1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Você ainda assiste Chaves?

Tópico em 'Nostalgia' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 3 Nov 2010.

?

Você ainda assiste Chaves hoje em dia?

  1. Sim

    82,0%
  2. Não

    18,0%
  1. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Chapolin diz que "Batman está em lua de mel com Robin" Imagem: Reprodução/Multishow


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    , o Multishow não repetiu a atitude ao levar ao ar um episódio semelhante, no último sábado (15). Na fala de tom preconceituoso, o herói mexicano diz que "Batman está em lua de mel com Robin".
    A piada foi exibida porque o Multishow já recebeu o episódio com dublagem clássica, feita pelos estúdios Maga para o SBT em 1990. A história, gravada em 1976, se chama "A Cidade Perdida" e é uma regravação de um capítulo que não tinha versão brasileira para TV. O canal pago aproveitou a dublagem inédita e ordenou que a tradução retirasse a fala homofóbica.

    Em "A Cidade Perdida", o personagem interpretado por Carlos Villagrán se irrita com o herói e sentencia: "Se eu soubesse disso, eu teria chamado o Batman!". O herói mexicano se revolta e diz: "Em primeiro lugar, Batman está em lua de mel com Robin".

    A piada é a mesma do episódio "O Descobrimento da Tribo Perdida", gravado em 1973. Quando exibiu esta história, em maio, o Multishow trocou a piada para "Batman não pôde vir porque furou o pneu do Batmóvel". A troca, quase imperceptível para o público geral, foi percebida e reprovada pelos fãs.

    Multishow admitiu erro, mas reprovou piada homofóbica

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Cena de episódio "O Descobrimento da Tribo Perdida" Imagem: Reprodução/Multishow

    Ao UOL, em maio, a então diretora de programação e conteúdo digital, Tatiana Costa, admitiu que o Multishow errou ao ter alterado a piada original: "Erramos nesse caso, mas ainda erraremos muito. E que bom, porque é vivo, é uma troca, não é uma decisão única, unilateral, enfiada goela abaixo. Estamos aqui para ouvir, discutir juntos e ajustar. Somos fãs também e sabemos que ainda teremos muitas batalhas pela frente".
    Segundo a diretora, o Multishow entendeu que a piada era homofóbica e decidiu suavizá-la porque não cabe nos dias atuais, em que se combate o preconceito contra LGBTs, nem no canal pago, que tem a drag Pabllo Vittar entre suas estrelas.

    "Existe, por trás, obviamente, um cunho homofóbico, uma coisa mais machista. Entendemos que era uma piada preconceituosa. Lá atrás, nos anos 70 e 80, era considerada normal, mas felizmente hoje não é mais aceitável. Você não diria isso para o seu filho, estamos em um outro momento da vida. Tentamos suavizar isso", explicou Tatiana Costa.

    "Não foi fácil essa decisão. Temos um poder muito grande nas mãos. É um canal democrático, que tem a Pabllo Vittar no ar com um programa incrível que tem um propósito de combater tudo isso. Mas, ao mesmo tempo, entendemos que os fãs reagiram e vamos acertar e errar, mas sempre com a tentativa de fazer o melhor", complementou a diretora.

    O Multishow comprou da rede mexicana Televisa 523 episódios de "Chaves" e "Chapolin", incluindo mais de 100 histórias inéditas na TV. "O Descobrimento da Tribo Perdida" está nesta lista e foi dublado neste ano nos estúdios Som de Vera Cruz, no Rio de Janeiro, e Unidub, em São Paulo.
    O episódio já tinha sido lançado em DVD e dublado pelo Studio Gabia, em São Paulo, em 2005. Nesta ocasião, porém, a piada de tom homofóbico foi mantida.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Amadenaro Grandrago

    Amadenaro Grandrago Fabio Scherer

    Meu sobrinho assiste muito Chapolin no Youtube, e muitas vezes me obriga a assisti junto... :)
     
  3. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Te obriga? Haha você não curte?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  4. Amadenaro Grandrago

    Amadenaro Grandrago Fabio Scherer

    Eu curto sim, mas tenho muitas ocupações das quais fico triste em me desvencilhar, ainda que por alguns minutos ou uma meia hora por dia... Se fico duas horas num dia longe de meus projetos, quase enlouqueço - mas não demonstro nada emocionalmente, nem fico ríspido com os demais... penso que infelizmente, serei um homem completamente e lentamente consumido pela minha obra, mas este é um pequeno preço a ser pago pelo avanço cultural-tecnológico humano, creio... :) No mais, acho uma série muito engraçada. :)
     
  5. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Bem, estou certo de que um dia quando seu sobrinho for crescido ele vai sentir falta desses momentos (e você também). ;)
    Meu irmão fica indignado quando eu vejo Chaves. Ele diz "como você pode achar isso engraçado? Você já assistiu cada episódio mil vezes!"
    Mas não tem jeito, não tem como não rir com o Seu Madruga pulando em cima do chapéu haha!
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • LOL LOL x 1
  6. Amadenaro Grandrago

    Amadenaro Grandrago Fabio Scherer

    Sim, talvez você tenha razão, a vida é curta e passa rápido. Às vezes a consciência disto me torna meio compulsivo e obsessivo em relação aos meus projetos, admito... :) Entenda que não critiquei a série Chaves ou a série Chapolin em nenhum momento, são obras geniais do humor. Mas mesmo para ver um filme de um estilo que eu goste bastante (e ainda não tenha visto), eu ainda prefiro trabalhar em meus projetos... :)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  7. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Falando de Chaves e trabalho lembrei do Seu Madruga: "Não existe trabalho ruim. O ruim é ter que trabalhar." :lol:
     
    • LOL LOL x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Chaves e Chapolin posso até ficar um tempo sem assistir, mas se de repente estou num lugar e está passando é difícil não resistir.
    É aquele humor que o tempo passa, mas que sempre faz muito bem.
     
    • Ótimo Ótimo x 2

Compartilhar