1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Exorcismo de Emily Rose (The Exorcism..., 2005)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Lukaz Drakon, 17 Jul 2005.

  1. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    O Exorcismo de Emily Rose
    (The Exorcism of Emily Rose)

    Diretor:
    Scott Derrickson (Lendas Urbanas 2, Hellraiser: Inferno)
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sinopse: Em 1976, a Igreja Católica reconheceu que a colegial alemã Anneliese Michel, de 18 anos, foi possuída por um demônio. Durante o exorcismo, a jovem morreu e o padre foi a julgamento por causar sua morte.

    O filme pode-se se sair muito bem, mas eu acho que vai ser focado demais no exorcismo em si e muito pouco no julgamento, que é o que vai dar peso e diferença nesse filme. Estou com um pé atrás, mas acho que pode sair coisa boa se acertarem a mão.
     
    Última edição: 2 Dez 2005
  2. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

    Sim, principalmente pq o diretor tem uma carreira de sucessos.
     
  3. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Vixe, Hellraiser: Inferno? :blah: Esse foi o pior Hellraiser já feito.
    Esse cara é um péssimo diretor. Tentou fazer um filme pseudo-fodão, mas só o quê conseguiu foi fazer uma mistureba entre investigação criminal e western, resultando num filme abominável.
     
  4. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Nem me lembre. :blah:
     
  5. Thais Tûk

    Thais Tûk (avulsa)

    E aí, alguém já viu? Eu vou hoje.

    Tá um bafafá tremendo por causa desse filme, como sempre. Documentários na TV sobre exorcismos etc.
     
  6. Morion- O Negro

    Morion- O Negro Usuário

    Esse filme não é muito bom! Eu assisti a estréia, é muito bobo. Não é nada do que o trailler mostra ser. Fica sempre uma dúvida se eram mesmo demônios ou ela era pirada. Cada um pensa o que quiser.
     
  7. Thais Tûk

    Thais Tûk (avulsa)

    Bom, assisti ontem. Gostei, no geral. Nada mais nada menos do que eu esperava. O trailer força mais do que é, porque faz o povo pensar que é aquele pique o tempo todo. Eu já sabia que metade do filme rolava no tribunal etc, mas que as cenas do exorcismo seriam bem legais (pelo que tinha visto do trailer). Enfim, foi isso mesmo.

    SPOILER

    Pra mim a melhor parte, sem dúvida nenhuma, é a cena do exorcismo quando ela começa a gritar o nome dos demônios.

    Ah, e só pra constar, ontem eu acordei às 2h54 e obviamente não consegui dormir.
     
  8. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Bom, acho que o mérito do filme é por aí mesmo. Igual quando fui ver O Sexto Sentido a primeira vez que eu tive que dormir de janela aberta :tsc: Parece que O Descarrego da Emília Rosa provocou esse efeito né?
     
  9. Sister Jack

    Sister Jack Usuário

  10. Regente

    Regente Serenity Painted Death

    Explique.
     
  11. the lonely bard

    the lonely bard Usuário

    eu vi o filme, e fikei no meio termo, acho q o filme naum se encixa nem num filme de exorcismo nem num filme de tribunal e fica meio perdido... alias so uma duvida, por acaso alguem sabe se a laura linney era a primeira opçao de protagonista? pq eu achei q maquiaram, e cortaram o cabelo dela igual ao da jennifer aniston, me dando a impressao q essa sim era o primeiro nome...
     
  12. Thais Tûk

    Thais Tûk (avulsa)

    Hehehe, verdade, também achei ela super parecida.

    Mas se fosse a J. Aniston teria ficado HORRÍVEL.
     
  13. Peregrin

    Peregrin Technologic

    Típico não fode nem sai de cima...

    Não decide se é um filme de tribunal ou um filme de terror, usa e abusa de clichês batidos pra assustar, usa E abusa de cenas do Exorcista pra criar um climinha, e no final das contas não é nada demais.

    O único mérito do filme é deixar a conclusão em aberto. Cada um que tire a sua... e a minha foi a de que eu não vou perder meu tempo revendo ele.

    Aliás, o que era aquele cabelinho pantera da Laura Linney? Valha-me Deus...
     
  14. Tisf

    Tisf Delivery Boy

    Ai ah meu deus do céu eu ri muito com isso :rofl:
     
  15. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    A fórmula julgamento + história do exorcismo não funcionou. Primeiro porque filmes de tribunais são boooooooring (embora reza a lenda que os americanos são loucos por esse tipo de filme). Segundo porque isso cortava o clima que era criado nas cenas da Emily, e suponho que fosse um filme de terror, levando-se em conta que até nos momentos fora da história da Emily tinha aqueles clichês de hora para o demônio aparecer e blablabla.

    No final das contas, ficou num 4/10, isso porque algumas cenas (principalmente o começo) estavam boas. Mas a história como um todo é fraca como filme de terror e ridícula como filme de tribunal.

    Diz que tem uma outra versão para sair desse filme. Tomara que saibam definir exatamente qual tipo de filme é, porque se continuar essa salada, não funcionará novamente.
     
  16. Gwiddion Walsh

    Gwiddion Walsh Usuário

    fui ver o filme e achei legal como um meio de fazer o tempo passar. A protagonista me assustou.... que habilidade em fazer caras e bocas!!! è verdade que as cenas do tribunal cortaram o embalo do filme, mas considerando os ultimos filmes de exorcismo... até que se saiu bem
     
  17. Goba

    Goba luszt

    É, beeem fraco.
    A nota do Folco num é por menos, mas eu não sei usar o sistema 0-100.

    Não que a fórmula não funcione e que filmes de tribunais sejam sempre chatos.
    Quer dizer, eles são muito chatos, mas o tribunal define como é o andamento do filme, que não é basicamente narrativo, mas narrativo-descritivo. E o excesso de dependência da descrição deixa a coisa chatíssima. A colocação de fato contra fé, crença contra evidência poderia ser foda, mas não ficou. Ficou piegas demais.

    Do resto, é como se José de Alencar estivesse escrevendo sobre exorcismo. Boooooring. :roll:
     
  18. Dimitri

    Dimitri om pah, om pah, pah

    O filme deveria se chamar O Julgamento do Padre Moore.
     
  19. NightRaven

    NightRaven Banned

    sabe que eu concordo!!! mas parece q o filme toma mais partido do exorcismo do que dos fatos cientificos...o que isso mostra que ela realmente estava possuida e não doente!!!

    Eu acharia mais interessante ainda se não fizesse assumbrações com a agnostica e sim com o crente e ele sendo o defensor do padre(se bem q depois achei interessante essa troca...)!!!
     
    Última edição: 23 Dez 2005
  20. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Pow, não entendo por que tanta gente detestou, eu achei o filme muito bom. Não é trash como esperei que fosse, imaginava que seria como o restante d'O Exorcista's, em que o diretor aproveitava a menor oportunidade para colocar uma cena assustadora e, na maioria das vezes, absurdamente inútil ou sem lógica. Aprovei o estilo de história: um julgamento (concordo contigo, Dimitri :cerva:), em história não-linear... E acho que, no fim, a maioria dos assistentes ficaram do lado da advogada de defesa, provando-se que a mensagem da espiritualidade, que creio que o filme quis passar, foi absorvida. =]
     

Compartilhar