1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Desfile

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_Amélie, 10 Jun 2009.

  1. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Meninas de véu que caminham para o fim da avenida. Marcham, no mesmo compasso, com seus panos coloridos envoltos. No rosto, sinais de que os tempos são outros, máscaras nos olhos, preto noir número 3 da Avon. Caminham embaladas pela comemoração, no tiritim-tim borobom-bom feito ao longe pela banda marcial. Na cabeça o símbolo que muitos não acreditam mais. Não falam, nem um leve sorriso, ou falta de atenção. Só elas, enfileiradas, retas de um mesmo destino. Presas na mesma crença, nos mesmos modos, gestos gêmeos, traços semelhantes. Seguindo o mesmo ponto de fulga, fujir? Pra quê? Se elas têm o que precisam, jeans cós saint tropez, pulseiras em ouro 18 quilates, os nike shox cor-de-rosa fazem o mesmissimo movimento. Ploc, ploc, ploc, ploc. Perguntas? Escritas tortas nessas linhas perfeitas? Pra quê? Está ali, regime de semi-liberdade, antes que à tardinha.

    ***

    Soldados fardados, passos controlados. O som da batida dos conturnos no asfalto enchem a minha mente de previsibilidade. Se tapar os ouvidos, ainda imagino o mesmo toc toc toc molhado, numa sincronia quase centésima. Meus olhos se cerram a cada batida, prevêm, bloqueam o pensamento. Toc toc toc num movimento tão ensaiado, que afugenta os loucos e embriagados. Treinados pra quem? Armados para qual inimigo? Civilidade calculada, cada um no seu quadrado helicoidalmente planejado. O que é a vida senão uma sequência exata de repetições? Mesmos erros, correm como os mesmos passos. Mas um cabo descordenado reaviva a esperança. Toc toctoc toc toc toctoc toc. Um som de sabedoria, no caminho certo marcado. Ele faz o melhor que pode, aumenta a intensidade, descompassa, desacelera, desintegra os entre-silêncios com uma ponta da minha esperança. Uma proporçao animadora, um em cem, que consegue fazer a diferença, mesmo que seja pela falha no desejo de acertar.
     
  2. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    olha a amélie voltando a aparecer na seção prosa!!! :tchauzim: q legal.

    só um detalhe, isso é assim mesmo: "Seguindo o mesmo ponto de fulga, fujir?" ?
     
  3. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Aham... huhuhuh

    Tá eu devo uma explicação... Fulga (Fool)... o segundo (fujir) é só pra confirmar o erro... Digamos, seria a resposta segundo uma etimologia familiar daqui...
     
  4. Anne

    Anne Visitante

    também não entendi essa...
    mas muito interessante esse teu jeito de escrever:sim:
     
  5. imported_Ariane

    imported_Ariane Usuário

    Muito legal. Soou pra mim como uma poesia proseada. :sim:
     
  6. Dwarf

    Dwarf Usuário

    leitura dinâmica é uma merda...... eu nem tinha reparado ate vcs falarem..... nunca mais vou conseguir ler direito......

    Muito maneiro MADRINHA^^ adorei. Ambas ideias excelentes e bem executadas!!
     
  7. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    pARAbéns AMélie.:lily:
     
  8. imported_Pediel

    imported_Pediel Usuário

    O tema é ótimo. Eu tive um preferência pelo segundo texto.

    As passagens que eu mais gostei:
    "[...] cada um no seu quadrado"
    Pode não ter sido proposital, mas eu ri. XD

    "[...] que consegue fazer a diferença, mesmo que seja pela falha no desejo de acertar. "
    Achei genial.
     
  9. imported_Wilson

    imported_Wilson Please understand...

    Muito bom Amélie!!!! Gostei do ritmo e das figuras e as palavras ficaram todas certas.

    Palmas!
     

Compartilhar