• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Resumo da Década!

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Aí, tirando o Goiás, a década acabou para todos nós. E então, nada mais justo de fazermos um resumão de cada time (cada torcedor faz o seu e tals).

Nem sei porque tive essa ideia, afinal a década Palestrina foi horrível, mas...estamos aí!

Como funciona: Podemos começar dividindo o resumo da seguinte maneira:

-Resumo;
-Títulos;
-Vergonhas;
-Momentos marcantes;
-Ídolos;

O que acham?

_________________

Já vou começar com o resumo Palestrino.

-Resumo: Foi a segunda pior década da história do Palmeiras. Para alguns, foi até pior que a Década Perdida (1980-1990). Tivemos alguns bons momentos, mas a década teve mais tristeza que alegria. O que teve de bom é o início da construção da Arena Palestra Itália, o fim da era Mustafá e ídolos como o Marcos.

-Títulos:
1 Rio-São Paulo (2000)
1 Copa dos Campeões (2000)

1 Série B (:osigh:)
1 Campeonato Paulista (2008)

-Vergonhas: (vou listar apenas as piores. :lol:)
-Rebaixamento. O Ano foi 2002. O time era bom, tinha nomes como Marcos (Campeão da Copa (como títular!) do Mundo naquele ano), Zinho, Arce, Dodô, e outros...mas o time foi desmontado no ínício do campeonato, com a saída de Luxemburgo, que levou com ele o Maestro Alex. Como era turno único, a coisa aconteceu rapida demais, e caímos com Levir Culpi no comando, num jogo contra o Vitória. :osigh:
-Vitória 7x2. Em 2003, pela Copa do Brasil. Tomamos de 7 do Vitória, com frango do São marcos e tudo o mais. Veja [nomedia="http://www.youtube.com/watch?v=N3v4jWTKJ9E"]YouTube - Baú do esporte - Vitória 7 x 2 Palmeiras (boa qualidade)[/nomedia].
-Eliminação da Copa do Brasil por times pequenos. Ano: 2002, 2004, 2008, 2010. Não quero entrar em detalhes aqui.:lol: Mas foram Asa, Santo André, Sport e Atlético Goianiense.

-Momentos Marcantes
-Gol mais lindo da história entre Palmeiras X SPFC: [nomedia="http://www.youtube.com/watch?v=gzHYegkFi80"]YouTube - Golaço de Alex (Palmeiras 4x2 São Paulo)[/nomedia]
-Campeonato Paulista de 2008: [nomedia="http://www.youtube.com/watch?v=8iLB4X2Q0H4"]YouTube - Palmeiras Campeão paulista 2008 - (45 gols do verdão)[/nomedia]
-E teve outros grandes momentos, como classificações suadas, grandes gols, grandes defesas de Marcos ou a preleção do goleiro antes da final do Paulista contra a ponte. Mas não foi uma das melhores décadas mesmo.

-Ídolos

-Marcos - Sem palavras. Foi o maior após Ademir da Guia, não só pelas defesas, não só pelo jeito, e sim pelo coração, que é e sempre foi 100% verde. Nossa maior alegria nessa década foi ter em nossa meta o maior goleiro do Brasil. Obrigado por tudo, São Marcos!

Palavras do Marcos antes da final contra a Ponte:

Além do Marcão, são poucos. Como eu falei: década perdida
-Kléber Gladiador: Só um título, pouco tempo no Palestra, mas uma identificação com a torcida rara de se ver. Raça, garra e força.
-Mago Valdívia: Junto com Kléber, protagonista no Paulistão 2008. Também se deu bem com a torcida, com suas jogadas e dribles.
-Vagner Love

Sim, eu sei que foi fraca demais a década, mas...meu amor não muda em nada por isso. Façam os seus e não me enchem.
 
Última edição por um moderador:

Knolex

Well-Known Member
In Memoriam
Tecnicamente, incluir o ano 2000 ultrapassa uma década... seriam 11 anos. Então ou você considera os anos 00, de 2000 a 2009 ou a primeira década do séc. XXI, que seria de 2001 a 2010.

Por motivos óbvios (aka ONTEM), eu sou a favor da segunda alternativa.
 

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Tecnicamente, incluir o ano 2000 ultrapassa uma década... seriam 11 anos. Então ou você considera os anos 00, de 2000 a 2009 ou a primeira década do séc. XXI, que seria de 2001 a 2010.

Por motivos óbvios (aka ONTEM), eu sou a favor da segunda alternativa.

:osigh: Mas daí só sobra o Paulistão e a série B.


:rofl: Ok, vou editar, você está certo. Infelizmente.
 

Anwel

Nazgûl Cavaleiro
Faz tempo que eu não torço pro Palmeiras mas o Marcos é um ídolo mesmo, caramba.
Tocante as palavras dele na final, que herói :clap:
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Pois é o ano 2000 não pertece a este século.

Pro SPFC obviamente foi a segunda melhor década da história, mas que foi tão especial quanto a anterior pois além de repetir Libertadores e Mundial, começou com uma das poucas taças que faltava (Torneio Rio-SP) e foi quebrado o mais antigo e maior tabú pessoal do clube que foi a conquista de um tricampeonato legítimo e veio justamente no campeonato que ninguém antes jamais havia conseguido justamente no brasileirão.

E foi a década da afirmação e consagração máxima de Rogério Ceni. Um mito!
 

Skywalker

Great Old One
Aí, tirando o Goiás, a década acabou para todos nós.

E tirando o Inter também, né?

Mas, de qualquer forma, essa década está sendo inacreditável para os colorados. Quem viu, no final da década passada, o Inter escapando do rebaixamento com um gol de cabeça do Dunga aos 35" do 2º tempo e viu a década começar com uma nova escapada do rebaixamento, nunca ia imaginar que terminaríamos a década sendo campeões da recopa e da sulamericana, bicampeões da américa e potencialmente bicampeões mundiais, além de ter ganho 6 campeonatos gaúchos.

Isso sem falar na delícia que foi o grenal dos 4x1 no Beira Rio em 2008 :g:
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Resumão:
Queda, ascensão e queda. Chegou ao fundo do poço em 2006 (série C), reformulou-se, voltou à elite em 2 anos já brigando por Libertadores. Para encerrar o que poderia ter sido um ano de superação, péssimo planejamento misturado a outros fatores trouxe um fim trágico, no mesmo ano em que o rival, após 7 anos, ascende, só para temperar o desespero.

Títulos:
O Vitória foi dono da Bahia, maior campeão estadual da década. Ainda conquistou a Copa do Nordeste de 2003 e 2010, tornando-se tetra. Mas o rebaixamento ofusca essas conquistas.

2001 - Bahia
2002 - Vitória
2003 - Vitória
2004 - Vitória
2005 - Vitória

2006 - Colo-Colo
2007 - Vitória
2008 - Vitória
2009 - Vitória
2010 - Vitória


Vergonhas:
O rebaixamento deste ano, lógico, e a queda para a C em 2006.

Momentos marcantes:
A ascensão em 2007 e o quase da conquista nacional, a vibração desses momentos foi indescritível. E o prolongamento do jejum do rival a cada ano.

Ídolos:
- Vanderson pitbull, símbolo da superação de 2006 a 2008, pena que caiu muito de rendimento;
- Ramon: ídolo de 1995, voltou desacreditado mas foi um ponto de equilíbrio nos três últimos estaduais e na boa campanha do retorno;
- Viáfara: um cara que declara não haver dinheiro no mundo que o tire do Vitória, mesmo na série B, símbolo de liderança em campo, merece o nosso respaldo.

E é isso, essa poderia ter sido a melhor década da história do Vitória, mas time que em estádio lotado não consegue fazer um mísero gol no Atlético/Go, que significaria a salvação, merece mesmo é a série B. Foi tudo feito de modo muito errado: se não caísse esse ano cairia no próximo.
 
Última edição:

Tapio

Usuário
5 campeonatos estaduais (03, 04, 06, 08 e 09) e um supercampeonato(02), um brasileiro, uma copa do brasil, duas sul-minas(01 e 02), Sorín, Alex, Fábio, Gomes, Cris, Fabrício, Fred, Ramires, Wagner, Montillo(sim).

É, foi uma década até boa. :g:
 
Gostei do tópico, vou brincar tb.

-Resumo;
A década foi marcada pela consolidação da volta à elite, depois de alguns anos negros no último século (97, 98 e 99 na série C). E tb pelo fato do clube ter conseguido chegar em 5 finais, com títulos do Brasileiro e Copa do Brasil e vices da Copa do Brasil, Libertadores e Sulamericanas.

-Títulos;
Estadual 2002 e 2005
Copa do Brasil 2007
Campeonato Brasileiro 2010

-Vergonhas;
O quase rebaixamento em anos seguidos.
Perder a Copa do Brasil de 2005 pro Paulista.

-Momentos marcantes;
A recusa da seleção brasileira do técnico Muricy Ramalho para ficar no Flu.
O título de 2010 foi marcante pelo jejum de 26 anos.
O Vice da Libertadores de 2008, pelo fato de ter sido nos pênaltis e pela roubalheira da arbitragem (MORRA Hector Baldassi!!!).
O time de Guerreiros que conseguiu após estar 99% rebaixado a tão sonhada manutenção na primeira divisão, conseguindo 19 pontos em 21 possíveis. E nesse meio tempo, ainda chegou numa final de Sulamericanas, sendo vice por 1 gol de diferença.

-Ídolos;
Muricy Ramalho (pelo título do BR 2010 e por ter recusado a seleção pra ficar no Flu)
Conca (craque campeão!!!)
Thiago Silva (vice-campeão roubado da Libertadores e tricolor de coração)
Cuca e Renê Simões (não estamos na série B gráças à eles)
 
Última edição:

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
- Resumo: Não muito diferente da década passada. Com excessão da falta de um ídolo da estatura do Junior ou Romário. Se consolidou como maior campeão do Rio, ultrapassando o Fluminense (que deixou de ser o maior campeão do carioca desde a criação do mesmo). Foi campeão brasileiro mais imprevisivel possivel. Passando por 2 gigantescas arrancadas no brasileirão, por dois vexames enormes, etc. Abriu com um tricampeonato e fechou com outro.

- Titulos:
Copa dos Campeões (2001);
Estaduais (2001, 04, 07, 08 e 09);
Copa do Brasil (2006);
Brasileirão (2009)

- Vergonhas:
Cabañas;
Santo André;
Saída pelas portas do fundo do Zico;
ISL (mais especificamente Denilson, Vampeta e Alex)

- Momentos Marcantes:
Gol do Pet aos 43 do segundo tempo de falta no angulo!
Mais do que sonhada volta do Zico ao Flamengo
Trivice dos bacalhaus (e seria tetravice em 2004 e pentavice na copa do brasil em 2006)
Campeão brasileiro
Trivice da cachorrada
Arrancada de 2007 pra chegar no G4

- Ídolos:
Julio Cesar, principal responsável pelo não rebaixamento em 2000, 2001, 2002 e 2004
Petkovic, pelo gol de 2001 e pela campanha em 2009
Leo Moura, por ter sido arma mortal por 5 anos seguidos e ter sido fiel nesse tempo
 
Última edição:

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
O que acham de editar o primeiro post, com spoiler de cada time? :mrgreen:
 

pelego

Usuário
Resumo: Década sensacional, eu diria que seria perfeita caso fossemos campeões brasileiros em 2005. É o exemplo para qualquer time. Em 2000 estávamos no fundo do poço e em 2010 no topo. Em 10 anos tudo mudou.

Titulos: Bom vou ter que copiar do site do Inter pq é muita coisa...

2001 - Bicampeão do Torneio Viña Del Mar-Chile
2002 - Super Campeão Gaúcho
2003 - Bicampeão Gaúcho
2004 - Tricampeão Gaúcho
2005 - Tetracampeão Gaúcho
2006 - Campeão da Libertadores da América
2006 - Campeão da Copa do Mundo de Clubes Fifa
2007 - Recopa Sul-Americana
2008 - Dubai Cup
2008 - Campeão Gaúcho
2008 - Campeão INVICTO da Copa Sul-Americana
2009 - Bicampeão gaúcho
2009 - Campeão da Copa Suruga Bank
2010 - Bicampeão da Libertadores da América

Vergonhas: Sem dúvida o início de 2007, o time era campeão do mundo e estava possuído por uma arrogância incrivel. Resultado: eliminado do gauchão e da libertadores na primeira fase (se bem que em 2007 foi o primeiro ano que o campeão da libertadores não entrou diretamente na segunda fase se não me engano).
E a perda do brasilerão de 2005 na mão grande foi uma grande vergonha também.

Momentos marcantes: Gol do gabiru contra o Barcelona
Gol do Andrézinho aos 43 do segundo tempo tirando o Flamengo da copa do brasil.
Bi rebaixamento do gremio.

Ídolos: Fernandão, Clemer e agora D´alessandro e Guinazu.
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
Cometi uma heresia de ter esquecido o papai Joel.
Responsável pela salvação em 2005 e pela arrancada até a Libertadores em 2007.

Infelizmente se despediu na vergonha do Cabanas. Mas diminui muito pouco do que ele deu.
 

Wilzterman

Banned
SANTOS
Foi a década do resurgimento de um gigante que encantou o Brasil e o mundo com o futebol mais bonito e de espetáculo do país. A pedalada do Robinho no zagueiro Rogério na final do brasileirão de 2002 foi o lance Play of the Day da CNN recordista de exibições a exaustão mundo afora até então. O Santos fez um estádio inteiro ficar encantado e aplaudir de pé após golear o América de Cali na Libertadores.

Títulos:

Campeonato Paulista- 2006/2007/2010
Campeonato Brasileiro- 2002/2004
Copa do Brasil - 2010

Vergonhas:
Eliminação pro Once Caldas na Libertadores e uma pro CSA de Alagoas na Copa do Brasil

Momentos marcantes:
Aém dos títulos... a fase final do brasileirão 2002 e várias vitórias de goleadas em 2010 e jogadas maravilhosas de 2 gerações maravilhosas onde o Robinho participou das duas.

Ídolos:
Diego, Robinho, Elano, Neymar, Paulo Henrique Ganso, Alex.. O Santos foi a equipe que talvez mais trouxe ídolos na década.
 
Sério que os santistas já consideram Neymar ídolo?

Santistaiada ama o moleque piranha. Eu não considero nem o Luís Fabiano como ídolo no SP, mas isso vai de cada um.

Bom, vamos lá:



sao-paulo-futebol-clube.jpg





RESUMO:
A década pode ser dividida no meio para o São Paulo. Na primeira metade, grandes elencos, ótimos jogadores de meio e ataque, times ofensivos e zagueiros horríveis. Graças ao nível dos zagueiros, tivemos pouquíssimas conquistas no início da década (1 Rio-SP e 1 Super Paulistão).
Na segunda metade da década, o São Paulo mudou radicalmente. Não teve mais jogadores brilhantes na frente e no meio, mas teve grandes zagueiros. E vieram os títulos, o inédito tricampeonato brasileiro. Ainda não vencemos nenhuma Copa do Brasil (disputamos só 3 na década), mas engatamos uma sequencia de SETE participações seguidas na Liberta, recorde absoluto para times brasileiros. Curiosamente, em apenas uma ano o São Paulo mesclou características do início e final da década: 2005. Justamente O ANO para o clube nessa década.

TÍTULOS:
- Campeão Mundial de Clubes: 2005
- Campeão Continenal (Libertadores da América): 2005
- Tri Campeão Brasileiro: 2006, 2007 e 2008
- Campeão do torneio Rio-SP: 2001
- Campeão Paulista: 2002 e 2005

MOMENTOS MARCANTES:
- Os jogos contra o River Plate na Libertadores de 2005.
- O Brasileirão de 2008, onde o São Paulo, em um turno, tirou 11 pontos de vatagem do Grêmio.
- São Paulo x Liverpool, é óbvio.

E alguns clássicos marcantes para mim (seja por motivos diversos ou por eu estar no estádio):

- São Paulo 2x1 Santos, na Vila Belmiro, em 2003. Eliminamos o Santos das finais do Paulistão com gol do Luís Fabiano no último minuto.
- São Paulo 3x2 Corinthians em 2005. Jogo depois anulado pelos safados do STJD. São Paulo desfalcado vencendo o badalado Curintia, com direito a show de Amoroso.
- São Paulo 2x1 Palmeiras, em 2004. Gol do Cicinho no último minuto.

VERGONHAS:
- Once Caldas 2x1 São Paulo, Libertadores 2004 (perdemos pra um time de merda, não importa que tenha sido campeão).
- Grêmio 2x0 São Paulo, Libertadores 2007 (perdemos para um time medíocre do Grêmio).
- Cruzeiro 2x0 São Paulo, Libertadores 2009 (eles tinham um ótimo time, mas a maneira como o São Paulo jogou foi sim uma vergonha).
- São Paulo 1x1 Goiás, Copa do Brasil 2003.

PS: Não considero como "vergonha" as eliminações na Liberta para Inter (2006 e 2010) e Fluminense (2008).

ÍDOLOS:
Difícil falar. "Ídolo" é algo muito relativo. Tem gente que considera Kléber, Valdívia, Dentinho, Dagoberto, Jonas, e outros como ídolos. Ídolo mesmo no São Paulo nessa década foram Rogério Ceni e Lugano. Eu não considero, mas há quem inclua aí: Kaká, Luís Fabiano, Mineiro, Cicinho, Aloísio, Júnior, Josué, Miranda, Alex Silva, Jorge Wagner, etc. Um que tinha tudo para ser ídolo mesmo, mas ficou pouco, foi o Amoroso.
 
O Placar tb fez uma reportagem sobre os melhores da década.


Santos, Inter e Flu: gigantes renascem na década

Marcos Pereira
21 de dezembro de 2010 às 10:05

A primeira década do século 21 trouxe de volta ao primeiro escalão do futebol nacional três times que estavam adormecidos. Com conquistas importantes, revelações de craques, descoberta do cenário internacional e, acima de tudo com a reorganização do clube, Santos, Internacional e Fluminense fecham 2010 entre as grandes equipes do Brasil.

E isso já não acontecia há algum tempo. O Santos parou de brilhar constantemente no início dos Anos 70 e principalmente após a aposentadoria de Pelé. As conquistas que mais davam orgulho à torcida do Internacional eram da década de 1970. E o Fluminense pouco superou as fronteiras do Rio de Janeiro desde meados dos Anos 80.

Os Anos 2000 representaram para o Santos uma espécie de renascimento. Com dois títulos do Campeonato Brasileiro, um da Copa do Brasil e três do Campeonato Paulista, a equipe de Vila Belmiro voltou a atrair torcedores e acabou com a sequência de derrotas que estava fincada no clube nos Anos 80 e 90. Nas três décadas anteriores, foram levantados apenas cinco troféus.

O Internacional também deu um longo passo em sua história com suas primeiras conquistas fora do país. Está certo que o Colorado zerou nos campeonatos nacionais, mas, em 10 anos, ergueu duas Copas Libertadores da América e um Mundial de Clubes. Com isso, se igualou ao arquirrival Grêmio.

O Fluminense não teve a mesma regularidade de conquistas que Santos e Inter, mas termina a década passando boa impressão. As conquistas mais importantes foram a Copa do Brasil de 2007 e o Campeonato Brasileiro de 2010, acabando com um jejum de 26 anos sem o troféu do certame mais importante do país.

A aposta em jovens revelações foi o que norteou o caminho vitorios do Santos na década. Depois bancar grandes estrelas no primeiro ano, surgiu uma nova safra de “Meninos da Vila”. Robinho, Diego, Elano, Renato, Paulo Almeida, Alex levaram o time de Vila Belmiro ao primeiro título brasileiro de sua história, contando os conquistados após 1971.
No ano seguinte, veio o vice-campeonato da Libertadores -perdeu para o Boca Juniors-, mas o trabalho não acabou. Em 2004, o Santos sagrou-se bicampeão brasileiro ainda liderado por Robinho, Léo e Elano, mas com o acréscimo de Deivid e Ricardinho.

Em 2006, o Santos zerou seu trabalho e voltou a montar um time mais experiente. Isso representou o título paulista depois de 22 anos e, em 2007, o bicampeonato sob o comando de Zé Roberto. Nesse mesmo ano, o time alvinegro parou nas semifinais da Libertadores diante do Grêmio.

Após dois anos cambaleante em que conseguiu no máximo o vice paulista de 2009, o Santos voltou a brilhar em 2010. Liderado por Robinho, o time criou uma nova safra de “Meninos”. Dessa vez, Neymar, Paulo Henrique Ganso, André e Wesley levaram o Peixe ao título paulista e à conquista inédita da Copa do Brasil.
Bolívar, capitão do Inter

A década não começou nada fácil para o Inter, que quase foi rebaixado no Campeonato Brasileiro em 1999. Essa ameaça voltou a acontecer três anos mais tarde, o que acabou virando um marco na reviravolta do clube. A partir de 2002, o Inter emplacou uma sequência de quatro títulos estaduais, deixando o arquirrival Grêmio para trás.
Em 2005, aconteceu, então, o renascimento do Inter, que disputou o título do Campeonato Brasileiro até a última rodada contra o Corinthians. No fim, acabou com o vice por três pontos de desvantagem, mas com vaga assegurada na Copa Libertadores da América do ano seguinte.

Em 2006, o Inter apostou tudo na Libertadores. E conseguiu em grande estilo o título ao derrubar o São Paulo na decisão. No fim do ano, superou o poderoso Barcelona e faturou o Mundial. Os triunfos internacionais seguiram em 2008, com a Copa Sul-Americana. Com isso, o Colorado se proclamou campeão de tudo o que havia em disputa para um clube sul-americano.

Em 2008 e 2009, completou o domínio estadual com mais dois títulos gaúchos. Ainda chegou perto do título brasileiro em 2009 e voltou a brilhar em 2010, com o bicampeonato da Libertadores. A década só não fechou com chave de ouro porque caiu na semifinal do Mundial de Clubes diante do Mazembe, do Congo.

A década começou promissora para o Fluminense, que foi semifinalista do Campeonato Brasileiro em 2001 e 2002, ano em que foi campeão carioca. Mas depois disso passou dois anos sofríveis. A alegria só voltaria ao Tricolor três anos mais tarde, com mais uma conquista estadual e o quinto lugar no Brasileirão.

Os melhores momentos do Fluminense foram na segunda metade. Em 2007, veio o título da Copa do Brasil, o primeiro de sua história após duas derrotas em decisões. No mesmo ano, foi quarto colocado no Nacional. Mas uma das metas, a de de disputar a Libertadores, estava cumprida.

Em 2008, o Fluminense jogou suas fichas na Libertadores e por pouco não conseguiu o título mais importante de sua história. Na semifinal, chegou a eliminar o poderoso Boca Juniors. Mas, na decisão, perdeu para a LDU. A goleada sofrida no Equador foi revertida no Maracanã, mas o Tricolor falhou na disputa por pênaltis.

Após um ano titubeante em que quase caiu para a Série B e foi vice-campeão da Copa Sul-Americana, o Fluminense voltou a brilhar no Brasileirão após 26 anos. O jejum acabou em uma disputa acirrada com Cruzeiro e Corinthians e que teve como último capítulo a vitória sobre o Guarani por 1 x 0. Para levar o troféu, muito se deve ao argentino Conca, considerado o craque do campeonato, e ao técnico Muricy Ramalho.

http://placar.abril.com.br/fluminense/materias/santos-inter-e-flu-gigantes-renascem-na-decada.html
 

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Mas os 4 melhores times da década foram:

SPFC, Inter, Santos e Cruzeiro, IMO.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$150,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo