• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Traduzir ou não?

KADU disse:
Tipo, essa metáfora(onde as sombras se deitam) ficou muito melhor(na minha humilde opiniao) que 'onde as sombras moram'(que também eh uma metáfora! Sombras nao moram em lugar algum como tambem nao se deitam). Pra quem sabe o que é Mordor(ou seja, qualquer um que esteja lendo o livro) nao é dificil imaginar pela frase que esta se referindo a um lugar escuro, de sofrimento e criaturas terríveis...de onde vem a sombra nesse caso é irrelevante, pois ela é uma metáfora ao ambiente hostil de Mordor.

mas ficaria melhor se colocassem "onde as sombras descansam". afinal, o sentido seria o mesmo do inglês (to lay é deitar, descansar) e faria mais sentido.
 
Não é que não se deva traduzir. Toda a tradução faz a obra perder alguma coisa. Deve-se existir a opição da dias coisas. Quem quer ler traduzido lê, quem não quer não lê.

Em relação a tradução dos naomes eu não acho muito adequado. Na verdade deve-se por as duas formas no livro (a em inglês entre parênteses).
 
Agamennon disse:
Não é que não se deva traduzir. Toda a tradução faz a obra perder alguma coisa. Deve-se existir a opição da dias coisas. Quem quer ler traduzido lê, quem não quer não lê.

Hum... eu concordo se você quer dizer que quem não quiser ler traduzido, que leia a obra em lingua original. :)

Agamennon disse:
Em relação a tradução dos naomes eu não acho muito adequado. Na verdade deve-se por as duas formas no livro (a em inglês entre parênteses).

Eu não acho que ficaria legal. Visualmente, ficaria muito rebuscado, prejudicando a leitura.
 
Com certeza fica ruim. Mesmo se utilizar comentários no rodapé da página.

Minha opinião pessoal é a mesma: siga-se as instruções do autor. Ele diz para traduzir, segundo regras especificadas? Que assim seja!

A versão original sempre estará disponível na obra original. Se alguém afirma que não tem conhecimento suficiente pra entender a obra no original, não vai ter conhecimento suficiente pra entender o objetivo e significado dos nomes se deixados intraduzidos na obra traduzida e vai perder mais do que ganhar :wink:
 
Fox disse:
Eu não acho que ficaria legal. Visualmente, ficaria muito rebuscado, prejudicando a leitura.

Eu sou a favor de um glossario no final com os nomes originais e traduzidos. Todos só têm a ganhar com isso.
 
eu acho que precisa traduzir nomes, desde que tenha havido uma intenção na sua criação. traduzir baggins para bolseiro tudo bem. mas é desnecessário qdo não há essa preocupação. por exemplo, no harry potter, o nome do pai do protagonista no original é james, apenas um nome qualquer, sem nenhum significado, mas traduziram ele para tiago no brasileiro, o que foi desnecessário. nesse caso, seria melhor manter o nome original.
 
Barlach disse:
eu acho que precisa traduzir nomes, desde que tenha havido uma intenção na sua criação. traduzir baggins para bolseiro tudo bem. mas é desnecessário qdo não há essa preocupação. por exemplo, no harry potter, o nome do pai do protagonista no original é james, apenas um nome qualquer, sem nenhum significado, mas traduziram ele para tiago no brasileiro, o que foi desnecessário. nesse caso, seria melhor manter o nome original.
Concordo! No SdA a tradução dos nomes é realmente importante, nos apêndices Tolkien diz que traduziu os nomes do westron para facilitar a compreensão. O Merry (Meriadoc) era Kali (Kalimac), pq Kali significava alegre, jovial, assim como merry em inglês .Acho que nesse caso, eles não traduziram para o português pq não tinha nenhuma palavra pequena com esse significado, dar o nome dele "Jovial"(Jovialac) não seria legal :lol:
 
Barlach disse:
por exemplo, no harry potter, o nome do pai do protagonista no original é james, apenas um nome qualquer, sem nenhum significado, mas traduziram ele para tiago no brasileiro, o que foi desnecessário. nesse caso, seria melhor manter o nome original.

Se eu te disse que James = Tiago da mesma forma que John = João ou Michael = Miguel, vc ficaria muito chocado?
 
Deriel disse:
Barlach disse:
por exemplo, no harry potter, o nome do pai do protagonista no original é james, apenas um nome qualquer, sem nenhum significado, mas traduziram ele para tiago no brasileiro, o que foi desnecessário. nesse caso, seria melhor manter o nome original.

Se eu te disse que James = Tiago da mesma forma que John = João ou Michael = Miguel, vc ficaria muito chocado?
Eu sabia, mas acho sem necessidade, então Harry Potter seria o que Haroldo Poteiro? :mrgreen: Se bem que os livros de História fazem a mesma coisa com os Reis da Inglaterra, França, etc...
 
Tradução

Prime Nazgûl disse:
Seria Haroldo Oleiro. :mrgreen:
Uma coisa que achei estranha em Harry Potter, foi eles terem traduzidos nomes como João, por exemplo e não traduzirem Harry. Ou traduz tudo ou não traduz nada.
 
Eu acho que as pessoas que conhecem a língua inglesa tendem a, às vezes, usá-la em suas citações. Isso também acontece comigo. E é fácil explicar porquê. Ora, que a nossa língua é belíssima, isso eu já sei, mas para nós que falamos português a vida inteira, todos os dias, falar algo em inglês significa dar uma sonoridade mais expressiva a uma certa palavra ou frase. Se falamos, por exemplo, "Você não pode passar" estaremos falando algo normal e monótono; mas se falarmos "You shall not pass", que significa aproximadamente a mesma coisa, estaremos falando algo grandioso e terrível. Ou seja, falamos a mesma coisa, as únicas coisas que mudam são a ênfase, a sonoridade, e a grandiosidade produzidas. Não tem nada a ver com amor ou não-amor à pátria, e nem com "gosto não se discute", é apenas uma questão de deixar as coisas na forma original. Se foi primeiramente escrito Rivendell, mas foi traduzido para Valfenda, quem quiser falar o último, que fale, mas quem preferir o primeiro, vá em frente!
É claro que eles estão certos em traduzir alguns dos nomes, justamente para atingir às pessoas que não falam inglês. Apesar de que sou completemente a favor do glossário no final do livro com os nomes originais. Seria ótimo porque, às vezes, quando falo com gringos, que leram o livro em inglês, fica difícil a comunicação, justamente porque não sei os nomes em inglês.
Aquelas que falam inglês, devem usufruir de sua sabedoria sem hesitação. Afinal, nenhum de vocês falaria "Hoje vou começar a ler o livro de João Ronaldo Ruela Turquino"... ou falaria?

Até mais,
por Cesar Filho.
 
Cesarfilho disse:
Apesar de que sou completemente a favor do glossário no final do livro com os nomes originais. Seria ótimo porque, às vezes, quando falo com gringos, que leram o livro em inglês, fica difícil a comunicação, justamente porque não sei os nomes em inglês.

Já um glossário me soa bastante interesse... vou mastigar essa idéia um pouco mais...

Cesarfilho disse:
Aquelas que falam inglês, devem usufruir de sua sabedoria sem hesitação. Afinal, nenhum de vocês falaria "Hoje vou começar a ler o livro de João Ronaldo Ruela Turquino"... ou falaria?

Soa legal... pode acontecer né. :roll:

Cesarfilho disse:
Até mais,
por Cesar Filho.

Pô, beleza. A gente se vê por aí. :wink:
 
Um glossário de nomes traduzidos é uma idéia legal. Mas é mais trabalho pro tradutor, mais papel gasto, e mais tempo, o que significa mais dinheiro e preço final maior. Além de uma cosia muito importante, isso interessaria a muito poucos, não vale o investimento.

Poderia ser vendido em separado. Mas tembém é investimento quase sem retorno, que nem Home... Pra saber essas coisas e gente busca na internet e tenta saber com o tradutor. Tá bom, já.
 
Uma dúvida que me surgiu agora:
Pra que traduzir Sam Gamgee para Sam Gamgi, se Gamgi não significa nada em português? Era mais fácil deixar como estava.
 
Eles devem ter feito isso baseando-se nas instruções de tradução que Tolkien deixou. No portugues dois 'e' juntos nao tem som de 'i'. Se a pronuncia correta é com 'i' no final, entao a melhor forma do nome em portugues é Gamgi mesmo.
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.464,79
Termina em:
Back
Topo