Amado, por exemplo... Hum, acho que você entendeu o que eu quis dizer...
     
  20. Pandatur

    Pandatur Usuário

    É por isso que deve-se divulgar as obras desses novos autores.Assim as pessoas podem tomar conhecimento e resolver ler as obras, e quem sabe acabar com esse estigma de que brasileiro não escreve bem sobre certo assunto, seja humor, fantasia, terror...
     

Compartilhar