1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[COLUNA] O que você pode aprender com a música do Michel Teló

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 6 Jan 2012.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    A cada vez que eu parava para pensar na coluna de hoje a única coisa que vinha à minha cabeça era: "Nossa, nossa, assim você me mata". Não sei por que, mas resolveram colocar essa música no inconsciente coletivo do mundo, então não importa se você nunca a ouviu, você sabe cantar e dançar. É a nova Macarena.

    Pode ser que seja só 2012 indicando mesmo o fim dos tempos, em que o top das paradas musicais do mundo seja essa música, ou um preview do que acontece com quem não é bonzinho enquanto vive. Deve ser essa a trilha sonora do inferno, em repeat por toda a eternidade.

    Mas, deixando o gosto musical e a qualidade da obra prima que mais cola na cabeça nos últimos tempos, achei que essa música não parar de tocar dentro da minha cabeça era um sinal. Essa música tem muito a nos ensinar, tem uma mensagem a ser passada;
    principalmente para nós, mulheres.

    Primeiro fiquei pensando em qual seria a minha reação se um dos meus amigos contasse, na mesa do bar, a seguinte história:

    - Sábado, na balada, Carol, a galera começou a dançar. E passou a menina mais linda, tomei coragem e comecei a falar.
    - O que você falou pra ela?
    - Nossa, nossa, assim você me mata. Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego.
    - Sério mesmo? E esse olho roxo é por causa dessa ideia genial?

    Esse foi o único fim que consegui pensar para a conversa imaginária porque, se um cara fala esse tipo de coisa para uma desconhecida, é o que ele merece em troca.

    Depois de criar esse papo, pensei em como eu e grande parte das minhas amigas reagiríamos com um "Delícia, delícia, assim você me mata. Ai se eu te pego, ai ai se eu te pego" e confesso que essa parte do "Ai se eu te pego" me deixa apavorada. Imagina você, em uma rua escura esperando o ônibus, e o cara para do seu lado, te chama de delícia e diz: "Ai se eu te pego". É hora de gritar por socorro e correr sem olhar pra trás.

    Mas levando a história para o lugar certo — a balada — como você agiria se fosse abordada dessa maneira? Eu acho agressivo demais, acho que é como se o cara a segurasse pelo braço ou passasse o braço ao redor da sua cintura sem o seu ok. E isso não pode.

    Meninas, pode ser muito engraçadinho ouvir essa música, mas a gente não pode achar que esse é o tipo de rapaz galanteador que merecemos! O príncipe do cavalo branco não existe, mas esse cara que te chama de delícia na balada, sem nem te conhecer, sem nem saber seu nome, não é mesmo uma versão moderna dele. E nem um cara para quem você deveria dar uma chance.

    Um relacionamento precisa de respeito, seja como for. Seja um namoro, um caso, uma ficada, uma troca de casais no swing, um ménage, uma relação de poliamor... Respeito é a base para tudo, ainda mais para começar algo. E ser abordada, em qualquer lugar, sendo chamada de delícia é quase acreditar que é elogioso ouvir galanteios frente a uma construção. Não é e nós sabemos o tipo de coisa nojenta pode sair dali.

    A música do Michel Teló ensina pra gente que queremos um cara que pergunte nosso nome, que converse por algum tempo antes de tentar nos beijar, que se interesse mais por nosso papo do que por nossa bunda - que é sim linda, mas não é o foco.

    Se o seu namorado a chama de delícia, ótimo, vocês têm intimidade. Um ficante também pode, claro, se torna engraçadinho, charmoso. Mas ser abordada dessa maneira é só assustador.

    Como sempre, somos ensinadas que tudo bem ser vista como corpo, que é assim mesmo, que os homens não conseguem se expressar bem. Mas na hora de xingar o juiz que 'roubou' o time dele, ele se expressa bem, né? Sim, isso é um tipo de sentimento. Ele sabe se expressar, só não quer.

    A verdade é que a gente tem que parar de aceitar migalhas. Não há falta de homem no mundo, há falta de gente legal. E se você parar de procurar no lugar errado, com as motivações erradas, pode encontrar um cara incrível que vai chamar você de delícia na hora certa.

    Chega de aceitar menos do que merecemos. As preliminares começam bem antes do contato físico, elas começam quando os olhos se cruzam e, se o cara não manda bem já aí, não vai mandar depois. Acredite.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Fail Fail x 1
    • LOL LOL x 1
  2. Gui.

    Gui. Usuário

    Achei exagerado esse texto aí. Tipo aqui.

    "Príncipe encantado?" " Cara que você devia dar uma chance" ? Hein? Tu provavelmente nunca mais vai ver essa pessoa na sua vida.
     
  3. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Só sei que quando eu vi o clipe desse cara cantando e dançando ao vivo eu lembrei de outra personalidade da música mundial dançando também.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  4. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    Texto mais ridículo, né?

    Forçado, sem graça. Zuado.

    E falar mal de BBB, Michel Teló é tão batido...vi um texto ontem que fala disso:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Já falei mil vezes aqui: Não gosta, não ouve. A letra é fútil? É. Mas isso não é novidade nenhuma. Década de 90 foi dominada por um axé com letras bem piores que Michel Teló. Segura o TCHAM, por exemplo. E década de 80 teve MENUDOS e DOMINÓ!!!! Fizeram tanto sucesso quanto o sertanejo. Não curtem? Ok, tem quem curta.

    E de boa, nunca vi nenhum cara sendo tosco o suficiente de chegar na mina falando o bang da música. É APENAS UMA MÚSICA, não um manual para ensinar caras a chegarem em gostosas na balada. :roll:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Sem contar que quem já foi em balada funk já viu mulher fazendo coisa bem pior com homens que nunca viram na vida.
    É o pente!
     
    • LOL LOL x 1
  6. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Mulheres e menores de 13 anos, dependendo do baile... Sodoma coraria de vergonha.

    Mas para ser honesto, já vi patricinha em balada cara fazendo coisa bem pior que mulher que freqeunta baile funk na periferia.
     
  7. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    que texto ridículo, meudeus.
     
  8. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Até entendo o ponto... realmente é meio nada a ver essa música se parar pra pensar na letra como uma real cantada... mas porra, que exagero.

    Se for assim analisa aquela "fugidinha" que só falta dizer em bom tom "vamos dar uma rapidinha escondidos depois, pq agora to curtindo a noite".

    É só "música"... num gosto, mas é música.
     
  9. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Só achei o texto desnecessário, a garota acho que tentou iniciar uma discussão mostrando a opinião dela, talvez nem tenha sido uma tentativa de crítica mal escrita, parece que a música do Teló só serviu de inspiração ou base para falar sobre a idéia que ela tem de relacionamentos, já que esse parece ser o tema da coluna dela.
    Já sobre criticar BBB ou o Teló, só não podem surgir os "comentários de youtube", onde a pessoa que não gostou só sabe falar mal e quem gostou não aceita que alguém discorde dela, aí ficam os dois lados falando nada que preste, é ridículo o pensamento de que só pode comentar quem gostar da coisa, e o resto que cale a boca, só deve se calar quem não tem nada de útil para falar, quem quiser expor a sua crítica com conteúdo que fale e seja respeitado.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  10. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    Olha, talvez, quando a música ainda estava começando a fazer sucesso, poderia dar certo, parecer engraçado. Agora é Fail absoluto.

    E, para quem acha que na década de 80 imperava a arte profunda, basta lembrar de uma de suas obras-primas:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013

Compartilhar