• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Mortal Kombat (idem, 2021)

Mavericco

I am fire and air.

A New Line Cinema apresenta Mortal Kombat, uma aventura inédita inspirada na bem-sucedida franquia de videogames que, mais recentemente, teve um dos lançamentos de jogos de maior êxito da história, Mortal Kombat 11. O filme é dirigido pelo premiado diretor comercial australiano Simon McQuoid, que faz sua estreia como diretor de cinema, e produzido por James Wan (filmes do universo “Invocação do Mal”, “Aquaman”), Todd Garner (“No Olho do Tornado”, “Te Peguei!”), McQuoid e E. Bennett Walsh (“MIB: Homens de Preto – Internacional”, “O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro”).

Em Mortal Kombat, o lutador de MMA Cole Young, acostumado a apanhar por dinheiro, não faz ideia da herança que carrega – ou por que o Imperador da Exoterra, Shang Tsung, enviou seu melhor guerreiro, Sub-Zero, um criomancer de outro mundo, para exterminar Cole. Temendo pela segurança de sua família, Cole sai em busca de Sonya Blade por recomendação de Jax, um major das Forças Especiais que tem a mesma estranha marca de nascença na forma de dragão que Cole. Logo, ele se encontra no templo do Lorde Raiden, um Deus Ancião e protetor do reino da Terra, que acolhe aqueles que ostentam a marca. Lá, Cole treina com os experientes guerreiros Liu Kang, Kung Lao e o mercenário vigarista Kano, à medida que se prepara para enfrentar, ao lado dos maiores campeões da Terra, inimigos oriundos da Exoterra em uma arriscada batalha pelo universo. Contudo, será que ele treinará o bastante para desbloquear sua arcana — o imenso poder que existe dentro de sua alma – a tempo não só de salvar sua família, mas também de vencer a Exoterra de uma vez por todas?

O elenco internacional diverso reflete a natureza mundial da marca, com talentos do mundo do cinema, televisão e artes marciais, incluindo Lewis Tan (“Deadpool 2”, da série da Netflix “Wu Assassins”), como Cole Young; Jessica McNamee (“Megatubarão”), como Sonya Blade; Josh Lawson (“O Escândalo”), como Kano; Tadanobu Asano (“Midway - Batalha em Alto Mar”), como Lorde Raiden; Mehcad Brooks (da série de TV “Supergirl”), como Jackson “Jax” Bridges; Ludi Lin (“Aquaman”), como Liu Kang; com Chin Han (“Arranha-Céu: Coragem Sem Limite”), como Shang Tsung; Joe Taslim (“Star Trek: Sem Fronteiras”), como Bi-Han e Sub-Zero; e Hiroyuki Sanada (“Arranha-Céu: Coragem Sem Limite”), como Hanzo Hasashi e Scorpion. Também participam Max Huang, como Kung Lao; Sisi Stringer, como Mileena; Matilda Kimber, como Emily Young; e Laura Brent, como Allison Young. McQuoid dirige o filme a partir de um roteiro escrito por Greg Russo e Dave Callaham (“Mulher-Maravilha 1984”), a partir de uma história criada por Oren Uziel (“Mortal Kombat: Rebirth”) e Russo com base no videogame criado por Ed Boon e John Tobias. Richard Brener, Dave Neustadter, Victoria Palmeri, Michael Clear, Jeremy Stein e Larry Kasanoff foram os produtores executivos.

Para trazer essa propriedade incrivelmente popular às telas, McQuoid contou com uma equipe de cineastas australianos e americanos, incluindo o diretor de fotografia Germain McMicking (“True Detective”, “Top of the Lake: China Girl”), o desenhista de produção Naaman Marshall (“Ameaça Profunda”, “O Criado”), os editores Dan Lebental (“Homem-Aranha: Longe de Casa”) e Scott Gray (“Top of the Lake”, “Daffodils”), o supervisor de efeitos visuais Chris Godfrey (“Até o Último Homem”) e a figurinista Cappi Ireland (“Lion - Uma Jornada Para Casa”, “The Rover - A Caçada”). A música foi criada por Benjamin Wallfisch (“Blade Runner 2049”, filmes “It – A Coisa”). A New Line Cinema apresenta “Mortal Kombat”, uma produção da Atomic Monster/Broken Road Production.

O filme tem previsão de lançamento nos cinemas brasileiros em de 15 abril de 2021 e será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Inventaram agora que o Sub-Zero é um "criomante" (criomancer)? :lol:
Odeio quando — "Lorde Raiden, um Deus Ancião" — traduzem ancient automaticamente como ancião. :hahanao:

Mas enfim. Bora ver... (?)
Aquele tipo de bomba que a gente olha pra curtir, deixando o cérebro de molho.
 
Última edição:

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Geralmente filme baseado em jogo, de largada eu fico sempre com um pé e meio atrás, mas por ser Mortal Kombat, a memória afetiva me faz dar alguma chance.. vamos ver...
 

Indu

NHAC!
Criaram um personagem novo para série, ou ele é um Johnny Cage as avessas? Ou os dois?
O que leva para outra pergunta, a gama de personagens de MK, de quase três dígitos não é o bastante, e criaram um novo.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Eu realmente prefiro a caracterização clássica dos personagens do MK, mas é natural que tenham optado pelo visual dos games mais recentes... Gostei do trailer, acho que o filme tem potencial. Pior que o primeiro é improvável que seja. :dente:
 

Jhulha

Voltando a caverna
Trailer bonito, que chega a empolgar, mas todo gamer sabe, vai uma :silenced:, até agora quando se trata de adaptações de jogos somente os fãs fazem algo bom, vide o Street fighter legacy e Mortal Kombat Legacy.

Criaram um personagem novo para série, ou ele é um Johnny Cage as avessas? Ou os dois?
O que leva para outra pergunta, a gama de personagens de MK, de quase três dígitos não é o bastante, e criaram um novo.
Me fiz a mesma pergunta, para que inventar essa história de adicionar personagem novo e escolhidos pela tatuagem, serio, as vezes me pergunto se os escritores jogaram alguma vez, ou pegam apenas um resumo no wikipedia sobre os jogos e montam um roteiro, ainda não perdoo o que fizeram com Tomb Raider.
 

Indu

NHAC!
Vamos combinar que MK nunca teve um roteiro bom. Seja o jogo antigo, que era mais uma mistura de recortes de personagem, ou nos novos, que é apenas um corre daqui, corre dali sem resolver efetivamente nada.
Os filmes também não são melhores, mas tem aquele sentimento saudosista.
E o Shang Tsung

A partir do MK9 eles tentam criar uma linha mais focada, e isso fica interessante, apesar do rumo da história ser bem previsível. Os novos X e 11 até surpreendem em alguns pontos, mas sempre aproveitando as correntes da época, como por exemplo o 11, dá um reboot. Modinha ou não, estava precisando.

Acredito que o filme não vá ficar muito atrás. O foco será mesmo as lutas coreografadas e os efeitos dos fatalityes
 
Última edição:

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Na moral, jogo de luta é pra dar porrada mesmo. Beat 'em up também. O stroytelling sempre foi apenas um artifício pra dar uma motivação bem simples e contextualizar as cenas. Todas as tentativas de inventar uma história "complexa" por detrás deles resultaram em fracasso e forçação de barra. É por isso que os beat 'em ups dos anos 80/90 tinham uma premissa muito simples: uma gangue de malfeitores sequestra a donzela em apuros e os machões vão resgatá-la descendo a lenha em quem aparece no caminho. E só. Era assim com Double Dragon, Final Fight e Vendetta, e tantos que surfaram nessa onda. Era enredo até de filmes de ação anos 80, sem tirar nem pôr. A história do Street Fighter é uma bobagem também, ninguém se engane quanto a isso. E está tudo bem que seja. Alguns subgêneros têm o foco na ação, nas cenas de carros, nas cenas de luta etc. Mas é preferível algo honestamente simples a uma tosquice presunçosa. :hxhx:
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Pois é.. pra quem é fã e curte o jogo, o que se espera é muita luta. Daí ter um roteiro pra dar alguma liga entre os personagens, nessa parte eu sinceramente não coloco nenhuma grande expectativa nisso.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Eu li um pouco da história de Mortal Kombat e não curti, achei uma confusão só, complexa e pouco atraente. A simples ideia de um torneio me parece boa e suficiente para o que realmente importa, que são as cenas de luta.
 

Indu

NHAC!
Mas as história é essa mesma né?
Que era muito Noob quem jogava com o Noob Saibot do MK3 Ultimate. Ele era apelativo, e não precisava desenvolver muito para fazer combo, ou poderes. Eram comandos bem fáceis.
Ele tinha uma névoa que envolvia o adversário e bloqueava a defesa
A sombra que corria atrás e jogava o adversário.
Teleporte (que sempre emendava num gancho)
E o combo de 6 hits com o chute baixo (LK, LK, LK, LK)
 

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
No tempo do MK3 eu já estava meio enjoado da franquia e não cheguei a jogar com o Noob pra saber. Depois disso também nunca acompanhei mais MK... Só fiquei curioso com este último porque parecia realmente bonitão e tinha os convidados especiais: Robocop, Terminator, Rambo etc.
 

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
MK3 e principalmente MK4 eu era invencível com Liu Kang. No 4 meus amigos nunca venceram UM ROUND contra mim jogando com Liu Kang, no final desistiram e me obrigaram a escolher outros. :lol: A manha era manter o dedo pressionado no chute baixo quase o tempo todo, e soltar na hora que o oponente não podia subir a guarda (pulando por exemplo).

Aliás, pena que ainda não dá pra mandar áudio pelo fórum (alô Deriel, ferramenta importante aí!): das minhas muitas imitações eu me orgulho particularmente da de Liu Kang dando o bycicle kick - AUARARURARURAYABADABADOO - e a voadora - UAAAAAAHHH.
 

Haran

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Noob Saibot é um anagrama de Boon e Tobias, criadores do jogo. O personagem começou como um personagem secreto e não-jogável de MK2, a intenção nunca foi fazer um jogador "noob". E de fato, o que é noob é (1) reclamar de personagem e ficar criando regrinha, tá no jogo é pra ser jogado, (2) o próprio termo "noob", se alguém usasse esse termo anglófono em uma partida nos anos 90, provalmente levaria um cascudo... Bons tempos, quem era ruim era "marreco", "pato" ou "ruinzão", cada um jogava como queria, não havia chororô. Tenho dito. :jornal:

Até porque, se tira o Noob Saibot, praticamente todas partidas competitivas ficam no Nightwolf e Kabal,[1] quer dizer, não é como se tirando o Noob Saibot, o jogo ficasse tão equilibrado assim com os demais personagens....
 
Última edição:

Eriadan

Usuário
Usuário Premium
Noob Saibot é um anagrama de Boon e Tobias, criadores do jogo. O personagem começou como um personagem secreto e não-jogável de MK2, a intenção nunca foi fazer um jogador "noob". E de fato, o que é noob é (1) reclamar de personagem e ficar criando regrinha, tá no jogo é pra ser jogado, (2) o próprio termo "noob", se alguém usasse esse termo anglófono em uma partida nos anos 90, provalmente levaria um cascudo... Bons tempos, quem era ruim era "marreco", "pato" ou "ruinzão", cada um jogava como queria, não havia chororô. Bons tempos e tenho dito. :jornal:

Até porque, se tira o Noob Saibot, praticamente todas partidas competitivas ficam no Nightwolf e Kabal,[1] quer dizer, não é como se tirando o Noob Saibot, o jogo ficasse tão equilibrado assim com os demais personagens....
Meu Deus do céu, Haran, foi apenas um trocadilho. :rofl:
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$250,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo