1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Tolkien tava'cas paciencia cheia [O Hobbit]

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Psychedelic Furs, 12 Abr 2006.

  1. Psychedelic Furs

    Psychedelic Furs Usuário

    Tava lendo o fim de O Hobbit esses dias porque ganhei um livro [ atlas da Terra Media ] e eu queria conferir algumas coisas. Dae eu vi que tipo, derrepente, Tolkien para de dar milhõs de detalhes ( diferente do que ele fez o livro inteiro e por sinal um dos fatores do porque eu gosto de le-lo [ai] ) e começa a narrar muito rapidamente a batalha dos 5 exercitos dando praticamente nenhum detalhe de tal batalha. Na minha opinião isso tira um poco do tesão que livro é, parece que o cara ta com pressa pra terminar.

    O que ceis acham ?
     
  2. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Eu acho que entendi o que você quis dizer. Mas provavelmente isso aconteceu porque a batalha, além de ter sido algo que em grande parte o Bilbo não presenciou (ele tomou uma pedrada e desmaiou, não?), é um evento realmente mais dinâmico, que pede descrições tão ágeis quanto as ações.

    Mas, na verdade, li o livro tem um tempo, e não me lembro se essa parte está mal escrita em relação ao resto. Lembro que o meu capítulo preferido é o primeiro, uma das coisas mais criativas e divertidas que já li.
     
  3. Psychedelic Furs

    Psychedelic Furs Usuário

    É tipo isso, quero dizer, eu acho que, vendo pelo lado que o livro narra a'ventura do bilbo, ta certo dele ter cortado detalhes porque aquele levou mesmo uma pedrada.

    Mais é que eu fico curioso ! hehe, eu adoro as descrições de batalha de tolkien.
     
  4. Bagrong

    Bagrong RaG

    Temos que lembrar que O Hobbit é um livro para crianças. Sim, eu sei que todo mundo lê gosta e que é inteligente, etc. Não é isso que estou pondo em questão.

    O negócio é que não se pode colocar batalhas sangrentas com cabeças sendo decaptadas e gente morrendo por todos os lados num livro que crianças vão ler. Eu sempre vi o desmaio de Bilbo como um artifício para restringir um momento que tornaria o livro "pesado".

    Além disso, a guerra iria quebrar o tom alegre e um pouco ingênuo que Tolkien tentou dar ao livro. Vejam outras batalhas, como Bilbo contra as Aranhas, ele canta, joga pedrinhas, não tem nada de sangüinário naquilo.

    Btw, alguns críticos da época já consideravam O Hobbit pesado demais para crianças, mesmo com essa batalha "censurada".
     
  5. Psychedelic Furs

    Psychedelic Furs Usuário

    eu não sabia que era pra crianças. :oops:
    neste caso justifica-se a falta de detalhes
     
  6. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    O Hobbit não é um livro para crianças. Isso depende muito do achismo de cada um. Para mim, o que importa é o que Tolkien achava, e ele já deu entrevista (acho que para o The Sunday Times) negando que o livro fosse direcionado a crianças. Várias vezes já postei esse trecho aqui, mas não me importo em fazê-lo quantas vezes for necessário, até que se liguem. Tolkien era a favor das diversas opiniões sobre sua obra, mas é errado considerar certas opiniões reinantes como verdade absoluta.

    Porém, isso não contradiz o que o Bagrong falou: a história é conduzida em um tom ingênuo e simplório, ao típico estilo hobbit (razão pela qual muitos a vêem como infantil). Não faria sentido modificar seu curso com a descrição detalhada de uma batalha.
     
    Última edição: 13 Abr 2006
  7. Bagrong

    Bagrong RaG

    Eu só quis dizer que é um livro que pode ser lido por crianças: foi contado para os filhos de Tolkien, emprestado para os filhos de seus amigos e até selecionado para publicação pelo filho do editor. Também não acho ele infantil, mas uma história que tem as crianças como um dos públicos-alvo, não pode ser sangrenta.

    Anyway, concordo com você que a segunda parte, sobre o tom da narrativa, é mais importante para explicar o tema em questão.
     
  8. Ulmo- o grande

    Ulmo- o grande Não quero + passear com esse

    O Hobbit e sim um livro de categoria infantil, mas isso nao justifica a falta de detalhe...E que(tentem acompanhar o raciocinio) o livro e um relato de Bilbo, e como ele tava desmaiado no campo de batalha, ele so pode descrever a batalha de acordo com o relato de terceiros, por isso a descriçao nao foi tao rica quanto o resto do livro...isso foi um recurso do autor
     
  9. Galahan

    Galahan Lazy elven artist

    O Hobbit tem uma evolução interessante. Ele passa de um tom simplório e descritivo, como já apontado por muitos aqui, para algo mais grandioso e rápido no final. Acho que isso é a conjugação de muitos fatores. Um deles é o próprio desejo do autor como podemos aprender de diversas cartas. Tolkien sempre disse que começou a escrever o Hobbit de forma mais despreocupada, mas que ele foi ganhando tal forma e se embrenhando tanto nas histórias da Terra-média pré-concebidas que seu estilo no final mudou, tornando-se mais "elevado". A batalha no final é um exemplo disso.

    Quanto à "paciência cheia" que o Psychedelic Furs mencionou, creio que ele tem certa razão, uma vez que Tolkien já estava escrevendo o livro a um bom tempo e tinha constantes cobranças para entregá-lo, além do fato de que ele mencionou em cartas que não tinha muita paciência para escrever sobre batalhas (imagine se tivesse rs).

    No final das contas creio que ele se valeu de um artifício literário para fazer para adequar seu estilo, encurtar o trabalho. Ele limitou a descrição da batalha para que o leitor tivesse uma sensação frenética de agilidade e nocauteou Bilbo para não ter de ficar entrando nos pormenores.
     

Compartilhar