1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Os trens da vida

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_Ariane, 13 Nov 2010.

  1. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    [align=justify][size=x-large]Os trens da vida[/size]
    Crônicas de uma Tupiniquim na Zoropa

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Eu tenho 1,60cm, escuto música francesa, estudo em Alemão e praguejo em Português. Sim, eu sei, eu sou um ser um tanto quanto estranho.

    Eu quase não tenho amigos brasileiros na minha Pátria Madrasta e vivo os meus dias como se eu fosse um deles, uma nativa. Igual àquela mamute de ‘A era do gelo 2’ que achava ser um gambá! Mas é necessário se integrar, não é mesmo?

    Acredite ou não, um passo importante para a integração é aprender a andar de trem! Exatamante. O trem é o meio de transporte mais utilizado pelos alemães e eu, na minha fantasia romântica, pensei que iria viajar em algo como o “Expresso do Oriente”. Cabine para comer, beber, dormir... Bem, fui confrontada com a triste realidade de ter que viajar em trens que não tem nem banheiro! Tudo bem, foi realmente muito ingênuo da minha parte. Eles funcionam como ônibus mesmo. Mas sonhar não custa nada.

    O pior de tudo é ter que viver com a mais dura realidade ainda que, por mais que um país lhe pareça limpo, cheiroso e correto: gente é sempre gente! Eles são agoístas, frios e sem piedade. Na minha ingenuidade e generosidade extrangeira, eu demorei para perceber como funciona a briga pelos lugares no trem. Sim, porque esses também se acabam e se você não for esperto o suficiente, vai viajar em pé! Foi aí que eu vivenciei “a Guerra”.

    Logo de manhã eu percebo os olhares agressivos dos meus concorrentes sonolentos. Eu seguro o meu café forte e não tiro o olhar da placa eletrônica: 6 minutos, ela me diz. Eu bebo um gole do meu café e vou me posicionando, devagar para que os outros não percebam que a minha intenção é pegar um lugar na janela, na direção em que o trêm viaja. Sim, os assentos são de um de frente para o outro. Ainda há o perigo de viajar de costas.

    Os assentos à janela são os mais indicados para aqueles que, como eu, tomam o seu café da manhã no trem: é sempre possível colocar o copo de papel sobre lixinho preso à janela e deixar as mãos livres para o seu pão.

    2 minutos, diz a placa. Eu observo aquela multidão de gente se aproximar. Lá vem ele, lá longe. Vermelho, rápido: o Trem! Eu empurro, discretamente, aqueles a minha volta, com o fone no ouvido, mas música desligada para não perder nenhuma respirada dos meus inimigos.

    O trem pára, as portas se abrem. Eu avisto um lugarzinho perfeito, vejo que alguém se aproxima, mas não desisto: eu sigo até o assento e me sento. Ah! Que lindo. A tranqüilidade do meu Café da Manhã está garantida por hoje.

    Infelizmente a situação nem sempre é essa. Todos nós perdemos uma batalha um dia. Eu me lembro que em um dia extressante e cansativo do início semana passada. Onde eu, com o guarda-chuvas quebrado, esperava pelo meu santo trem do final do dia, mas quando ele chegou, o terror. Lotado! Lotado! Lotado até o último vagão. As janelas embaçadas pelo pouco ar dividido entre centenas de entranhos que só querem voltar para casa. Aqueles que estão sentados evitam olhar para cima, para não encontrar o olhar triste e indgnado dos que não conseguiram um lugar. O trem segue e você fica se perguntando como é que vai se mexer para deixar as pessoas saírem na próxima estação.

    Finalmente, depois de muitos empurrões e caras feias, você chega na sua estação e vai para o seu lar, sem querer lembrar-se que hoje é segunda-feira e amanhã você precisa ir trabalhar, de trem![/align]
     
  2. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    eu moro no Brasil, mas também ouço música francesa, estudo Alemão e praguejo em português..heheheh

    a diferença é que como aqui em curitiba tb tem os assentos um de frente para o outro em alguns ônibus, eu aprendi a gostar de viajar de costas...

    Parabéns pela crônica
     
  3. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    :rofl: :rofl: :rofl:


    Obrigada Kika! :sim:

    Bem eu estudo em alemão (é uma dor de cabeça só) :rofl:


    Bom que você tocou no assunto. O objetivo das crônicas é exatamente mostrar que as diferenças não são tão grandes assim.
    Eu fico muito irritada quando ouço conhecidos dizerem que eu tenho a vida boa só pq eu moro na alemanha. A minha vida não é muito diferente da deles não.

    Vc é a prova! :sim:

    Bjus
     
  4. ricardo campos

    ricardo campos Debochado!

    "Aqueles que estão sentados evitam olhar para cima, para não encontrar o olhar triste e indgnado dos que não conseguiram um lugar."

    A indiferença é igual em qualquer parte do mundo né Ariane? Na minha pequena mas nem tão pacata cidade o principal meio de transporte e ecologicamente correto é a Bicicleta ou Bike ,mas não é muito valorizado por essa bandas aqui não,muitas motos, carros e falta de respeito com os ciclistas são os entraves da boa harmonia nas ruas.Gostei do conto :sim: serve como reflexão do cotidiano das pessoas que ao meu ver estão se lixando umas para as outras.
     
  5. _Paulinha

    _Paulinha Usuário

    Gostei da crônica. Parabéns!
     
  6. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    É sim... Triste, mas verdadeiro.

    Aqui o povo também anda muito de bicicleta, mas agora é outono, fica meio difícil. Mas é uma ótima opção, sem dúvida. Desde que os motoristas aprendam a respeitar os ciclitas.



    Obrigada. :timido:
     
  7. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Estudar em alemão ainda não rola...mas logo logo espero conseguir ler seus artigos em alemão... :P
     
  8. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    Eu torço e conto com isso! :sim:
     

Compartilhar