1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Heteronímia

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por LucasCF, 12 Fev 2009.

  1. LucasCF

    LucasCF Usuário

    A única coisa que li de fernando pessoa é um poeminha curtinho de bernardo soares psicografia se não me engano. Aquele "O poeta é um fingidor".

    Mas ouço muito falar do poeta e sempre achei muito boa a ideia de heterônimos. Então discutam sobre heterônimos e digam se sabem de mais algum autor que usa.
     
  2. Inugami

    Inugami Usuário

    Hmmm... Não sei de nenhum autor em especial, mas uma vez ouvi falar que a maioria dos escritores japoneses sempre utilizam esse artifício. Até nomes de mulher entram na parada.

    PS: Fernando Pessoa só li "Mensagem" pra passar no vestibular. E não caiu nada.¬¬
     
  3. Devotchka

    Devotchka Usuário

    Eu tenho alguns heterônimos, a maioria é homem. Cada um tem uma maneira particular de escrever e uma personalidade própria (determinei as características físicas e mentais de todos) mas geralmente tenho a tendência de "puxar" para um específico, no caso, o Oliver K. É uma maneira de exercitar o quanto eu posso ser versátil, escrevendo de formas diferentes e usando personagens para serem autores delas.

    E eu não conheço outro autor famoso que use, exceto o Pessoa.
     
  4. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Que fantástico N. Eu tenho vontade de criar uns para mim.
     
  5. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Eu não sei se é heterônimo ou pseudônimo, mas a Agatha Christie assinou uns seis livros com outro nome. Alguém sabe informar se Mary Westmacott é "outra pessoa" ou "outro nome"?
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    É pseudônimo mesmo, para o pessoal não associar a Agatha das histórias de detetive com a Mary das histórias românticas.
     
  7. Devotchka

    Devotchka Usuário

    E por quê não cria? :hanhan:
     
  8. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Estou projetando. hehe. Sei lá, não formei nem um estilo de escrita pelo que me parece, e acho que não tenho nem uma única personalidade bem formada. Mais de uma então.
     
  9. Clara

    Clara Antifa Usuário Premium

    Nelson Rodrigues escreveu livros com o nome de Susana Flag.
    Eu não li nenhum desses livros, alguém sabe dizer se era heterônimo ou pseudônimo?
    Pois parece que ele escreveu inclusive uma biografia como Susana.
     
  10. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Pesquisei e só achei como pseudônimo. Não conheço a obra dele, mas deve ser isso então.
    Acho que só consideram o fernando pessoa. :D
     
  11. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    O Stephen King também usou disso, ele criou um pseudônimo, chamado Richard Bachman, e publicou vários livros sob esse nome. Na época ninguém sabia que era ele, pois ele mantinha a coisa em segredo, apenas seu editor também sabia. O King chegou inclusive a criar toda uma "vida" pra esse pseudônimo, documentos, histórico...etc. Quando um repórter descobriu que ele e o Bachman eram a mesma pessoa o King veio a público e "confessou", disse que havia feito isso pra ver se conseguia escrever livros que fossem bem sucedidos sem a "marca" do nome dele. E pra encerrar a coisa toda com um toque de bom-humor, ele mandou publicar em um jornal um obituário, informando a "morte" de sua criação.
     
  12. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Acho que só consideram o pessoa mesmo. Pois pesquisei sobre esse richard bachman e diz que é pseudônimo. Pô, se criou docimentos, histórico, profissão... É claro que é outra personalidade.
     
  13. Anica

    Anica Usuário

    A diferença entre um e outro não está exatamente em criar uma personagem com documentos, históricos e afins, mas em mudar o estilo de escrita. Cada um dos heteronimos do Pessoa tem um estilo diferente de escrever. A poesia do Ricardo Reis não tem nada a ver com a do Alberto Caeiro.

    Eu nunca li nada do King escrito sob o pseudônimo de Bachman, mas suponho que não exista mudança de estilo, por isso consideram pseudônimo mesmo, não heteronimo.
     
  14. LucasCF

    LucasCF Usuário

    Ah, entendi. Obrigado Anica. :D Se ler algum livro do "Bachman" avisa aqui se é o mesmo estilo. :P
     
  15. imported_Nanda

    imported_Nanda Usuário

    Fernando Pessoa era "maluco", ele realmente acreditava que era todos os heterônimos dele (obviamente não ao mesmo tempo). Inclusive já ouvi dizer que ele (Fernando) combinou de encontrar com uma pessoa e qdo chegou ao local, ele era tipo o Ricardo (não lembro quem era ele exatamente nesse episódio em específico), e falou pra pessoa com quem ele tinha combinado de encontrar que o Fernando tinha pedido pra dar o recado de que naquele dia seria impossível de aparecer ao encontro. Fernando era Fernando, Ricardo era Ricardo, Bernardo era Bernado, ele agia diferente, escrevia diferente, pensava diferente qdo "encarnava" essas pessoas. É bizarro.
     
  16. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Pra mim esse episódio é lenda porque o próprio Pessoa sabia exatamente o que ele fazia em relação aos heterônimos. Aliás, ele próprio definiu os quatro estágios da poesia com essa idéia.

    Eu já escrevi sobre eles em algum lugar aqui do fórum, dá um search aí que tu deve achar.
     
  17. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Nossa, que doideira isso, se for verdade. Parece até o Pelé, que fala de si mesmo na terceira pessoa :lol:
     
  18. imported_Nanda

    imported_Nanda Usuário

    Bom, eu coloquei aqui que eu ouvi dizer sobre esse episódio pra não ter que explicar que isso estudei em aula enquanto destrinchávamos o Autopsicografia. Não duvido q por um lado ele sabia o que fazia como tb não duvido que esse lance meio de "várias personalidades" eram verdadeiras.
    Afinal, tb diziam que era lenda o lance dele ter encontrado com Crowley.

    Edit: A propósito, será meu próximo tópico no blog do meia, a análise da Autopsicografia
     
  19. Thorondir

    Thorondir Usuário

    Lenda ou não, já ouvi também mais de uma vez que ele se comportava diferente quando estava escrevendo com alguma personalidade que não fosse Fernando.
     
  20. Pescaldo

    Pescaldo Penso, logo hesito.

    Comportando-se diferente ou não, isso não ajuda em nada na hora de ler alguma poema dele, seja assinado com o nome ou com os heterônimos.

    E essa sua aula foi na faculdade, Nanda?
     

Compartilhar