1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Autor da Semana Harper Lee

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Erendis, 6 Out 2014.

  1. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Nelle Harper Lee (Monroeville, Alabama, 28 de abril de 1926) é uma escritora norte-americana, famosa por seu romance To Kill a Mockingbird (O Sol é Para Todos no Brasil; Por Favor, Não Matem a Cotovia em Portugal), que foi agraciado com o Prêmio Pulitzer em 1961.
    Descendente de Robert E. Lee, o general da Guerra Civil do Sul, Harper Lee nasceu em Pittsburgh, Alabama. Seu pai era um ex-editor de um jornal, que tinha servido como senador estadual, bem como advogado em Monroeville. Lee estudou Direito na Universidade de Alabama (1945-1949), e passou um ano como estudante de intercâmbio na Universidade de Oxford. Seis meses antes de terminar seus estudos, ela foi para Nova York para seguir a carreira literária. Em 1959, Lee acompanhou Truman Capote para Holcombe, Kansas, como assistente de pesquisa para o clássico romance de Capote, A Sangue Frio (1966).
    O Sol é para Todos foi o primeiro e único romance de Lee, se tornou um best-seller internacional e foi adaptado para a tela em 1962. O cenário, em Maycomb, Alabama, nos anos 30 e vários dos personagens são baseados em sua vida – Finch o nome de solteira da mãe de Lee e o personagem de Dill foi elaborado a partir de Capote, amigo de infância de Lee.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    O livro é narrado por Scout, filha de Atticus Finch, um advogado que defende um homem negro, Tom Robinson, que é acusado de estuprar uma menina branca pobre, Mayella Ewell. Scout é uma criança extremamente inteligente e atenta. Sua narrativa começa quando ela tem seis anos e relaciona muitas de suas experiências, interesses comuns de uma criança e colisões com a realidade que invadem o mundo protegido da infância: sua mãe está morta e ela tenta manter o ritmo com seu irmão mais velho Jem. Durante os eventos humorísticos e tristes, Scout e Jem aprendem lições sobre o bem e o mal, bem como sobre justiça. Conforme a narrativa de Scout vai se desenvolvendo, o leitor observa uma personalidade em formação, apesar de contar a história em suas próprias palavras, que são obviamente, as de uma criança, ela também analisa os acontecimentos do ponto de vista de uma pessoa madura.
    Embora seu primeiro romance tenha sido um enorme sucesso, Lee não continuou sua carreira como escritora. Ela voltou de Nova York para Pittsburgh, onde viveu evitando entrevistas.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Apesar de sua imensa popularidade o livro não recebeu atenção detalhada da crítica, tratamento dispensado a outros clássicos modernos. Claudia Durst Johnson, autora de diversos livros e artigos sobre To Kill a Mockingbird, escreveu em 1994: "Completos 33 anos de sua publicação, ele nunca foi tema de uma dissertação, sendo alvo de apenas seis estudos literários, a maioria deles com não mais do que duas páginas."
    O livro foi adaptado para o cinema em 1962, com roteiro adaptado por Horton Foote e direção de Robert Mulligan, e recebeu 3 Oscar: melhor ator (Gregory Peck, interpretando Atticus Finch); melhor roteiro adaptado, melhor direção de arte em P&B. Tendo sido ainda indicado para melhor filme, melhor direção, melhor fotografia, melhor trilha sonora e melhor atriz coadjuvante (Mary Badham, interpretando Louise Finch).

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Além do romance, Lee teve somente publicações em revistas:
    1961 "Love - In Other Words" revista Vogue
    1961 "Christmas to Me" - revista McCalls
    1965 "When Children Discover America" - revista McCalls

    Edit.: a autora lançou em 2015 uma sequência para To Kill a Mockingbird, intitulada Go Set a Watchman
    An historic literary event: the publication of a newly discovered novel, the earliest known work from Harper Lee, the beloved, bestselling author of the Pulitzer Prize-winning classic, To Kill a Mockingbird.

    Originally written in the mid-1950s, Go Set a Watchman was the novel Harper Lee first submitted to her publishers before To Kill a Mockingbird. Assumed to have been lost, the manuscript was discovered in late 2014.

    Go Set a Watchman features many of the characters from To Kill a Mockingbird some twenty years later. Returning home to Maycomb to visit her father, Jean Louise Finch—Scout—struggles with issues both personal and political, involving Atticus, society, and the small Alabama town that shaped her.

    Exploring how the characters from To Kill a Mockingbird are adjusting to the turbulent events transforming mid-1950s America, Go Set a Watchman casts a fascinating new light on Harper Lee's enduring classic. Moving, funny and compelling, it stands as a magnificent novel in its own right.

    Edit.: escrever esse tópico me deu muita vontade de ler o livro de novo, se preparem que vou indicar no próximo Clube de Leitura novamente, se não der certo, leio sozinha mesmo!
     
    Última edição: 29 Jun 2015
    • Ótimo Ótimo x 5
  2. fcm

    fcm Visitante

    Sobre O Sol é Para Todos (prefiro o nome em PT: Por Favor, Não Matem a Cotovia
    alguém já viu e recomenda?
    To lendo o livro, bem legal a história.
     
  3. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    sim, faz muito mais sentido, mas no decorrer da leitura você vai entender a adaptação do título...
    eu não assisti ainda, mas fiquei com vontade, vou ver se encontro...
     
  4. Bruce Torres

    Bruce Torres Let's be alone together.

    O filme é muito bom. Recomendo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Erendis

    Erendis I'm a motherfucking woman

    Só pra deixar registrado aqui, para quem pegou emprestado o livro na época da leitura e tem desejo de adquirir: conforme foi anunciado, saiu uma
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    com um preço decente (eu achei a coisa mais lindinha e só não vou comprar pq já tenho uma e como a grana anda curta preciso economizar pra poder comprar outros livros que não tenho ainda...) e também pra atualizar o tópico, já que está saindo um livro novo dela...
     
  6. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    • Mandar Coração Mandar Coração x 4

Compartilhar