1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

10 atores que mais interpretam vilões

Tópico em 'Cinema' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 23 Out 2011.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    É impossível não notar que a TV, através das novelas, e o cinema popularizam atores e atrizes através de estereótipos. Em toda e qualquer produção há sempre aqueles que unicamente interpretam mocinhos, mulheres-fatais e os que são famosos apenas por desempenharem papeis de pais de família, empregados e até escravos. No entanto, existe também um nicho muito peculiar de atuação que faz com que alguns atores fiquem marcadamente lembrados e até (por que não?) imortalizados. Estamos falando dos vilões, que vez ou outra surgem e não saem da nossa mente. Listamos logo abaixo alguns atores que tem a vilania como principal qualidade, qualidade esta que eles trazem à tona com primazia.

    10. William Forsythe

    Forsythe é um ator que constantemente interpreta gângsters e criminosos. Em 1991, o ator participou do filme Fúria Mortal, ao lado de Steven Seagal, interpretando Richie Madano, líder de uma gangue. Dois anos depois, Forsythe foi convidado para dar vida a Al Capone, na série para a TV Os Intocáveis (antes o personagem havia sido interpretado por Robert de Niro, em 1987, em película homônima, dirigida por Brian de Palma). Em Gotti, filme feito para TV, em 1996, o ator dá vida ao mafioso Sammy Gravano.Quatro anos depois, em 2000, William Forsythe foi o malvado irmão mais velho de Jon Bon Jovi no filme Um Anjo Nas Ruas. A carreira do ator inclui inúmeros papéis como vilão; demoraríamos horas e horas apenas comentando todos os vilões já feitos por Forsythe, tanto na TV quanto no cinema.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    09. Ray Liotta

    Conte nos dedos quantas foram as vezes em que o ator Ray Liotta interpretou homens bons, dignos de serem reconhecidos pelo bom caráter e mocinhos em geral. Liotta é conhecido mundialmente pelo oposto. Sua primeira oportunidade de despontar na carreira foi ao interpretar o vilão Ray Sinclair, em Something Wild, de 1987. O papel lhe rendeu o Globo de Ouro, por Melhor Vilão. Logo após, Liotta recebeu a missão de interpretar o mafioso Henry Hill, em Goodfellas (1990), de Martin Scorsese. Outros vilões de destaqueinterpretados por Ray Liotta foram: o policial Pete Davis (em Obsessão Fatal, de 1992), o corrupto assistente do oficial de justiça, Paul Krendler, (em Hannibal, de 2001), entre outros.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    08. Jon Voight

    Jon Voight é um ator reconhecido mundialmente por interpretar vilões. Até a década de 80, Voight não detinha a alcunha de vilão. Mas 1985 foi o ano em que Voight interpreta Manny, um ladrão de banco (que é ao mesmo tempo heroi) em Expresso para o Inferno. Em sua pequena aparição em Fogo Contra Fogo, película de 1995, Jon interpreta Nate, um homem inescrupuloso que compra produtos roubados. No primeiro filme da série Missão: Impossível, de 1996, Voight encarnou o antagonista. E quem não lembra dele interpretando o caçador Paul, em Anaconda (1997)? Nesse mesmo ano, Jon Voight interpretou o inescrupuloso Leo F. Drummond em O Homem que Fazia Chover. Um ano depois, o ator deu vida ao trapaceador Thomas Reynolds em Inimigo do Estado. Em Marcação Cerrada (1999), o pai de Angelina Jolie fez o treinador Bud Kilmer, obcecado pela vitória a qualquer preço. Em Zoolander (2001), a personagem de Voight não foi exatamente um vilão, mas foi capaz de expulsar seu filho Derek (Ben Stiller) de casa. Atualmente, Voight interpretou o vilão no filme 24 Horas: Redenção, além de configurar como o antagonista da 7ª temporada da série de Jack Bauer.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    07. Christopher Walken

    Walken iniciou-se cedo na arte de interpretar homens maus. Seu primeiro papel como vilão foi ainda nos anos 60, no papel do assassino John Felton, em Os Três Mosqueteiros. Seu primeiro grande vilão foi como Max Zorin, na franquia 007 - A Vill to a Kill (ou 007 - Na Mira dos Assassinos), de 1985. No ano seguinte, Walken deu vida ao chefe de uma família de criminosos em Caminhos Violentos. Em Chance de Vencer (Homeboy), de 1988, Walken deu vida ao corrupto Wesley Pendergass. Na década de 1990, Walken interpretaria os seguintes vilões: o traficante Frank White, em O Rei de Nova York; o milionário criminoso Max Schreck, em Batman, o Retorno; Jack Shanks, em Scam - Programa Assassino; Mr. Smith, em Nick of Time - Tempo Esgotado; Hickey, em O Último Matador; Ray Tempio, em Os Chefões, entre outros. Embora nos anos 2000, Walken se dedicasse mais à comédia, ele continuou fazendo vilões, obtendo maior destaque como Hatcher, em The Rundown (ou Welcome to the Jungle), de 2003.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    06. Harvey Keitel

    Apesar de não ter feitos grandes vilões ao longo de sua carreira, Harvey Keitel também ficou marcado por interpretar homens de mau caráter no cinema. Em 1973, por exemplo, ele incorporou Charlie, um sujeito que faz pequenos serviços para a máfia no filme Caminhos Perigosos. Três anos depois, interpretou Sport, o cafetão da personagem de Jodie Foster no filme Taxi Driver - Motorista de Táxi, do diretor Martin Scorsese. Já em A Última Tentação de Cristo, de 1988, fez ninguém menos que Judas, o famoso apóstolo que traiu Jesus. Em Cães de Aluguel (1992), interpretou Mr. White, um dos seis bandidos contratados para fazer um roubo de diamantes numa joalheria. Em 1994, Keitel interpretou Azro, um malandro que usa um macaco para roubar carteiras de turistas enquanto faz apresentações circenses no meio da rua no filme Meu Pequeno Ladrão. Em 1997, fez Ray Donlan, um policial corrupto, no filme Cop Land.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    05. Dennis Hopper

    Pode-se dizer que foi a partir dos anos 90 que Dennis Hopper deixou marcado para sempre o seu lado maquiavélico nas telonas, já que foi nessa década que o ator fez dois dos seus maiores vilões. Em 1994, ele interpretou Howard Payne, um perigoso terrorista que desafia Keanu Reeves ao tentar explodir um ônibus no filme Velocidade Máxima. Um ano depois, reapareceu como Deacon, o líder de um grupo rebelde que atormenta Kevin Costner no filme Waterworld - O Segredo das Águas.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    04. Rutger Hauer

    Em 1981, Rutger Hauer fez o seu primeiro grande vilão do cinema no filme Falcões da Noite, onde interpretou Wulfgar, o mais temido terrorista da Europa que bate de frente com Sylvester Stallone. Um ano depois, voltou aos cinemas na pele do replicante Roy Batty em Blade Runner - Caçador de Andróides, dando muito trabalho para Harrison Ford. Em 1986, Rutger Hauer reapareceu como John Ryder em A Morte Pede Carona, o filme que definitivamente o consagrou como um dos maiores vilões de Hollywood. Nele, o ator interpreta um psicopata que mata todos os motoristas que lhe dão carona.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    03. Robert De Niro

    Foi a partir da metade dos anos 70 que Robert De Niro começou a mostrar o seu lado mau-caráter no cinema. Em 75, ele apareceu em O Poderoso Chefão 2 como o mafioso Vito Corleone. Um ano depois, fez um dos seus mais importantes papéis ao interpretar Travis Bickle em Taxi Driver. Onze anos depois, Robert De Niro volta como mafioso em Os Intocáveis, onde interpreta o gângster Al Capone. Papel semelhante fez em 1990 no filme Os Bons Companheiros. Um ano depois, interpretou o psicopata Max Cady em Cabo do Medo, uma das suas interpretações mais assustadoras de todos os tempos. Em 93, De Niro fez ainda Despertar de um Homem, onde interpreta Dwight Hansen, o padrasto carrasco de Leonardo DiCaprio. Em Fogo Contra Fogo, de 1995, voltou a fazer papel de mafioso (mais uma vez!).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    02. Cary Hiroyuki Tagawa

    É difícil encontrar na lista de trabalhos do ator japonês Cary Hiroyuki Tagawa um filme em que ele tenha interpretado um bom rapaz. Em pouco mais de 20 anos de carreira, o ator é bem conhecido por seus papeis de vilão no cinema. Um dos seus personagens mais famosos é o do chefe da Yakusa no filme Massacre no Bairro Japonês, lançado em 1991 e estrelado por Dolph Lundgren e Brandon Lee. Para quem é fã de videogame, também vai lembrar de Tagawa como vilão em vários filmes baseados em jogos, entre eles Mortal Kombat (1995), onde ele fez Shang Tsung. Talvez os traços orientais e sorriso naturalmente de deboche tenha contribuído para que o ator seja sempre requisitado para papeis de vilão. Ou será que existe outra explicação?


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    01. Willem Dafoe

    O primeiro lugar deste post, é claro, fica com Willem Dafoe. Basta ver qualquer filme para associar a imagem do ator a um vilão. Vai dizer que você não se lembra do papel dele no clássico Ruas de Fogo (1984)? No filme, ele interpreta Raven Shaddock, o líder uma gangue de motoqueiros que pinta e borda numa cidade fictícia. Em 1997, Dafoe voltou como vilão em Velocidade Máxima 2, onde interpretou John Geiger, um maníaco que ameaça explodir um navio. Ao longo dos anos, o ator continuou fazendo outros papeis semelhantes, mas sem grande destaque, até interpretar o Duende Verde em Homem-Aranha (2002), Homem-Aranha 2 (2004) e Homem-Aranha 3 (2007). Agora é esperar para ver qual será o próximo vilão de Willem Dafoe...

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Boa lista, mas faltou o Gene Hackman. Não sei se os papéis de vilão são maioria na carreira dele, mas quando os interpreta ele é muito bom. Faz aquele tipo de vilão bem cruel, tão mau que chuta velhinha caída no chão.
     
    Última edição: 23 Dez 2011
  3. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Rutger Hauer faz uns papéis de vilão interessantes e Robert de Niro cai muito bem como mafioso.

    O engraçado é que como Lex Lutor no Superman dos anos 80 ele acabou sendo um vilão fraco "me engana que eu gosto", aquele tipo que não assusta ninguém, mas tirando esse papel eu gosto dele também.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    É verdade que nos filmes do Superman o Lex Luthor dele tem bastante humor, mas não se deixe enganar, ele é bem mau também, e por isso até assusta mais quando mostra esse lado, hehe
     

Compartilhar