1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Professor é agredido por aluno em instituição de ensino superior

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Elessar Hyarmen, 26 Nov 2012.

  1. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Professor do Centro Universitário UniCeub foi agredido por aluno que não aceitou nota baixa. O agressor, que está no oitavo semestre de Fisioterapia, deu dois socos no rosto do professor.

    A vítima levou seis pontos no olho direito, sendo quatro na sombrancelha e dois na pálpebra. O professor também registrou a ocorrência na polícia.

    O Centro Universitário não disponibilizou as imagens da ocasião. Durante a semana deverá ser aberto processo interno para decidir se o aluno sofrerá alguma punição.


    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    _____________________________________________________________

    EScutei a noticia também pela Rádio CBN:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ______________________________________________________________

    Esse é o nosso Brasil
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  2. Kazmaier

    Kazmaier Usuário

    Queria ver se fosse no Japão...
     
  3. Indily

    Indily Balrog de Pantufas Fofas

    "SE" o aluno vai sofrer alguma posição.....................


    SE

    q vergonha.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  4. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Peraí, não é porque é Brasil! Em países desenvolvidos, os caras chegam atirando!

    Como disse a Indily, absurdo esse "se". Ele tinha que ser expulso! Essa atitude foi desprezível.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  5. Tar-Mairon

    Tar-Mairon DARK LORD AND LOVING DAD

    .

    [Veda Mode On] Que falta de relho! [Veda Mode Off]

    .
     
    • LOL LOL x 3
  6. Mercúcio

    Mercúcio Well-Known Member

    Mas se tivesse rolado relho, a situação do professor teria sido pior ainda, coitado.

    ______________________________

    Enfim, lamentável o ocorrido! Tomara que esse aluno se ferre de todas as formas possíveis.
     
    • LOL LOL x 1
  7. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Infelizmente só se voltar 50 anos no tempo no mínimo meu caro.

    Não canso de postar quantas vezes for necessário nesse fórum como adoraria que a disciplina escolar fosse como há meio século atrás onde meus pais e tios tiveram que ajoelhar bonito no milho, levar reguada do professor e calar a boca ou levava um pé na bunda de verdade.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Exagero! Educação se dá em casa. Na minha época não tinha essas punições e nunca me fez falta.
     
    • Gostei! Gostei! x 8
  9. Calib

    Calib Visitante

    Gente, o cara provavelmente vai ser expulso. Só que apenas depois do processo administrativo (que talvez seja sumário).
    Aquele "se" é só para o autor do texto não se comprometer com futurologia.
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  10. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Tá faltando muito isso daqui.
     
    • Gostei! Gostei! x 4
  11. Alassë

    Alassë Pasteleira

    E, gente, o professor é um senhor de 60 anos de idade (ao menos foi o que ouvi na CBN hoje mais cedo). Como que um marmanjo me dá 2 socos no olho de um senhor??

    Teoricamente, né? Na sua casa teve.
    Na minha época não tinha essas punições e eu já achava que não fariam mal. Hoje está muito, muito pior.
     
  12. Kazmaier

    Kazmaier Usuário

    "Educação se dá em casa". Verdade. Se o cara não respeita os pais, como vai respeitar os professores?
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  13. Asca

    Asca Usuário

    Nessas horas eu prefiro ter mente fechada e tratar na chibata mesmo esse tipo de aluno. :lol:
     
  14. Tem muitos professores na Unesp que merecem até pior. Mas não parece ser esse o caso. Espero que o caso seja apurado como se deve.
     
  15. Corsário de Umbar

    Corsário de Umbar Corsário de Umbar

    Ele deveria ser preso e na cela levar uma surra coletiva. Covarde!
     
  16. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Eu vi isso no jornal ontem. A notícia que eu vi era de que o aluno foi suspenso e de que estava rolando um processo criminal por agressão, que é o que deve ser feito.

    Não acho que o agressor tenha de ser espancado ou o retorno da palmatória. Uma violência não justifica outra e utilizar desses métodos nos rebaixaria ao nível de falta de civilidade dele.

    Tanto a escola quanto a polícia estão agindo corretamente, e, por milagre, a mídia também. Divulgando e não deixando impune para que outros incivilizados se sintam coibidos de agir assim.

    Agora, que existe uma longa discussão a ser feita sobre o papel do professor e a postura de cliente de certos alunos, isso é indiscutível.
     
    • Gostei! Gostei! x 5
    • Ótimo Ótimo x 3
  17. Corsário de Umbar

    Corsário de Umbar Corsário de Umbar

    Se tem uma coisa no Brasil que hoje em dia é tratado como lixo é o professor. E depois os governos querem colocar o Brasil como potencia mundial.

    Não existe evolução social sem educação de qualidade, bons metodos de ensino, de forma democratica, com participação da sociedade numa construção adaptada ao perfil das regionalidades, além de boa infraestrutura e salarios realmente dignos aos professores.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  18. Mercúcio

    Mercúcio Well-Known Member

    Num plano ideal, eu concordo. O problema é a quantidade de alunos que vêm de famílias completamente desestruturadas, tanto em classes socioeconômicas privilegiadas, como nas classes mais pobres. Lembremos que a família não é simplesmente uma entidade que "forma" uma realidade social, embora ela possa sim influir nos rumos da sociedade. Mas a família é um elemento de conformações históricas que se organiza e se reorganiza dentro de uma estrutura social mais ampla. Cansei de ver casos de algumas escolas em que professor chega até a ser ameaçado de morte e são sujeitos a diversas formas de assédio. E ali, por vezes, recorrer à autoridade dos pais não é uma opção.
     
    • Gostei! Gostei! x 6
  19. Kainof

    Kainof Sr. Raposo

    Verdade. Tampouco é papel do professor suprir essa falha social. Ou penso que não deveria ser. Enquanto não houver quem ensine* alguém a ser pai, o professor não vai conseguir ensinar muita coisa...

    *ironia
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  20. Tek

    Tek Girls tend not to like me

    Claro, claro, mas uma pessoa que não respeita nem os pais, que se apanhar bate de volta, não vai aprender a ser uma pessoa melhor apanhando do professor, porque não vai aceitar. E se apanhar, nos dias de hoje, é capaz daqueles pais que apanham ainda irem na escola reclamar.

    Vou usar um achismo de acordo com o que minha mãe relatava. Ela levou palmatória na escola. Estudou em colégio rígido e tal. Mas meus avós eram coniventes porque achavam que era a maneira de educar. Não vou discutir se apanhar é bom ou não; só estou dizendo que meus avós concordavam, porque era assim que agiam em casa. Dessa maneira, minha mãe entendeu que tinha que respeitar os mais velhos e que alguns deles (pais, tios, avós, professores e até empregada) tinha autoridade sobre ela.

    Já pra mim, ela passou que as autoridades eram meus pais, tios e avós. Claro, ela me ensinou que eu tinha que respeitar professores, mas que eles não podiam bater em mim. Então eu nunca aceitaria um tapa deles, e quando ela me contava a história dela, eu me revoltava: "como você deixava??".

    Agora, imaginem a família que não bate nos filhos! Como é que os professores batendo vão ensinar alguma coisa?
    Eu acho, sim, que quando a família não educa, a tarefa acaba sobrando pros professores (afinal, além da família, são só eles praticamente que convivem com a criança), mas não com violência.
     
    • Gostei! Gostei! x 4

Compartilhar