1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Outros Sistemas Sistema Daemon

Tópico em 'RPG' iniciado por Barlach, 8 Fev 2002.

  1. Barlach

    Barlach Verde. E arqueiro

    Recentemente o site da Daemon colocou o sistema deles pra download. alguém já jogou algum jogo deles??

    até que o jogo é interessante, apesar do número um pouco grande de contas complicadas (apesar de não precisar usar, a conta que eles mostram que serviu como base pra linha de crescimento dos atributos é tão complicada que eu naum entendi absolutamente nada). naum é o simples somar e subtrair do D&D. o sistema de testes resistido é meio confuso, mas eles colocaram uma tabela que já tem todos os números prontos.

    apesar disso, o sistema é bom. naum é tão voltado pra porrada como o D&D (nada contra) e muito parecido com storyteller, apesar de naum ser tão abrangente. o problema fica na experiência, onde eles colocaram níveis no melhor estilo D&D (que na minha opnião limitam muito o personagem). esse sitema pode funcionar no D&D, mas aqui eles ficaram completamente "deslocados"

    vale a pena pegar mais pela curiosidade.

    -------------------------
    Barlach, o único anão de 2 metros de altura da Terra Média
     
  2. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Cara eu acho o sistema Daemon ridículo. Eu tenho vários titulos deles(Arkanun, vampiro, anjos, demonios, guia de armas medievais, inquisicao) pois participava de uma campanha de Arkanun e senti curiosidade. Muito ruim mesmo! Tipo o sistema de combate eh muito pouco flexivel o mestre tem muito trabalho pra criar regras que eles nao foram capazes, o sistema de experiencia eh simplismente um fiasco eles tentaram unir Storyteller com D&D e nao deu em nada, no final o mestre deve decidir: Bem, eu estou feliz hoje e vcs passaram de nível! Infelizmente essa eh a regra deles, hehe. A leitura do livro eh complicada nem parece que eh original em portugues, muitos erros e coisas soltas no ar: no Arkanun 2edicao fala-se em uma linha em "pontos de fé", haha, e pronto mais nada. Que diabos seria pontos de fé, eles citaram mas nao explicaram acho que esqueceram, depois em livros posteriores explicaram(quando todos os mestres jah tinham ignorado)...
    Tem muita coisa fútil, uma lista enorme de NOMES de criaturas com singelas descriçoes que nao servem pra nada, era melhor descrever com detalhes e em menor numero. Enfim eh um sistema pobre e ao mesmo tempo o melhor brasileiro, mas nao por méritos seus e sim por falta de opçoes.

    "Q minha guerra contra o homem se eternize, já q cada um d nós reconhece no outro sua própria degradação,já q somos ambos inimigos mortais. Quer deva eu conseguir uma vitória desastrosa ou sucumbir,o combate será belo; eu, sozinho contra a humanidade"
     
  3. Joseph Slater

    Joseph Slater Uoréver

    Eu acho o sistema Daemon muito bom, eu gosto dele para jogar Tormenta (que ficou legal pacas com o sistema daemon) e jogos tipo Invasao e Inimigo Natural que tratam de alieniginas e coisas assim, como eu naum gosto de colocar muitas lutas normalmente eu uso de quebra cabeças e coloko ate quebra cabecas nas lutas (eh meio dificil lutar com um metaliano no mano a mano)e alem de tudo acho o sistema de lutas simples, eles usam porcentagens e dados de dano, so naum eh mais simples que 3d&t.
    Eu to querendo mestra uma aventura de tormanta e invasao+inimigo natural faz tempo, mas ninguem praticamente joga na minha escola, jah tentei ate jogar D&D(o novo) mas o pessoal naum entende as regras, acho quer vou ter que jogar 3d&t (que acho muito chato por ser ta simples).
     
  4. KADU

    KADU Estão vendo esta caneta?

    Tormenta ficou legal mas como um mundo e nao devido ao sistema usado nele. Eu por exemplo estou particiapando de uma campanha de D&D jogado em Tormenta pois nós ainda nao criamos coragem pra comprar o Forgoten($$$$$). O Sistema eh bom pra iniciante ou pra grupos que nao ligam muito pro realismo de suas jogadas, mas nao eh possivel exigir muito do sistema, ele eh fraco. Existe um limite onde a simplicidade deixa de ser uma qualidade pra se tornar um defeito.

    "Ae cansei de orcs, onde fica a taverna mais próxima??"
     
    • LOL LOL x 1
  5. McArthur

    McArthur Senhor do destino

    Eu queria dar o meu parecer a respeito do Sistema Daemon, apesar de ter que discordar com o Kadu:

    -o sistema já está atualizado e de acordo com o que vc disse sobre a edição 2, a atual está bem melhor;
    -o sistema de experiência eu acho um dos mais justos, pq além de analisar a capacidade do mestre de analisar a atuação dos jogadores sob vários aspectos, ainda tem um bom método de notas para julgar o nível de perfeição do PC na aventura/campanha;
    -quanto às citações de nomes para possíveis NPCs, aí entra em cena um dos requisitos para ser um mestre: a criatividade que é auxiliada pelas descrições destes, como foi dito;
    -eu não consideraria o sistema pobre em hipótese alguma, devido ao fato de ele apresentar uma grande linha de tempo para ser explorada, várias idéias para aventuras no final de cada livro e o método de criação de personagens é disparado o melhor e mais detalhado que já vi e ouvi falar (baseado em questões sobre toda a vida, costumes e ideais do PC);

    Talvez o sistema tenha evoluído e nem todos tiveram oportunidade de conhece-lo como está...

    Só uma questão qual/quais pontos estão obscuros nos textos dos livros?

    Que a sabedoria de Tolkien os ilumine!!!!!!!! 8-)
     
  6. Tori Ukawa

    Tori Ukawa Usuário

    Eu gosto muito do sistema Daemon, eu tenho três livros e varios que eu baixei do site, o sistema e amplo, um pouco mais realista do que outros, mas ainda tem algumas coisas vagas, mas com certesa vao melhorar
     
  7. Armitage

    Armitage Usuário

    Olha o que descobrí recentemente: que o Daemon, um sistema que sempre gostei, é na verdade uma cópia descarada ( e piorada ) do antigo sistema da Chaosium (Call of Cthulhu e Runequest ). Sem falar que possui diversas "influências" (pra não dizer cut-and-pastes ) de outros RPGs como Ars Mágica e Kult:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)




    Que vergonha, sr. Del Debbio!

    8-O
     
    Última edição: 11 Set 2006
  8. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Eu gosto do Daemon. Acho um sistema prático e bem simples de entender. Foi o segundo sistema que eu joguei, então tem um certo valor sentimental. Maaasss...

    É um sistema limitado e não é tão bom assim, infelizmente. A própria parte de combate eu acho ridícula e fico morrendo de vontade de mudar. Com essa notícia de que ele é "quase-plágio", caiu um pouquinho mais no meu conceito.
     
  9. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Como eu tenho os dois livros, já sabia disso faz tempo, hehehe.

    Esse é um dos motivos pelos quais eu sempre crucifiquei o Del Debbio. Sem falar que os suplementos não têm nada demais (tenho o Anjos e o Demônios).
     
  10. Saiffyros

    Saiffyros Usuário

    Até gosto do sistema e os cenários são bem legais, mas eles reduziram o sistema a uma versão lite para todo suplemento poder ser jogado sem nenhum outro livro. É uma otima idéia, mas eles abandonaram o sistema mesmo e dedicaram seus esforços em cenarios. Creio que deviam lançar um manual mais detalhado para os jogadores mais exigentes. Talvez isso aconteça porque há uma idéia, muito erronea, de que os RPGistas de hoje querem apenas interpretar e que sistemas simples estão em moda. Uma idéia estranha em tempos que D&D domina o mercado.
     
  11. Mestre ikke

    Mestre ikke For The King!

    já joguei um já, e eu gostei chama rpg quest
     
  12. Fradie

    Fradie Warcaster

    Apesar de alguns comentários preconceituosos feitos anteriormente, eu gosto dos sistema, é simples e prático, embora perca um pouco em realismo, mas dá pra rolar um jogo legal com ele, mais no estilo one-shot.
     
  13. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Daemon é tri legal cara! A distribuição de experiência é um ponto que eu gosto por ser beeem simples. Cálculos por ND são a pior porcaria que inventaram (minha opinião).

    Não gosto do combate e da compra de habilidade com as armas ser da mesma forma que a compra de perícias comuns, desequilibra.

    Em suma, acho um bom sistema, com defeitos como todos os outros, mas muito bom. A reclamção fica por conta da editora Daemon, que às vezes não cuida com carinho dos produtos que lança no mercado.
     
  14. kytarkiton-eru

    kytarkiton-eru Usuário

    Gostei muito do sistema daemon...é complexo e realista.
     
  15. Misterioso

    Misterioso Usuário

    eu gosto do daemon, mas concordo que ele deveria ser um pouco mais elaborado, mas vamos concordar que nada é perfeito
     
  16. Taverneiro

    Taverneiro Old school

    Preconceito? Cá entre nós, Daemon é mais do que meramente inspirado pelo sistema BRP do Call of Cthulhu as semelhanças remetem a mais que um retro clone ou algo assim. Particularmente dou o braço a torcer pelo ritmo de lançamento da Daemon e sua base de fãs; Já joguei Invasão por algum tempo e foi divertido... mas o cenário não tem sustento para campanhas muito longas...

    E o sistema nem é complexo, na minha opinião.

    Quanto ao fato de esse ou aquele sistema ser cópia um do outro isso não viola direitos autorais nenhum: não se pode estabelecer domínio sobre um algoritimo ou sistema de jogo. Você pode copiar a mecânica toda de um sistema e lançar seu próprio jogo. Del Debbio fez isso, ganhou um dinheirinho e tá feliz. Bobo é quem engole, tolo é quem reclama.

    PS: RPG Quest NÃO é sistema Daemon, é algo totalmente diferente.
     
    Última edição: 1 Out 2008

Compartilhar