1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Será que os autores têm medo de fazer fantasia para adultos?

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Grahan, 29 Dez 2007.

  1. Grahan

    Grahan Sim, eu me divérto

    Bem, não digo adultos, mas pelo menos não para crianças. Temos aí A Bússola de Ouro que faz parte da trilogia de Fronteiras do Universo. Bem infantil. E Harry Potter, fenômeno mundial... Além dos mais antigos como Narnia. Está certo que não são só crianças que lêem e gostam desses livros, mas eles são infantis sim e são pensados para crianças.

    Será que os autores têm medo de fazer algo mais adulto? E se tem... qual é o medo? Será que só Tolkien se arriscou?
     
  2. Saphyra Horyon

    Saphyra Horyon кαιsεяιи dεs ωαssεяs

    Medo? Eu não diria medo, acredito ser mais pelo fato de que o público infantil é mais fácil de agradar, de certa forma... Bem, conheço outros autores além de Tolkien que escreveram para os adultos, Marion Zimmer Bradley, com a famosa As Brumas de Avalon(de jeito nenhum é recomendada para crianças); tem Bernard Cornwell, autor de: As Crônicas de Artur, A Busca do Graal, Crônicas Saxônicas; Terry Pratchet, apesar de ser relacionado com magia e fantasia, Discworld é uma sátira para adultos; temos também Agatha Christie, Orlando Paes Filho(autor de Angus), Dan Brow(com os famosos Código DaVinci e Anjos e Demônios)... são diversos os autores que escrevem não só para as crianças...
     
    Última edição: 29 Dez 2007
  3. madalena

    madalena Uma Rosa Para

    alguns gostam de apostar na fantasia infatil ou publico jovem, talvez eles tenham retorno + positivo do que escrever algo para adultos...afinal agradar crianças é + fácil :grinlove:
    mas tem vários escritores que estão ligados com contos para adultos, como nosso amigo acima escreveu, acho que vai do ponto de vista de cada escritor.:cerva:
     
  4. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Completo a lista com Stardust. Mesmo no Cinema, só me lembro de o Labirinto de Fauno como um filme de fantasia pra adulto, embora não seja todo passado em um ambiente fantástico.

    Calma lá, Bernard Cornwell, Agatha Christie e Dan Brown não são autores de fantasia não. Ficção/Romance sim, fantasia não. Ambos passam no mundo real sem nenhum elemento do Sobrenatural de Almeida. Mesmo o Cornwell que se arrisca em contar as Cronicas de Artur com direito a Merlin em momento algum explicita magia além da mera crença(ou descrença) dos personagens.

    Acontece que o genero de fantasia é sim um genero mais bem recebido por crianças, que vivem mais num mundo de imaginação e faz de conta.
     
  5. elrohir99

    elrohir99 Banned

    Os autores não têm medo de fazer fantasia, pois ele quando fazem fantasia é para todas as idades. Basta ver o exemplo do Harry Potter.
     
  6. Mariana Hoffmann

    Mariana Hoffmann Meldanë

    axo que não é bem medo, pq fantasia é uma coisa que não tem idade.
    O que mais restringe é que é muito difícil fazer uma fantasia que convença todas as idades. Muitas são criadas mas poucas fazem sucesso...
    Mas axo que convencer ou melhor dizendo conquistar adultos é mais difícil pq eles são mais criticos
     
  7. Belfalas

    Belfalas Ele é legal

    Harry Potter é claramente para um público alvo, adolescentes. Se chamou atenção de adultos foi uma consequencia, mas Rowling não escreveu para todas as idades.
     
  8. Drakus Vorthën

    Drakus Vorthën Usuário

    As crianças têm mais facilidade para "imaginar" a história, visto que os adultos já passaram dessa fase (sempre existem as exceções). Então o escritor disposto a escrever fantasia para adultos tem que ter mais recursos, as descrições precisam ser maiores e mais complexas, os personagens precisam ser mais profundos, o vocabulário tem que ser mais variado, enfim, o cara tem que ser muito bom ( como nosso querido Tolkien) para se aventurar neste gênero direcionando sua obra para adultos.. Então quem não é tão bom assim prefere arriscar com os pimpolhos, que ajudam com a compor a história com a sua imaginação. É muito fácil escrever um livro, agora, escrever um bom livro, que seja original, aí o bicho pega. E os adultos reconhecem quando o livro não é original, ou é tendencioso.
     
  9. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Tolkien tentou algo novo, fazia o que gostava e se deu bem ^^

    Bem, eles escrevem para criança,porque a sociedade já padronizou que fantasia é algo infantil,com fadinhas,duendes,anões,princípes encantados, e também,já possuem a idéia que fantasia é algo simples-bobinho,ou seja, para o público infantil ler.[aí se encontra outra pretensão, de dizer que criança é bobinha, nem sempre :roll:]

    E aí se um adulto ler, pode ser motivo de chacota,como por exemplo eu fui...Até agora eu leio Harry Potter, e tenho 19 anos,ou seja,muitos parentes já fizeram piadinhas e comentários como:-Tu não tinha que ler algo mais adulto, não?

    Até este último livro do HP, tem uma outra versão de capa mais "estilosa" ou mais adulta,justamente para chamar mais atenção dos adultos...

    Então, penso que é um preconceito já do público adulto pensar que fantasia é uma coisa bobinha, feita para distrair criancinhas.
    Porém, este paradigma vem sendo quebrado aos poucos, porque como nós já sabemos,fantasia pode ser algo bem complexo, ta aí o professor que não nos deixa mentir :joy:

    Tem o brasileiro Eduardo Spohr que lançou no ano passado (não muito tempo hehehehehe..) o livro A BATALHA DO APOCALIPSE, sendo uma fantasia complexa para adolescentes e adultos,muito boa :clap:


    :yep:
    Tanto que Bernard, até menciona no livro Rei do Inverno, os truques que os druidas usam para assustar o pessoal que crêem nessas magias....
    Muito Bom :lol:
     
  10. Danee

    Danee Demônio angelical

    As crianças são mais fáceis de agradar, criticam bem menos, então o livro vai vender mais.. E claro que toda criança adora de fantasia, mas poucos adultos gostam.

    E não acho que Tolkien tenha se arriscado não. Ele fez o que gostava e no caso do Hobbit, para agradar seus filhos, sem muitas intenções lucrativas ou ambição de agradar um público maior.
     
  11. Melimë Úndomiel

    Melimë Úndomiel Just freak out, let it go!!!

    Bom, ja é dificil você colocar algum tipo de fantasia na cabeça de um adulto, e no mundo q estamos hoje, nao tem colaborado muito, entao fica mais dificil. Para as crianças é mais facil, claro.
     
  12. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Medo é o que menos existe no mercado editorial. Se a história for vendável o suficiente para se pagar e dar algum lucro, vai pro estande.

    Cito o exemplo de Vampiratas, de Justin Somper. Vampiros piratas... no ano 2505! No Século 26! Mais fantasia que isso impossível.

    O que não dá é pra ficar com um tipo de "Fantasia" cristalizada na mente. Aí não vai encontrar nada mesmo.
     
  13. Grahan

    Grahan Sim, eu me divérto

    Bem... acho que o segredo é fazer o que gosta. Quando não se pensa em retorno financeiro - unicamente - o resultado sai mais "puro".

    Mesmo dessa perspectiva continuo sem saber se até os que escrevem para crianças escrevem por gostar...
     

Compartilhar