• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Efetivos Militares - Westeros - Contém Spoilers

Thor

ἀλήθεια
Mas uma coisa é um lagarto gigante que voa e cospe fogo a longa distância, sendo assim capaz de acabar com fileiras inteiras de tropas, outra são pessoas que apesar de fodas, são apenas pessoas, nada que um flecha envenenada no meio da batalha não resolva. Jon pode fazer a diferença na liderança, Arya nós bastidores assassinando um aqui outro ali, o Bran não sei muito o que pode fazer, em guerra aberta, mesmo sendo fodoes, estão em boa desvantagem se comparado a frota gigantesca que apareceu na ultima cena da temporada.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk

Não estou dizendo que são da força de dragões... Estou dizendo que devem ser computados separadamente. Pois a Arya, nesse ponto, não equivale a 1 soldado. Vale mais do que 10, ou talvez mais do que 100. Ela sozinha tomou o The Twins. Como se mede isso em números militares?

Jon Snow já matou White Walkers e, se não me engano, é o último que ainda tem um Dire Wolf, né? Se considerar que tem uma espada valiriana + um direwolf, o Jon Snow tá no nível de combate do Oberyn ou do Gregor Clegane.

Mas o pior é o Bran. Ele é O Corvo de Três Olhos agora. Ele é praticamente o "Merlim" do mundo agora. É claro que ele acabou de se tornar o Corvo de Três Olhos, mas é essa coisa absurda que ele está se tornando. O Bran eu coloco potencialmente no nível de poder de um Dragão, e talvez até mais. Ainda acho que esse moleque vai ficar absurdamente poderoso.
 

Caio Alves

Asuka Langley Soryu
Eu acho que vocês estão encarando uma série de fantasia que pretende ser realista como um RPG.

Não se compara força de batalha (wtf?) entre um Jon e uma Arya simplesmente porque Jon é um guerreiro e a Arya é uma assassina. Ela não se expõe aos mesmos riscos que ele, possui outras habilidades mais e mais sobre-humanas, é ágil. Já Jon é um espadachim como poucos, com níveis medianos de resistência e o uso que ele pode fazer do Fantasma é muito relativo, depende das circunstâncias. Gregor Clegane era uma massa gigantesca de músculos e com um instinto brutal para violência mas Hodor possivelmente era mais forte, mas sem esse instinto e sem proficiência em armas nem treinamento militar. Bran é inútil como guerreiro mas tem outras habilidades para outras coisas, um poder absurdo mas que vai demorar a se alçar a sua grandeza fundamental de entidade espiritual, de Nous etc.

E não existem atributos rpg'ísticos como força de combate, resistência, velocidade, HP, MP na guerra, no combate de verdade. Tudo bem que a série se trata de um romance de fantasia mas aqui a magia aparece como integrada a um mundo tão concreto como o nosso. Uma lança espetada na garganta pode perfurar o crânio e esmagar os miolos tanto de um cavaleiro do Vale quanto um da Frankia de Clóvis. Foda-se a resistência do cara, uma lança na garganta mata qualquer um. Essas coisas se dão em uma infinidade de circunstâncias diferentes, dependendo da batalha, do terreno, do combate individual, da atenção de cada um ao que acontece à sua volta, além de coisas involuntárias como o clima, um escorregão, ser soterrado por uma pilha de cadáveres, ser esfaqueado por trás, ter uma armadura merda, falha um golpe... você não pode quantificar tudo isso, nem há parâmetros para que isso seja possível. Não faz sentido para um leitor externo (nós) diante de uma realidade subcriada nem para um leitor interno (dentro do mundo subcriado que leia a história escrita por um meistre) para entrar nesses detalhes.

O Gregor era uma montanha de aço e fúria assassina bruta, Jaime é mortífero com uma espada, Jon, um excelente espadachim. Oberyn rápido e mortal com sua lança envenenada. Não tem como igualar essas coisas, comparar, aliás, nem mesmo se eles se enfrentassem. É a porra de uma guerra, não o Dungeon & Dragons.
 

Ranza

Macaco
. É a porra de uma guerra, não o Dungeon & Dragons.
Justamente por isso que vejo uma vantagem gigante da Daenerys que alem de ter 3 dragoes, tem um exercito gigantesco.
Em campo aberto, dificilmente ela perde, se alguem tentar se esconder atras de muros, pode ser cozinhado, a não ser que tenha umaboa artilharia anti-area (Balistas gigantes) para caçar os Dragões, o que duvido muito, afinal ninguem espera realmente ver um dragão em Westeros.
 

Caio Alves

Asuka Langley Soryu
Uma estrangeira, filha do Rei Louco, vindo com uma horda de dothrakis, Imaculados, mercenários e 3 fuckin' dragões é algo tão inesperado que quando chegar às barras das saias de Porto Real vai ser uma surpresa tal que talvez ela nem precisa de muita luta. Estivesse Westeros mais bem organizado e unido e é capaz que as Casas preferissem se submeter sem luta.

Uma disparidade de forças tão grande que em uma situação normal nenhuma terra invadida sequer pensaria em opor resistência.

Talvez se opusesse e aguentasse uma batalha, duas, uma no mar... mas capitularia logo, logo.
 

Ferrazi

Usuário
Não é porque um lagarto voa que não pode ser wargardo! Lembre-se que disseram a Bran que ele não vai andar, mas irá voar! Não vai ser wargando em um pombo que ele irá fazer isso... aff...

Eu ainda acho que aquela feiticeira vermelha que está com a Daenerys vai ter algum papel importante nessa jornada rumo a Westeros.

Também acho que irá ter algum contratempo no caminho, talvez Euron, ou mesmo a mudança de destino...
 

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Não estou dizendo que são da força de dragões... Estou dizendo que devem ser computados separadamente. Pois a Arya, nesse ponto, não equivale a 1 soldado. Vale mais do que 10, ou talvez mais do que 100. Ela sozinha tomou o The Twins. Como se mede isso em números militares?

Jon Snow já matou White Walkers e, se não me engano, é o último que ainda tem um Dire Wolf, né? Se considerar que tem uma espada valiriana + um direwolf, o Jon Snow tá no nível de combate do Oberyn ou do Gregor Clegane.

Mas o pior é o Bran. Ele é O Corvo de Três Olhos agora. Ele é praticamente o "Merlim" do mundo agora. É claro que ele acabou de se tornar o Corvo de Três Olhos, mas é essa coisa absurda que ele está se tornando. O Bran eu coloco potencialmente no nível de poder de um Dragão, e talvez até mais. Ainda acho que esse moleque vai ficar absurdamente poderoso.

Sam também matou White Walker. Ele equivale a quantos soldados?

E Arya não "vale" mais que 1 soldado, ou 10. Numa batalha ela não duraria 10s. A habilidade dela é outra, completamente diferente.

E o que te leva a crer que o Bran pode ter o poder de um dragão? Ele conseguir ver o passado e wargar o Hodor?

Não é porque um lagarto voa que não pode ser wargardo! Lembre-se que disseram a Bran que ele não vai andar, mas irá voar! Não vai ser wargando em um pombo que ele irá fazer isso... aff...

Eu ainda acho que aquela feiticeira vermelha que está com a Daenerys vai ter algum papel importante nessa jornada rumo a Westeros.

Também acho que irá ter algum contratempo no caminho, talvez Euron, ou mesmo a mudança de destino...

1-Dragões não são lagartos que voam, são seres mágicos, bem diferentes de demais animais;
2-Feiticeira que apareceu 2 episódios, com 3 frases, e nem apareceu navegando para Westeros? Personagem que apareceu só pra mostrar a habilidade de Tyrion em pacificar Meeren? Ah ta.

Sério, Ferrazi é rei das piores teorias.
 

Thor

ἀλήθεια
E Arya não "vale" mais que 1 soldado, ou 10. Numa batalha ela não duraria 10s. A habilidade dela é outra, completamente diferente.

E o que te leva a crer que o Bran pode ter o poder de um dragão? Ele conseguir ver o passado e wargar o Hodor?

Não acho que os poderes do Corvo de Três Olhos se limitem a isso.

Ainda assim, só com isso, ele poder wargar na Cersei e fazer uma loucura. Pode wargar no Montanha, e matar a Cersei. Talvez possa até wargar na Daenerys e comandar os Dragões. Ver todo o passado, presente e futuro... O Corvo de Três Olhos é onisciente. Isso é muito poderoso.
 
Última edição:

Ferrazi

Usuário
Não respondeu o detalhe mas importante! O BRAN VAI VOAR!

Além do mais sumiço de personagem não é motivo para duvidar de sua importância, pra que introduziriam essa personagem?
 

Grimnir

Well-Known Member
Usuário Premium
Você está sendo muito literal. Pode voar não quer dizer que ele necessariamente irá wargar dragões. Pode ter um significado metafórico, já que a mente dele pode estar em vários lugares distantes no tempo e no espaço. A mente dele poderá, inclusive, estar em vários lugares ao mesmo tempo, já que diziam que Brynden Rivers tinha mil olhos e apenas um.

Enfim, pode acontecer dele wargar um dragão? Pode. Eu acho que não vai acontecer. Até pq não temos nenhuma evidência (exceto essa frase de significado dúbio que é tanto citada) de que as regras do warg se aplicam a criaturas mágicas como dragões.
 

Caio Alves

Asuka Langley Soryu
Já postei isso antes, mas acho que vocês estão precisando:

http://super.abril.com.br/historia/o-que-e-xamanismo

O Corvo de Três Olhos continua sendo humano e a capacidade xamanística é algo que todos os seres humanos possuem, até mesmo seres não-humanos. É muito mais fácil o Bran ser wargado pelo Drogon do que o contrário.

Dragões são criaturas guardiãs de magias antigas poderosíssimas.

E poder xamânico não é brinquedo, coisa que o Bran já aprendeu a duras penas. Ele não está aí para controlar pessoas, acontecimentos, ele visa reintegrar o que está fragmentado, colar os pedaços de eventos e fatos desconexos em uma narrativa mito-simbólica de valor e poder que possa tornar inteligível a verdade. Um xamã é antes um contador de histórias, e um buscador do equilíbrio entre os mundos naturais e culturais.

A diferença de um xamã comum (como os videntes selvagens) para o Bran é que seu poder está além da reintegração de pedaços de informação em uniões temporárias entre os mundos. Ele vai conectar todos os mundos desconexos, nivelar todas as estradas, indicar o Caminho pelo qual Azor Ahai e seus aliados podem deter (katechon) a Noite e o Inverno Sem Fim. É um trabalho cósmico imenso.

Ele sair wargando dragões, reis e rainhas é justamente o oposto do caminho do xamã que Lorde Brynden lhe indicou. Esse é o caminho da bruxaria, do controle, de emergir nas artes das trevas, anular a liberdade e a amarrar os vários mundos com laços de trevas.
 
Última edição:

Ranza

Macaco
O foda é saber o tratamento do poder de wargar e dos dragões no mundo. Se dragões forem apenas bestas mágicas, podem ser wargados.

O fato do Bran voar, se for tratar de forma literal, pode ser em corvos, ou qualquer outro animal que voe. Mas acho que a profecia pode ser coisa mais aberta, assim como o Grimnir falou.


Mas aqui, se o Bran pode sair wargando desenfreado assim, a série pode ficar tosca, tem de ter alguns limites, se não ele vira Deus, subvertendo os demais as suas vontades. Veja bem, até agora ele wargou em bestas e em um cara com problemas mentais bem ligado a ele. Deve haver alguma resistência a esse poder.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Grimnir

Well-Known Member
Usuário Premium
Mas acho que a profecia pode ser coisa mais aberta, assim como o Grimnir falou.

Aliás, postaram um dia desses no FB uma imagem relacionando a profecia de Maggy para Cersei e a chegada de Daenerys. É bem curioso, pois eu acho que a maioria dos leitores, assim como a própria Cersei, achavam que a profecia era sobre Margery, mas acabou que com o plot twist da última temporada, a profecia é sobre Daenerys, a rainha mais jovem e mais bonita que tomará o seu lugar. Se for isso mesmo, só reforça o cuidado que temos que tomar ao ler as profecias (especialmente a do Azor Ahai).
 

Caio Alves

Asuka Langley Soryu
Aliás, postaram um dia desses no FB uma imagem relacionando a profecia de Maggy para Cersei e a chegada de Daenerys. É bem curioso, pois eu acho que a maioria dos leitores, assim como a própria Cersei, achavam que a profecia era sobre Margery, mas acabou que com o plot twist da última temporada, a profecia é sobre Daenerys, a rainha mais jovem e mais bonita que tomará o seu lugar. Se for isso mesmo, só reforça o cuidado que temos que tomar ao ler as profecias (especialmente a do Azor Ahai).
Perfecto.
 

Ferrazi

Usuário
Vocês tão com muito achismo. Até outro dia, em Westeros, dragões também não existiam, e White Walkers então, os caras não fazem nem ideia do que seja.

Bran já wargou em um humano também, o que de certa forma fugiu à regra.
 

Ranza

Macaco
Vocês tão com muito achismo. Até outro dia, em Westeros, dragões também não existiam, e White Walkers então, os caras não fazem nem ideia do que seja.

Bran já wargou em um humano também, o que de certa forma fugiu à regra.
Achismo estamos todos cara, quem sabe o que vai acontecer é Martin e os roteiristas.

Agora, achismo por achismo, é sempre bom não forçar a barra, como por exemplo o Jao das Neves virar Jao Brancao.


Enviado do meu iPhone usando Tapatalk
 

Grimnir

Well-Known Member
Usuário Premium
Os dragões são um problema p narrativa no sentido q são tanques gigantescos. Usou o dragão, venceu a luta. Eu duvido mt, mas mt mesmo a esses dragões sobrevivam todos até o final da série. Os dragões morreram pq descobriram como matá-los. É uma possibilidade. Outra é q morreram de forma natural, seguindo um ciclo energético do mundo. Vale lembrar q desde o primeiro livro estamos lendo q a magia está renascendo no mundo, nada. Não sabemos se o nasciment dos dragões é causa ou consequencia desses ressurgimento.

Enfim, os dragões são uma apelação e um Warg de dragões é mais ainda. Assim como jaqen dando quaisquer três mortes p arya era uma apelação - só q a falta de malícia dela foi o q compensou a apelação. Ou seja, as apelações tem vida curta ou então a história fica meio besta. Q nem umas teorias q a gente lê por aqui.
 

Aster

Usuário
Eu já acho que é muito possível que o Bran “wargue” (seria mais certo usar o termo trocar de pele, mas enfim, “warg” é mais fácil) em um dragão. “Você voará” se aplica a qualquer animal de asas, inclusive um dragão. Nesse universo (fantástico) poderes mágicos ou habilidades supernaturais estão diretamente ligados a treino, prática e exercícios constantes. O Bran começou a trocar de pele inconscientemente (em sonho), depois, conscientemente, a wargar no Verão, depois a trocar de pele com o Hodor (um ser humano enfraquecido mentalmente, mas um ser humano). Talvez, com mais experiência, possa chegar num dragão. Seria, imo, uma ocasião sensacional de orquestrar uma transcendência de poder pra ele – o quão poderoso ele precisaria ser para trocar de pele com um dragão? Em qual situação? Correria o risco de ser consumido pelo monstro, ou de morrer, até. Muita gente diz que não é possível “wargar” dragões porque eles são seres sencientes (ou sapientes), criaturas mágicas muito poderosas, guardiães de magias antigas e etc, etc etc. Concordo em parte, porque apesar de existir uma mitologia sobre dragões, nem todas as histórias os apresentam da mesma maneira (aliás, rola lembrar do caráter subversivo do Martin em relação a tropes ou cânons, e isso vale não só pro caso dos dragões...). Até onde sei, em asoiaf os dragões, apesar de serem seres atados à magia, lógico, não têm nada a ver com o Smaug ou o Glaurung; nenhum dragão dos Targaryen apresentou pista nenhuma de possuir alguma forma de alta inteligência. São armas de destruição em massa, têm inteligência animal razoável, têm personalidade, podem entender comandos vocais, criar vínculo com um ser humano (a ponto de sentir quando esse ser humano morre, por exemplo) e ser treinados pra batalha. Não sei, pode ser que apareçam, ainda, mais informações sobre eles, ligadas à antiguidade em Valíria, mas até agora, é isso. Acho muito possível o Bran tentar trocar de pele com um. Com que objetivo ele faria isso, é outra história, mas nem de longe penso que seria banal ou apelativo.


Os dragões são um problema p narrativa no sentido q são tanques gigantescos. Usou o dragão, venceu a luta. Eu duvido mt, mas mt mesmo a esses dragões sobrevivam todos até o final da série. Os dragões morreram pq descobriram como matá-los.

Flechas de represeiro são extremamente resistentes ao fogo. Para quem ainda não sabia, essa informação aparece no último livro - o Brandon Snow que descobriu e o Torrhen Stark dropou a ideia por uma serie de razões. Muito provavelmente essa informação não está lá a toa.
 

Caio Alves

Asuka Langley Soryu
Pois é, o problema é não sabermos bem a natureza do poder dos dragões em Asoif. São criaturas essencialmente malignas como em Tolkien? Vermes alimentados por séculos de poder sombrio, maldade e feitiços? Ou são só criaturas de tremendo poder mágico, mas criaturas? Ou teriam caráter mais divino como em algumas mitologias? Ou ctônico-telúrico?

Eu acho que se abusa muito do termo 'wargar' (que aliás, é horrível per se) mas não é algo a se descartar. Quem sabe?

Embora eu tenda a apostar minhas fichas mais na relação entre os dragões e os Targaryens.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$950,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo