1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Brasil virou o país do fanatismo?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Seiko-chan, 9 Mai 2015.

  1. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    2014, CURITIBA: SEGUNDO PESQUISAS, APENAS 7% DAS PESSOAS QUE FAZEM PARTE DE UMA TORCIDA ORGANIZADA PARTICIPAM DE CONFLITOS VIOLENTOS NO FUTEBOL (FOTO: HEULER ANDREY/ AGIF)

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    ---

    Texto interessantíssimo publicado pelo site RevistaGalileu, que me fez pensar um bocado depois de reparar com as críticas do 'panelaço': tanto as fervorosamente favoráveis ("Dilma vagabunda/tudo culpa da petralhada") quanto as falaciosamente desfavoráveis ("todo mundo que bateu panela é um bando de imbecis/a tucanalhada nem sabe o que está protestando") me fizeram questionar o quão difícil está se tornando ser imparcial e relativizar determinadas questões.

    A generalização de comentários, a segregação em grupos e a polarização total de opiniões, a exemplo das manifestações populares, é o primeiro passo para o fanatismo, se formos seguir a linha de raciocínio proposto pela Galileu.

    Trouxe o texto para cá por saber que há pessoas de ambas as direções que são inteligentes e civilizadas o bastante para um debate produtivo, e realmente gostaria de saber o que vocês pensam.
     
    • Ótimo Ótimo x 10
  2. matheus apc

    matheus apc Usuário

    percebi isso também.Parece não haver meios termos quando se trata de politica.
    aqui um exemplo de radical de direita maluco:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    ele tem trocentos videos assim e o pior são os comentários(sério a coisa é muito tensa)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Antigamente os americanos costumavam alertar para seus compatriotas quando eles fossem se mudar para viver em Nova Iorque. A pessoa deixava de olhar para os outros, a ficar isolado, a disputar por meio de berros e ofensas, em suma para tomarem cuidado para não deixarem de lado a humanidade. Hoje estamos aí a quase 15 anos do 11 de Setembro com um marco do atrito sofrendo com o radicalismo encravado na história mundial que ao invés de ser superado piorou e contaminou a Europa.

    Ou seja, acredito eu, que é um problema sério que muitos países estão enfrentando ao mesmo tempo.

    Em um terreno propício para isso o Brasil em especial já foi divulgado como país do futebol, aonde a população não se envolve mais do que o suficiente para se transformar em torcida, seja de bola seja de samba. E que quando a torcida perde em qualidade se transforma em luta campal.

    Pessoalmente venho batendo nessa tecla, que o país não é o mesmo. Até o brasileiro boa praça (Zé Carioca) corre risco. Na hq da Disney havia até uma associação de cobradores do Zé Carioca, a Anacozeca. E o Zé, representando o brasileiro, não era um cara violento diante das cobranças, ele podia fugir um bocado, porém era um bom sinal que usasse da inteligência e quando a namorada lhe mandava o papo reto ele obedecia.

    Aqui em casa eu tenho duas HQs sobre guerra, uma do Homem Aranha que saiu com a queda do WTC e outra com a explosão da bomba atômica no Japão "Hiroshima, a Cidade da Calmaria". Elas tem muita coisa em comum porque são produto de tragédias que põem em cheque a humanidade. Todavia, para ser honesto, para o Brasil fica difícil fazer uma HQ, porque o jornal já traz todo o impacto negativo que haveria em uma ficção e não funcionaria.

    Decerto houve dessensibilização e anestesia e por incrível que parece a população foi posta tensa como corda de violino. Quando a população está muito estressada o cenário é muito arriscado, como a revolução francesa ou a destruição da família do Czar na Rússia.
     
  4. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Até onde li, não vi nenhuma novidade sobre o comportamento de massas e manipulação das mesmas, Weber, Adorno e mais recentemente Richard Sennet - em seu livro A Corrosão do Carácter - já apontavam para os malefícios do novo Capitalismo; como a falsa integração digital que nada mais faz do que tribalizar os relacionamentos e interesses das pessoas. Ao invés de agregar, separa-se por grupos de "interesses" que tornam as pessoas menos tolerantes com as diferenças de opiniões.
    No Brasil, há décadas que somos submetidos a todo o tipo de violência na esfera pessoal, profissional e familiar; com o agravante das mídias digitais terem se transformado em válvulas de escape de frustrações que acaba ressonando com outras frustrações e descambando para a raiva pura e explícita em posts e comportamentos.

    Não vejo melhorias em termos de avanços culturais e sociais desde que foi promulgada a Constituição em 1988, apenas soluções paliativas aqui e acolá. Nada parecido com o que ocorreu na Coréia do Sul e em países nórdicos onde Estado e população se comprometeram a melhorar os indicadores da educação, saneamento básico e saúde. Pode-se dizer que ainda estamos sofrendo os efeitos da Década Perdida dos anos 80.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  5. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Putz, que video podre.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Verdade, morro de medo de entrar nessa (e às vezes confesso que acabo mergulhando na neura :tsc: ).

    Funciona mais ou menos assim: alguém vai lá e escreve alguma coisa preconceituosa, uma ideia absurda (que muitas vezes é repetição de algo já batido, uma frase feita mentirosa e tosca, como costumam ser as frases feitas) aquilo te afeta de alguma maneira, te desperta lembranças nada agradáveis de algo que sofreu ou sofre na vida, você responde, nem sempre (quase nunca) de maneira tranquila e sensata, e aí vem a resposta...
    Pronto, tá feita a merda.
    Isso não tem fim.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  7. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Eu raramente entro no FB, tem coisas legais mas o excesso de bobagens supera a paciência em ler tudo que escrevem e as pessoas se ofendem por você não respondê-las naquele instante; é mais fácil conseguir seguidores de que um amigo. Aí, fico pensando: de que adianta louvarem a capacidade da internet de construir pontes se não existir pessoas para cruzá-las?
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  8. matheus apc

    matheus apc Usuário

    existe coisa pior,você já ouviu falar do Olavo de Carvalho?
     
    • LOL LOL x 2
  9. dermeister

    dermeister Ent cara-de-pau

    Uma coisa particularmente chata é que o diálogo político ou ideológico está extinto em muitas redes sociais. Desapareceu a crítica, a troca de ideias, etc. e discordar de (ou mesmo não concordar absolutamente com) alguém virou uma ofensa que é imediatamente respondida à mesma altura. Isso leva àquele efeito bolha onde grupos fecham-se entre si e realimentam suas convicções, daí o fanatismo.

    Para esse caso, a resposta é fácil: não há como criar um Estado de bem-estar social ou melhorar indicadores por decreto ou uma daqueles trocentos artigos (de muitos leis e da própria constituição) que apontam um objetivo qualquer como "prioridade absoluta" (e normalmente contrariam outras prioridades absolutas). Os países europeus economicamente bem resolvidos desenvolveram sua economia e atingiram este objetivo no final do séc. XIX, *antes* o incorporarem aos deveres básicos do Estado.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  10. Seiko-chan

    Seiko-chan Retardada

    E pensar que semana passada curti a página desse cara por ter achado graça num vídeo mau-humorado dele criticando som alto...

    Olavo de Carvalho, pra mim, é que nem o Bolsonaro: de 10 coisas que fala, concordo com 5, 3 me fazem pensar com sérias ressalvas, 1 soa totalmente sem sentido e a última, de tão estapafúrdia, consegue inutilizar todo o restante. :lol:

    Voltando ao ponto do tópico, uma das críticas que mais ouço é a de que nunca, na história do país, um único partido político teve o poder de despertar tanto as diferenças de forma tão negativa. Porém, vemos que a tendência é geral, a de criar 'bolhas', como o @dermeister citou, onde semelhantes se reúnem para fomentar ideias e atribuir toda e qualquer desgraça a seus díspares - porém, no Brasil essa tendência está atingindo níveis alarmantes. Essa cisão entre determinados grupos sempre existiu, mas jamais esteve tão acentuada.

    Poderíamos dizer que a 'coragem' de quem ofende brota do anonimato, não necessariamente de uma ideia de grupo, e que a própria globalização permitiu que todos os lados se enxerguem - e se insultem - com mais nitidez, visto que suas 'visões de mundo' extrapolaram suas respectivas zonas de conforto. Poderíamos concluir que a tecnologia tornou as pessoas mais estúpidas, ou ela apenas tornou a estupidez visível?
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. Pearl

    Pearl Usuário

    • Gostei! Gostei! x 3
  12. Ecthelion

    Ecthelion Mad

    O que eu vejo é muita gente "de saco cheio" com a situação atual. Daí pra ausência de diálogo é um pulo. E com a crise chegando, a tendência é piorar.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  13. Omykron

    Omykron far above

    redes sociais são basicamente isso, bolhas de opiniões iguais a vc. só ver que o facebook faz isso direto (e depende disso).

    chegando?
     
  14. Grimnir

    Grimnir Usuário

    • LOL LOL x 1

Compartilhar