1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Propósito das Silmarilli

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Duan HoW, 9 Mar 2013.

  1. Duan HoW

    Duan HoW Usuário

    Qual o real propósito de se criar as Silmarils?
    Só para serem belas?
     
    Última edição: 9 Mar 2013
  2. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Re: Silmaril

    Acho que Fëanor queria ultrapassar sua arte "criativa" de artífice. De resto, acho que só eram belas mesmo...

    Quando elas iam servir pra alguma coisa, aka refazer as Árvores, Fëanor as negou para Yavanna... rçrçrçrçrç. Acho que ele as queria só pra enfeitar mesmo.

    De resto, foi tudo guerrinha de vaidade. Morgoth roubou pq as achou "bonitenhas", e Fëanor fez AQUELA lambança por causa de orgulho e vaidade também. Podem dizer que é porque o Melkinho matou seu pai, mas Fëaninho sempre deixou claro que o babado maior ali eram as Silmarili.

    -q. Fëanor xatu.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
    • Ótimo Ótimo x 1
  3. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    Re: Silmaril

    .

    Meros adornos.

    .
     
  4. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Todo artista tem sua 'obra prima'. A intenção de Fëanor foi a de ser insuperável, na criação delas.

    Ainda é um mistério o real fascínio inspirado pelas gemas, cuja real finalidade foi a de causar discórdia e guerra... Mas o que eu não entendo, se nessa passagem do Silma diz

    O que foi feito desses tonéis? Fëanor usou todo esse material para fabricar as Silmarilli?
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Ragnaros.

    Ragnaros. Usuário

    Sobre a natureza da luz contida nas pedras, Tolkien a via como elemento "análogo" à essência do Espírito Santo. Para maiores detalhes, vale a leitura da análise feita por Ilmarinen em seu Blog:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sobre o poder das Silmarills, pessoalmente, acabo levando em conta não só o domínio "simbólico" de Morgoth sobre Arda. Tinha especulado sobre o inimigo ter-se utilizado das propriedades do coração pulsante de Eä para iniciar (ou continuar) um processo de degradação do próprio universo, haja vista o cosmo ser eivado de elemento do fogo negro. Isso poderia ser a base do problema da entropia, a morte do universo e tudo mais. Ecoa, neste caso, de não somente Arda, mas toda a Eä ser passível de uma reconstrução; a chegada de uma "Nova Jerusalém" em termos infinitos. Sobre a morte de Eä:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Imagine então uma deidade (outrora) cósmica, de natureza degradante/niilista, possuir um artefato constituído pela chama primeva, ingrediente essencial para a formação do universo. É como se o inimigo tivesse em mãos a própria singularidade, quando o universo estava contido numa densidade atômica absurda para o entedimento humano. Essa ideia advém do poder das luzes emitidas pelas árvores de Yavanna, haja vista que um único fruto fora (uma das) a base para a criação
    do sol, uma única flor originou a lua e o orvalho emanado deu origem às propriedades utilizadas por Varda em sua labuta na criação de estrelas. Imagine então a força motriz da luz do espírito santo. Em termos mitológicos, o domínio sobre tais artefatos ecoa no mito grego de Prometeus (ladrão do fogo dos deuses) e a existência de uma joia que ordenava o universo:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Imagine então, a força criativa de Fëanor embuida nas Silmarills. Some-se a essência geradora da jóia, e quem sabe um protouniverso exista nesse artefato. Um ecoar de uma consciência racional espelhada numa natureza multicetada do seu criador (isso parece uma heresia). Há um equivalente na mitologia Hindu que trata de algumas propriedades semelhantes à Silmaril:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    - Sem contar com um mini universo espelhado num artefato superior e sua relação com os seres viventes, sendo os últimos análogos à jóais sagradas (metaforicamente):

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Vale lembrar que as Silmarills possuem diversas capacidades/propriedades externadas em sua interação com Arda. Vide, por exemplo, a jornada de Earendil. A Silmaril teve papel vital na busca às terras dos imortais. Essa habilidade se correlaciona no conceito hebraico da Tsoha, uma pedra utilizada por Noé para iluminar a Arca e "escapar" das armadilhas climáticas do grande dilúvio (armadilhas de nuvens e sombras, isso tem em algum lugar..)

    Ademais:

    A Silmaril (para mim) também possui uma natureza bélica, sim, é bélica mesmo. No tópico sobre o triângulo das bermudas, eu tinha especulado sobre essa capacidade terrível:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    - O legendarium descreve que Eârendil chega à Valinor, tem seu navio abençoado (suplantando sua forma original em uma "nave espacial") pelos Valar e colocado a navegar no "Mar do Firmamento". O interessante é que a forma com que Vingilot navega, no Oceano de Fora, lembra uma tecnologia desenvolvida hoje: as velas solares. Me parece que nosso marinheiro usava a luz emanada da pedra como propulsão, indo onde nenhum outro jamais esteve:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sobre a natureza bélica da joia e o uso de um poder mais forte que mil sóis. Na boa, Vingilot, Earendil e a Silmaril ecoam demais no mito Hindu que trata das Vimanas (naves voadoras), Brahma (divindade/astronauta indiano) e sua terrível arma: A Brahmastra, portadora da essência da Criação (entenda-se aqui, os átomos).
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    -http://forum.valinor.com.br/showthread.php?t=108571

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sem dissentir:

    As terríveis "Bombas Atômicas" de Eärendil e Brahma:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 22 Jan 2015
    • Ótimo Ótimo x 7
    • Gostei! Gostei! x 5
  6. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Ragnaros... Manolo, o que foi que tu bebeu, hein? 8-O

    Brinks! Esse post ficou excelente. Muito bom mesmo!

    Essa questão da energia das Silmarilli ter um potencial atômico-radioativo-antimaterial foi debatido nesse tópico antigo aqui, lembra?
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Lá, saímos um tantinho do campo da metafísica e da magia tradicional e entramos em algo mais científico e palpável, como choque de matéria antagônica e liberação de energia no processo de contato entre ambos.

    O potencial do Bóson de Higgs dentro da luz das Silmarilli - o de destruir o que é feito de matéria - poderia ser até mesmo adaptado ao contexto, se levarmos em consideração que tudo o que é essencialmente mau acaba sendo danificado pela mera exposição a elas. Nesse caso, assim como Melkor, Sauron e todas as suas 'figuras-pensamento' (as criaturas horríveis geradas pelo canto de Melkor) seriam compostos de uma matéria específica, totalmente antagônica à forma de energia liberada pelas gemas... :think:
     
    • Gostei! Gostei! x 3
    • Ótimo Ótimo x 2
    • LOL LOL x 1
  7. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Penso que o conteúdo deles eram despejados nos poços de Varda, os quais Ungoliant (a Kali Tolkieniana em minha opinião) sugou completamente.

    .
     
  8. Glonduil

    Glonduil Quase uma forja de anão

    Você esta certo Tar Mairon, no silma fala que Ungoliant, após sugar toda a seiva das arvores, e beber dos poços de Varda, ainda tinha fome .
     
  9. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    Esta capacidade de Ungoliant absorver toda e qualquer forma de energia (ela daria conta das três jóias brincando, penso eu) é o que ela tinha de mais fascinante.

    .
     
  10. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Se não me falha a memória, os poderes de Varda e Yavanna estavam em maior sintonias com os desígnios de Eru e que, por isso, ostentavam um poder e uma beleza sem precedentes entre todos os ainur. Portanto, não seria descabido afirmar que a essência original da Criação estava presente nas criações das Duas Árvores de Yavanna e na "Luz Líquida" que Varda retirou dos tonéis para dar origem as estrelas
     
  11. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Acabei de criar um tópico com essa temática... Eu acho que Ungoliant se encaixa perfeitamente na definição de 'buraco negro com pernas'. :yep:
     
  12. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Bem, nem só para criar algo belo. No Silma há uma passagem que diz que Feanor fora previdente ao fazer as jóias. Porque ele havia conseguido preservar a luz das árvores em um material duríssimo (uma delas caiu no fogo e mesmo assim não foi destruída) e que por meio delas seria preservada a memória da luz de antigamente.

    A luz das árvores alimentava o mundo e preservava a prosperidade criando uma terra abençoada em volta e a luz de uma Simaril parecia ter o mesmo efeito, apesar de ser em menor escala e com menos características que a luz primordial.

    Feanor, até por causa do status de rei élfico que deveria conduzir uma grande hoste, possuía visões proféticas ocasionalmente e essas visões estavam relacionadas ao governo do mundo, aonde os Valar certa vez disseram que as Simarils influenciaram no destino. Por causa da luz encerrada nelas elas eram artefatos de governo e pouca coisa resistia ao destino delas.
     
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  13. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Sim, foi previdente.
    Ele sabia que Melkor era um chato, vivia bagunçando as coisas e que, cedo ou tarde, faria merda em Valinor. Só pra resumir! :dente:
     
  14. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Ragnaros detona!! 8-O

    De qqr forma, excelente parâmetro entre a luz e o Espírito santo!! :clap:

    E isso aqui:

    Perfeito, cara!! :clap:

    Até porque há certa correlação entre Lúcifer (aka "portador da luz" em latim) e Prometeu. E a relação entre Melkor e Lúcifer também é ÓBVIA. rs!!

    Ligou os três!! Meu, por isso o Silmarillion só foi publicado após a morte do professor. Olha quanta coisa ele teve de alinhavar pra construir essa "mitologia"!!
     
  15. Sálata

    Sálata Princesa da Talácia

    Tem uma passagem que diz que Feanor foi previdente em criar as Silmarils, pois Melkor e Ungoliant acabaram com a luz de Valinor. Agora a luz das Antigas Árvores vivia apenas nestas gemas e mesmo que o destino delas fossem se perder em Arda, você pode considerar este destino temporário se levar em conta o apocalipse tolkieniano onde as Silmarils seriam encontradas com a refiguração de Arda e assim Yavanna retiraria sua luz de dentro das gemas para reviver as Duas Árvores de Valinor voltando a brilhar a antiga luz do oste e iluminando também a Terra-Média já que as Pelóri se aplainariam.
    Ou seja as Silmarils tem muito mais importância do que do que mesmo o Um Anel que tem poder. Outro fator importante é que depois da Benção de Yavanna, apenas mãos puras poderiam tocá-las, por isso Melkor mal conseguia segurá-las e sustentá-las em sua cabeça bem como os filhos de Feaor que se queimaram devido as suas perversidades.
     

Compartilhar