1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Leitura obrigatória, porém altamente recomendável

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Clara, 17 Abr 2011.

  1. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Este é um tópico de indicações.

    Sabe aquele livro que é leitura obrigatória na faculdade ou em algum curso especializado que você fez/faz, mas que, ao ler, percebe que um "leigo", que se interesse pelo assunto, iria gostar bastante?
    Então... :sim:

    Por exemplo: de Maquiavel.

    Eu não recomendaria a alguém ler "O Príncipe" a menos que a pessoa em questão tenha uma base de história, filosofia, ou política e depois, se ela já estudou o básico de algum desses assuntos provavelmente já leu "O Príncipe".

    Já "História de Florença" eu recomendaria para os que têm interesse em política ou história (ou ambos) pois nesse livro Maquiavel fala da decadência da república florentina e mostra isso através das disputas pelo poder, entre famílias poderosas, ao narrar guerras e tramóias dignas de Shakespeare.

    Depois volto aqui e faço minhas indicações.
     
  2. Se você se importa com Literatura e com esse país, Antonio Candido em geral.

    Mesmo na universidade as pessoas evitam ele, fingem que leram, ou lêem apenas os comentaristas, ou descaracterizam ele totalmente com uma retórica do tempo da guerra fria ou por pura mesquinhice. Eu mesmo só tive a verdadeira iluminação depois de formado.

    Comecem com ensaios como "O direito à literatura" e "Dialética da malandragem". É, os ensaios estão em compilações de editoras acadêmicas com aquelas capas feias, e usam eventualmente um jargão marxista ou estruturalista. Ignore isso e qualquer preconceito que você possa ter adquirido sobre ele e leia com generosidade até entender o mais sublime crítico brasileiro.
     
  3. Lucas_Deschain

    Lucas_Deschain Biblionauta

    História e Verdade, do Adam Schaff

    [align=justify]Não diria leigo pois poderia soar pedante da minha parte, mas é um livro muito bom sobre como a objetividade e a subjetividade alteram a forma como percebemos a verdade. E como o conceito clássico de verdade tem problemas com relação a forma como apreendemos e analisamos a realidade. Certamente a percepção de quem ler, seja acerca do real "puro" ou do que se produziu sobre esse real irá mudar bastante e contribuir para que ele analise mais criticamente o que vê ou lê.

    Não é uma leitura fluida, é intrincado porque ele pontua muito suas análises, detendo-se longamente sobre cada aspecto que analisa, contudo, Schaff faz isso através de subtítulos e tópicos, o que ajuda muito na organização do pensamento. Quem não se interessar tanto por história, pode ler só as primeiras partes, de cunho mais epistemológico e de teoria do conhecimento.[/align]
     
  4. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Nossa, acho O Príncipe tão tranquilo de se ler.

    História Concisa da Literatura Brasileira - Bosi.
    A Literatura Portuguesa - Massaud Moisés.
    O Herói de Mil Faces - Joseph Campbell.
     
  5. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Um que eu li para a aula de Filosofia Jurídica e adorei foi "O Julgamento de Sócrates" de I.F. Stone
     
  6. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    Qualquer coisa do Carpeaux. Mesmo que você não conheça 90% do que ele cita, é sempre bom ver sua grande capacidade de ligação, de correlacionar. A história da literatura ocidental é um livro magnífico, desses de confiança e do qual você não quer se desfazer. É uma excelente obra pra se ler de cabo a rabo, pra se ler de rabo a cabo, pra ler um pedaço hoje, outro amanhã, pra consultar, pra caçar erros, faltas (que existem, já pude comprovar), mas, principalmente, admirar o grande conhecimento cosmogônico do Gra-gra-grande Carpeaux!
     
  7. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Um que cai no vestibular e achei muito bom: Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco, é aquele livro super romântico, Romeu e Julieta portugueses!
     
  8. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pra mim os dois clássicos do George Orwell: "1984" e "A Revolução dos Bichos"
     
  9. Giuseppe

    Giuseppe Eternamente humano.

    Gosto muito das obras do Gonçalves Dias, os poemas dele costumam ser leitura obrigatória e são de alta qualidade (pelo menos pra mim que sou fã do Romantismo).
     

Compartilhar