1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Gandalf quis cair?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Nirvana, 11 Jan 2018.

  1. Nirvana

    Nirvana Usuário

    Pesquisei bastante aqui e não achei...de acordo com o filme, vocês acham que Gandalf se jogou propositalmente afim de derrotar o balrog? Pois ele não era fraco...estava se segurando firmemente...
     
  2. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Penso que a resposta seria uma mesma para os diferentes cenários.

    Nas duas obras (filme e livro) Gandalf precisa tomar uma decisão difícil, que é a de enfrentar o Balrog. Em ambas as obras ele vem a saber do futuro que o aguarda por causa de seus conhecimentos e de suas habilidades subcriativas de magia (Ainur ou mago) e percebe (pressente e intui) que a chance de vencer o Balrog e sobreviver ao evento era quase zero. Mas ele tinha uma responsabilidade e uma obrigação a cumprir que não poderia fugir. Por meio de seu sacrifício então um bem maior, a derrota de Sauron, estaria mais próxima.

    Por isso Gandalf quis enfrentar o Balrog mas de nenhum modo ele simplesmente escolheu o único detalhe de cair. Ele escolheu a batalha completa com o inimigo com todos os efeitos que derivariam dela, incluindo a queda. Na decisão do enfrentamento ele não desvinculou batalha e queda, nem se esqueceu do contexto no momento em que ponderou se sacrificar pelos amigos, porque se tratava de um pacote completo que inclui a perda de seu corpo.

    O efeito prático é que a batalha não termina quando ele cai no precipício, conforme relatado por ele. Logo depois de cair Gandalf continua perseguindo o inimigo na escuridão, sua única esperança lá no fundo de Moria, e depois de subir a escada sem fim e abatê-lo ele cai e é resgatado pelos Poderes do Oeste sendo recompensado por empatar a luta (1x1) e ter ajudado a vencer a guerra. Em recompensa ele ascendido ao posto antes ocupado por Saruman e se torna "o Branco" podendo inclusive voltar a guiar nas terras mortais. É quando ele anuncia que é a "virada da maré".

    Ao invés de querer cair a opção feita por Gandalf é um ato de fé em se tornar puro (branco), ainda que no caminho houvesse a queda com o Balrog.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. Nirvana

    Nirvana Usuário

    Gostei muito da sua mensagem, bem poética... maravilhosa amigo...vou ser bem específico...se é que há resposta para tal...

    No momento que ele diz "corram seus tolos" ele não tinha forças para se erguer...? Pois parece que ele se solta propositalmente...ele queria ir até o fim e tentar derrotar balrog?
     
  4. Neoghoster Akira

    Neoghoster Akira Brandebuque

    Espiando rapidamente essa fração de cena, a batalha se fechava para deixar Gandalf cercado e além do alcance de qualquer esperança de ajuda dele mesmo e dos amigos. Na história das duas obras há um elemento do destino que precisa se cumprir. Naquele momento a luta com o Balrog havia cessado com a queda dele mas os batalhões orcs de arqueiros estavam se acumulando pertinho na borda do abismo (os amigos estavam longe com medo). Se ele se levantasse seria atravessado (não conseguia mais correr ou tempo para magia), se os amigos se aproximassem morreriam atravessados. De certa forma ele podia escolher morrer de pé espetado na borda ou tentar a chance no fundo com o Balrog. Ambas opções horríveis, creio porque os orcs estavam querendo vingar o Balrog... Escolheu partilhar do destino com o Balrog que lhe pareceu uma chance melhor (de fato ele viveu um pouco mais depois de cair).
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  5. Nirvana

    Nirvana Usuário

    Você tem razão!! Eu pensei nisso uma certa vez e até me esqueci....a Saraivada de fechas dos orcs leva a conclusão....

    Tanto que Aragorn quase é atingido diversas vezes mesmo mais longe...ele só não é atingido pois rapidamente sobe a escadaria...é graças a seus reflexos numenorianos...
     
    • LOL LOL x 1
  6. Eferos Masopias

    Eferos Masopias Senhor dos Pastéis

    Sua pergunta é de acordo com o filme... você tem todo o direito de perguntar, mas acho o filme muito ruim pra avaliar essas coisas. Não foi feito com o mesmo cuidado que Tolkien tinha e tem muitas coisas que ficaram sem explicações.

    Não acredito em escolha nesse momento, se me permitem dizer. Levando em conta o livro, que me importa mais, o Balrog em queda brandiu o chicote e o enrolou nos joelhos de Gandalf, que perdeu o equilíbrio. O texto diz que ele segurou-se em vão à pedra. Não havia Orcs fustigando a comitiva com flechas, por isso Gandalf não seria traspassado por elas se fugisse com os outros.

    Acho que o segurar-se em vão queria dizer que ele não poderia sustentar-se ali, mesmo querendo. O texto primeiro fala que ele escorregou, depois que bradou para os demais fugirem. Entendo que essa sequência é cronológica, ele gritou para fugirem já em queda, e não quando ainda podia decidir-se por ir com eles ou não. Então, esse escorregão para o abismo não foi escolha, mas sim o efeito de ter sido inexoravelmente puxado pelo chicote do Balrog.
     
    Última edição: 2 Mar 2018
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar