• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Katy Perry diz que não teve infância por causa de pais religiosos

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Capa da revista "Vanity Fair" deste mês, a cantora Katy Perry, 26, disse que não teve infância, por seus pais serem muito religiosos.

Segundo a cantora, sua mãe só lia a Bíblia para ela e expressões que tivessem a palavra "demônio" eram proibidas.

Para aprender sobre sexo, Perry contou que começou a ir a uma clínica.



Katy Perry na capa da revista "Vanity Fair"

"Quando eu cresci eu comecei a ir à clínica 'Planned Parenthood', que era considerada uma clínica de aborto. Eu estava sempre com medo quando eu estava lá... Eu não sabia que era mais que isso, que era algo sobre as mulheres e suas necessidades. Eu não tinha seguro, então eu ia lá para aprender sobre métodos contraceptivos",
disse Perry.

Porém, segundo ela, depois que ela cresceu sua relação com seus pais melhorou.

"Eu acho que às vezes quando as crianças crescem, seus pais também crescem. Os meus amadureceram comigo. A gente coexiste. Eu não tento mudá-los e eles não tentam me mudar. A gente concorda em discordar."

Fonte
 

Roderick

Banned
Que religião será que era os pais de Katy? Esse é u assunto que deve ser tratado com crianças, inclusive para que elas evitem tal ato, por x razões, e a maior delas seria as doenças e ou gravidez indesejada...
 
Imagino o filho do Paganus...:think:

Quero entender o que infância saudável tem a ver com conhecimento de sexualidade. Não que as crianças não possam, só não entendo porque devam ser introduzidos assim ao sexo, que deveria ser considerado algo íntimo, sério e especial.

Tentam desmistificar e acabam banalizando o sexo, desmoralizando a sociedade.

O pior é a mídia tentando nos enfiar goela abaixo que métodos contraceptivos são a solução única e perfeita de todos os problemas, como se não incentivassem enormemente essa banalização.
 

Neithan

Ele não sabe brincar. Ele é joselito
Quero entender o que infância saudável tem a ver com conhecimento de sexualidade. Não que as crianças não possam, só não entendo porque devam ser introduzidos assim ao sexo, que deveria ser considerado algo íntimo, sério e especial.

Tentam desmistificar e acabam banalizando o sexo, desmoralizando a sociedade.

O pior é a mídia tentando nos enfiar goela abaixo que métodos contraceptivos são a solução única e perfeita de todos os problemas, como se não incentivassem enormemente essa banalização.

Infância não é pra ter sexo mesmo, o corpo ainda não está pronto. Mas na adolescência não tem nada demais.

"Sexo deveria ser algo íntimo sério e especial". Só podemos ter isso na idade adulta? Tipo, um cara que perde a virgindade aos 15 não pode ter tido uma experiência fantástica?

E não entendi o que o sexo tem a ver com a tal desmoralização da sociedade.
 
O sexo em si nada tem de imoral, imoral e desmoralizante é o que ele se torna e como essa noção deturpada de sexo fere a sociedade.

Agora ninguém se casa com menos de 18 anos de idade, logo... enfim, vocês entenderam onde eu quero chegar.
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Quero entender o que infância saudável tem a ver com conhecimento de sexualidade. Não que as crianças não possam, só não entendo porque devam ser introduzidos assim ao sexo, que deveria ser considerado algo íntimo, sério e especial.

Tentam desmistificar e acabam banalizando o sexo, desmoralizando a sociedade.

O pior é a mídia tentando nos enfiar goela abaixo que métodos contraceptivos são a solução única e perfeita de todos os problemas, como se não incentivassem enormemente essa banalização.

Mas infância problemática tem a ver com ignorância completa de assuntos que se não fossem por eles, Caio, nem eu nem você estaríamos aqui? Íntimo, sério e especial não pode ser também não-tabu? Felizmente não estamos nas décadas passadas onde nem se falava nisso e todo mundo fazia, os pais querendo ou não, e acontecia gravidezes indesejadas, se hoje é ruim ontem era pior! Não vejo a banalização do sexo, apenas para os mais conservadores. E não vejo banalização como algo ruim.

Coitada, isso é falta de educação da parte dos pais dela, isso poderia trazer sérios problemas a ela, indenpendente de religião era a obrigação deles.

Felizmente ela é melhor do que os pais, olhe o que aconteceu, tanta proibição só fez ela se rebelar depois, ainda bem, uma recatada psicótica a menos.

E não entendi o que o sexo tem a ver com a tal desmoralização da sociedade.

Não se preocupe, não tem.
 
Diferente de você, Morfindel, para mim, sexualidade, como tudo aliás, está ligado a uma questão moral. Portanto, banalização é ruim assim. Quando o sexo é desviado de seu propósito natural, temos sérias consequências sociais e espirituais igualmente.

Mas é fato que encorajar a imoralidade não é resultado direto de pais que conscientizam os filhos, mas de uma má conscientização.
 

Dinn

Usuário
Impedir todo e qualquer tipo de contato com o assunto não é certo, ao meu ver. Pode gerar frustrações e fixações futuras...
Claro, isso não significa passar filme pornô para a criançar assistir enquanto toma mamadeira... Acredito que a melhor solução seja ir tirando as dúvidas da criança na medida em que aparecem, sempre cuidando a linguagem utilizada. Acho engraçado o fato de muitas pessoas enxergarem essa fase de descoberta como uma aberração, quando no entanto é natural... e vem acontecendo cada vez mais cedo.
 

Morfindel Werwulf Rúnarmo

Geofísico entende de terremoto
Impedir todo e qualquer tipo de contato com o assunto não é certo, ao meu ver. Pode gerar frustrações e fixações futuras...
Claro, isso não significa passar filme pornô para a criançar assistir enquanto toma mamadeira... Acredito que a melhor solução seja ir tirando as dúvidas da criança na medida em que aparecem, sempre cuidando a linguagem utilizada. Acho engraçado o fato de muitas pessoas enxergarem essa fase de descoberta como uma aberração, quando no entanto é natural... e vem acontecendo cada vez mais cedo.

É isso o que os psicólogos recomendam, assim que a criança fizer uma pergunta, os pais devem responder à pergunta dela, nada de cegonha, repolho etc, claro de um jeito que elas entendam, e elas vão se sentir bem com a quela resposta, com o tempo as perguntas vão se tornar mais sofisticadas, mas sempre devem ser respondidas.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.595,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo