1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

você mudaria alguma coisa???

Tópico em 'De Fã Para Fã' iniciado por Melian_ a maia, 23 Mar 2009.

  1. Melian_ a maia

    Melian_ a maia Eu não sou um

    Eu sempre me perguntei se os fãs de Tolkien acharam sua obra tão perfeita a ponto de acatar todos os acontecimentos sem questionar. Eu acho muito dificil...
    Tem algo que vocês mudariam na história??
    Alguma ponta solta, alguem que deveria talvez até ter morrido, um final feliz que ficou meio sem graça, enfim...
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    A questão é a seguinte (ótimo tópico!!!)

    Tolkien mesmo via em suas obras muitos defeitos, até mais (muito mais) do que nós, como fãs, vemos. Mas talvez o charme todo, o magnetismo da obra, em muito se deve a uma narrativa que foi escrita e pensada daquela forma extremamente válida, de acordo com uma época conflituosa para Tolkien e para o mundo. Creio que muita coisa nas obras de Tolkien nos dá vazão a mais de uma interpretação e, melhor, com o tempo, de acordo com o acúmulo de experiências que vamos tendo, nossa opinião sobre o que antes eram defeitos, mudam; e aquilo que um dia para nós foi o que Tolkien escreveu de melhor, talvez não nos satisfaça da mesma forma. Vejo que o enfoque principal para um escritor desse gênero, é passar a mensagem de forma eficaz, e isso independe de uma construção extremamente precisa e perfeita, no sentido da coesão ou de conveniências que se adéqüem àquilo que, subjetivamente, achamos que fosse melhor numa obra.

    Uma coisa que podemos notar é que as obras de Tolkien têm muitas “falhas” (nunca devemos deixar de lembrar que não há consenso na hora de apontar qualidades e defeitos) pq, para alguns, talvez fosse melhor cortar as enrolações contidas nos detalhes, em passagens longas que por vezes não são importantes para uns (para outros são) , ou mesmo, criar personagens que se adéqüem a uma perspectiva muito subjetiva nossa, o que, de certa forma, seria um meio de questionar a validade de uma mente como a de Tolkien, que é muito mais imaginativa do que a de qualquer um de nós, queiramos ou não. Muito daquilo que consideramos “defeitos”, talvez sejam , ao contrário, as principais virtudes de uma história que se queira verossímil, complexa, longa mas nunca chata e clicherizada. Perfeição narrativa, neste caso, envolvendo personagens mais bem desenvolvidos e dentro de contextos igualmente mais desenvolvidos, não me parece atraente, pelo contrário, se todos os “defeitos” na obra de Tolkien sumissem, as obras na realidade nunca teriam existido. É uma coisa lógica...as obras são do jeito que são...com ou sem falhas, e imaginá-las de outro jeito é chegar e dizer que nós temos uma visão que contesta exatamente aquilo que não nos agrada. E não dá pra contestar algo que conquistou milhões em todo o mundo e que nos legou três obras cinematográficas que conquistaram outros milhões, os quais passaram a tomar conhecimento dos livros, amando-os pelo que são.

    Seria uma evidência de que o charme da coisa está na forma com que Tolkien escreveu. Talvez às vezes não gostamos de certas nuances nos livros por uma questão vivencial...é uma questão de amadurecimento. A cada dia que passa, gosto e admiro mais as obras de Tolkien, porque passo a entender as dificuldades em escrever uma obra da dimensão da que Tolkien escreveu. Eu imagino ele mesmo insatisfeito com o que escreveu e isso tudo é a graça da coisa.... imaginem Tolkien não achando defeitos em suas obras e igualmente os fãs não achando: não seria algo bizarro e impensável? Creio que nenhum fã considera suas obras como perfeitas...só os que não querem enxergar e são alienados e que fazem questão de só verem qualidades, limitando o senso crítico necessário para se fazer uma análise mais construtiva e ENTENDER o ponto-de-vista de Tolkien. O fato de muitos trechos nos parecerem chatos, enfim, algo que nos faz por vezes questionar os motivos de Tolkien na elaboração de tal personagem ou situação, nada mais é do que a comprovação de que vivemos numa outra época, que não está habituada ao modo “nobre” da escrita do professor.


    Às vezes encontramos certas palavras nas obras dele que hoje nos soam difíceis e que “atrapalham” o entendimento ou mesmo nos deixam insatisfeitos ou cansados. Mas isso, na verdade, é uma desculpa que a gente arranja por estarmos acostumados com livretos estúpidos, de conteúdos fáceis, que não nos convida à imaginação e entendimento de algo maior. Se a obra de Tolkien não fosse simplesmente a melhor do gênero, teríamos de nos contentar com o quê? O gênero nem teria relevância sem Tolkien, e devemos ser gratos a ele por vivermos numa época como essa, em que conhecemos um lugar chamado Arda, cuja natureza e realidade nos salta aos olhos com uma gama de riquezas e uma profundidade psicológica devastadora. A obra nos mostra um mundo realmente verdadeiro, seja em termos de valores, seja em termos de credibilidade do contexto em que os personagens se inserem.

    Alguns leitores talvez não se sentem preparados quando entram em contato com um livro complexo e singular. Sem contar que, para uma pessoa, determinados trechos são ruins, monótonos ou sem coerência, mas para outras pessoas esses mesmos trechos podem significar muito. Não vou pegar exemplos, mas existem vários personagens e capítulos que alguns gostam e outros não. Em todos os livros de todos os autores do mundo encontramos a influência do subjetivismo na crítica de quem os lê. É inevitável. Acho que, uma coisa a ser ressaltada, é que a perfeição está bem próxima do clichê! Seja na criação de um herói, seja na elaboração do desenrolar de um acontecimento qualquer.


    Portanto, as obras de Tolkien são perfeitas por terem sido escritas e elaboradas do modo como foram, sem preocupação em deixar tudo explicado, coerente e próximo de uma realidade racional e fria como a do nosso mundo real, cuja percepção é distorcida e que, muitas vezes, não entende um mundo maior e melhor como aquele que Tolkien concebeu. Muitas vezes nem entendemos o porquê de tal personagem ser assim ou da ênfase descritiva e às vezes técnica demais sobre uma paisagem. Talvez seja uma questão de uma época e de valores atuais que diferem daqueles que Tolkien tinha. Para mim (e para todos nós fãs) as obras são perfeitas pq as amamos do jeito que são, do modo como foram imaginadas, por uma mente riquíssima e inigualável.


    Hoje em dia estamos acostumados com Best Sellers pastelões, com obras artificiais que apelam para todo tipo de clichês, em narrativas que se valem apenas de palavras de efeito, que transmitem idéias óbvias ou tramas pseudo-complexas, mas que, no fundo, carecem de uma idiossincrasia distinta como as obras dos grandes mestres, incluindo Tolkien. O charme das obras do nosso mestre está tbm nos defeitos, se assim podemos classificar subjetivamente, no entanto, esses mesmos defeitos (ex: excessivo detalhismo no SDA e mau desenvolvimento de personagens no Silmarillion, em prol da complexidade subentendida da história) fariam muitos livros virarem verdadeiras obras-primas. O que vale na obra de Tolkien é a sinceridade de contar uma história ÚNICA, independentemente das narrativas não serem bem desenvolvidas ou explicadas....o sentido de tudo o que Tolkien escreve está no insight que a imaginação de cada um é capaz de ter, ou não.
     
    Última edição: 24 Mar 2009
    • Ótimo Ótimo x 2
  3. Melian_ a maia

    Melian_ a maia Eu não sou um

    Roy inspirado como sempre!!!! :hihihi:

    Eu concordo bastante com o que você disse, realmente é injusto julgar uma obra que tem tantos apaixonados por aí, mas não dizem que o apaixonado vê tudo de uma forma romantica e ignora os defeitos/ falhas?
    digamos que eu não seja assim ^^

    Talvez não seja uma falha no meu caso, seja mais uma antipatia, sei que o que eu vou dizer vai levantar polêmica e muitos não vão entender bem a razão mas....
    Por mim, na montanha quando Frodo foi jogar o anel, ele teria sucumbido, é morrido! Acho que ele se mostrou o mais corajoso sim, porem o mais fraco da sociedade, se não fosse o Sam para apoia-lo o que teria sido dele? Uma peça tão importante se fazendo de coitado e se rendendo ao anel na hora mais crucial me deixou com essa vontade, de joga-lo montanha abaixo com anel e tudo ^^
    Sei que o Sam jamais faria isso, não teria como, um outro membro da sociedade talvez, já que os outros lutavam por muito mais e não só para destruir o anel (Gandalf com certeza teria coragem, não acho que ele exitaria em sacrificar um pelo bem de todos mediante os anos que ele já viveu e tudo que ele viu)
    Pois bem, quanto ao restante da obra estou plenamente satisfeita, mas sempre pensei nessa possibilidade, Boromir morreu pela sua própria ganância, não seria justo/certo Frodo tbm ter sucumbido pelo sua fraqueza? Não é que estou insatisfeita com o desfecho da obra, mas isso sempre ronda minha mente e fiquei curiosa em saber se outras pessoas tbm pensam em algo
     
  4. Talira

    Talira Usuário

    Nossa, passou ontem no Cinema a la carte, o senhor dos anéis 2. A cena da destruição do anel me prendeu a atenção porque justamente me fez pensar que Tolkien falava de "nós", humanos, naquele momento.

    Pensei nos meus lados escuros da alma, e na força que teriam em mim num lugar que "fortalecesse" estes "lados".
    Pensei que, mesmo sendo imperfeita, eu gostaria de merecer um lugar naquele barco élfico.:cool:

    Somos grandes porque temos defeitos grandes e qualidades grandes. Parte do dedo se foi, mas deixou uma lembrança. Um aviso de que podemos cair em tentação, qualquer um.

    Eu não mudaria nada, apesar de que Melian, na re-leitura de algum livro do professor, eu estou sempre "dentro" das cenas, fazendo alguma coisa que, no fim, muda a estória.:lol:

    :grinlove:
     
  5. Arqueiro Verde

    Arqueiro Verde Oliver "Ollie" Queen

    Talvez eu mudasse o final, que achei um tanto agridoce, aquela sensação de melancolia quando os barcos vão se afastando.


    Tá certo que finais assim são marca registrada do Tolkien, mas eu faria um fim mais épico.
     
  6. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    Nos livros acho que eu mudaria exatamente a mesma coisa que vc. Isildur pagou por sua fraqueza e ganância, Gollum e Boromir também e todos os que estiveram de posse do UM. Embora corajoso para pegar para si o fardo de carregar o anel até sua destruição, seu excesso de reclamação e fraqueza durante todo o percurso me fizeram pegar uma birra ímpar de Frodo, e o fato dele sair ileso as vezes tbém me irrita... me vi empurrando o pequeno penhasco abaixo inúmeras vezes!
    Isso quando num imaginava... "tá a Laracna matou o Froxo e agora o Sam vai e faz o que tem que ser feito e fim".
    Ainda assim, acho que esse final era um pouco previsível... Frodo vai sucumbir e alguém aparece pra salvar o dia... só num esperava que esse alguém fosse o Gollum.

    Quanto ao que vc falou sobre quem teria ou não coragem de matar Frodo se necessário fosse, sinceramente não aposto em Gandalf por mais determnado que ele seja. Na verdade, pelo livro o mais frio era o Legolas (no filme q ele parece uma gazela super poderosa) se alguém o fizesse, o que não acredito, seia ele... mas de qquer forma, sendo Gandalf o Branco, creio que encontraria fácil qualquer saída alternativa que não fosse a morte do pequeno.

    Quanto ao que o Arqueiro disse, creio que também apimentaria um pouco mais o final... até que ponto não sei... na verdade duvido que se eu pegasse pra fazer sairia qquer coisa q prestasse, mas seria interessante um outro final menos "e todos seguiram seus rumos felizes e em bela convivência" rs



    PS... tarefa cumprida menina! =)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  7. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

  8. JPHanke

    JPHanke Usuário

    Se pudesse mudar alguma coisa, mandaria Faramir pra Valfenda, no lugar de Boromir, só pra ver como as coisas prosseguiriam daí pra frente!!
     
  9. Babth

    Babth Usuário

    Eu, particularmente não mudaria nada!! Pois acho a obra perfeita, de uma magnitude incrível!! E até porque é falta de educação ficar mexendo nos trem dos outros!! :lol:

    Mas o próprio Tolkien disse ( vide prefácio da Sociedade do Anel ) que teve coisas que ele não gostou e que gostaria de mudar!! Modéstia dele na minha opinião!!

    Tolkien desencana, você é o cara!! :mrgreen:
     
    Última edição: 25 Mar 2009
  10. Indu

    Indu In sacanagi we trust

    Depois do que o Roy falou...sobrou alguma coisa..?:mrgreen:
     
  11. Excluído032

    Excluído032 Excluído a pedido

    Sei la eu gostaria de ver no final uma batalha que tivesse de novo um grande aliança, com anões, elfos ,humanos, etc..., que ela fosse um pouco mais sangrenta, q moresse mais gente e que a Senda Dos Mortos não participasse da guerra,poucos morreram dos personagens ''famosos''.Acho q o SDA é quase perfeito, do jeito q estava ficou ótimo, mas como pediram pra mudar alguma coisa.
    ah já ia me esquencendo concordo com a Indily eu tbm tinha certa raiva do Frodo e queria empurra-lo tbm, a Frodo tinha que ser mais macho huashusauhsa.
     
  12. Melian_ a maia

    Melian_ a maia Eu não sou um

    Todo mundo odeia o Frodo, vou fazer uma enquete!
    hahahahaha
    * brincadeirinha ^^
     
  13. Nina-Lasgalen

    Nina-Lasgalen Usuário

    Os finais de Tolkien são sempre tristes ou agridoces. Mas imagine se não fossem, a história perderia parte de sua beleza, pois parte dela vem do sofrimento, assim como por erxeplo a história de Túrin, muito bonita porém triste do início ao fim.

    Também todos um dia morrem , todas as histórias da terra acabam , podem se perpetuar nas mentes, mas um dia desaparecem da forma material. Impossível criar uma história sem final ao menos um pouco triste sabendo que é inivitável o fim de todas as coisas.
     
  14. Veänis

    Veänis Lempe ou Sleestak?

    Sempre haverá uma parte que nos chocou, que nos fez chorar - por que não? -, que nos magoou. Mas eu não mudaria nada, porque Tolkien soube levar a história como jamais outro saberia em relação a Terra Média.
     
  15. Cilmawiel

    Cilmawiel Usuário

    Não mudaria nada pelo simples fato de que a obra merece respeito. Um contador de histórias não deve se meter nas histórias de outro contador. Se O Professor deu o fim que deu é pq assim tinha q ser. Em nada mexeria a menos que o próprio Professor pedisse p/ q algo fosse modificado o q é impossível já q ainda não aprendi a falar com os mortos e mesmo q pudesse duvido q, se houvesse algo para ser modificado segundo o ponto de vista do Professor, ele pediria para alguém q ainda engatinha na arte de contar histórias.
     
  16. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Mudar não, e sim continuar as histórias que Tolkien não teve muito aprofundamento, como descrições de lugares e pessoas, dentre várias outras coisas sobre os lugares da Terra Média.
     
  17. Aragorn6529

    Aragorn6529 Eruenvinyatano

    Eu pessoalmente n mudaria a história pois foi muito bem elaborada por Peter Jackson, porem se fosse p mudar alguma coisa eu atualizaria o filme, já que a tecnologia usada para fazer os filmes de cinema hoje em dia está muito avançada e daria para fazer um ótimo filme com isso, poderia até atrair mais gente pro mundo de Tollkien...
     
  18. Belladona Tûk

    Belladona Tûk Do what thou wilt shall be the whole of the law

    Como eu coloquei noutro tópico, eu não mudaria nada na Obra. Só desejo que Tolkien tivesse mais tempo para terminá-la =[

    Pode ser, nada é perfeito, mas aos meus olhos, está tudo em seu lugar.

    Concordo plenamente!

    Há coisas que alguns gostam, outras que outras pessoas não gostam. Tudo é bem variável. Eu, por exemplo, adoro seu detalhismo, nos faz ver quase que como ele via, o que é impossivel, mas me faz sentir mais próxima disso. E o melhor é que mesmo tendo essa imensidão de detalhes ainda há liberdade para imaginar de forma particular, se me entendem...
     
    Última edição: 29 Mar 2009
  19. TorUgo

    TorUgo a.k.a. Tortoruguito...

    8-O WTF? 8-O

    Enfim, eu estive a pensar há uns dias e acho que mudaria uma passagem bem conhecida de todos.

    Acho que os Elfos são bem representados em Rivendell/Valfenda e em Lothlórien, os Homens em Rohan e Gondor, os Hobbits no Shire, mas e os Anões? Apenas vemos Gimli e Glóin durante toda a obra! Não seria justo existir uma pequena parte em que uma terra Anã fosse descrita e mostrada?

    Eu acho que quando a Irmandade chega a Mória, devia encontrar Balin e alguns dos Anões ainda vivos. Encontrar-se-iam numa sala qualquer, Balin poderia contar umas histórias bem interessantes aos nossos conhecidos e estes contar-lhe-iam o seu segredo.

    O Anão poderia até sofrer uma certa tentação, que ultrapassaria rapidamente e quando a Irmandade fosse atacada, ele e os anões ficariam para defender e atrasar os outros, de forma a dar tempo à Irmandade para fugir.

    Acho que não só mostraria mais os anões como um povo, como também traria boas oportunidades de narrativa.

    Mas quem manda é Tolkien mesmo! =)
     
  20. ARABAEL

    ARABAEL Ema Infame e

    Roy guloso falou tudo já.
     

Compartilhar