• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Nomenclatura Tengwar

Aquaspace

"Não me use como objeto!"
Encontrei este post na net e achei muito interessante, por isto decidi compartilhar com vocês:

OBS: Optei por colocar o texto integralmente aqui no fórum, sem retirar links ou o que quer que fosse.

Nomenclatura Tengwar

Contents



Todos os caracacteres e símbolos usados como letras Tengwar (ou em associação a elas) possuem nomes ou designações únicos. As letras propriamente ditas (tengwar) possuem, em quase todos os casos, nomes que contêm o som representado por cada uma: sempre que permitido pela estrutura da língua, o som sempre será o primeiro a ser pronunciado na palavra. Mas, já que a designação de sons depende de qual Modo está sendo usado, podem existir diferentes conjuntos de nomes para as letras.
Para evitar confusões na nomenclatura dos tengwar, muitas vezes os “nomes plenos” em Quenya eram então utilizados quando um nome particular para cada formato de letra (independente do Modo em questão), e não para seu som, era necessário.
Além disto, todos os diacríticos e sinais de pontuação também possuíam nomenclaturas particulares, mas apenas alguns dos nomes dos diacríticos são conhecidos e nenhum dos sinais de pontuação. [ApE].
Nomenclatura em Quenya

Os nomes em Quenya são dados no Apêndice E [ApE] de O Senhor dos Anéis, onde são designados como “nomes plenos” — provavelmente porque são palavras reais e completas em Alto-Élfico. Exceto se especificado o contrário, a nomenclatura em Quenya dada abaixo é referente a estes “nomes plenos”.
O Etimologias (Etim) apresenta nomes adicionais para alguns dos tengwar, além de proporcionar nomes para caracteres não nomeados em quaisquer outras fontes. Entretanto, no Etim os tengwar principais são omitidos, mas posteriormente foram publicados em Addenda and Corrigenda to the Etymologies [ACE] de Carl F. Hostetter e Patrick H. Wynne e publicado no Vinyar Tengwar ##45 e ##46 (Arden R. Smith disponibilizou uma inestimável visão geral acerca dos tengwar no Apêndice III daquele trabalho).
Como mostrado aqui, as ortografias dos nomes e valores sonoros foram padronizadas de acordo com aquela apresentada em O Senhor dos Anéis.
Na listagem abaixo, o sinal < significa “desenvolvido a partir de”, ou seja, a pronúncia do nome se modificou devido a um desenvolvido sonoro dentro da língua. O símbolo << quer dizer “substituído por”, i.e. um nome foi trocado em favor de outro devido a uma decisão consciente (muitas vezes motivada por uma mudança no uso do tengwa em questão).
Os Tengwar numerados

Os tengwar abaixo foram todos listados na Tabela dos Tengwar, presente em O Senhor dos Anéis; os números apresentados aqui correspondem àqueles usados pelo próprio Tolkien nesta referida tabela.
Os quatro primeiros tengwar dão seus nomes à quatro séries da tabela: tincotéma, parmatéma, calmatéma, e quessetéma. No Modo Clássico, i.e no Modo Tengwar para o Quenya, elas contêm as séries dentais, labiais, velares e lábio-velares, respectivamente.

  1. tinco metal. Universalmente usado para t.
  2. parma livro. Universalmente usado para p.
  3. calma lâmpada. Usado para c/k no Modo Clássico.

  4. quesse pena (de pássaro). Usado para qu no Modo Clássico.
  5. ando portão. Usado para nd no Modo Clássico.
  6. umbar destino. Usado para mb no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura ampano construção, associada ao modo onde o tengwa representa mp.
  7. anga ferro. Usado para ng no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura Ancale Sol, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa nc.
  8. ungwe teia de aranha. Usado para ngw no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura anquale (correção de unquale) agonia, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa nqu.
  9. súle < thúle espírito. Usualmente representa th. Em Quenya pode aparentemente representar s onde este som se desenvolveu a partir de th (veja o Modo Clássico). ACE apresenta a nomenclatura silme luz prateada (mas veja também silme).
  10. formen norte. Universalmente usado para f. ACE apresenta a nomenclatura Finwe.
  11. aha fúria << harma tesouro. Usado para h no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura híse névoa.
  12. hwesta brisa. Usado para hw no Modo Clássico.
  13. anto boca. Usado para nt no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura asto poeira, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa st.
  14. ampa gancho. Usado para mp no Modo Clássico.
  15. anca mandíbulas. Usado para nc no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura ohta guerra, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa ht.
  16. unque cavidade. Usado para nqu no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura usque mal cheiro, associada ao modo no qual este tengwa representa squ.
  17. númen oeste. Usado para n no Modo Clássico.
  18. malta ouro. Usado para m no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura umbar destino, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa mb.
  19. noldo < ñoldo elfo-profundo, algém da estirpe dos Noldor. Originalmente usado para ñ inicial /ŋ/ no Modo Clássico. Este som posteriormente fundiu-se com n. ACE apresenta a nomenclatura anga ferro, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa ng.
  20. nwalme < ñwalme tormento. Originalmente usado para ñw inicial /ŋw/ no Modo Clássico. O som posteriormente desenvolveu-se em nw. ACE apresenta a nomenclatura ungwe trevas, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa ngw (mas veja ungwe acima).
  21. óre coração (mente interior). A julgar pelo seu nome, aparentemente usado para um fraco r mediano (i.e no meio da palara), mas veja o Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura númen oeste, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa n.
  22. vala poder angelical. Usado para v no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura Manwe, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa m.
  23. anna dádiva. Usualmente representa uma consoante ausente (ou surda); veja o Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura ñolwe sabedoria, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa ñ /ŋ/.
  24. vilya < wilya firmamento. Provavelmente usado para v < w, mas também pode representar um w mediano; veja o Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura winge espuma (a qual pode ter desenvolvido vinge).
  25. rómen leste. Usado para r no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura Rana Lua.
  26. arda região. Usado para rd no Modo Clássico.
  27. lambe linguagem. Usado para l no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura lamba língua (órgão do corpo).
  28. alda árvore. Usado para ld no Modo Clássico.
  29. silme luz das estrelas. Usado para s no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura Silpion.
  30. silme nuquerna silme invertido. Usado para s no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura róma chifre, aparentemente associado ao modo no qual este tengwa representa r (e é considerado como variação de Rana).
  31. esse nome << áre < áze luz do sol. Usado originalmente para z no Modo Clássico, mas este som posteriomente fundiu-se com r, e o tengwa foi reutilizado para ss, ganhando um novo nome.
  32. *esse nuquerna esse invertido << áre nuquerna < *áze nuquerna áre/áze invertido. Apenas a nomenclatura áre nuquerna é na verdade atestada, mas considera-se que o nome do tengwa passou pelo mesmo desenvolvimento que sua contraparte não invertida. Áre nuquerna ocorre em duas formas levemente diferentes, ambas mostradas aqui.
  33. hyarmen sul. Usado para hy, e posteriomente h, no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura hyalma concha.
  34. hwesta sindarinwa hwesta dos elfos-cinzentos. Aparentemente pretendido para representar a pronúncia élfico-cinzenta do hw (veja o Modo de Beleriand). ACE apresenta a nomenclatura hwinde redemoinho, turbilhão.
  35. yanta ponte. Usado para i "consonantal" (i.e, em ditongos) no Modo Clássico. ACE apresenta a nomenclatura yatta istmo (Geografia).
  36. úre calor. Usado para u "consonantal" no Modo Clássico.
Os Tengwar não numerados

Os tengwar a seguir não foram incluídos na Tabela de Tengwar.

halla alto. Originalmente usado para h aspirado no Modo Clássico. No Modo de Beleriand representava um hiato causado pelo g "lenizado", e era, nesta função, chamado de gasdil substituto (temporário, interino) [ACE, Apêndice III].


vaia < waia envelope. Presumivelmete usado para v < w. Cf. vilya. Este tengwa foi encontrado em ACE, e em nenhum outro lugar até agora.

Os tyelpetémar

O Quenya também faz uso de uma série palatal, a chamada tyelpetéma. Como descrito no ApE, “os palatais eram representado por um diacrítico fëanoriano denotando ‘y subsequente ’ (usualmente dois pontos sotopostos)”.
Edouard Kloczko publicou uma lista com a nomenclatura para esta série, que ele recebera por correspondência de Christopher Tolkien (de agora em diante CCT). Estes tengwar são baseados nos tincotémar, e usualmente apresentam o diacrítico posicionado, de preferência, acima de cada tengwa ao invés de abaixo, exceto no caso em que o tengwa possua uma haste elevada. No entanto, em sua carta, Christopher diz que estes nomes existem num diferente número de formulações, e conclui dizendo que não é capaz de determinar qual delas foi a escolhida como definitiva.
Alguns outros tengwar, todos com nomes contendo y e apresentando o diacrítico dois-pontos, foram publicados em ACE, no qual é facilmente notado que todos eles possuem dois pontos sobrepostos. É importante ressaltar que, muito provavelmente, a maioria destes caracteres de ambas as fontes, CCT e ACE, são incompatíveis com as idéias de Tolkien quando O Senhor dos Anéis foi publicado (nem todas as fontes tenden a serem compatíveis umas com as outras).
Em CCT Em ACE
tyelpe prata. Usado para ty. Ambos ACE e CCT concordam neste nome, e ele também ocorre na nomeação da série palatal (tyelpetéma) em ApE.
indyo neto. Usado para ndy (mas veja nyelle abaixo).
istyar mago, mestre da tradição. Usado para sty (mas veja intya abaixo).
istyar acadêmico, estudioso, homem culto. Aparentemente usado para sty.
intya palpite, percepção. Usado para nty.

ehtyar lanceiro. Usado para hty. Note que este caracter, ao contrário de todos os outros na série, é baseado num tengwa da série velar calmatéma ao invés da série dental tincotéma.
nyelle sino. Usado para ny [CCT] (mas veja arya abaixo). ACE apresenta a nomenclatura indyo neto(a), descendente, aparentemente associado ao modo no qual este tengwa representa ndy (mas veja indyo acima).
ACE apresenta a nomenclatura nyelle sino para a letra baseada no óre, aparentemente associada ao modo no qual este tengwa representa ny (mas veja nyelle acima).
arya dia. De acordo com CCT, arya poderia ter a forma tanto óre ou rómen com um diacrítico palatal. Este é o único caso no qual uma única fonte apresenta o mesmo nome para duas formas de letras diferentes.
alya rico. Usado para ly.
Suportes e tengwar vocálicos

Em ACE são apresentadas também as nomemclaturas para alguns poucos caracteres utilizados para representar vogais em alguns Modos de Tengwar. Em outros modos, alguns destes caracteres servem como suporte para os ómatehtar.

telco perna. Este tengwa é feito a partir de uma única haste, ou telco, sendo usado como suporte para vogais curtas no Modo Clássico (e em muitos outros). Mas já que o diacrítico para a vogal a pode ser omitido em Quenya, segue-se que o suporte pode, por si só, representar a vogal a. Isto ocorre provavelmente devido ao fato deste tengwa ser também chamado de Anar Sol. Equipado com um acento agudo, é também chamado de Elwe, quando usado para e. Equipado com um ponto sobreposto, é chamado Ingwe, quando usado para i.


ára aurora. Contraparte longa do telco, este tengwa é usado como suporte pra vogais longas Modo Clássico. E já que o diacrítico para a pode ser omitido, este suporte pode, por si só, representar á. Equipado com um ponto sobreposto, é chamado íre desejo, quando usado para í.


osse terror. Este nome é associado ao modo no qual este tengwa representa o. No Modo de Beleriand, este tengwa é usado para a.

Nomenclatura em Westron

A nomenclatura em Westron (a Língua Geral da Terceira Era) é dada na Carta do Modo Numeniano (também chamado Modo Tengwar Westron) descrita por Jim Allan. Allan e R. Stencel discordam na leitura de um dos caracteres: enquanto Stencel lê oha, Allan lê aha.

Esta nomenclatura é provavelmente específica para o Modo Westron como era usado em Gondor, já que a então chamada “variedade do norte ” usava valores sonoros um tanto díspares destes apresentados.
Nomenclatura dos Tehtar

Apenas alguns poucos tehtar possuem designações conhecidas. São nomeados, mais frequentemente, de acordo com seu formato ao invés de usar como parâmetro sua pronúncia [ACE].

tecco acento agudo. Correntemente usado para e ou i. Quando este tehta era usado numa “escrita plena” para marcar um tengwa vocálico como longo, referia-se a ele como andatehta marca-longa. A tradução Sindarin andaith provavelmente tornou-se amplamente conhecida como resultado de seu uso no Modo de Beleriand; sendo que a forma em Quenya andatehta deve ter sido mais associado ao Modo pleno em Quenya.


tixe ponto. Frequentemente usado para i ou e. Quando colocado acima do tengwa era chamado amatixe sobre-ponto, e quando colocado abaixo, unutixe sub-ponto (sic! nuntikse em Etym é um erro editorial). Quando utilizado para indicar que o tengwa não era seguido por nenhuma vogal (veja o Modo Clássico), o ponto sotoposto era chamado de putta ou pusta.


sa-rince s-ondular. Usado para indicar s subsequente em muitos Modos Tengwar, e comumente conhecido como s-caracol ou s-gancho. Na língua Noldorin (e no Sindarin?) era chamado de gammas (s-) gancho.


thinnas brevidade. Aparentemente usado para indicar que uma vogal era curta, apesar de nenhum exemplos de uso tenha sido publicado. E como este nome não vem do Quenya (muito menos a utilização), este tehta foi provavelmente inventado para o Modo de Beleriand ou outro Modo Élfico-cinzento.


Aqui está o link do site: Amanye Tenceli
 
Última edição:

Phreddie Cadarn

Sempre no limbo.
Aconselho a quem curtiu esse texto a ler o resto do site informado na fonte. A tradução do Amanye Tenceli é uma obra que deve ser lida por qualquer um que curta os idiomas tolkienianos ;)


100+ :cool:
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.495,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo