• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

ATARI

Lestat

Usuário
outro dia desses eu tava jogando enduro me deu grandes recordações, eu adorava o river raid... o bom do atari era aquelas fitinhas q tinham mais de 30 jogos...
 

Lestat

Usuário
isso é chato... o bom mesmo eram aquelas fitas... eram baratas e tinha um monte de jogos... vc naum comprava jogo um bom tempo hehe... hj em dia uma fita (dos video games atuais) é quase 200R$... quase naum da pra vc ter jogos.... eu tinha mais de 40 fitas de atari... isso q era bom... :wink:
 

MaxDirty

Firefox Enthusiast
eu tb tinha um atari
era de segunda mão pq ganhei da minha prima
era horrivel ter q ficar assoprando as fitas pra elas poderem funcionar
mas tb quando funcionava eu viajava jogando elas
a q eu mais gostava e gosto ainda hora é H.E.R.O.
foi o unico jogo q eu jah joguei pro Atari q realmente tinha um salvamento
super-ultra-treta esse jogo!!!!!
but so funny :obiggraz:
 
a q eu mais gostava e gosto ainda hora é H.E.R.O.
foi o unico jogo q eu jah joguei pro Atari q realmente tinha um salvamento
super-ultra-treta esse jogo!!!!!

Era meu predileto também... Adorava Hero... Chegava em fases onde todas as paredes brilhavam praticamente... :eek:
 
eu me lembro e ainda cultivo 2 ataris e 2 clones da cce o super game 3000 e o super game 4000 + um msx + um pong da philco + um commodore 128 + um mac classic 1 tenho varios jogos foras os mini games que ainda tenho do pac man donkey cong entre outros hehe adoro esses games

______________________
uplink.gif

be.gif
 

Gildor

Usuário
Documentário lançado nos EUA relata ascensão e declínio da Atari

"TUM! TUM! TUM!" Vez ou outra, um ruído bate-estaca tomava conta do escritório da Atari, no vale do Silício, na Califórnia. Os visitantes estranhavam o barulho, mas os funcionários da empresa não ligavam: era apenas o programador Tod Frye, um dos pais de "PacMan", andando pelas paredes (!!). Essa é apenas uma das histórias bizarras que um dos protagonistas da era de ouro da companhia, o programador Howard Scott Warshaw, reuniu no DVD "Once Upon Atari", que acaba de ser lançado nos EUA e pode ser comprado através do site www.onceuponatari.com <http://www.onceuponatari.com>.

"Depois de ter passado por aquilo, eu sabia que algum dia essa história tinha de ser contada", lembra o designer de jogos vertido em documentarista. Warshaw reuniu amigos programadores numa sessão de memória para resgatar os dias de glória da empresa, que fez os jogos eletrônicos se tornarem populares e viáveis no mercado --além de entrar para a história como fenômeno cultural. "Eu esperei até quando pensei ser tarde demais para ser processado", brinca o diretor, que deu início às gravações em 1999.

Até hoje um número considerável de pessoas ainda são fascinadas por jogos antigos. Para o diretor, "o foco [das pessoas] está apenas no jogo! Hoje passam tanto tempo fazendo clipes cinematográficos e desenvolvendo técnicas de gráfico que o jogo em si se torna uma segunda preocupação".

Nas entrevistas, mais do que histórias engraçadas e inacreditáveis, todos os ex-funcionários da empresa se referem com nostalgia ao período em que trabalharam lá. "Eu tinha 23 anos e tinha completa autonomia criativa para o que eu fazia", recorda Simon Fulop, o criador de "Missile Command". "Era minha versão da América corporativa", lembra Carla Meninsky. "Todos os outros empregos que eu tive depois foram incrivelmente chatos."

Também pudera: a divisão de games tinha pouco do que nos referimos como "local de trabalho". A rotina da Atari era o que menos lembrava uma rotina.
Em um dia, todos estavam debruçados em números e códigos tentando fazer vários personagens de um jogo se moverem de forma independente, no outro, Steven Spielberg visitava os escritórios. O cheiro de maconha começava às 9h, atrapalhando as reuniões de negócios.

"Eu sou realmente um dos pais dos jogos eletrônicos e o único programador da Atari cujos jogos venderam mais de milhões de cópias --até o 'E.T.'!", orgulha-se o diretor, brincando, em referência ao jogo que é considerado o pior da história. "O sentimento de ser um fundador e agente fundamental em algo que se tornou um fenômeno cultural é simplesmente incrível."

Mas o DVD explica que não foi a desorganização e a arruaça de seus programadores que levaram a Atari à falência. "As pessoas ficam muito esquisitas quando muito dinheiro começa a aparecer", lembra um dos entrevistados. Gerentes comerciais davam sermões nos programadores que agiam como estrelas, por saber que era por causa deles que a empresa era lucrativa. Boa parte da zorra incitada pelos funcionários era uma reação à visão estreita dos departamentos de marketing.

Outra parte era pura loucura mesmo. Como quando Frye descobriu que podia andar nas paredes. Colocou um pé em uma parede de um corredor e o outro na outra. Quando percebeu, estava se equilibrando com mãos e pés, sem tocá-los no chão. O bate-estaca citado no início do texto não é nada senão o barulho que o programador fazia ao "caminhar" pelas paredes dos corredores da empresa --a quase dois metros do chão. Não foi por menos que, quando enfiou a testa no dispositivo antiincêndio instalado no teto e a equipe do pronto-socorro perguntou o que havia ocorrido, ninguém acreditou na história.
 
Eu sei q atari nao é da minha epoca...
mas eu tenho mais de 500 jogos de Atari baixados no pc O_O
minha prima q tem 17 anos um dia veio aki e botou o_o
Eu adooooooooooro o.o
XD eu sou mt podre...
só sou boa no Midnight Pinball
Mas adoro Pac Man,Enduro (minha prima q é boa nesses o.o eu sou uma catástrofe)
o.o é mt legal,adoro fikr jogando todos os 530,qnd nao consigo conectar,é minha salvação o.o
 

Gildor

Usuário
Atari clássico volta às lojas com novo visual

atari_console.jpg


A Atari acaba de anunciar dois inusitados novos produtos! Em novembro, a empresa vai ressuscitar os clássicos jogos da década de 1980 com Atari Anthology e Atari Flashback.

O primeiro é uma coletânea de games para PlayStation 2 e Xbox, que trará 85 jogos (arcade + console) incluindo raridades como Swordquest Waterworld e Quadrun. O outro é ainda mais impressionante. Atari Flashback é um console com design que moderniza os antológicos Atari 2600 e Atari 7800, com vinte jogos na memória e dois joysticks clássicos. Além disso, o lançamento terá um game inédito: Saboteur, criador por Howard Scott Warshaw (Yars' Revenge, E.T.). O console será lançado nos Estados Unidos ao preço de 45 dólares.

Confiram a lista dos jogos


Acho que vou colocar esse tópico como Aviso Geral. :grinlove:
 

Idril

Usuário
Lukaz Drakon disse:
Não tem Enduro, Pitfall ou River Raid. :disgusti:

Eu tenho...:dance:

A minha paixão mesmo quando eu era criança não era nem River Raid, Pitfall ou Enduro. Aliás, eu odiava River Raid (e ainda não curto muito) porque eu dificilmente consigo ir muito longe no jogo. :gotinha:

Frostbite, Megamania, Snoopy and the Red Baron, Seaquest e Frog eram os meus jogos preferidos e ainda são. Aliás, sou particularmente viciada em Frostbite. :grinlove:

Nossa, o que eu mais tenho é cartucho do Atari. O problema é: meu pai ainda não arrumou o cabo do meu console predileto. :osigh:
 
eu quero um ATARI...
O meu foi destruído pelo meu irmão.. porque ele ficava na instante ele tropeçou no fio o console caiu.. ;\ e infelizmente teve perda total :wink:
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo