1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

The Oscars 2017

Tópico em 'Cinema' iniciado por G., 24 Jan 2017.

  1. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Melhor filme
    "A chegada" (Arrival)
    "Até o último homem" (Hacksaw Ridge)
    "Estrelas além do tempo" (Hidden Figures)
    "Lion: Uma Jornada para Casa"
    "Moonlight: Sob a luz do luar"
    "Cercas" (Fences)
    "A qualquer custo" (Hell or High Water)
    "La la land: Cantando estações"
    "Manchester à beira-mar" (Manchester by the Sea)

    Melhor diretor
    Dennis Villeneuve ("A chegada")
    Mel Gibson ("Até o último homem")
    Damien Chazelle ("La la land: Cantando estações")
    Kenneth Lonergan ("Manchester à beira-mar")
    Barry Jenkins ("Moonlight: Sob a luz do luar")

    Melhor ator
    Casey Affleck (“Manchester a beira mar”)
    Denzel Washington (“Cercas”)
    Ryan Gosling (“La La Land – Cantando estações”)
    Andrew Garfield (“Até o Último Homem”)
    Viggo Mortensen (“Capitão Fantástico")

    Melhor atriz

    Natalie Portman (“Jackie“)
    Emma Stone (“La La Land - Cantando estações“)
    Meryl Streep (“Florence: Quem é essa mulher?“)
    Ruth Negga (“Loving“)
    Isabelle Huppert (“Elle“ )

    Melhor ator coadjuvante

    Mahershala Ali (“Moonlight: Sob a luz do luar“)
    Jeff Bridges (“Até o Último Homem”)
    Lucas Hedges ("Manchester à beira-mar")
    Dev Patel (“Lion: uma jornada para casa”)
    Michael Shannon ("Animais noturnos")

    Melhor atriz coadjuvante
    Viola Davis ("Cercas")
    Naomi Harris ("Moonlight: Sob a luz do luar")
    Nicole Kidman ("Lion")
    Octavia Spencer ("Estrelas além do tempo")
    Michelle Williams ("Manchester à beira-mar")

    Melhor fotografia
    Bradford Young ("A chegada")
    Linus Sandgren ("La la land: Cantando estações")
    James Laxton ("Moonlight: Sob a luz do luar")
    Rodrigo Prieto ("O silêncio")
    Greig Fraser ("Lion: Uma jornada para casa")

    Melhor animação
    "Kubo e as cordas mágicas"
    "Moana"
    "My life as a Zucchini"
    "The red turtle"
    "Zootopia"

    Melhor filme em língua estrangeira
    "Land of mine"
    "A mand called Ove"
    "O apartamento"
    "Tanna"
    Toni Erdmann"

    Melhor roteiro original
    "La la land: Cantando estações"
    "Manchester à beira-mar"
    "A qualquer custo"
    "O lagosta"
    "20th century woman"

    Melhor roteiro adaptado
    "Moonlight"
    "Lion"
    "Cercas"
    "Estrelas além do tempo"
    "A chegada"

    Melhor documentário
    "Fire at sea"
    "I am not your negro"
    "Life, animated"
    "O.J. Made in America"
    "13th"

    Melhor curta-metragem
    "Ennemis Intérieurs"
    "La femme et le TGV"
    "Silent night"
    "Sing"
    "Timecode"

    Melhor curta-metragem de animação
    "Blind Vaysha"
    "Borrowed time"
    "Pear Cider and Cigarettes"
    "Pearl"
    "Piper"

    Melhor documentário em curta-metragem
    "Extremis"
    "41 miles"
    "Joe's violin"
    "Watani: My homeland"
    "The white helmets"

    Melhor edição
    "A chegada"
    "Até o último homem"
    "A qualquer custo"
    "La la land: Cantando estações"
    "Moonlight: Sob a luz do luar"

    Melhor edição de som
    "A chegada"
    "Deepwater horizon"
    "Até o último homem"
    "La la land: Cantando estações"
    "Sully: O herói do rio Hudson"

    Melhor mixagem de som
    "A chegada"
    "Até o último homem"
    "La la land: Cantando estações"
    "Rogue One: Uma história Star Wars"
    "13 Hours: The secret soldiers of Benghazi"

    Melhor design de produção
    "A chegada"
    "Animais fantásticos e onde habitam"
    "Ave, Cesar!"
    "La la land: Cantando estações"
    "Passageiros"

    Melhores efeitos visuais
    "Deepwater horizon"
    "Doutor Estranho"
    "Mogli"
    "Kubo e as cordas mágicas"
    "Rogue One: Uma história Star Wars"

    Melhor canção original
    "Audition (The fools who dream)" ("La la land: Cantando estações"
    "Can't stop the feeling" (Trolls")
    "City of stars" (La la land: Cantando estações")
    "The empty chair" (Jim: The James Foley Story")
    "How far I'll go" ("Moana")

    Melhor trilha sonora
    Micha Levi ("Jackie")
    Justin Hurwitz ("La la land: Cantando estações")
    Dustin O'Halloran & Hauschka ("Lion")
    Nicholas Britell ("Moonlight: Sob a luz do luar")
    Thomas Newman ("Passageiros")

    Melhor cabelo a maquiagem
    "A man called Ove"
    "Star Trek: Sem fronteiras"
    "Esquadrão suicida"

    Melhor figurino
    "Allied"
    "Animais fantásticos e onde habitam"
    "Florence: Quem é essa mulher?"
    "Jackie"
    "La la land: Cantando estações"
     
    Última edição: 24 Jan 2017
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Bel

    Bel Moderador Usuário Premium

    Viggo em ator e o doc "Life, animated" :amor:
     
    Última edição: 24 Jan 2017
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Eu chorei o tempo todo no cinema vendo esse Life, Animated :amor:

    Gostei que Ruth Negga entrou, e estou mais tranquilo por Isabelle Huppert ter sido indicada :grinlove:

    E, gente! The Lobster entrou em roteiro :amor: :amor: só acho difícil ganhar, a competição tá forte nessa categoria...
    --- Mensagem Dupla Unificada, 24 Jan 2017, Data da Mensagem Original: 24 Jan 2017 ---
    E tava olhando pra essa melhor atriz, tentando lembrar quem tava faltando até que vi isso:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    podiam facilmente dar o lugar da Meryl pra Amy... Streep já é hors concours :p ...
     
  4. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Bom, por enquanto os que eu vi foram Rogue One, Animais Fantásticos e Star Trek.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 24 Jan 2017, Data da Mensagem Original: 24 Jan 2017 ---
    Bom, por enquanto os que eu vi foram Rogue One, Animais Fantásticos e Star Trek.
     
  5. Galford Strife

    Galford Strife Jedi Master

    Imagina se Esquadrão Suicida ganha esse Oscar de melhor maquiagem...
     
  6. G.

    G. Ai, que preguiça!

    • LOL LOL x 3
  7. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Aquarius podia tão estar nessa lista.

    Tony Erdmann e Land of Mines são bem superiores.
    Tanna é um filme abaixo, por mais adorável que ele seja e que tenha uns planos fenomenais da natureza. Mas o filme tem um aspecto de Discovery Channel com imagens espetaculares misturado com uma narrativa bem inocente e quase amadora.
    Os demais estão ali no mesmo nível.
    Tá certo que não entraram nessa lista outros filmes submetidos ao oscar estrangeiro que eu considerei superior. Mas Aquarius era um pretendente forte aí.



    Dos indicados, Moonlight pra mim é a produção superior. Mas tá claramente tudo muito bem encaminhado pra La La Land entrar no hall de maiores premiados de todos os tempos.

    Muitos filmes com mensagens políticas/sociais bem fortes e claras, algumas vezes explícitas demais que podem incomodar pela total falta de sutilezas. Talvez resultado do que foi a corrida presidencial bem intensa.

    Decepções sempre existem e nem importam tanto mais depois de tanto tempo acompanhando as premiações.
    Adoro a Amy Adams e continuo dizendo que das atrizes americanas em ação ela é pra mim a que consegue atingir o maior espectro possível, desde musicais com overactings passando por papéis carregados apenas na sutileza e chegando até em dramalhões como Doubt. Também a colocaria fácil no lugar da Meryl, apesar de pela primeira vez eu ter conseguido simpatizar por um personagem cômico da Streep.

    Pra mim uma falta que ninguém comenta é a do filme do Makoto Shinkai que eu também venho admirando há mais de década na categoria de animação. O filme estreou em dezembro em Los Angeles com esperança de chegar a tempo para as premiações, mas aparentemente a academia só aprecia animação japonesa se for Ghibli. Uma pena.



    Enfim.
    Vejamos o que teremos de surpresa este ano. É sempre a parte mais divertida do oscar.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    é o kimi no na wa? eu até falei dele pro gabriel no facebook, tinha certeza que estaria entre as animações, até porque li muito artigo gringo falando dele. o que chateia é que a falta da indicação acaba dificultando a chegada dele nos cinemas (pelo menos aqui em curitiba, que é um cocozão gigante em termos de variedade de filmes em cartaz).
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  9. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Sim, esse mesmo. Esqueci de mencionar o nome. Valeu.
    Esse filme chamou atenção justamente por ter quebrado o recorde de bilheteria japonesa passando por cima de classicões como Princesa Mononoke e Chihiro, que são animações que tiveram a sua vez na terra do tio Sam.

    Makoto Shinkai tem uma técnica e visão de animação que é simplesmente embasbacante. Ele é quase tipo um Béla Tarr das animações de tão marcantes que são cada plano.

    Pra mim o melhor filme dele ainda é Beyond the Clouds, mas eu e muita gente realmente esperava maior atenção a este novo dele.


    Mas enfim.
    Pelo menos não entrou nenhuma animação tipo nível Trolls ou Tinker Bell. Aì daria pra ficar bem bravo mesmo.
    Os que entraram tem seus méritos.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  10. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Triggered

    Esse eu tinha ouvido muita recomendação de um carinha que faz reviews de filmes no Youtube, o Chris Stuckmann. Nem sei se já ta disponível nos torrentes da vida, vou ver...
    --- Mensagem Dupla Unificada, 10 Fev 2017, Data da Mensagem Original: 10 Fev 2017 ---
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  11. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Os curtas dele também são muito bons.
    Esses talvez você ache fácil em youtubes ou vimeos.
    Kanojo to Kanojo no neko, hoshi no koe (que foi o que o tornou famoso e catapultou a sua carreira), etc.
    Principalmente os curtas do início da carreira são impressionantes se você também souber que ele fez literalmente tudo sozinho com ajuda da esposa. Da arte, som, dublagem, etc. Sem estúdio.

    PS: Avisando que normalmente a temática que ele busca costuma ser voltada a um sci-fi meio filosófico. Tem uma ou outra obra mais voltada pra fantasia, mas o grosso é sci-fi (soft).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Fausto

    Fausto Lovely head

    • LOL LOL x 2
  13. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

  14. Indu

    Indu MANDALORIAN

    E o Oscar de melhor Curta vai para:
    Meus relacionamentos
    Desculpa, essa piada é boa em todos os anos.

    De resto só aposto em A Chegada, que parece estar com tudo.
     
  15. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

  16. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    eu morrendo de sono, lutando para ficar acordada, escuto o cara dizer la la land, desligo a tv e vou dormir. aí acordo com o fabio me contando do que aconteceu. gente, que tosquera.
     
    • LOL LOL x 3
  17. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Bom.

    Quanto a premiação: TL;DR

    1) De fato foi uma das cerimônias mais políticas dos últimos anos, mais até que ano passado com a questão da representatividade. Trump conseguiu monopolizar boa parte das piadas da noite. E foi diretamente responsável pela vitória de Forushande (bom filme, mas inferior a Toni Erdmann e Land of Mine) e White Helmets (esse aqui perigoso dado que a organização em questão é no mínimo controversa).

    2) A associação dos maquiadores foi a responsável pela tragédia de Suicide Squad sair com um Oscar e poder se posicionar acima de muitas obras infinitamente superiores. Foram 3 escolhas que abriram essa brecha. A outra opção do trio só poderia ser Star Trek dado que Ove, por mais que seja um filme bem superior aos 2 concorrentes, entrou como uma surpresa quase incompreensível na minha visão.
    Já as nomeações em figurino estavam boas. Mas não ter saído Jackie com a estatueta e ter ido para Fantastic Beasts me chocou.

    3) White Helmets já disse que foi um vencedor perigoso. Eu iria de Extremis pelo tema e pela captação das imagens. Ou 4.1 Miles poderia ter levado para compensar a derrota de Fogo ao Mar. Falando de Fogo ao Mar, realmente era impossível não ter ido para OJ como melhor documentário. Obra completa, com exposição de contexto histórico, relatos surpreendentes, uma montagem muito bem feita. É um documentário que apesar de ser sobre uma personalidade, acaba conseguindo ser amplo o suficiente pra englobar os temas de 2 dos outros concorrentes (13th e I am not your negro), tocando no tema que foi a grande polêmica do ano passado (e não é surpresa 3 dos indicados terem temática semelhante).

    5) Os curtas de animação não me empolgaram muito. Então não fico triste por ter ido para o default de sempre que é o da Pixar. Talvez tivesse dado para Pearl por ser o primeiro em estilo VR, mas não foi um curta super marcante.
    Os curtas live-action é a categoria que não consegui ver todos os indicados. Então nem comento.
    O de longa de animação também foi default com a Disney e seu Zootopia. E também não reclamo pois foi um bom filme. Particularmente colocaria Red Turtle e Moana acima, mas não muito acima.

    6) La La Land não ganhar mixagem de som me surpreendeu. Mas fiquei feliz com ambas vitórias na categoria de som com Arrival e seus ETs e o filme do Gibson que consegue se manter compreensível mesmo nas cenas mais tensas.

    7) Falando em som. A vitória de City of Stars me desagradou um pouco. Não é uma música que por si só é orgânica no filme e nem sequer é super bem interpretada no filme já que o Gosling tava sofrendo ali pra ser minimamente afinado. Nenhuma das canções é magnífica, é verdade, mas o de Moana é facilmente o que melhor representa o espírito do seu filme.
    Já como trilha não fico chateado com La La Land. Apesar de talvez ter preferido Jackie.

    8) Design de produção foi o prêmio que eu mais achava que La La Land merecia. E levou.
    Já fotografia eu torcia por Moonlight ou Silence. La La Land tem umas escolhas meio estranhas nessa categoria. Mas levou.
    Efeitos visuais não tinha outro senão Mogli. Apesar de Kubo também ser um feito e tanto, mas já serviu como prêmio ter sido lembrado nessa categoria.

    9) As atuações foram todas manjadas. Concordei com os atores mas não com as atrizes. Dentre as indicadas daria a de melhor atriz pra Ruth Negga com uma performance suave, e para a Harris pelo oposto, uma atuação dura. Isabelle Hupert seria legal ver levando, mas ela já fez papéis melhores e ainda tem lenha pra queimar, diferente da Riva.

    10) Me agradaram as escolhas de roteiro. Nada a reclamar.

    11) Direção ir pra um e filme ir pra outro sempre me incomoda. É tipo dizer que o melhor quadro do ano é do pintor X mas o melhor pintor da obra é o Y. Mas enfim.
    O erro fará que ambos os filmes sejam lembrados pra sempre agora.
    E eu fico feliz de ter visto ao vivo.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
    • Ótimo Ótimo x 2
  18. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    PS: E curioso perceber que a gafe se deu unicamente porque a atriz vencedora foi a Emma Stone. Se tivesse sido qualquer uma das outras 4 a dupla de apresentadores iria perceber na hora que havia algo errado já que nenhum dos 4 filmes com protagonista mulher entrou na lista de melhor filme (e, estranhamente, Arrival com uma protagonista super forte ficou de fora da premiação de atriz).
    E mesmo que a Faye gritasse Elle ou Loving ou Florence ou Jackie, ninguém ia subir no palco pois claramente teria algo errado.

    Por isso.
    Blame it on Emma.
     
    • LOL LOL x 6
  19. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    O Oscar mais político em muitos anos e uma gafe HISTÓRICA! Trump deve estar rindo à toa... :lol:
     
  20. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    eu não sei se concordo que esse foi o oscar mais político. os discursos giraram basicamente ao redor de realização de sonhos e do potencial escondido das pessoas. o gael ao apresentar um prêmio deu uma cutucada e o kimmel fez algumas piadas, mas foi só. fiquei até desapontada.

    desapontada também que o harrison ford não realizou o desejo da carrie fisher no in memorian >>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    *****

    sobre os prêmios: confesso que para mim o lance arte produzida x biografia do artista ainda não é algo que tenho resolvido, então prefiro não dar pitaco sobre bafafa do casey affleck, ainda sou mais dúvidas do que opiniões. a personagem dele me comoveu, e manchester me agradou muito mais do que la la land, por exemplo. e eu acho estranho que as acusações contra o nate parker tenham pesado contra ele para as premiações mas não contra o affleck (birth of a nation despontou como favorito na mesma época que manchester), mas sei lá. o prêmio é para a atuação ou para o que ele faz em vida? eu fico com essas dúvidas.

    melhor direção para um e melhor filme para outro: me incomoda também, mas pelo menos esse ano os filmes foram indicados para as duas categorias, diferente daquele ano que argo ganhou mas o affleck nem foi indicado. e vá lá, nenhum dos dois era absurdamente ruim tipo aquele ano que crash levou (jizuis) então tá de boas.

    esquadrão suicida ganhar oscar de maquiagem é uma piada. a indicação por si só já era. fiquei lembrando do cara do brutally honest oscar ballot dizendo que "como homem heterossexual eu tinha que votar naquela harley quinn". wtf.
     
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar